1. Spirit Fanfics >
  2. What If... Tales of the new galaxy >
  3. Imperador Windu - Parte III

História What If... Tales of the new galaxy - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Saudações, Jovens jedi e sith!!!!

O Capítulo de hoje traz a conclusão do universo alternativo do Imperador Windu.

Espero que gostem!!!

Capítulo 13 - Imperador Windu - Parte III


Mace Windu empunhou seu sabre e saltou na direção de Anakin com rápidos e pesados ataques que eram defletidos por ele na mesma velocidade. O confronto estendeu-se pelos corredores do templo e ambos combinavam o auge de suas formas de combate com o uso de seus conhecimentos da força, executando saltos acrobáticos em diversas direções e arremessando objetos um contra o outro, na tentativa de subtrair o mínimo foco necessário para um ataque definitivo.

O duelo tinha perspectivas distintas para ambos e enquanto Anakin arriscava sua vida para proteger os mestres que outrora honrou, Mace tinha a convicção de que a Ordem Jedi, juntamente com o Senado Galáctico, havia se tornado o mal que ele um dia jurou combater e por isso deveria ser remodelada segundo a sua vontade. Usando sua experiência em combate, Windu conseguiu derrubar Anakin sobre o saguão do grande templo, causando-lhe um grave ferimento durante a queda e estando prestes a mata-lo, sentiu uma perturbação na força e em seguida foi arremessado contra uma das estátuas dos guardiões do templo por um ser que trajava um manto marrom.

— A aprendiz! – Exclamou ele levantando-se em meio aos escombros – Voltou para enfrentar sua última lição, Padawan Tano?

Ahsoka correu até Anakin ajudando-o a se levantar e então Windu prosseguiu:

— A Velha Ordem falhou com toda a galáxia. Os Jedi devem ter sua mancha apagada da história para que um novo caminho possa ser construído.

— Era o que Dookan queria, assim como Palpatine antes dele. Você se uniu ao lado sombrio permitindo que o poder o corrompesse. Um dia já honrei o Mestre Jedi que você foi, mas hoje desprezo o tirano que se tornou.

— Desprezo é algo sombrio para um Jedi.

— Eu não sou jedi!

— Que seja!

Ahsoka brandiu seus sabres de lâmina azul e avançou contra Windu, num intenso combate pelas escadarias do templo, mas apesar da destreza dela, Mace havia se tornado um poderoso oponente com o lado sombrio da força e facilmente desarmou a renegada padawan, fazendo com que ela caísse diante de sua lâmina púrpura.

— Mestre fraco, aprendiz fraca! Não devia ter voltado, garota. Agora conhecerá o seu destino.

Mace ergueu o braço e Ahsoka fechou os olhos, porém quando o golpe parecia consumado, Anakin saltou na direção deles e cruzou lâminas contra o jedi caído. Skywalker esforçava-se usando seu máximo potencial na força para manter-se em pé e suportar a dor de seus ferimentos enquanto Windu golpeava sem misericórdia com seu sabre.

— E assim morre o Grande Escolhido da força! Sem lugar na história e sem profecia. Você veio a este mundo sozinho e vai deixa-lo sozinho também!

Novamente Mace foi arremessado contra uma parede e em seguida Yoda apareceu atrás dele dizendo:

— Sozinho, Skywalker nunca esteve! Aliada a ele está a vontade da força.

Windu tentava se recompor quando Obi-Wan Kenobi usou a força para empurra-lo escadaria abaixo.

— Ele está com a força! – Obi-Wan empunhou seu sabre e assumiu posição de ataque.

— E a força está com ele! – Completou Ahsoka.

O Jedi Caído então levantou-se observando os três oponentes com seus sabres em mãos, cercando-o para proteger Skywalker e então desativou seu sabre de luz encarando-os com um olhar intimidador e furioso. A raiva e o ódio faziam seu sangue ferver e seus olhos converteram-se em um amarelo incandescente enquanto ele andava de um lado para o outro, estudando a melhor forma de efetuar um ataque direto.

— Eu destruí os Sith! – Dizia Windu – Eu trouxe a paz para a galáxia e a segurança para a República! Vocês não podem me impedir.

