História What is love? - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Gajevy, Gale, Gruvia, Nalu, Romance
Visualizações 181
Palavras 1.343
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amigos! Me perdoem por postar tão tarde :<
Enfim, boa leitura! <3

Capítulo 5 - Morando juntos


Juvia Lockser

 

- Ele veio aqui e você terminou com ele? Simplesmente assim?! – Levy estava chocada.

- Sim. Se eu esperasse mais um pouco ele ia ficar me fazendo de boba por muito mais tempo. – dei de ombros e peguei mais um pouco de sorvete.

- Eu estou feliz por você, Juvia. – a loira sorriu e se apoiou em um dos meus ombros. – Falo sério. Eu sei que você gosta muito do Lyon e que se jogou nesse relacionamento sem medo e de cabeça aos pés. Estou feliz por você ter reconhecido que continuar assim não te faria bem e que o certo era acabar o mais rápido possível.

- Se Erza estivesse aqui, teria trago uma garrafa de vodka e ia sugerir um brinde. – falei e as meninas concordaram. - Quem virasse por último ia ter que fazer o que ela quisesse depois.

- Ela ia inventar uma aposta e provavelmente ia envolver o Gray, Natsu e Gajeel! – Lucy disse e nós caímos na gargalhada. – Falando em Gajeel, Lisanna me disse que ele ficou preocupado contigo e pediu pra cancelar a festa.

- O que? – Levy quase colocou meio pote de sorvete pra fora no momento que ela havia dito aquilo. – Como assim?

- Você ficou atolada outra vez com aqueles dois e Gajeel ficou preocupado. Ele queria muito que você fosse na festa, Levy. Por isso pediu pra adiar no caso. – disse e levei os potes já vazios de sorvete pra cozinha antes que Lucy sujasse mais o sofá da minha mãe.

- Você não acha que essa amizade anda te desgastando? – a loira perguntou novamente. – Eu sei que você insiste em dizer que Jet e Droy querem te proteger, mas eles são seus amigos e não seus donos pra te dizer onde você pode ou não ir.

- Vocês sabem mais do que ninguém que eu já fiz de tudo  pra acabar com esse comportamento abusivo dos dois, mas de nada adianta. Eles me prometeram não fazer mais essas coisas e quando me dou conta, estou trancada outra vez. – abaixou a cabeça e ficou brincando com os dedos. – Eu queria voltar a sair com vocês, ver os meninos, ir nos shows com o Gajeel... Era tão bom.

- Eles não podem ficar te trancando em casa por muito tempo só por conta de uma coisa que aconteceu dois anos atrás. – Lucy estava irritada e isso ficou claro. Tanto eu quanto ela odiávamos o fato de ver nossa amiga presa dentro de casa por conta da superproteção de Jet e Droy.

O que acontecera foi o seguinte: numa das nossas saídas, Levy quase fora estuprada por um garoto de uma escola do exterior que viera para a Fairy Tail fazer intercâmbio. Depois disso, os dois prometeram cuidar da garota e nós todos achamos uma boa ideia, mas ninguém sabia que ia acabar se tornando essa gigante bola de neve.

- Eu sei o que podemos fazer e acho que você vai gostar da ideia. Antes, preciso fazer uma ligação. Já volto. – peguei meu celular, fui para meu quarto e tranquei a porta.

- Gajeel?

- Juvia! Tudo bem?

- Sim, e você?

- Estou bem. Fiquei sabendo do negócio do Lyon, Gray me contou hoje cedo.

- Isso é passado, Lyon Vastia não existe mais. Enfim, preciso de sua ajuda.

- Eu? Pra quê?

- Levy McGarden. Vem aqui em casa e vamos conversar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- O-O que ele está fazendo aqui e desse jeito?– Gajeel estava todo suado e sem camisa, creio eu que ele tinha acabado de voltar do treino.

- Oi pra você também, pequena. – piscou. – Lucy.

- Oi, Gajeel.

- Vamos lá em cima, preciso te contar algo importante. – dito isso, puxei Gajeel pelo braço e o levei até meu quarto.

- Qual o problema da Levy? Tentaram outra coisa com ela?

- Não. Eu quero sugerir algo e sei que você vai gostar. – disse com um sorrisinho de canto nos lábios.

- Desembucha, Lockser.

- Nós todos não aguentamos mais o Jet e o Droy prendendo a garota com a desculpa de que estão protegendo-a, por isso, eu pensei em fazer de você o novo guarda-costas da Levy!

