História What is love? - Markson and Luqi. - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, Got7, Mamamoo
Personagens BamBam, Hwasa, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Minnie, Youngjae, Yugyeom, Yuqi
Tags Luqi, Markson, Yugbam
Visualizações 30
Palavras 2.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


/sai do Castelo de gelo e joga neve em vocês.

Capítulo meio grandinho ne? Ksksks

Capítulo 22 - Um acidente pode mudar tudo..?


Pov's Mark.

Depois do que Sakura falou, só vi Jackson se levantando e saindo da mesa, indo direto pro quarto.

-Eu ja volto. -falei indo atrás do mesmo que quando me aproximei pra entra ele bateu a porta na minha cara. Respirei fundo e abri a porta vendo ele sentado na cama.-

-Jackson.. é sério, eu posso explicar.. por favor, eu só preciso que você me escute.. -falei indo me aproxima dele.-

-Não se aproxima.. você pode fala daí mesmo. -falou num tom sério, um tom que sinceramente, eu nunca vi.-

-Ta okay.. Jackson.. Eu não te contei isso por que não foi algo importante pra mim.. eu só quis ajudar ela, mais nada.

-Legal. A Minha amiga está precisando perder a virgindade, vou ali ajudar ela. Mark até quando vai ser assim?

-Até quando o que?

-Até quando, você vai mentir pra mim? Até quando vai esconder as coisas de mim? Até quando nosso futuro relacionamento vai ser assim? Até quando eu vou descobri coisas de você por outras pessoas? EM MARK ATÉ QUANDO VAI SER ESSA PALHAÇADA?

-Jackson.. isso não é e não era algo importante pra mim.. eu enterrei isso, por que não foi nada demais.. Jackson por favor, esquece isso.. eu sei, eu errei em mentir pra você que eu era virgem, mais pra mim eu era, a minha primeira vez não foi com ela, a minha primeira vez foi com você.. é sério esquece isso.. -falei me aproximando do mesmo e apoiar minha mão na sua bochecha, mas logo foi retirada por ele.-

-Não me toca.. sinceramente Mark.. quem precisa de um tempo agora sou eu.. preciso de um tempo pra ver se é você mesmo que eu quero pra minha vida, se é você que quero pra ser o pai dos meus filhos, se é você que é a pessoa que eu quero pro resto da vida, eu sinceramente não tenho mais certeza se é você que eu quero pra ser meu namorado e marido. Nosso quase relacionamento é a base de mentiras descobertas quando estamos bem, se isso é um aviso pra mim não continua com você, eu vou ouvir essa aviso, vou abri meus olhos, e enxergar eles. -falou olhando pra mim de um jeito frio, naquele olhar, parecia não ser o Jackson.-

-Jack-jackson.. você não está falando isso, não, eu- -não completei o que iria falar e deixei as lágrimas responderem, sai as pressas do quarto e desci até a sala, acabei me esparrando no Lucas e logo pedi desculpas, peguei as chaves do carro, e quando ia sair senti algo segura meu pulso.-

-Mark, o que aconteceu? Por que está chorando? Aonde você vai assim? -Lucas falou me dando um abraço, eu retribui e me permiti de chora ali mesmo, sentia falta de um abraço de um amigo nessas horas, logo me separei e o olhei.-

-Vo-vou pra casa dos meus pais, cuida de todos aqui.. Eu volto no Natal, até logo Lucas. -falei me retirando as pressas mas antes de sair lembrei de algo.-

-Lucas, a Sakura ja foi? -ele assentiu com um sim, sua cara estava um pouco preucupada comigo, então logo o abracei denovo.- Eu vou volta Lucas, eu preciso dar esse tempo pro Jackson, e eu preciso de um tempo pra mim.. cuida bem da Yuqi ta? Não deixa que ela fuja dos seus braços nunca.

Assim que falei aquilo, sai de la, fui até a garagem ainda as pressas e assim que sai com o carro, vi Yuqi entrando, voltei a prestar atenção no caminho até um certo ponto, mas algo me fez lembra do que o Jackson falou, Aquelas palavras, será mesmo que não sou o homem certo pra ele? Por que? Por que eu tenho que esconder isso.. aaah eu me odeio é isso. Acelerei um pouco mais o carro enquanto minhas lágrimas caíam, percebi que o sinal ia fechar, então apertei mais o acelerador e passei no amarelo, mas logo que fui passa ja avia fechado, mas eu passei mesmo assim.. Assim que passei vi um caminhão vindo na outra rua, e num piscar de olhos só ouvi um único barulho.. o barulho de quem acabou de bater o carro num caminhão descortenado.. e tudo que vi depois foi sangue escorrendo pela minha cabeça, e pessoas falam algo.. algo? Tipo o que? mas nao sei o que, logo então senti meu mundo ficar preto, minha visão escuresseu e eu não vi mais nada.

