1. Spirit Fanfics >
  2. What Are We Waiting For? >
  3. Eu não gosto... Eu amo... E muito...

História What Are We Waiting For? - Capítulo 79


Escrita por:


Notas do Autor


Oii Gentee

Ainda hoje tem mais e mil desculpas pela demora🙏🙏

Espero que estejam gostando da fanfic

Cap 79

Capítulo 79 - Eu não gosto... Eu amo... E muito...


Fanfic / Fanfiction What Are We Waiting For? - Capítulo 79 - Eu não gosto... Eu amo... E muito...

Manuela


Eu e Jungkook nos levantamos rapidamente e vestimos nossas roupas e então, saímos do quarto dando de cara com meu pai, que estava com seus braços cruzados e fazendo cara de bravo.

Felipe: Posso saber o que vocês estavam fazendo?!

Jungkook: E-Eu... E a M-Manu... E-Estávamos... – Jungkook tenta falar algo, enquanto eu ficava de mãos dadas com ele e o memso coçava sua nuca, em sinal de constrangimento.

Manu: Estávamos fazendo sexo, pai... – Digo simples, fazendo Jungkook me olhar de olhos arregalados e meu pai, ficar ainda mais bravo.

Felipe: Manuela!

Manu: O quê? Qual o problema?

Felipe: Qual é o problema?! – Diz ele, balançando sua cabeça negativamente, logo em seguida – Jungkook, me acompanhe até o meu escritório lá em baixo... Precisamos ter uma conversa...

Jungkook: Claro, Sr. Diaz...

Felipe: E você, mocinha... Volte pro seu quarto, tome um banho e amanhã, iremos conversar sobre esse assunto! – Diz ele, descendo as escadas junto com Jungkook.

Fiz o que meu pai mandou e voltei para meu quarto, indo direto para o banheiro, enquanto sentia um aperto no coração pelo o Jungkook. Liguei o chuveiro e deixei com que a água caísse pelo meu corpo, na tentativa de me acalmar. O que será que o meu pai tá falando com ele?

Depois do banho, me enrolei na toalha e voltei para o meu quarto, coloquei apenas um jeans e uma camiseta, com o moletom que Jungkook havia me dado por cima e calcei meus chinelos. Sai do meu quarto e desci as escadas, indo até o escritório do meu pai e assim que coloquei os pés no corredor, pude ver meu namorado saindo do cômodo.

Manu: Oii...

Jungkook: Oii...

Manu: Tá tudo bem? O que ele te disse?

Jungkook: Nada demais... Depois eu te conto, tá? Agora eu tenho que ir, porque o meu irmão e a Kathy estão me esperando lá fora...

Manu: Tá bem... – Ele me abraça carinhosamente, depositando um pequeno selar em meus lábios, o que me fez sorrir – Me liga depois, ok?

Jungkook: Ok, pode deixar... Durma bem, minha princesa... Te amo...

Manu: Também te amo... Tenha uma boa noite, meu anjo... – Ele sorri para mim, sela minha testa e caminha até a porta de entrada.

Depois de ele ir embora, olhei para o relógio e vi que já eram quase duas da manhã, então fui para o meu quarto, deitei em minha cama e após alguns minutos, apaguei.


Dias depois...


28 de dezembro de 2019, sábado.


10h21

Eu estou em meu quarto, terminando de arrumar minhas malas, já que irei passar esse fim de semana com meus amigos e o amor da minha vida, na chácara que meu avô deixou pra mim, pois queríamos passar os últimos dias do ano, juntos.

Esses últimos três dias foram estranhos, depois da conversa que meu pai teve com Jungkook, o mesmo tem estado bem... diferente. Nós temos conversado bem pouco, não nos vimos e a forma como ele me trata mudou, agora ele está bem mais cuidadoso, protetor e carinhoso, só que de um jeito sério... E nem ao menos, quis me contar o que o meu pai disse a ele. Já a conversa que tive com meu pai, foi exatamente como eu achei que seria: “Você tem que ter mais maturidade, Manuela”, “Seja mais responsável, tenha modos...” e “Não foi essa educação que eu te dei...”. Meu pai é muito bom comigo, sempre querendo o meu bem, cuidando de mim, mas quando o assunto é garotos... Ele vira outra pessoa...

