1. Spirit Fanfics >
  2. What is love? - Jikook >
  3. Me salve.

História What is love? - Jikook - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


☪.

Capítulo 4 - Me salve.




Park Jimin. ✝




Eu perdi meus amigos cedo demais, meu egoísmo, minha insegurança, os afastavam. Eu demorei demais para perceber isso, e quando eu vi, eles já estavam agindo de forma estranha, se afastando lentamente, fazendo apenas doer mais ainda dentro demais. 

Eles tentam amenizar a dor, mas só a tornam pior indo embora tão sorrateiramente. 

Eu aprendi a conviver com a dor de não ter ninguém ao meu lado, eu consegui viver assim. Eu não precisava do amor de ninguém, nem mesmo do meu. Eu não vivia mais de amor, e sim ao ver minha dedicação ultrapassando todos os limites, chegando além do que eu queria. 


Porém, esses números podem me deixar feliz, mas não por 24hrs. Ninguém consegue ser feliz o tempo todo olhando para números crescendo. Isso é ridículo. 

Por minha vida toda, eu tive pais que só se importavam com o trabalho deles, que não ligavam para o filho que passava o dia no quarto, olhando para janela enquanto chovia no quintal, tendo os pensamentos mais estranhos que existem para uma criança de 12 anos. Eu chorava em silêncio, mas eu nunca soube o porquê. Mas também nunca me perguntaram. 



Eu nunca tive alguém que estivesse ao meu lado, que me abraçasse e dissesse que estava tudo bem. Era horrível passar o dia todo se sentindo vazio, e a noite, estar exausto e querer apenas chorar. Essa sensação não é boa. 


Talvez, eu devesse ter sido diferente... Mas não, eu passei muito tempo me culpando, mas eu percebi que a culpa não era minha. 

Eles eram meus amigos, minha família! Eles prometeram que iriam me amar, iriam ficar ao meu lado, independente do que acontecesse... 

Mas não, eles foram na primeira oportunidade que tiveram. Eu era novo demais, eu não entendia! Eu era ingênuo.




Apenas... Me salve.




Jeon Jungkook. ✝



Desde pequeno, eu fui ensinado a ser um alfa que está no topo. Que os omegas apenas obedecem. Porém, não penso assim porque quero. Era o filho que meu pai sempre quis, eu queria fazer a vontade dele, ver ele orgulhoso! 


Mas isso me tornou uma pessoa horrível. Os omegas se afastavam de mim após verem como eu era realmente. Minha mãe parecia sempre cansada, mas se esforçava para sorrir para mim, mesmo depois de eu ouvir seus gritos e choro vindo do seu quarto, qual ela dividia com meu pai. Eu era ingênuo, descobri o que realmente acontecia naquela casa com 14 anos. 


Minha mãe não aguentou, quando eu completei 15 anos, ela se suicidou, enquanto meu pai enchia o peito de mais orgulho próprio por ser aquele tipo de alfa. Eu tinha nojo, mas não podia demonstrar. 

Minha mãe fazia falta, eu chorava todos os dias no meu quarto, a noite, com a porta trancada, pois eu sabia que meu pai iria me odiar por ter seu filho alfa chorando como uma criança, sentindo apenas falta do colo da mamãe. Eu lembrava dela cantando para mim, toda noite... Eu amava sua voz. Seu carinho. Seu colo. 


Meu pai trazia vadias todos os dias para casa, e eu me cansei daquilo. Eu fiquei até meus 19 vendo aquela merda se repetindo por 4 anos, eu bati de frente com ele, meu ódio cresceu quando lembrei da mamãe. Eu tirei sua vida. Tirei a vida de meu pai, e não me arrependi. Eu tinha nojo. 

Eu botei fogo na casa, deixando seu corpo lá. E sai, sem rumo pelo mundo. Eu me tornei algo vazio. Eu queria sentir coisas boas novamente. 



Me salve. 




Notas Finais


Até mais. 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...