Pov's Lucas.

Não aceitei muito o fato dele ir, mas se os dois querem um tempo, é melhor respeita. Me sentei no sofá e liguei a tv, logo Yuqi entrou e deitou sua cabeça no meu ombro.

-Ela ja foi?

-Ja sim, ela fico perguntando, mas resolvi não fala sobre, e você, sabe se os dois se acertaram?

-Mark foi pra casa dos pais, ele me disse que o Jackson pediu um tempo pra ele, e ele disse que iria respeita e saiu, mas pelo que percebi foi sério, Mark estava chorando muito quando me abraçou.

-Quando eu penso que os dois finalmente vão pra frente algo acontece. Será que um dia eles namoram? Mas tipo, namora mesmo.

-Isso tudo vai depender deles e do tempo. -falei suspirando e comecei a fazer cafuné na mesma. Passou uns 5 minutos e logo ela desperta do cochilo, por causa do meu celular tocando.-

-Pode atender, eu vou ir me troca, depois sobe pra la. -Ela falou se retirando.-

Peguei o celular e era um número desconhecido, eu não ia atender mas resolvi atender.

-Alo?

-Olá, você é o Lucas? Responsável por Mark Tuan Yi-En?

-Sou amigo por que? Mas com quem eu estou falando?

-Se acalme Lucas, nós do hospital central do Canadá, acabamos de receber Mark, foi um acidente de carro, o caminhão que entrou na sua frente estava alcolizado, mas Mark também passou no sinal vermelho, ele está em coma no momento, não foi grave, mas ele bateu a cabeça no volante que resultou no coma.

Não consegui responder mais nada, eu sabia, eu tinha que ter ido com ele.. comecei a desabar em lágrimas, logo respondi que ja estava a caminho, desliguei o celular e corri pro segundo andar, assim que estava indo escutei a voz de Yuqi cantarolando então logo foi até ela.

-Lucas? Por que está chorando?? -falou me abraçando.-

-Mar-Mark.. -falei chorando no seu ombro.-

-O que tem ele?? -falou me tirando do abraço e me olhando.-

-Ele.. está em coma.. ele sofreu um acidente de carro, eu vou pro hospital amor, não posso deixa meu amigo la sozinho..

-Não.. o Mark não.. -falou correndo até o quarto e pegando um casaco, logo decemos e nos deparamos com o Jackson na sala.-

-Aonde vão a essa hora? -falou se levantando.-

-No hospital.

-Fazer o que la?? Quem está doente?

-Mark. -falou Yuqi, enquanto fui pegar o carro.-

-Por que? A gripe dele piorou??

-Não, algo bem pior que isso.. -Yuqi falou ja derramando umas lágrimas.- Mark está inconsciente no hospital, ele sofreu um acidente de carro.-

-QUE?

-Não tenho mais tempo eu vou indo. -Yuqi saiu e Jackson foi logo atrás, e assim foram até o hospital, chegando la Jackson saiu as pressas e foi pra recepção solicitou sobre o Mark, até que Lucas apareceu junto de Yuqi chorando ainda, então o médico que estava acompanhando o caso de Mark apareceu.-

-Lucas? Responsável por Mark Tuan Yi-En?

-Eu mesmo, doutor ele vai acorda não vai?

-Infelizmente não damos essa certeza a ninguém, todos que entram em coma não tem previsão certa pra acorda, mas o caso dele não foi grave, foi um ferimento na cabeça, que resultou nisso.

-Eu posso ver ele? Por favor.. -Jackson estava com lágrimas no rosto.-

Pov's Jackson.

-Pode ir sim, mas tenta não fala muito. Poderia assinar aqui pra mim Lucas.

Logo sai correndo até o quarto de Mark, eu sabia que era minha culpa, eu deveria ter escutado ele.. por que eu sou assim? Por que eu falei aquilo pra ele? Assim que cheguei na porta do quarto vi uma enfermeira saindo, entrei no quarto, e ve ele naquela cena, me cortou o coração, se eu tivesse aceitado as desculpa dele ele não estaria aqui. Me aproximei mais do mesmo e me sentei numa cadeira e peguei em sua mão.