- Tá maluca? Você andou usando o que? – ele me deu um peteleco e eu resmunguei.

- Gajeel! – o repreendi. – Você pode esconder de todo mundo, mas nós dois sabemos que você gosta da baixinha mais do que deveria. Seria perfeito! Tanto pra você quanto pra ela. Olha, você mora sozinho, mas sua casa é bem grande. O apartamento da Levy é dividido para ela, Jet e Droy, por isso que sempre deixam ela presa, eles podem fazer o que bem entenderem, afinal, é a casa deles. Vocês morando juntos ia ser perfeito, porque além de ficarem mais próximos e render em muito sexo, você ia cuidar dela direitinho que eu sei e iam poder sair juntos, sem Jet e Droy na cola dela e nem de ninguém.

- Muito sexo, hein? – o moreno estava considerando a oportunidade e eu lhe dei um peteleco como troco pela outra vez.

- Isso é um bônus e você vai ter de conseguir por mérito próprio. Eu não falei isso pra elas duas pois acabei de ter essa ideia, chama a Levy pra conversar aqui e diz que a ideia foi sua. Se tudo der certo, ótimo! Se precisar de um empurrãozinho, eu e Lucy convencemos ela. Agora!

- M-Mas Juvia...

- Coragem, homem de ferro! – lhe mostrei um sorrisão e voltei para a sala. – Levy, o Gajeel quer conversar contigo lá em cima.

McGarden saiu da sala com um semblante confuso no rosto e rumou para o meu quarto, enquanto Lucy me fitava tão confusa quanto ela.

- Qual foi a ideia da vez, Lockser?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de muito esforço, listas de prós e contras, potes de sorvetes e gominhas de ursinho conseguimos convencer Levy de aceitar a proposta de Gajeel. Ela hesitou no mínimo quinze vezes, ficou pensando no que Jet e Droy iam pensar, no que o pessoal da escola ia falar e em como seria morar com o brutamontes do Redfox. Segundo a azulada, ele conseguia ser gentil raramente, quase nunca, e ela não sabia se estava preparada para conviver com demasia doçura diariamente.

- Não precisa levar seus móveis, só suas roupas e coisas pessoais. Gajeel não tem uma mansão, mas a casa dele é bem arrumada e tem tudo que vocês podem precisar. Se quiser dormir na cama dele tem que pedir antes. – disse baixinho, levando os dois até a porta de casa.

- J-Juvia! – ela estava com o rosto corado feito um tomate.

- Você pode dormir comigo se ficar com medo, Levy-chan. – Gajeel piscou para a azulada, que lhe deu um tapa no ombro. – Ai!

- Pode deixar que do Jet e do Droy cuido eu, quero ver se eles tem coragem de discutir comigo.

- Juvia, muito obrigada! – Levy me deu um abraço forte e eu pude reparar o tremor na sua voz. – Jet e Droy ficaram me prendendo por esse tempo e foi muito cruel. Por mais que suas intenções fossem as melhores, eu não tenho certeza se ia aguentar mais tempo dentro daquele buraco. Gajeel-kun, obrigada também por me oferecer um lugar na sua casa, prometo que vou tentar não te incomodar. – ela o chamou para um abraço em grupo e começou a chorar. – E-Eu amo muito vocês, meus amigos queridos.

- Ei, você não é incômodo e nunca vai ser, Levy. Sempre que pudermos, nós vamos te ajudar. Isso que eu estou fazendo é o mínimo por tudo que você tem feito pela gente. – Gajeel era muito desajeitado, mas não pôde evitar de sorrir. Um sorriso meio frouxo e molenga igual o dono. – Eu também gosto muito de você, pirralha.

- Já vai começar? – levantei uma sobrancelha e ele não se atreveu a dizer mais nada.

- Bom, vamos indo?! – estendeu a mão para a baixinha, que segurou e fora andando junto dele. – Até mais, Juvia!

- Tchau, Juvia-chan! – ela sorriu e me mandou um beijo.

- Até mais. Usem camisinha! 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


quem achou que o titulo tinha a ver com o gray e com a juvia? me perdoem rsrs
gajeel e levy são 100% os amores da minha viada, e de vocês?
deixem um comentário que eu vou adorar responder! meu twitter é @yssungirl caso queiram falar comigo ou me seguir
até o próximo e um beijinho <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...