1. Spirit Fanfics >
  2. When fire meets gasoline - Sterek >
  3. Juntando a fome com a vontade de comer

História When fire meets gasoline - Sterek - Capítulo 1


Escrita por: VinhaLaHaLinski

Notas do Autor


Essa fic foi baseada em uma história que uma amiga minha me contou. Eu vi uma Sterek na hora. Claro que ela não me contou os pormenores e o hot eu tive que criar. Mas, posso dizer que essa fanfic é "Baseada em fatos reais". Como ela não tem conta na plataforma, ela vai ler como fantasminha...

Capítulo 1 - Juntando a fome com a vontade de comer


Fanfic / Fanfiction When fire meets gasoline - Sterek - Capítulo 1 - Juntando a fome com a vontade de comer

Stiles era um sanhaço brabo, daqueles que passa o rodo mesmo, que pega e dá para geral, mas ele estava tentando mudar isso. Ele queria segurar seu butico e seu pipico. Stiles pegava tanto homem quanto mulher.

O peguete mais frequente de Stiles era Derek, mas eles haviam brigado justamente por Stiles dar (ou comer) todo mundo.

O castanho resolveu provar para Derek que poderia viver em celibato sim. Ele já estava a três semanas sem transar com ninguém e nem se tocar. Estava subindo pelas paredes, isso era fato, mas estava firme no propósito até que...

<Ding dong>

O som da campainha soa na casa do rapaz verborrágico.

- O que você está fazendo aqui? – o castanho pergunta ao ver quem estava ali

- Oi! Vim te visitar e ver se você está realmente cumprindo com o que disse. – responde a outra pessoa

- Não te devo satisfação, mas só para você saber, sim, eu estou a três semanas sem nem me tocar. Satisfeito? – Stiles joga as palavras

- Sim, muito! – responde o outro com um sorriso vitorioso

- Eu não sei o que você está fazendo aqui. Eu não vou trepar com você. Ainda estou puto com você, Derek – diz Stiles com raiva

- Eu também ainda estou puto com você, Stiles. – devolve Derek

- Que bom! Então, estamos putos os dois. – o mais novo diz com seu habitual sarcasmo – Vai embora! Vai para tua casa.

- Não! Por favor, me deixa ficar aqui. Me deixa dormir com você. A gente fica só de conchinha. Não precisa fazer nada. – Derek pede quase que implorando

- Você só pode estar louco! De jeito nenhum! Vai embora! – Stiles diz tentando fechar a porta, mas o pé de Derek impede

- Por favor! Eu juro que não vou tentar nada! – Derek pede manhoso

- Tá bom, mas é só dormir... e, para garantir que nós só vamos dormir, eu vou ficar na parte de trás da conchinha para você não encostar esse pinto em mim. – avisou o Stilinski e o Hale concordou

Deitaram assim. Stiles por trás de Derek, porém, no meio da noite, eles acabaram mudando de posição. Agora Derek que estava por trás na conchinha.

Derek começou a esfregar seu pau duro na bunda de Stiles que tentava bravamente resistir, mas acabou falhando miseravelmente. Stiles começou a esfregar sua bunda no bilelo de Derek e o celibato já era.

Os dois gemem em aprovação a toda aquela felação. Stiles já nem estava ligando para mais nada, ele só queria sentir Derek dentro de si, forte e bem fundo e Derek só queria se enfiar o mais profundo possível no buraco doce do castanho.

Stiles se vira de frente para Derek e um beijo sedento e selvagem começa.

Stiles leva sua mão até a bunda enorme do moreno e a aperta com vontade, fazendo o mais velho soltar um gemidinho.

Derek não fica para trás e também amassa a bunda redondinha do castanho que dá um gritinho nada másculo, mas geme logo em seguida.

O beijo fica cada vez mais intenso e os corpos cada vez mais colados como se fossem se fundir. Os dois faziam movimentos para se esfregarem.

Derek coloca Stiles com as costas no colchão e se coloca em cima do menor, fazendo seus membros se roçarem, arrancando um arfar de ambos.

O ar se faz necessário e eles separam seus lábios.

- Derek Hale, seu filho da puta, eu estava indo bem... Por que você tinha que vir aqui com essa sua anaconda para me tentar?  - Stiles fala tentando tirar Derek de cima de si, mas sem realmente fazer esforço para isso acontecer

- Ah, Sti, nem vem com esse papo para cima de mim.... eu sei bem que você estava sentindo minha falta. – Derek fala convencido

- Estava nada! – Stiles retruca

- Estava sim! Eu ouvi o Scott falando para o Isaac que você estava sentindo saudades dos meus beijos, de estar nos meus braços e do meu corpo junto ao seu, sem contar que você também estava sentindo falta de me ter enfiado até a talo em você. – o moreno fala mostrando que seu ego estava inflado

- Scott é um fofoqueiro! Ele não tinha que ter contado nada para a Barbie do freezer! – Stiles diz indignado – Eu vou matar aquele cachorro molhado! Ele me paga! Aquele...

Stiles ia continuar xingando até não poder mais, então Derek resolveu cala-lo com um beijo. O resultado foi positivo! O castanho se entregou ao beijo e os amassos retornaram.

As enormes mãos do mais velho exploravam o corpo do mais novo que só sabia gemer e pedir por mais.

Derek arranca a camisa que Stiles vestia e essa vai parar em algum lugar do quarto. Em seguida, o homem começa a lamber o lóbulo da orelha do rapaz e falar algumas safadezas ao pé do ouvido. Derek sabia que isso deixava o mais baixo super excitado e fazia sua sanidade ir para as cucuias. Dito e feito! Stiles já estava uma bagunça nublada de tesão.

