História What? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 73
Palavras 1.153
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Jimin?


"Finalmente, show da bangtan se prepara que eu to chegando"

São os primeiros pensamentos do dia, acordo as 10:00, aproveitando que é sabado, desço pra cozinha e lá esta o ser que eu tanto amo fritando bacon, e ovo.

Eu: sabe que não é porque a gente veio pra esse país maluco que a gente tem que se comporta como as pessoas desse país maluco né?

R: sim, sim, mas vai falar que você não ama a idéia de comer gordura logo cedo sem seus pais pra falarem na sua orelha que você vai morre cedo.

Eu: falavam isso porque nunca viram a comida da escola.

Ela ri e coloca o bacon no prato, junto aos ovos, ela quem? Simples, uma de minhas melhores amigas, o nome dela e rosy as outras são a lia e a hanna, por falar nisso..

Eu: cadê as outras vacas da fazenda?

R: muuu, Bom a lia foi espalhar panfletos e a hanna foi fazer o que faz de melhor..

Eu: encher o saco?

R: exato

Começo a comer, e a pensar em coisas beeem nada com nada, tipo, em uma vaca voando e cagando na cabeça de uma armycao, aí lembro do show..

Eu: decidiram se vão pro show ou não? 

R: eu não vou..

Eu: poxa rosy a gente sempre sonho com isso, e agora tu vacila vei.

R: scarllet, você sabe que eu não tenho dinheiro.

Eu: e você sabe que eu vo paga pra ti poha

R: e você acha que eu não acho justo eu ter gastado meu dinheiro e você paga uma cacetada por minha causa.

Eu: vai caga então.

Ela me mostra a língua, termino ali lavo a louça e subo, faço minhas higienes matinais e me jogo na cama novamente, o dia vai ser bem longo, desço novamente.

Eu: alguma apresentação marcada pra agora de tarde? 

R: nop

Eu: certeza rosy?

R: vo conferir espera.. sim, das 13:00 às 17:00

Eu: cê ta me zoando né? Quanto tu cobro?

R: 500

Eu: velho eu vo te estrangula.

R: ele disse que era o valor máximo que ia pagar para "armadoras"

Eu: rosy meu amor, tem o número dele?

R: você não vai atacar verbalmente mais um cliente scarllet.

Eu: ele chamou a gente de armadoras

R: e você é proficional por acaso?

Fico emburrada e sento na bancada, um velhor costume meu.

Eu: liga pras meninas manda elas virem

R: ainda são 11:00 scarllet

Eu: elas tem que arrumar o figurino, tenho certeza que vão toma banho e se maquiar, além de almoçar, e você sabe o quão rápidas elas são né? Sente a ironia? 

Rosy pega o celular, disca o numero da abigail e coloca no viva voz

L: alô, rosy?

R: Lia vem pra casa.

H: PORQUE?

Eu: porque vocês são lerdas

R: porque a gente tem que se arruma, quero vocês aqui antes das 11:30 entendido?

L: entendido.

Rosy desliga e me olha

R: contente?

Eu: contente.

Subi tomei banho, e comecei a separar minhas coisas, quando as meninas chegam, se arrumaram e já era 12:49.

Eu: BORA CAMBADA

------

Chegamos lá 7 minutos atrasadas, mas chegamos, e lá estava o dono do lugar falando um monte de bosta.

Eu: se não ta interessado a gente vai embora, não vim aqui pra ficar ouvindo desaforo de ninguém não

?: como ousa?

Eu: não, como você ousa? Vão ser 4 horas de trabalho por apenas 500 velho me polpa, se a gente quiser sai daqui e arruma algo melhor rapidinho.

Sinto estar sendo observada, olho pra trás e tem uns garotos olhando pra mim, não consigo identificar porque estão de máscara.

Eu: vamo embora daqui.

Dou as costas a ele, e ele segura em meu pulso, puxo meu braço e me viro para ele.

?: mil perdões, eu pago 200 para cada uma se dançarem.

Eu: feito, mas um aviso, em hipótese alguma me toque.. 

?: o vestiário é por aqui..

Ele nos leva e entramos 

R: uma vez scarllet sempre scarllet.

Eu: vai forga na puta que pariu

H: ui revoltada.

Nos vestimos e fomos para trás das cortinas, meu coração fica a mil como sempre, respiro fundo, vamos dançar hero da got7 pra iniciar, entramos  nos preparamos, eu como não so boba fiz a  parte do jooheon, quando começou a musica,  falei em um tom de voz que so as meninas conseguissem ouvir.

Eu: que os jogos comecem.

Pelo simples fato de que quando vamos ao palco damos nosso melhor e competimos  contra nós mesmas, pra ver quem é melhor. Volto de  pequenos desvandeios ao ouvir "monster, monster",e vrau.

As 4  horas passaram voando, 17:00 h saímos de lá, fomos para casa que nem doidas, falando besteiras e rindo alto no mei da rua, e eu vejo o mesmo grupo de garotos do restaurante olhando pra nós.

Eu: gente vamo para de paga de doida agora.

E fomos, chegamos em casa e cada um se jogou em um canto, como vão liberar a entrada 19:00, e o cara vai trazer meu ingresso 18:00, to tranquila. Fui na geladeira peguei um pote de sorvete, liguei a tv e engordei 3 kg, 18:20 tinha acabado de sair do banho, estava me trocando a campainha toca.

Eu: ROSY PEGA PRA MIM O DINHEIRO TA EM CIMA DA MESA

5 minutos depois ela entra e me da o ingresso.

Eu: você vai?

R: não, maas eu quero um autógrafo.

Eu: chata

Ela sai do quarto e eu termino de me vestir, coloquei uma regata preta, uma calça jeans rasgada na coxa, amarro uma blusa xadrez na cintura e coloco minha pulseira da MUP's. Deixo meu cabelo solto, bagunço um pouco ele, olho o relógio e são 18:40, me olho no espelho, mas mesmo tendo me produzido toda não me sinto bonita, respiro fundo, cruzo os dedos e digo pra mim mesma.

Eu: vai dar tudo certo scarllet, vai dar tudo certo..

Coloco uma luva sem dedos, e desço.

R: eita, só assim pra tu se arruma pra k7 né?

Eu: vou ver o bias cara a cara vei, queria o que?

R: lembro quando te dei essa pulseira..

Eu: lembro quando eu quebrei ela

R: sim kkk, bom, ja que é um momento especial, o que acha de uma make?

Eu: não sei rosy..

R: vai para de graça.

Ela me puxa pelo braço, me senta numa cadeira e começa a me maquiar. Me olho no espelho e caraca.

Eu: caraca.

R: sim, agora se você quiser chegar lá 19:00 vai ter que chamar um táxi.

Liguei pro táxi e vrau, chegou, falei meu destino e vrau chegamos, entro na fila q esta virando  esquina, e finalmente chega a minha vez (depois de uns 30 minutos) entro na quela desgraça e vo la pra frentona espero, uns 40/50 minutos, entram os lindos, os maravilhosos bangtan boys, fico literalmente sem reação todas gritam menos eu que fico em choque porque?  Eu não sei, eles levam uma cadeira jimin senta e os outros ficam pé eles começam a falar varias coisas, o jimin tinha se machucado por isso ficou sentado o show inteiro..

---

Acabando o show, os integrantes sairam, e as armys foram correndo  se matando pro lugar que ia acontecer o fansing, mas eu reparei que o jimin não moveu um musculo, apenas observou todos, preocupada, subo no palco, e chego perto dele, ele nem nota minha presença, ouço ele funga.

Eu: jimin?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...