— Tudo o que trouxe foram trevas, Mace! – Obi-Wan ainda tentava apelar para o lado racional de seu antigo amigo – Essa matança é a realização do sonho de Palpatine. A Ordem Jedi jamais se curvará diante de você novamente!

Mace Windu então abraçou definitivamente o lado sombrio da força e levantou suas mãos ao alto, conjurando as energias do plano etéreo em seu próprio corpo por alguns instantes e então olhou na direção de seus oponentes.

— Se a Ordem não se curvar a mim, então ela deve ser destruída! – Ao dizer essas palavras, Mace Windu conjurou uma poderosa tempestade da força e então uma intensa sequência de relâmpagos, que rasgavam o firmamento e atingiram violentamente as estruturas do templo. – É hora da Velha Ordem cair e uma Nova tomar seu lugar!

À medida que em que o templo era destruído pelos relâmpagos, diversas explosões aconteciam em todos os níveis estruturais e Windu aumentava cada vez mais o uso da energia canalizada. Alguns Jedi que ainda estavam no templo tentavam fugir desesperadamente, mas acabavam sendo esmagados pelos destroços ou carbonizados pelas explosões. Yoda, Obi-Wan e Ahsoka assistiam à cena completamente incrédulos, Anakin levantou-se e caminhou na direção deles, visivelmente exausto e seriamente ferido.

— Eu devo enfrenta-lo... sozinho – Dizia ele com voz ofegante – Saiam daqui... protejam o futuro da Ordem Jedi!

— Ninguém será deixado para trás, Mestre! – Ahsoka amparou-o com lágrimas nos olhos – Eu não o abandonarei... não desta vez.

— Este é o meu destino, Ahsoka! Somente eu posso cumpri-lo.

— Não, eu não vou deixar! – Ahsoka sentiu através da força que a decisão de Anakin era irreversível e ficou visivelmente abalada – EU NÃO VOU DEIXAR!

Anakin e Ahsoka Tano olharam-se nos olhos por alguns instantes e Anakin tratou de acalmá-la com um abraço terno e então olhou novamente para o rosto de sua antiga aprendiz com um sorriso e disse:

— Tenho muito orgulho de ter sido seu mestre! – Ele desprendeu o sabre de seu cinto e o entregou nas mãos dela – Entregue a eles... no momento certo! E diga a Padmé...

— Eu sei. – Interrompeu Ahsoka enxugando as lágrimas e forçando um sorriso – Obrigado, Meu mestre!

Anakin caminhou por entre eles e seguiu na direção de Windu, que agora levitava nos céus lançando o pesado ataque contra o templo.

— Poderia ter sido diferente, Skywalker! Devia ter me obedecido quando teve a chance.  

— Obedecer nunca foi o meu forte! – Anakin ajoelhou-se diante dele, evocando a mesma técnica utilizada por Qui-Gon Jinn –  Vamos pôr um fim a isso de uma vez por todas!

— Eu matei Palpatine, eu trouxe o fim à guerra e à corrupção moral do Senado e da Ordem Jedi. O que o faz pensar que pode me vencer?

— Não há emoção, há paz! – Anakin iniciou a meditação de combate, absorvendo a energia de todos os jedi mortos no templo.

— O que pensa que vai fazer?

— Não há ignorância, há conhecimento! – As pedras ao seu redor começaram a levitar junto dele e seus olhos se fecharam.

— Não pode me deter! Eu trarei o novo e legítimo Império a todos os mundos!

— Não há paixão, há serenidade! – Ahsoka, Obi-Wan e Yoda impuseram suas mãos na direção dele recitando o mantra jedi.

— PAREM COM ISSO! – Windu ficou extremamente furioso e sua aparência ficou visivelmente deformada quando o uso do lado sombrio se intensificou.

— Não há caos, há harmonia! – Alguns fantasmas da força dos jedi ancestrais levantaram-se revestindo Anakin das forças da luz e todos repetiram em coro – Não há morte...

— Há força! – Anakin sussurrou e abriu os olhos, levitando ao alto na direção de Windu – Eu sou um com a força.

— E a força é comigo! – Os jedi respondiam logo abaixo dele.

