1. Spirit Fanfics >
  2. Wheelchair- Jung Kook (One-shot) >
  3. Capítulo Único

História Wheelchair- Jung Kook (One-shot) - Capítulo 1


Escrita por: e munchild


Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Wheelchair- Jung Kook (One-shot) - Capítulo 1 - Capítulo Único

Hoje era mais um dia comum com meu tão amado namorado, JungKook. Ele é cadeirante desde que o conheci mas ele nunca me disse o por que dá sua condição e isso também nunca me impediu.

Era final de tarde e como sempre eu tentava distrair JungKook. Certamente a coisa que ele mais gostasse que fizesse fosse dançar. Ele sempre achava engraçado e dizia que sentia como se estivesse dançando comigo, o que eu, particularmente, acho fofo. 

Lá estávamos nós, cantando músicas animadas enquanto riamos um monte. Eu balançava os braços de JungKook e as vezes girava a cadeira de rodas dele pela sala. Eu ficava muito feliz em vê-lo bem.

A música acaba e eu me atiro no sofá. Olho pra Jungkook e o vejo com uma cara triste.

Sn- O que foi Kook?- me ajeito no sofá.

Jk-  Eu também queria me atirar no sofá- faz biquinho.

Sn- Own meu bem, eu tenho a solução perfeita pra isso!- digo e levanto do sofá, me atirando em cima dele, na cadeira de rodas mesmo.

Ele solta um grunido e logo começa a rir enquanto me olha.

JK- Só você mesmo s/n!- envolve seus braços em mim- O que acha de dançarmos uma música lenta?

Sn- Acho ótimo! - me levam pra pegar o controle da TV.

Enquanto estava de pé na frente da mesma sentia o olhar do Kook sobre mim, mas não sei dizer se era de admiração ou desejo. Ao contrário do que muitos pensam, estar na condição dele não o impede de sentir tesão muito menos de transar ou ter uma ereção. 

Eu decidi ignorar seu olhar e botei uma música lenta para tocar no YouTube. Assim que a mesma começa a tocar eu solto o controle e vou em direção ao sofá.

Jk- Sn, senta aqui - bate nas suas coxas, pedindo que sentasse em seu colo.

Eu vou até ele e sento de lado, enroscando meus braços em seu pescoço. Ele me dá seu sorriso mais doce e eu correspondo-o com o meu. Encostamos nossas testas e faço carinho nele com meu nariz. Kook rouba um beijo meu e me olha  com um olhar sapeca, soltando uma risada que me faz rir também. Começamos a nos beijar, aprofundando o beijo cada vez mais. As músicas iam ficando cada vez mais excitantes e a tensão sexual começou a surgir no ar. As mãos de JungKook passeavam pelo meu corpo até pararem na barra da minha blusa. Retiro a peça de meu corpo e as mãos dele vão direto à minha cintura, apertando ali. Seus olhos acompanham suas mãos enquanto as mesmas vão em direção ao meu sutiã. Ele me olha pedindo permissão e eu acenti com a cabeça, fazendo-o seguir sua ação. Ele desliza meu sutiã sobre meus braços. Seus olhos acompanhavam tudo com luxúria. Rapidamente meu sutiã se encontrava no chão e suas mãos subiam dos meus seios até meu pescoço, onde ele segurou com força, mas sem me machucar.

Jk-Tira essa roupa pra mim gatinha?- levanta uma sobrancelha e rir fraco- Melhor, o que restou de suas roupas...- diz apertando meu pescoço de leve de novo.

Assim que me levanto a música "Earn It" começa a tocar, deixando o momento perfeito. ( Link da música nas Notas finais pra quem não conhece, heheheehe)

Eu usava uma calça jeans mais larga, que tirei do meu corpo de costas pra ele. O olho por cima de meu ombro, brincando com a barra da minha calcinha. Lentamente abaixo a mesma, deixando-a no chão. Me viro em sua direção, me aproximando, enquanto seus olhos passeavam em me u corpo. Assim que cheguei perto o suficiente, suas mãos foram ao meu quadril e ele me olha.

Jk- Uau- diz encantado.

Sn- Ah, nada que você nunca tenha visto- digo tímida.

Jk- Mesmo assim eu me encanto toda vez- desliza uma de suas mãos por trás da minha perna, empurrando meu joelho, indicado para eu subir nele.

Antes de subir nele eu abaixo os apoios de braço da cadeira e travo as rodas, assim teria mais espaço e não correriamos o risco da cadeira se mover. Assim que o faço, me ajoelho em frente a ele e começo a tirar sua calça de moletom enquanto o olho. Sua ereção podia ser vista pela cueca. Tiro também sua blusa, deixando de cueca apenas. 