-Mark.. Eu sei que vc pode ou não pode me escutar, mas por favor, saiba que eu falei aquilo por impulso, não era pra você estar ai nessa maca.. se eu tivesse aceitado suas desculpas.. Mark você sabe que eu te amo.. e nunca vou acha alguém mais incrível que você.. eu só preciso que você acorde.. -falei as últimas palavras derramando várias lágrimas, escutar aqueles aparelhos, ver o Mark respirando por eles, me deixava tão mau, eu tinha culpa nisso. Me aproximei mais do mesmo e dei um selar na sua testa, e logo vi o corte no lado direito da sua testa, me sentei novamente e segurei em sua mão, apoiei minha cabeça na maca e dormi segurando sua mão, mas antes de dormir falei uma última coisa.- acorda logo Mark.. Não aguento me sentir culpado por isso, eu preciso pedir desculpas com você consciente... eu te amo infinito Mark Tuan..

{...}

20 minutos se passaram, eu ainda estava no quarto, até sentir alguém coloca a mão nas minhas costas, olhei para trás e vi Yuqi, levantei lentamente minha cabeça enxugando as lágrimas.

-Jackson?

-Oi.

-Ele vai ficar bem, ele é forte, ele não vai deixar a gente.. -Ela falou me puxando pra um abraço, chorei um pouco mais no seu ombro, chorei por mim me sentir culpado por isso.-

-Eu sou o culpado por isso.. se eu não tivesse falado aquelas coisas pra ele..

-Falado o que? -me separou do abraço e me olhou.-

-Gente..? Posso ficar um pouco com ele? -BamBam falou entrando junto de Lucas.-

-BamBam? Mas você não está na Tailândia?

-Eu vim hoje pro Canadá logo cedo, vim buscar minha tia pro Natal, mas logo recebi a notícia pelo Lucas, eu saí as presas do aeroporto, e minha tia voltou. Eu posso ver?

-Pode sim, vem Jackson, você precisa me explica o que aconteceu. -Yuqi me puxou pra fora, e fomos pra salinha de receção.-

Pov's BamBam.

Quando soube da notícia, corri do aeroporto e foi direito pro hospital, assim que cheguei la, falei com o Lucas e ele me levou pro quarto, assim que expliquei pra eles, entrei no quarto, e me sentei na cadeira.

-Ei, Mark.. é sério, você nao pode desitir assim, eu sei que você é forte.. por favor no abandona a gente, sei que não foi nada grave, mas a gente precisa que você acorde.. -Falava deixando umas lágrimas caírem, até que peguei na sua mão, fiquei contando sobre como eu estava com o Yugyeom, como estava nosso relacionamento, até que do nada reparei nos aparelhos e os batimentos estava mais fraco que o normal, eu só pisquei o olho e começo a apitar, na hora eu soltei a mão dele e corri pra porta, avistei uma enfermeira e gritei por ela, logo Lucas, Jackson e Yuqi vieram pro quarto, o médico conseguiu restabelecer a respiração dele e logo veio fala com a gente.

-Ele está tentando acorda, por isso aconteceu, só não deixem que aconteça denovo, pois não sabermos se conseguiremos trazer ele de volta, ele está lutando contra a vida dele, isso é um sinal bom, pois ele está decidido a querer acorda, mas se ele forçar muito acabará perdendo o controle. Mas isso foi um sinal, que logo ele pode acorda. -médico falou se retirando.-

Pov's Jackson.

-Eu vou ficar com ele no quarto tudo bem BamBam?

-Sim, me avise se ele acorda por favor.. vou fica aqui no sofá do corredor, qualquer coisa me grita ta? -falou deixando mais lágrimas caírem, puxei ele pra um abraço.-

-Ele vai ficar bem BamBam.. Ele forte lembra? -ele assentiu a cabeça com um sim, então entrei no quarto e me sentei na cadeira.-

-Eu sei que você vai conseguir acorda Mark.. eu acredito em você.. -peguei novamente na sua mão e apoie minha cabeça na maca, senti algo aperta minha mão até eu olhar pra mão de Mark.- Mark..? Posso estar imaginando coisas.. -voltei a me deitar e dormir logo em seguida.-

Pov's Mark.

-Sabe quando você está num labirinto? É aonde estou agora.. eu escuto pessoas chorando, o que aconteceu? Por que eu não acho a saída? Eu só quero sair daqui.. Mas sabe.. do nada eu senti uma sensação, como se eu estivesse ja começando a sentir que as pessoas estão próximas de mim.. eu senti alguém pegando na minha mão, e eu consegui mecher ela, eu apertei a mão da pessoa, mas nao sei quem era.. -deixei uma lágrima cair, e apaguei denovo.- eu só quero sair daqui..


Notas Finais


Foi isso povo, agora vcs leiam tudinho, e a próxima att, não sei qnd pode ser, mas é isso, bjs pro ceis! 💜☁👻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...