História What I Need? - ( Jennie - BLACKPINK ) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Black Pink, Red Velvet
Personagens Irene, Jennie, Jisoo, Lisa, Rosé
Tags Blackpink, Irene, Jennie, Jennie Kim, Jisoo, Kim Jennie, Lésbico, Lisa, Rose, Sexualgirl_, Yuri
Visualizações 161
Palavras 1.293
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura ^^

LEIAM AS NOTAS FINAIS!!

Capítulo 8 - - All Truth -


Fanfic / Fanfiction What I Need? - ( Jennie - BLACKPINK ) - Capítulo 8 - - All Truth -

Jennie P.O.V

 

- Pode me explicar o que está acontecendo? – arqueio minha sobrancelha, na direção da garota a minha frente. Para falar a verdade, desde quando conheci Jisoo e comecei a gostar dela, nunca vi ela daquele jeito.

 

 

- É tudo um mal-entendido! – mordeu o lábio inferior.

 

 

- Estou esperando você me explicar esse mal-entendido... – cruzo os braços, esperando uma explicação da mesma.

 

 

- Argh... Se eu contar, com toda certeza, voltaremos a estaca zero. – suspirou e eu fiz o mesmo.

 

 

- Olha eu estou tentando, juro que estou, mas eu não sei se já lhe disse, eu odeio pessoas que mentem e me escondem as coisas. Então se você quer ter, pelo menos, 10% da minha amizade eu exijo que você me conte o que está acontecendo! – descruzo os braços e bato meu punho na mesa.

 

 

- Tudo bem, vou contar! – se ajeitou no banco e deu um gole no seu refri. – Mas antes, caso você interprete errado o que está acontecendo, eu em partes não tive culpa de nada, tá?! – rolos os olhos e arqueio a sobrancelha, esperando a mesma continuar. – Eu e Jisoo nos conhecemos desde o prézinho, vivemos praticamente sendo uma da família da outra. Mas quando completamos 15/16 nós descobrimos, nossa sexualidade, então combinamos entre nós duas que tentaríamos algo, porém nunca especificamos esse algo. Então pra mim era tudo sem compromisso e eu sempre tentava deixar tudo claro pra ela. Sempre falava que não haveria nada apenas de transas... – arregalo os olhos e a mesma abaixa a cabeça suspirando. – Eu sei que sou um monstro, por falar isso para ela! – assenti concordando com sua fala. – Mas eu não poderia fazer isso com ela. Eu não gostava dela e se eu fingisse algo, no final ela poderia descobrir e sair mais machucada. Então eu descobri que ela estava começando a misturar as coisas e resolvi dar um basta nisso. Eu falei com ela e ela meio que não entendeu... Por isso se acostuma, ela vai fazer da minha vida um inferno, já estou prevendo já!

 

 

- Complicado... – encosto minha cabeça, no encosto do sofázinho e suspiro de olhos fechados. – Eu não acredito que vou dizer isso... – abro os olhos novamente e vejo sua expressão confusa. – Aish... Pode contar comigo, eu posso ajudar você com a Jisoo...

 

 

- Não creio... – sorriu alto e rolei os olhos. – Olha só gente, ainda bem que tem muita gente aqui como prova do que você está dizendo, para depois não vim dizer que estou mentindo. – apontou na minha direção e acabei por dar um tapa fraco na sua mão.

 

 

- Larga de ser idiota e para com isso se não vou retirar tudo que falei! – joguei o dinheiro do meu almoço e a garota a minha frente fez o mesmo.

 

 

- Mas então, como a senhorita vai me ajudar? – rodeou seu braço nos meu ombros.

 

 

- Não sei ainda, mas vou querer algo em troca... – empurrei sem braço do meu ombro.

 

 

- Algo? – sorri para a mesma assentindo. – Hm... Diga o que vai querer! – deu de ombros.

