História What if it's love? - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 19
Palavras 1.648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OI MEUS AMORES!
DEMOREI? SIM! MAS TO AQUI.
Quero só atualizar vocês.
1- eu estou bem e me recuperando, pra quem não sabe eu tenho anemia e vivo tendo recaída, MAS REAL E OFICIAL ACHAMOS UM REMÉDIO QUE TA ME DANDO VIDA!

2-Eu to atooooladissima, trabalho e estudo não é fácil de conciliar!

3- tenho duas provas pra fazer de vestibular pra medicina, POR FAVOR OREM E REZEM PRA EU PASSAR! Porque quando eu pegar minha nota, vocês serão as primeiras a saber!
A HOLLYZINHA AQUI VAI SER MÉDICA EM NOME DO CONSIDERADO

4- a partir do dia 26 de novembro (meu aniversário por sinal) eu voltarei a postar REGULARMENTE! por que? Porque dia 25 será minha ultima prova

5-EU AMO TODAS VOCÊS! OBRIGADA POR NÃO DESISTIREM DE MIM E SEREM PACIENTES!

*LEMBRETE DA NOITE*
Nunca, jamais, never! Desistam dos sonhos de vocês, lutem todos os dias pelos seus sonhos e objetivos! Não deixem que as palavras lhes façam querer desistir, é o sonho de VOCÊS! E cada uma de vocês é capaz de fazer acontecer! Vocês são lindas, inteligentes, criativas, capazes e ÚNICAS!

PS: eu amo a aka gente, to quase casando com a beta mais linda master das galaxia! Que sempre corrige e posta pra mim!
#akamelhorbeta


E claro agradeço a karen! Minha filha mais linda, essa capista show de bola que atende a todas as minhas loucuras de capas e banners. Eu falo e ela faz acontecer.

EU AMO MINHA EQUIPE! ♡ (isso é pra quem pode)


Ah! E obrigada TiaKeila, minha marida (sim sou casada haha) pois suas fanfics me inspiram demais!


É ISTO!

Amo vocês minhas princesas ♡

Capítulo 11 - Family.


Fanfic / Fanfiction What if it's love? - Capítulo 11 - Family.

Park Jimin.

Os meninos estavam conversando, pareceram até esquecer da briga no dia anterior.

- Como estão as mocinhas mais lindas da escola? — comentei zueiro.

- A mocinha mais linda acabou de chegar. — coloquei as mãos no rosto fazendo aegyo arrancando sorrisos dos mesmos.

- Eu sei, vocês são lindas também. — ri debochado. - Tae, você parece bem hoje.

- Você também, passou uma base no rosto?

- Eu? Não, nasci linda assim mesmo.

- Aham. — senti alguém passar os braços ao redor do meu pescoço apoiando os braços nos meus ombros.

- Que folgado você em Jin hyung? — Ele virou e sorriu.

- Gente estou programado uma viagem conjunta, o que acham?

- Quando? — Yoongi mostrou interesse.

- Amanhã mesmo.

- Por mim tudo ótimo.

- Foi mal galera, não posso ir. 

- O que? Jimin você recusando uma viagem? Não, não estou ouvindo isso.  — riu

- Yah, Hoseok hyung menos! Eu tenho uma viagem em família.

- Então vai. — Taehyung falou se sentando. - A gente sabe como é difícil seus pais ficarem com você.

- Verdade hyung, aproveita bem, não é sempre que isso acontece. — Dei um sorriso, estava sendo difícil e eu ainda estava um tanto abalado com a noite anterior em decorrência do que aconteceu.

- Parece que a senhorita Kyung não vem hoje.

- Esquece essa garota. — falei sem paciência.


[...]


O dia foi calmo e ótimo na escola, passou até rápido. Soo Hee e a trupe foram pra escola, e agora ela tinha mais um protegido, Kim Namjoon.

- Agora ela vai reunir todos os fracos e oprimidos da escola? — Taehyung indagou entrando agarrado a JungKook na minha casa.

- SanHa? Você viu onde está a minha blusa? — Eun desceu as escadas correndo e me fitou um tanto assustada com os meninos. - você já chegou. — ela sorriu.

- Acabei de chegar. — Taehyung me cutucou. - Ah, sim... Tae, Kook essa é minha irmã mais velha Ji Eun.

- Ham?! Irmã mais velha?