O moreno foi descendo os beijos pelo pescoço do outro, lambendo e beijando cada pintinha até chegar aos mamilos dele, que já estavam eriçados. Derek começou a torturar o professor mordendo, lambendo e soprando cada um dos mamilos dele. O moreno sabia que essa era uma área sensível do rapaz e adorava ver o que provocava nele ao brincar com os dois botões apetitosos.

Stiles gemia em aprovação. Derek se sentia vitorioso ao acabar com o celibato do castanho.

Derek foi descendo pelo torço coberto de pintinhas, distribuindo beijos e mordidas, o que só fazia com que o outro arfasse em expectativa.

As roupas de ambos já tinham saído voando de seus corpos.

O homem mais velho finalmente chega onde interessa e trata de lamber a cabeça bojuda e em formato de morango da giromba mais perfeita que ele já vira na vida.

- Der, vai logo ao que interessa e para de me torturar! – Stiles pede quase que implorando

- O que você quer, baby? – Derek pergunta como se não soubesse. O moreno queria ver seu baby pedindo e até implorando por sua boca

- Você sabe, sourwolf! – Stiles fala

- Sei não! Só posso saber se você me disser. – Derek fala com um sorriso sacana

- Me chupa logo! Cai de boca no meu pau! Me engole todo! – Stiles solta tudo de uma vez

- Seu pedido será atendido! – Derek fala e nem dá tempo de Stiles processar o que o dono dos olhos cor de esmeralda disse pois Derek o coloca por inteiro na boca

Stiles dá um grito nada másculo e logo em seguida geme feito uma cadela no cio. A boca do Hale era uma perdição e ele sabia fazer uma garganta profunda como ninguém. Stiles não era nada pequeno. O rapaz tinha um instrumento de trabalho portentoso e grosso, mas Derek o levava bem, muito bem, aliás.

Derek faz movimentos de sobe e desce com a boca na botija de Stiles. De vez em quando, o mais alto se concentra só na cabeça, masturbando o restante. O moreno também brinca com as bolas do castanho que se delícia com tudo.

- Derek, minha vez. – Stiles diz empurrando o moreno para deitar de costas no colchão

Stiles abocanha o mastro de seu amante sem aviso prévio, arrancando um gemido gostoso dele.

- Isso mesmo, chupa meu cacete como a boa putinha que você é, mas que fique claro, minha, só minha putinha! – Derek falava com muito tesão na voz

Stiles chupava aquela Derekonda com maestria e vontade. Por fim, Derek não aguentando mais, tirou seu pau da boca de Stiles e o colocou de quatro começando a prepara-lo para receber seu gigante martelão.

Derek começou dando linguadas na caverna rugosa de Stiles. O castanho só sabia gemer e dizer palavras desconexas.

- Derek, eu não aguento mais! Quero você dentro de mim! Agora! – Stiles implora

- Calma, baby boy, preciso te preparar bem...não quero te machucar. – o Hale mais novo diz com carinho

- Então, mete esses dedos logo e me prepara! – Stiles dá a ordem

- Ok! – é só o que o moreno responde pois ele já sabe como seu verborrágico maluquinho é

Derek pega o lubrificante e coloca um pouco em seus dedos e introduz um dedo no buraco doce do Stilinski

- Hale, você acha que eu sou uma donzela virgem? Mete logo esses dedos e me abre para receber esse seu pau gostoso! – Stiles diz já impaciente e assim Derek o fez

Com Stiles bem preparado, Derek começou a se arremeter para dentro daquela cavidade quentinha e aconchegante de seu castanho.

Devido a impaciência típica do mais novo, Derek nem esperou para começar as estocadas, que eram precisas e sempre acertavam o ponto de prazer de Stiles, fazendo com que ele gemesse mais que puta de zona. Derek não ficava atrás, mas seus sons eram mais como rugidos.

A pentada estava frenética e precisa. Ambos já estavam no limite e, assim, chegaram ao ápice juntos.

- Isso foi sensacional! Como eu estava precisando de sexo! Nunca mais faço voto de celibato! – Stiles diz após recuperar o folego

- Sempre é sensacional porque é com você, baby! – Derek fala todo derretido – Aliás, realmente nunca mais você ficará em celibato. – completa

Stiles olha para o mais alto com um ponto de interrogação na cara.

- Como assim? Vai ser meu cafetão? – Stiles pergunta confuso, mas não podia perder a piada

- Não seja idiota! – Derek diz

Após um minuto de silêncio, Derek faz a pergunta que tanto queria fazer...

- Stiles, você quer namorar comigo? Mas, você tem que deixar de ser sanhaço! Vai ter que largar todos os seus contatinhos. Eu quero exclusividade total! – Derek fala e aguarda a resposta

- Largar todos? Não posso ficar mais nem com o Mário? – Stiles pergunta zombeteiro

- Stiles, não acredito que você está me perguntando isso... Quer saber? Esquece! – Derek diz já se levantando da cama, mas sente a mão de Stiles segurando seu pulso e o puxando de volta

- Claro que eu estou te zoando, sourwolf! Sim! Eu quero namorar com você! Pensei que nunca fosse pedir... Eu largo todos os contatinhos por você! – Stiles fala e ataca os lábios do moreno em um beijo apaixonado

Stiles sanhaço não existia mais... Pelo menos, enquanto o namoro durasse...  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...