Jk- Senta na minha coxa- ele fala sério.

Eu faço o que ele pediu e ele imediatamente leva sua mão ao meu pescoço, ele adora segurar no mesmo. Ele tem esse choking kink, que adoro.

Eu começo a me movimentar de cima pra baixo em sua coxa e logo meus gemidos preenchem o cômodo.

Jk- Sabia que tu é muito gostosa?- diz passando o dedão sobre meu lábio inferior.

Eu rio tímida, abaixando a cabeça.

Jk- Com vergonha, hm? - apoiou sua mão na minha coxa. Eu acenti.

Jk- Vai mais rápido então- eu fiz o que ele falou, meu quadril se mexia numa velocidade alta mas eu sabia que não gozaria.

Sn- Kook, você sabe que eu só gozo com penetração...- disse ofegante diminuindo minha velocidade, parando aos poucos.

Jk- Sei, sei muito bem, mas por acaso eu disse pra você parar?- falou meio gélido e simplesmente muito sexy.

Fiquei em silêncio o olhando, esperando amis alguma reação.

Jk- O gato comeu sua língua foi? Você não vai responder?- deu um tapa estalado em minha coxa.

Sn- Não- disse baixo enquanto expirava e voltava meus movimentos.

Enquanto eu me movimentava Kook me olhava cheio de luxúria enquanto apertava seu membro por cima na cueca. O problema é que eu já estava muito sensível então comecei a sentir um leve desconforto, que me fazia soltar arfares.

Jk- Sensível, hm? - eu acenti com a cabeça.- então diz pra mim o que você quer- acareviou minha coxa.

Eu parei de me movimentar e o olhei.

Sn- Eu quero que você me bata- disse tímida.

Ele riu ladino e botou suas mãos na minha cintura.

Jk- Aonde você  quer e como você quer?- apertou minha cintura.

*JungKook POV*

Após minha pergunta suas bochechas se tornam um escuro tom de vermelho, ela fica linda com vergonha de mim. Até parece que é a primeira vez.

Jk- você que assim?- dou um tapa forte em sua bunda- ou assim?- agora dou um fraco.

Ela não me respondeu de novo. Ela estava me provocando.

Jk- Aonde você quer princesa, você tem que me dizer...

Sn- Aqui- apontou pra bochecha.

Ela queria que eu batesse no rosto dela?!? Eu não sei se conseguiria.

Jk-Aí? Mas e seu estragar esse seu rostinho lindo?Hm? Eu já mais me perdoaria...

Ela fez biquinho...merda, ela me ganha com isso

Sn- Fraquinho vai, por favor

Jk- Que tal aqui?- bota a mão na sua bunda- ou aqui?- boto a mão nos seus seios- ou quem sabe até aqui?- toco na sua intimidade.

Ela balança a cabeça como quem diz não.

Sn- Pode bater em tudo, mas eu quero no rosto- brincou com seus dedos.

Jk- Como quiser- sedi aos seus pedidos.

Ela sorri e sai de cima de mim, tira minha cueca e se senta no meu colo.

Solto um gemido ao me sentir dentro dela. Ela começa a se mexer e dou um tapa na sua bunda, logo subindo a mão até seu pescoço e apertando de leve, algo que gosto de fazer.

Jk- você gosta disso, não? - dou um leve tapa em seu rosto.

Confesso que me senti mal na hora mas ela fez um cara de safada depois que me deixou bem mais relaxado e me fez rir ladino. Ela ascentiu com a cabeça.

Apertei seus seios, passando meus dedos pelos seus mamilos.

Sn- Bate- pediu manhosa.

Dou um tapa em seus seios e outro em seu rosto. S/n gemeu de prazer assim como eu. Desci minha mão até sua intimidade e com meu dedão  começo a estimular seu clitóris. 

Não demorou muito para que chegássemos ao nosso ápice. S/n se apoiou no meu peito, recuperando o fôlego. Logo ela começa a rir.

Jk- O que foi meu bem?- perguntei fazendo carinho nas suas costas.

Sn- sua cara quando me bateu no rosto foi engraçada- riu de novi, me olhando.

Jk- A qual é, eu não queria te machucar- olhei pro lado meio irritado com sua implicância.

Sn- Tudo bem Kookie, eu achei fofo- fez carinho na minha bochecha e deixou um beijo lá.

Eu a puxo para um abraço.

Jk- Eu te amo- dou vários beijos em seu rosto.

Sn- Eu te amo- nos beijamos

Jk- Que tal um banho?- balanço as sobrancelhas fazendo-a rir.

Sn- Eu aceito!


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...