História Whatever Happens - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson
Personagens Michael Jackson
Visualizações 51
Palavras 724
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem.. deixem seus comentários e tbm sua avaliação, fico muito grata e feliz, é uma motivação para mim.
Obrigada amores e boa leitura hehehe 🙌😍❤️

Capítulo 8 - O tumulto no restaurante...


Fanfic / Fanfiction Whatever Happens - Capítulo 8 - O tumulto no restaurante...

| Ele estava tão lindo!!! | ~Brook

[ Michael ]

Fui buscar Brook, ela estava muito linda naquele vestido, foi uma ótima escolha realmente ficou lindo no corpo dela. Levei Brook em um restaurante muito bom que eu particularmente adorava, lá tinha um lugar que os clientes poderiam ficar a sós, então pedi para reservarem, para poder levá-la. Chegamos por volta de 23:00hrs era um pouco longe e aquela noite estava bem agitada em Nova York, e eu claro que não queria causar um tumulto. Entrei pela porta dos fundos do restaurante fomos da cozinha até o lugar privado que reservei.

- Isso foi meio deselegante eu sei! Mas imagine se entracemos pela frente?—disse-me explicando.

- Não tem problema Michael, se bem que o cheiro dos legumes estão em meu cabelo.—disse sorrindo.- Mais isso é o de menos.

- E já sabe o que vai pedir?

- Por enquanto só uma água!

- Sério?

- Sim.

[ Brook ]

O Michael foi me buscar e ele estava lindo de morrer...
Entramos pela porta dos fundos do restaurante, foi meio estranho mas enfim conversamos muito, ele estava um pouco nervoso, estava acontecendo algo que estava o encomendando.

- Michael?

- Sim!?

- Está tudo bem? Você me parece meio nervoso.

- Impressão sua Brook.—Sim, eu realmente estava nervoso meu celular estava vibrando de 5 em 5 minutos, a Tiffany não parava de me ligar, aquela mulher estava realmente disposta a me infernizar. Estava tendo uma conversa ótima com Brook mas olhava para o celular o tempo todo e ela percebeu. Eu tive que atender para ela me deixar em paz.

- Brook, se me da licença preciso atender parece ser importante. Só um minuto.
[...]

- O que você quer? Já não pedi para parar de me ligar?—Disse meio que cochichando.

- Eu só quero saber quem é ela?!!!

- Ela quem meu Deus ?

- Olha para a sua direita Michael!— Olhei pro lado e Tiffany estava no restaurante, fui até ela.

- O que você quer aqui?

- Há!!! só vim ver com quem esta se relacionando..

- vai ficar tomando conta da minha vida agora ? Vai embora! Já disse que não te devo satisfação da minha vida, você já não faz mais parte dela a muito tempo!— Eu disse em voz alta e meio alterado e sem perceber chamei atenção e quando vi já tinha umas 20 pessoas encima de mim pedindo autógrafos e fotos.
Sai dali o mas rápido e fui até a Brook .

- Brook, precisamos sair daqui.—Disse Michael nervosa e me levantando da cadeira.

- Mas por que?

- Vamos agora!!!—Quando saímos tinha mídia para todo lado, e pessoas quase no teto do carro, só pode ter sido a Tiffany que enviou aquelas pessoas lá.

- Michael que loucura foi essa?—Eu estava um pouco assustada com tudo aquilo, saímos em uma pressa, foi tão rápido, não consegui respirar direito.

- Me desculpe Brook!—Ele disse abaixando a cabeça.

- Você não precisa me pedir desculpas, vamos para o meu apartamento, lá você se sentirá melhor.

- Tudo bem, Heitor vamos para casa da Brook.—Depois que ele deu a ordem ao motorista, ele me abraçou, me abraçou forte parecia que ele queria um conforto e fiquei feliz por ser eu, apenas o abracei. Chegamos no meu apartamento.

- Você quer alguma coisa? eu tenho um vinho Francês que ganhei de um amigo e como não sou muito de beber não abri ainda, a gente pode inaugurar!!

- Hum... Vou aceitar uma taça.

- Então tá, só vou tirar esse salto que está me matando.—Eu dei uma taça pra ele e servi o vinho, aquele vinho era muito bom. Nós conversamos um pouco sobre coisas aleatórias, até que eu perguntei...

- Michael agora me reponde, por que tivemos que sair naquela pressa do restaurante?

- Bom, por que me descobriram!

- Acho que se não fosse seus olhos, eu acreditaria que foi só isso!

- Eles revelam tanto assim?

- Com certeza!— Ele me olhou com um olhar malicioso e de repente ele me “atacou”, ele me beijou de um jeito doce e selvagem, sua boca estava com gosto de chiclete de melancia e vinho francês. "Meu Deus, Que beijo era aquele!"....
E aquele sofá já estava pequeno.

CONTINUA ...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...