Só voltarei a ver meus pais na terça-feira, dia 31, vamos passar o Reveillon na Casa de praia que meu avô deixou para minha prima Ana e lá, estará toda a minha família, meus amigos e claro, meu namorado. Meu plano para esse fim de semana é aproveitar cada momento com meus amigos e obviamente, fazer com que meu namorado volte ao normal e espero que eu consiga, porque eu estou com muita saudade daqueles lábios rosados...

Will: Maninha, já terminou? – Diz meu irmão, batendo na porta, abrindo-a e entrando em meu quarto.

Manu: Já tô quase acabando...

Will: Ok... Ah, antes que eu me esqueça... Toma... – Ele me entrega um pacote com cinco camisinhas.

Manu: Por acaso você tá achando que eu vou para um puteiro? – Eu semi-cerro meus olhos para ele, que ri dá minha pergunta.

Will: Vai saber, né... – Eu taco meu travesseiro nele, que ri novamente se sentando na cama.

Manu: Me respeita, menino...

Will: Desculpa, era brincadeira... Só quero que se cuide, tá? Se divirta com seus amigos... Aproveita a piscina... E curta bastante, o tempo com o seu namorado...

Manu: Pode deixar, maninho... – De repente, ouço várias buzinas – Acho que o pessoal chegou... Me ajuda com a malas? – Digo, me levantando e colocando minha mochila nas costas.

Will: Claro – Diz ele, se levantando também e pegando minhas malas. Saímos do meu quarto e descemos as escadas caminhando até a porta.

Manu: Tchau, mãe! Tchau, pai! – Grito para meus pais que estavam na cozinha.

Juliana: Tchau, querida! Divirta-se!

Felipe: Tchau, filha! Juízo, hein!

Assim que nos aproximamos do carro, Jungkook desceu do mesmo e nos ajudou a colocar as malas no carro. Logo atrás, pude ver o carro do Yoongi, o carro da Evelin e Taehyung que estava motado em sua moto.

Jungkook: Oii, amor! Dormiu bem? – Diz o mesmo, vindo até mim depois de fechar o porta-malas e me abraçando.

Manu: Oii, meu anjo! Dormi sim...

Jungkook: Que bom... – Diz ele, sorrindo para mim e selando minhas mãos – Pronta pra ir?

Manu: Prontíssima! – Eu me despeço do meu irmão e então, Jungkook abre a porta do carro para mim. Ele dá partida, buzina para o pessoal, indicando que era para eles o seguirem e começa a dirigir.


Quebra de tempo...


Assim que chegamos na chácara, o pessoal estacionou os carros e descemos do carro, pegando nossas coisas e caminhando até a porta.

Manu: Pessoal, sejam bem-vindos a chácara do meu avô!

Sofi: Uaauuu, amiga! Que casa linda...

Manu: Obrigada... Bom, vamos a divisão dos quartos... No total aqui tem 7 quartos, 4 no andar de cima e 3 aqui embaixo... Como vocês querem fazer?

Dayane: Ah, por mim tanto faz...

Vick e Valentina: Por mim, também...

J-Hope: Bom, na minha opinião, o mais justo seria você e o Jungkook dormirem lá em cima, já que você é a nossa anfitriã...

Yoongi: Verdade, eu recomendo que o Jimin e o Namjoon durmam no andar de baixo, porque que esses dois roncam demais... – Todos riem, menos Namjoon e Jimin.

Jimin: Cala boca, Yoongi... Eu não ronco porra nenhuma!

Emily: Amor, me desculpa... Mas você ronca sim... Mas de jeito fofo...

Jin: Bom, vamos fazer o seguinte então... A Manu e o Jungkook ficam no andar de cima, junto com Yoongi, Sofi, Dayane, J-Hope, Valentina e Eu... Jimin e Emily, ficam em um dor quartos daqui debaixo...

Evelin: Eu e a Vick vamos ficar no mesmo quarto que o Zack e o Justin...

