História Whatever Happens - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson
Personagens Michael Jackson
Visualizações 35
Palavras 878
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aceito críticas e elogios rsrs.
Espero que estejam gostando de cada capítulo, podem deixar suas expectativas para os próximos capítulos..
Obrigada amores, e boa leitura 😘❤️

Capítulo 6 - Em sua vida algo antigo voltou... Part2


Fanfic / Fanfiction Whatever Happens - Capítulo 6 - Em sua vida algo antigo voltou... Part2

| Parece que tudo estava de cabeça para baixo... | 

[ Brook ]

Passaram uns 3 dias que eu tinha falado com Michael pela última vez, eu sentia tanta sua falta meu pé já tinha melhorado e graças a Deus eu ia trabalhar pra distrair minha cabeça.

- Olá Manuela, bom dia!—Falei com a recepcionista.

- Bom dia! o Sr. Carlos pediu que assim que você chegasse fosse direto a sala dele.

- E você sabe do que se trata?

- Não, mas acho melhor você ir logo.—coloquei minhas coisas em cima de uma mesa e fui, tava muito nervosa sobre o que ele queria comigo. Bati na porta, já vi ele com a cara fechada.

- O senhor me chamou?

- Sim, sente-se!... Depois de pensar muito sobre isso, eu quero informa a você que esta demitida.—Quando ele disse aquilo eu fiquei sem saber o que fazer.

- Mas qual o motivo senhor? O que eu fiz?

- Apenas corte de gastos e você é a menos experiente aqui Brook. Você e uma ótima funcionaria mas não podemos fazer nada.

- Tudo bem!

- Não se preocupe, iremos lhe pagar certinho o tempo de trabalho.— Sai desesperada, eu tinha contas a pagar, como eu iria ajudar minha família? Fui para casa e chorei, chorei muito tudo estava dando errado, tudo.
De repente meu celular tocou.

- Alô?

- Brook?

- Sim!

- É o Marlon, como vai?

- Vou bem o que você quer? – Marlon é meu ex namorado, nós estávamos à 1 ano separados. E o motivo da separação foi seu ciúme exagerado, ele não me deixava fazer nada, e morre de ódio por eu ser fã do Michael.

- Queria encontrar com você, sinto saudades.

- Marlon não está em uma boa hora, por favor depois conversamos. —Definitivamente não estava com cabeça para conversar com aquele babaca!

Desliguei o telefone, e pensei em ligar para Michael eu estava com muitas saudades dele e não pensei duas vezes.

- Michael?!

- Sim, é ele.

- É a Brook!

- Oi Brook, como vai?

- Bem...— eu disse com a voz triste e Mike logo percebeu.

- Você me parece triste, o que aconteceu?

- Nada não...

- Como nada? Ande, me conte o que houve.. você não me ligou para conversa?

- A Michael eu não sei o que fazer, fui demitida e preciso ajudar minha mãe com os remédios da minha irma mais nova, ela tem leucemia e sem os remédios ela pode morrer.—Disse já chorando.

-Sério? Quantos anos ela tem?

- 10...

- Por favor não chora, isso me faz mal saber que está assim. Estou indo para Nova York, abra a porta amanhã.

[ Michael ]

Brook me ligou muito triste eu não poderia deixa-la naquele estado, pedi para Luis organizar tudo para ir, sai eram 02:00 da manhã, meus anjinhos estavam dormindo dei um beijo em cada um e fui para NY.

[...]

[ Brook ]

Eram 8:00 horas da manhã e ouvi batidas na porta repetitivamente...

- Já vai meu Deus!!! Quem é o idiota que me acorda as 08:00 da manhã? —Abri a porta e Michael estava lá parado, eu nem imaginava que seria ele eu estava toda descabelada e com um mini baby Doll.

- Michael!?—Disse surpresa e meio "espantada"

- Brook...—Ele me abraçou, foi um abraço tão aconchegante e apertado, eu apenas o abracei senti tanto sua falta durante aquela semana.

- Você veio mesmo! Estava com saudades.

- Eu também, vim te ajudar.—Eu disse para mim durante aquele período que iria me afastar, mas foi muito inevitável ela já era como uma droga para mim, e aquela ligação na noite anterior não poderia deixa-lá naquela situação eu não consegui.

- Michael realmente não precisa!—Eu não queria incomodá-lo com os meus problemas.

-É...—ele me olhou de cima a baixo e eu claro fiquei mega sem graça eu realmente estava com uma “roupa” provocadora.

- Mike?

- Você me destraiu...—Ele disse com um olhar sínico. - O que realmente aconteceu?

Eu disse tudo o que tinha acontecido a ele nos mínimos detalhes possíveis, ele se levantou andou um pouco pela sala...

- Quanto você precisa?

- Não Michael, eu me viro...—Ele me interrompeu.

- Por favor não negue!—Ele me pegou pela cintura e puxou meu corpo para si, nossos lábios estavam quase encostados um no outro, só que a campainha tocou insistentemente pensei: "caramba! Parece que hoje é o dia de virem tocar minha campainha." Fui abrir a porta...

- Marlon!!!—Ele entrou e viu Michael na cozinha, e se assustou.

- O que esse cara ta fazendo aqui Brook?!!!—Ele disse gritando e sem acreditar naquilo.

- Não interessa....

- Quem é você rapaz?—Perguntou Michael calmamente.

- Eu sou o namorado dela!

- Ex namorado!— Disse eu.. Marlon ficou com tanto ódio em ver Michael  em meu apartamento e sem acreditar, foi para cima dele querer soca-lo e eu logo entrei na frente.

- Para!!! Sai da minha casa agora, eu não sou sua namorada faz tempo. Vai embora!!!— Eu gritei o expulsando.

- Isso não vai ficar assim, não mesmo.

- Vá para o inferno!—Disse batendo a porta na cara dele.

CONTINUA ...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...