- Eu fui adotada pelo senhor e senhora Park, é um prazer conhecer vocês.

- Muito prazer em conhecê-la. — Tae e Kook se curvaram, Jeon parecia que ia explodir de tão vermelho.

- Estamos arrumando as malas, é pra você arrumar a sua, a senhora par..

- Omma. — corrigiu.

- Ainda estou me acostumando. — riu fraco. - Mas a omma disse que é pra que arrumasse suas coisas assim que chegasse.

- Senhorita Park, me chamou?

- Ah sim! Aquela minha blusa listrada, onde está? — ela saiu conversando com SanHa.

- Kook?

- Q.. Que?

- Você tá todo vermelho, parece vai explodir a qualquer momento.

- Yah jimin, você sabe como ele fica todo estranho quando fica perto de garotas.

- Relaxa, é só pensar na Eun como sua irmã. — Sorri. - Bora subir. — comecei a caminhar e observei o local onde estava o corpo mais cedo, tudo limpo... Nem parecia que tinha alguém morto ali mais cedo.

- Vocês já vão viajar agora hyung?

- Acho que só amanhã, mas você sabe como mamãe é detalhista.

- Sim, titia gosta de tudo perfeito mesmo.

- Posso ir Jimin? — Taehyung me agarrou.

- Dessa vez não dá.

- Vai ser algo bem em família pelo visto.  — Kook riu. -, deve ser por causa da sua irmã

- E É, Ji Eun chegou agora e está se acostumando. — soltei um suspiro. - Os pais dela morreram tem poucos dias.

- Oh meu Deus, tadinha... - Taehyung falou com pesar e se sentou na cama.

- Então, como os pais dela eram amigos do papai, eles deixaram um testamento deixando a guarda dela.

- É muita confiança, dar a guarda de uma filha assim... Eles deviam ser muito amigos.  — Kook se deitou. - Hyung.

- Hm? —falei indo em direção ao guarda roupa pra pegar materiais de higiene.

- Sua irmã é muito bonita. — seus lábios foi adornado por um sorriso bobo.

- Yah! Eu vi primeiro. — me virei incrédulo com essa tirada do Taehyung.

- Que cabaré é esse em? Cês acham que minha noona é o que?

- uma baita de uma gostosa! — respondeu Taehyung descarado.

- Yah, hyung respeita ela. 

- Tae, eu juro que se você aprontar pra cima da Eun noona... eu corto essa coisa pequena que tu chama de pau. — Taehyung rapidamente colocou as mãos na calça, cobrindo seu membro.

- Juro que não vou fazer nada com ela, eu gosto muito do meu pau.

- Em que ciclo de amizade eu me meti. — JungKook colocou a mão na testa negando.

- Kook, Você ainda não desfrutou dos prazeres da vida... Por isso é assim. — Falei pra ele pegando a minha mala.

- No dia que você pegar uma garota e sentir a bocetinha dela apertando você, preste a gozar. — Tae se jogou na cama. - nossa, até fiquei excitado.

- Longe de mim viu. — JungKook se levantou rindo.

- Longe de mim também.

- Kook eu não quero, agora você Jimin —arqueei a sobrancelha, la vem merda. - eu adoraria comer essa bunda redodinha.

- Yaaaah! — fui pra cima dele na cama. - Me respeita que eu não sou a Hawon.

- Atrapalho as mocinhas? — Eun noona estava na porta com uma bandeja nas mãos.

- Oi noona — Taehyung sorriu quadrado e eu dei um cascudo nele.

- Você já foi avisado. — saí de cima dele.

- V-V-Você q-quer ajuda?

- Claro. —ela sorriu. - Por favor, tira aquelas coisas ali da mesa.

- Okay.

- A mamãe chegou noona?

- Ainda não, ela foi resolver umas coisas... — o olhar dela me fez sacar na hora. — ela saiu de manhã e ainda não voltou.

- Ah, mas ela já resolveu né? Ela tinha que fazer umas coisas antes de irmos. — JungKook desocupava a mesa e Tae mexia no telefone, eu e Eun noona nos comunicavamos pelo olhar e com perguntas que remetessem ao segredo da família.

- Sim, ela saiu cedinho no carro, levou algumas coisas e disse que ia dar uma arrumada na casa e jogar algumas coisas fora e comprar outras.

- Sei...

- Pronto noona. — Olhamos para Jeon.