Jin: Certo... E no outro quarto ficam o Taehyung e o Namjoon...

Jungkook: Todos de acordo?

Todos: Sim.

Taehyung: Ok, agora vamos pro quarto logo... – Todos nós foram para seus quartos, deixarem suas coisas.

Jin: Pessoal, vou fazer o almoço... – Diz Jin, assim que eu e Jungkook voltamos para a sala

Valentina: Eu te ajudo, meu lindo... – Os dois vão para a cozinha, enquanto isso ficamos na sala, Jungkook estava distraído com seu celular e junto a nós, estava Yoongi, deitado no sofá e abraçado com Sofi, que mexia no controle da TV.


Quebra de tempo...


Depois do almoço, todos se juntaram na sala para assistirmos um filme e como estávamos indecisos em escolher o filme, resolvemos assistir dois. Passageiros, que foi escolhido pelas meninas, Justin e Zack, e Velozes e Furiosos 8, escolhido por mim e os meninos.

No sofá maior, com 6 lugares, estava Yoongi, ainda deitado com Sofi, Namjoon, com Vick deitada em seu ombro, e Jin, com Valentina deitada entre suas pernas. Nas poltronas, estavam Justin, com Zack sentado no chão logo abaixo dele, e Dayane, com J-Hope na mesma posição que Zack. No chão, Jimin, abraçado com Emily, e Taehyung, comendo pipoca com Evelin. E por último, no sofá de 2 lugares, Jungkook e Eu, deitados e agarradinhos, enquanto o mesmo faz carinho em meus cabelos.

Quando deu 17h12, o filme acabou, então a maioria do pessoal, que estavam todos cansados, foram para seus quartos tirarem um cochilo antes do jantar. Com exceção de Jin, Jimin, Taehyung e Jungkook, que foram jogar sinuca na mesa de bilhar que havia no quintal. Eu fui para o meu quarto, tomar um banho e fui de volta para o quarto, me trocar. Coloquei um shorts jeans, um cropped preto e peguei um dos moletons de Jungkook para mim vestir por cima, calcei meus tênis pretos da marca Vans e sai do quarto. Fui andando até onde os meninos estavam jogando e no caminho, dei de cara com Evelin, que olhava Taehyung pela janela da sala.

Manu: Apreciando a vista, amiga?

Evelin: Ai, que susto, Manuela! – Diz ela dando um pulinho na cadeira e se virando para mim com a mão no peito, o que me fez rir.

Manu: Eu tô indo lá... Você vem? – Depois de muito pensar, a mesma me acompanha – Oi, meninos!

Taehyung: E aí, não foram descansar?

Evelin: Tô sem sono...

Manu: E eu queria saber quem tá ganhando... – Digo, abraçando Jungkook por trás.

Jungkook: Eu e o Jin, que estamos ganhando... – Diz ele, se virando de frente para mim e me dando um selinho.

Jimin: Por pouco tempo...

Evelin: Depois eu quero jogar...

Manu: Eu também...

Jin: Tudo bem, só vamos terminar essa partida... Aí, a Evelin entra no lugar do Jimin e a Manu entra no meu...

Manu: Beleza... – Depois que Jungkook encaçapou a última bola, o jogo terminou tornando ele e o Jin, os vencedores.

Jungkook: Aí, Hyung!

Jin: Conseguimos, Jungkook! – Os dois se abraçam e como combinado, Jin e Jimin saíram do jogo deixando eu e Evelin em seus lugares.

Taehyung: Se prepara, Jungkook... Porque agora você vai perder...