 

 

- Eu ajudo você a voltar a ser amiga da Jisoo e você me ajuda a conquistar ela! – continuo andando em direção a universidade, mas sou parada por uma mão segurando meu braço. – Que foi? – rolo os olhos, quando vejo ser S/N.

 

 

- Ta falando sério? – puxo me braço e dou um empurrão na mesma.

 

 

- Não me puxe dessa forma! – aponto meu indicador no seu rosto. – E sim, estou falando muito sério! – ajeito meu uniforme.

 

 

- Mas eu achei que...

 

 

- Achou o quê? – olho com escarnio para a mesma.

 

 

- Achei que eu ainda prefiro ajudar você comigo! – deu de ombros. – Mas como o mundo, às vezes, é injusto... Fechado, eu ajudo você, com a irritadinha lá!

 

 

- Ótimo! – prefiro ignorar o que a mesma disse e volto a refazer meu caminho, para a universidade.

 

 

ღ Quebra de Tempo ღ

 

 

S/N P.O.V

 

 

Arrumo meu material e caminho, calmamente em direção ao meu dormitório. Ajudar Jennie vai ser até engraçado, mas no fundo espero que a garota consiga o que ela tanto quer, até porque ter um amor não correspondido deve ser ruim né? Graças a Deus eu nunca passei por isso e pretendo não passar!

 

 

- S/N? – viro e encontro Rosé correndo na minha direção. – Oi...

 

 

- Oi bebê! – sorri, abraçando a mesma. – Algum problema? – puxo a mesma para caminhar comigo.

 

 

- Não! Só queria ficar um pouco com você. – deu de ombros sorrindo.

 

 

- Ah sim... Então me conte algo, que eu não saiba, que esteja acontecendo. – puxo assunto com a mesma.

 

 

- Você ficou sabendo que a Jihyo apanha dos pais? – arregalei os olhos e a mesma assentiu.

 

 

- Desde quando isso?

 

 

- Bom, ela já apanhava faz um tempinho, porém os pais ameaçavam ela... Ai pelo que me disseram, ela estava tomando banho e o namorado dela entrou no banheiro e viu os hematomas. – arqueei a sobrancelha e pedi para que a mesma prosseguisse. – Creio que ela contou para ele o que acontecia e denunciou eles, na delegacia central...

 

 

- Eles foram presos? – abro a porta do dormitório e dou passagem para Rosé entrar.

 

 

- Obrigada! – entrou e jogou sua mochila em cima da poltrona. – Presos eu já não sei... Mas acho que vãoser encaminhados, por que eu vi Jeongyeon falando, que a policia baixou na casa deles ontem a noite. – ofereci água a mesma.

 

 

- Tenso... Espero que tudo se resolva para ela. – sento junto com a mesma na cama. Conversamos por bastante tempo, até que os pais de Rosé ligou para a mesma e ela teve que ir encontrar com eles, para irem visitar seus tios que haviam chegado de viagem. Aproveitei para tomar um banho e começar a estudar para a prova que teria de história na semana que vem.

 

 

ღ Mensagem de Texto ღ

 

 

[Mensagem de Jeon Jungkook - 06.08.18 – 18:29 PM]

 

Gatinha?

 

 

[Mensagem de S/N – 06.08.18 – 18:43 PM]

 

 

Hey Jeon!

 

 

[Mensagem de Jeon Jungkook – 06.08.18 – 18:44 PM]

 

 

Ta ocupada? Preciso de um favor seu!

 

Ei?

 

Quando aparecer não precisa mais!

 

 

[Mensagem de S/N – 06.08.18 – 19:00 PM]

 

 

Agora pronto! Fala logo o que quer... Se for droga, sinto muito, não tenho essas coisas não!

 

 

[Mensagem de Jeon Jungkook – 06.08.18 – 19:05 PM]

 

 

Larga de ser acéfala! Meus pais vão vir me visitar e preciso de alguém pra fingir ser minha namorada...