- Obrigada...

- Jungkook.  — ele sorriu ajudando ela e eu colocava as roupas que tirei do guarda roupa enquanto conversávamos.


Park Ji Eun.

Assim que o senhor Park saiu com Jimin, a dona JinSung fazia uma ligação.

- Yesung? Traga os rapazes agora para cá, aconteceu algo.

Enquanto isso, eu fui atrás de panos e baldes, alguns produtos de limpeza e outras coisas que nos ajudasse a limpar o chão e sumir com o corpo.

- Eun? — entrei com dois baldes na sala, em um havia os produtos e no outro panos de chão. - Minha querida, os meninos estão vindo nos ajudar.

- Claro, eu trouxe logo pra adiantar.

- Vou ligar pra SanHa e falar pra ela vir umas dez horas.

- Os empregados não sabem?

- Não, somente Donghae e Siwon sabem, por isso uma é motorista e o outro jardineiro.

- Entendo.

- Compartilhar esse segredo, é por um alvo enorme na costa deles... E ninguém merece isso, não quero por mais gente em risco ou levá-los a morte por minha culpa, é injusto.

- Eu concordo, por isso sempre me mantive longe de amizades, não queria levar alguém a sofrer de alguma forma.

- Oh minha querida. — ela se aproximou e me acolheu em seu abraço. — Farei o possível pra manter vocês seguros... Eun.

- Sim? — a olhei preocupada.

- Se algo um dia acontecer... Cuide do Jimin, quero que veja ele como seu irmão de sangue.

- Senhora Park... — a olhei com tristeza. - Não fale isso. — abaixei um pouco a cabeça a abraçando com força. -  Faz pouco tempo mas me sinto apegada a todos vocês, não quero perder mais ninguém.

- E nem vai. — olhamos para a porta e vimos Jimin. - Os meninos já foram.

- Que bom. — a senhora Park abriu o braço para que Jimin também entrasse e o mesmo abraçou a mim e a mãe. — minhas preciosidades, eu amo vocês dois.

- Também te amo mãe. 

- Eu também amo você, nova mamãe.


[...]


- Os meninos estão caidinhos por você.

- Aham, me fale sobre seus amigos.

- Sério eles estão. — Jimin deitou em minha cama e eu me deitei junto, ficamos de barriga pra cima com as mãos no abdômen. - Começamos por Jin hyung, o mais velho e mais responsável, apesar de sério o que acaba com ele é suas piadas de pai.

- Hahaha, sério?

- É horrível. — Me olhou. - Tem o Yoongi hyung, sempre com sono, apronta tudo que você puder imaginar, é meio ranzinza e tem problemas com a família.

- Sinto muito por ele, posso perguntar o que tem na família dele?

- o pai tem uma filha bastarda, ele odeia ela, o nome da moça é SooJi. -mordeu os lábios. - SooJi é um pedaço de mal de caminho, bonita, sensual, intelegente... Mas eu prefiro manter a paz com Yoongi -acabamos por rir.

- Tem o Hoseok hyung... waaah, Hoseok é a nossa animação.  — ele se sentou igual índio. - Qualquer velório vira festa com ele.

- E o Tae e o Kook?

- Taehyung é um safado, fique longe dele... Aquela cara de inocente é só faixada.

- E falta o ultimo.

- Ah...É o JungKook. — ele deu um riso bobo. - Nosso maknae, JungKook é como a nossa melhor parte... Sempre doce, carinhoso, da vontade de manter ele longe das nossas confusões.

- Ele parece ser bem doce. — Sorri de canto.

- Com ele eu deixo você ficar. — joguei o travesseiro no mesmo.

- Park Jimin!

- O que? Ele ta interessadissimo em você. — Ele levantou começando a correr pelo quarto enquanto tentava o alcançar. - você bem que gostou, admite!

- Para! Sou sua noona! — ele abriu a porta correndo enquanto eu ia atrás. Ficamos nessa brincadeira até "nosso" pai chegar, e então jantamos... enquanto comiamos eu olhava bem para a familia que me acolheu, que me deu um teto, um recomeço, um irmão... Principalmente segurança e amor, e eu já os amo e quero manter-nos unidos e se possível... Vivos.


Notas Finais


Uuuuhhh! O que acham? Ji eun é ou não um amor? Ja shipo ela com o kook!

Me julguem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...