1. Spirit Fanfics >
  2. What de Need >
  3. 20. CAPÍTULO

História What de Need - Capítulo 20


Escrita por:


Capítulo 20 - 20. CAPÍTULO


As palavras gelaram seu sangue.  Provocando-o dentro de sua mente.  Mas a questão permaneceu.  Quem foi o próximo?  Sakura?  Era outra pessoa?  Uma mão se colocou em seu ombro.

"Ainda não sabemos quem."  A voz de Itachi veio.

"Eu preciso que Sakura saiba."  Um aperto da mão aprovou a declaração.  "Precisamos encontrar esse cara."  Sasuke encolheu a mão do ombro e se aproximou da mesa.  A pobre mulher parecia mais jovem do que a maioria das vítimas tinha idade.  Ele não olhou para os detalhes, ele realmente quase não queria saber.  Ela era jovem e tinha uma vida plena pela frente.  Ele não poderia estar aqui.  Ele precisava sair.

O resto de sua equipe o viu partir e ouviu o barulho dos pneus enquanto seu caminhão se afastava do meio-fio.  Itachi voltou à cena.  Ele fez sinal de que eles precisavam continuar.  Fotos foram tiradas.  As declarações foram ouvidas pelos vizinhos.  A mulher foi levada embora.  E, finalmente, a cena do crime ficou em silêncio após horas de agitação.  A fita amarela impedia qualquer um de entrar em casa e, no entanto, à medida que as horas passavam e todos saíam.  Itachi ficou.  Seus olhos olhavam e calculavam.  Tentando imaginar o que aconteceu.  Ele tinha todas as informações do dia, mas talvez a escuridão lhe desse suas respostas.

A mulher havia sido assassinada em seu quarto por estrangulamento e depois foi carregada do quarto e colocada na mesa da cozinha, onde ele cortou a garganta e escreveu a mensagem.  A pessoa responsável planejara escrever as palavras na parede.  Foi cuidadosamente escrito e, embora fosse gramaticalmente incorreto, o efeito desejado foi dado.  Ele foi um dos primeiros a entrar em cena e as palavras o arrepiaram, e depois o fizeram se arrepiar.  Quem foi o próximo.  Sasuke, claro, foi a escolha óbvia, no entanto, você nunca pode ter certeza.  Pode ser para outra pessoa no departamento.

Os olhos de ônix continuaram tentando juntar tudo, mas havia algo faltando.  Quem estava fazendo isso?  E qual era exatamente o propósito deles, embora metade disso tivesse sido deduzido pela mensagem.  Foi vingança.  Mas por que?  O que fez essa pessoa querer se vingar?  Tudo foi examinado com cuidado, mas sua mente estava cansada.  Fechando os olhos, ele deixou tudo relaxar por um segundo antes de abri-los novamente e sair de casa.

Sasuke havia voltado para o departamento.  No caminho, ele ligou para os pais, a mãe respondeu e disse-lhes para serem extremamente cuidadosos e garantir que a casa estivesse trancada, mesmo quando eles estavam lá, antes de pedir que ela passasse a mensagem para Sakura.

Desde o fracasso no hospital, ele não se sentia suficientemente digno de conversar com a esposa.  Como ele a decepcionou.  Ele tinha vergonha de si mesmo.  Ele não conseguiu reunir coragem para avisá-la.  Que ela soubesse que ela e seu filho poderiam estar em perigo.  Por que não podia ser apenas homem e dizer a ela?  Agora ele estava se sentindo tão ... impotente.  Se era assim que ele poderia chamar.  Ele não conseguia impedir que as pessoas em sua cidade fossem mortas e não conseguia manter o casamento juntos.  Não conseguia reunir coragem para contar à esposa o quão assustado ele sentia que ela poderia ser a próxima no jogo desse assassino.

Tudo estava se acumulando e ele não tinha certeza de como deveria lidar com tudo.  Seu pai e seu irmão mais velho mostraram tanta compostura e suas expressões nunca vacilaram.  Por que ele não tinha aquele exterior frio e isolado?  Por que ele não podia separar seu trabalho de sua vida pessoal?  Exceto neste caso, certamente não era possível.  Tudo o que sabia era que tinha que proteger sua esposa e filho.  Ele não poderia falhar com eles.  Ele já havia falhado com eles de muitas maneiras.  Talvez, apenas se ele conseguisse acabar com esse assassino, poderia ser digno de ficar diante de sua esposa e dizer que realizou alguma coisa.  Que ele tinha protegido ela e sua cidade.

Por meses, mesmo antes do serial killer, ele se sentia deprimido com a vida.  Ele sentiu que não estava alcançando seus objetivos como marido e pai, e agora até como chefe do departamento.  Sua vida estava ganhando velocidade à medida que se deteriorava rapidamente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...