 

 

[Mensagem de S/N – 06.08.18 – 19:08 PM]

 

 

E essa namorada seria eu? KKKKKKKKKKKKKKK

 

 

[Mensagem de Jeon Jungkook – 06.08.18 – 19:19 PM]

 

 

Vai S/N, eu preciso de sua ajuda! Se meus pais vierem aqui de novo e vê que eu estou sem namorada nenhuma, eles vão trazer uma de Busan pra cá... Por favooor!!!!

 

 

[Mensagem de S/N – 06.08.18 – 19:21 PM]

 

 

E o que eu ganho em troca?

 

 

[Mensagem de Jeon Jungkook – 06.08.18 – 20:31 PM]

 

 

Então... Eu tenho uma casa no campo, se você quiser levar alguém pra passar o final de semana lá...

 

 

[Mensagem de S/N – 06.08.18 – 20:32 PM]

 

 

Oh a hora que o outro vem responder... Não aceito atrasos boyfriend!

 

 

[Mensagem de Jeon Jungkook – 06.08.18 – 20:33 PM]

 

 

Desculpa, estava ocupado. Então você aceita?

 

 

[Mensagem de S/N – 06.08.16 – 20:34 PM]

 

 

Quero a chave da sua casa de campo, amanhã na minha mão!

 

 

[Mensagem de Jeon Jungkook – 06.08.18 – 20:35 PM]

 

 

Feito minha gatinha... Beijos, vou para uma festa!

 

 

[Mensagem de S/N – 06.08.18 – 20:36 PM]

 

 

E não vai chamar sua namorada não? Que coisa feia...

 

 

[Mensagem de Jeon Jungkook – 06.08.18 – 20:37 PM]

 

 

Não é uma festa apropriada para damas como você...

 

 

[Mensagem de S/N – 06.08.18 – 20:38 PM]

 

 

Boa festa, seu tarado...

 

 

[Mensagem de Jeon Jungkook – 06.08.18 – 20:39 PM]

 

 

Obrigada. Boa noite namorada!

 

 

Sorri para a ultima mensagem do Jeon e desliguei meu telefone, colocando ele em cima do rack.

 

 

- É, amanhã é um novo dia... – suspiro e me jogo na cama. 


Notas Finais


Hey amores, tenho uma Fanfic nova com o Jeon, irei colocar o link com a sinopse aqui:

“A cidade de Busan foi novamente atacada por um mar furioso. Deixando mais de 100 mil pessoas mortas e mais de 150 feridas”


“ Nós da HRWF, ordenamos que vocês fiquem dentro de casa, protegidos, não sabemos quando o mar voltará a ficar calmo novamente.”


- Por que faz isso papai? Por que com seu ego imensurável, mata milhares de inocentes? Por que os deuses não castigam você, por fazer tal atrocidade? – grito na direção do mesmo.


- Por que eu sou o Deus do Mar, meu poder é maior, todos tem medo de mim! Você também deveria ter, mocinha. – apontou o seu tridente na minha direção.


- Mas não tenho!


- Por isso, irei castigar você, pequena sereia! – nadou até mim, encostando o objeto afiado na minha garganta e segurando meu braço.


- O que irá fazer? – Engulo em seco.


- Já que defende tanto, os humanos, que tal se tornar um deles? – arregalo os olhos e tento sair do aperto do seu braço, mas o mesmo segura mais forte. – Não seja estúpida!


- Não podes fazer isso! – grito balançando minha cauda, na intenção de conseguir fugir do seu aperto.


- Será por pouco tempo! – apontou o tridente na direção da minha cauda, a última coisa que senti foi uma dor gigantesca e um clarão ao meu redor. Logo desmaiei.


“Todos erram um dia: por descuido, inocência ou maldade.”

Link: https://www.spiritfanfiction.com/historia/mermaid--jeon-jungkook-13863201


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...