— Se você me atingir, eu me tornarei mais poderoso do que pode sequer imaginar.

Mace Windu concentrou os relâmpagos da força em Anakin, mas ao invés de sucumbir à dor, Anakin absorveu toda a energia e concentrou-a dentro de si, ampliando ao extremo sua capacidade sensitiva e atingindo seu potencial total. Cego pelo seu ódio e pela cobiça do poder ilimitado, o corrompido Jedi também liberou seu potencial extremo, lançando sobre ele uma quantidade ainda maior de energia e de repente partes de seu corpo começaram a serem consumidas pelo uso excessivo do lado sombrio. Quanto mais poder era usado, mais rápido seu corpo se desintegrava até que nada sobrou além de um espectro de forma sombria agarrado ao sabre que pertencia ao mestre.

— Eu viverei para sempre! – Exclamou a figura espectral com voz fantasmagórica – As correntes se quebram e a força me liberta!

 O espectro envolveu Anakin nas trevas e começou a possuir seu corpo e quando estava prestes a tomar para si uma nova vida, Skywalker abraçou seu destino e conectou-se definitivamente à força do universo. Suas vestes negras tornaram-se completamente brancas e seus ferimentos foram imediatamente curados.

— Impossível! – Gritava a sombra espantada – IMPOSSÍVEL!!!

Anakin então conteve a entidade sombria dentro de si e respondeu:

— Nada é impossível para a força.

Ao dizer essas palavras, conjurou um poder que nenhum outro sensitivo da história galáctica havia realizado até então: A tempestade da luz. Uma poderosa onda de energia que iluminou todos os cantos da galáxia, varrendo de uma vez por todas todo e qualquer resquício das entidades e das obras do lado sombrio e finalmente ele se libertou de suas limitações físicas.

As trevas se dissiparam e o sol voltou a brilhar sobre Coruscant e mundos sombrios como Dathomir e Mustafar foram novamente preenchidos de vida e luz, restaurando o equilíbrio na galáxia. A notícia oficial foi a de que Windu atacou o templo jedi em retaliação às discordâncias com o Alto Conselho e numa intensa batalha para depor o tirano, O Jedi Anakin Skywalker sacrificou sua vida para pôr fim à escalada sombria do Autoproclamado Chanceler.

Na política, as ações de Valorum, Palpatine e Windu serviram para um profundo diálogo entre os senadores e representantes dos mundos integrantes, fazendo com que uma nova constituição galáctica fosse redigida sob a égide da justiça e da ética. Os remanescentes do Conselho Jedi finalmente puderam regressar à sua função primordial e dedicar-se aos estudos e conhecimentos da força.

Ahsoka Tano regressou à Ordem e foi responsável por treinar Luke e Leia Skywalker, sempre acompanhados de perto pela mãe, que dedicou seu tempo à diplomacia entre os novos jedi do conselho e a República, sem interferir na harmonia entre ambos.

Cumprindo seu dever, Obi-Wan se afastou da Ordem Jedi e regressou ao seu planeta natal, Stewjon. Onde se reencontrou com seu irmão Owen e passou a ajudar os membros da sociedade local. Todos os anos, na data em que homenageava o sacrifício de Anakin. Obi-Wan viajava a Coruscant para meditar e encontrar-se com Anakin e Qui-Gon através da força.

Anos mais tarde, Luke e Leia decidiram ir a Stewjon para completarem seu treinamento, encontrando o já envelhecido Kenobi vivendo em uma cabana ao lado de um lago. Antes de partir, Obi-Wan ensinou a eles como comunicar-se com o mundo etéreo da força e assim eles finalmente puderam encontrar Anakin, que confiou a eles a continuidade do legado Skywalker.


Notas Finais


Tal qual aconteceu com Darth Vader, Windu deixou que seus medos atrapalhassem o seu julgamento e por esta razão acabou se tornando o inimigo que tentava combater.

Espero que tenham gostado deste capítulo!
esse compêndio de histórias deve entrar em hiato agora, pois o foco será direcionado para o Mathverse e o crossover, mas não fiquem tristes, em Julho voltaremos com mais histórias do universo alternativo.

Até a próxima aventura, meus heróicos leitores!
E que a força esteja com vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...