Jungkook: Vai sonhando, Tae... - Começamos a jogar e de primeira Evelin, conseguiu derrubar a bola, quando Taehyung ia escaçapar a segunda bola deles, ele acaba derrubando a bola branca. Eu joguei conseguindo derrubar duas bolas seguidas e logo depois, Jungkook derrubou três. O jogo se seguiu, Evelin conseguiu derrubar mais três, Taehyung conseguiu mais duas, Jungkook Acertou mais uma e nesse instante, eu só tinha que acertar mais duas para ganharmos – Acho melhor você vir pra esse lado, minha princesa... Dá pra você se apoiar melhor... – Eu sigo sua dica, me apoio na mesa e Jungkook me ajuda a mirar o taco e por fim, consegui derrubá-la – Aeeee, minha garota... – Diz ele, me abraçando por trás e selando minha bochecha – Pronto, só mais uma e a gente ganha... – Mirei o meu taco novamente e Jungkook, pega em minha cintura, me posicionando – Isso, nessa direção... É só tacar... – Eu deslizo o taco, entre meus dedos e então, derrubo a bola – Yes!!! Mandou muito bem, minha gatinha... – Diz ele, me abraçando forte e me enchendo de beijos.

Manu: Obrigada, meu amor... Você também arrasou!

Evelin: Parabéns, pombinhos!

Taehyung: Vamos comer? Tô com fome...

Manu: Vão indo vocês dois, eu quero conversar com o Jungkook...

Evelin: Tá bem... Não demorem...

Manu: Pode deixar...

Jungkook: Sobre o que você quer conversar? – Diz ele ficando encostado na mesa de sinuca.

Manu: Amor, eu quero que você me conte... O que o meu pai te disse aquele dia?

Jungkook: Princesa, eu já te disse que não foi nada demais...

Manu: Só que esse “Não foi nada demais” deixou você muito estranho... Você tá diferente comigo...

Jungkook: Amor, não é nada...

Manu: Se não é nada, então me conta...

Jungkook: Meu anjo...

Manu: Jungkook... Me conta, vai... – Ele fica de cabeça baixa – Me fala, por favor... O que o meu pai te disse?

Jungkook: Ele só... Me perguntou... Há quanto tempo a gente tava transando... Se estávamos usando proteção... Se eu estou sendo cuidadoso com você durante as nossas relações sexuais... Se fui eu quem tirei a sua virgindade...

Manu: Ai, meu Deus... Que vergonha... – Digo trampando meu rosto com as mãos.

Jungkook: Não fica assim, minha linda... Ele só quer o seu bem...

Manu: Eu sei, mas não vejo necessidade alguma nisso...

Jungkook: Vem cá, vem... – Diz ele, me puxando para um abraço – Não fica assim, tá? Ele só tá cuidando de você...

Manu: Tá bom... E porque você ficou estranho comigo?

Jungkook: Digamos... Que o meu sogrinho... Pediu para que eu apagasse o meu fogo e o seu... Então, eu acabei ficando meio estranho... Pra tentar me controlar um pouco...

Manu: Controlar o quê? – Eu pergunto, levando minhas mãos até sua nuca.

Jungkook: Controlar essa vontade louca... Que eu tenho de te beijar, toda vez que eu te vejo... – Diz ele, colando nossos corpos e deixando nossos rostos bem próximos um do outro.

Manu: Então me beija, amor... Meu pai não tá aqui pra nos impedir... – Digo, quase roçando nossas bocas.

Jungkook: Mas antes, eu quero te dizer uma coisa...

Manu: Que coisa?

Jungkook: Você fica tão gata, quando usa os meus moletons! – Diz ele, subindo suas mãos para minha cintura e me fazendo sorrir.

Manu: Ah, é? Você gosta quando uso eles?

Jungkook: Eu não gosto... Eu amo... – Ele umedece seus lábios, enquanto olha para a minha boca – E muito... – Ele sela nossas bocas lentamente, dando início à um beijo envolvente, lento e suave. Ele pede passagem com a língua e cedo, sua língua explora cada pedacinho da minha boca, mas infelizmente, a falta de ar se faz presente e o mesmo finalizou o beijo mordendo meu lábio inferior.

Yoongi: Oh, dois... Venham comer, o jantar tá pronto!

Jungkook: Já estamos indo, Yoongi!

Manu: Acho melhor a gente ir...

Jungkook: É também acho... – Diz ele, abaixando de costas para mim – Sobe aí, minha princesa... – Eu subo em suas costas e não pude evitar o sorriso bobo que se formou em meu rosto.

Continua...







Notas Finais


Tchau

😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...