1. Spirit Fanfics >
  2. When I Made You - Haechan (NCT) >
  3. Último Dia Antes da Grande Produção

História When I Made You - Haechan (NCT) - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


capítulo um pouco grande hoje, me empolguei com o hot ehheeh
ENJOY!!!!!!

Capítulo 21 - Último Dia Antes da Grande Produção


 

 

Acordamos cedo mais uma vez e nos arrumamos para fazer a última viagem antes de colocar para vender as duas receitas novas. Comemos nosso café da manhã e logo em seguida fomos correndo para o drone. Hoje vamos viajar para um dos distritos especialistas em fabricar Café.

- Bom dia Tess. – minha namorada falou animada.

- Bom dia Senhorita S/n.

- Hoje vamos para o Distrito Xlll. Trace uma rota segura até a loja do senhor Garcia.

- Como desejar. Chave de segurança. – minha namorada digitou e logo o drone saiu do chão e seguimos viagem.

- São apenas algumas horas de viagem, não vamos demorar muito a chegar, mesmo esse distrito não ficando no nosso continente. Fica no mesmo continente que visitamos ontem, mais um pouco mais ao norte do local onde fomos.

- Por que não passamos lá ontem? – perguntei.

- o Drone já estava lotado, a capacidade máxima de carga dele é 200 quilos meu amor. Quando formos comprar outro passaremos a fazer esse tipo de viagem apenas uma vez por mês. Tirando apenas um dia do mês para viajar para vários lugares e comprar tudo que necessitamos. – ela falou de maneira razoável.

- Verdade, se o drone aguentasse mais peso poderíamos realmente passar menos tempo viajando a trabalho. Acha que com o dinheiro que vai ganhar com a venda dos novos produtos vai ser possível comprar o maquinário novo e um drone?

- Talvez, se cobrarmos um pouco mais caro por cada produto que fabricamos acho que conseguimos o drone novo e as máquinas em dois meses sim. Vamos ver como os clientes vão reagir ao novo preço. – ela falou e eu apenas concordei.

- Amor?

- Sim?

- O que vamos fazer quando voltarmos para casa hoje? – perguntei curioso.

- Bem como falta conhecer alguns quartos da casa, acho que essa é uma ótima chance de te mostrar a nossa sala de cinema. O que vai querer assistir? – ela perguntou curiosa.

- Temos muitos filmes disponíveis?

- Sim, praticamente todos lançados pela humanidade até hoje.

- Podemos assistir o Rei Leão?

- Claro que sim meu amor. Você adora esse filme correto?

- Sim. Amanhã se largarmos cedo do trabalho podemos assistir mais?

- Na verdade pensei em jogar Video Game com você amanhã na sala interativa.

- Na sala interativa? Que sala?

- A sala onde os jogos são como um holodeck. Após que nunca viu em carne e osso, apenas em seriados correto?

-  Não credito que você tem uma maravilha dessa e nunca me disse nada.

- Sim nós temos. Eu disse que meus pais investiram muito dinheiro nessa casa. Tem de tudo para fazer lá. Até biblioteca nós temos em casa, com livros de verdade e com livros interativos que podem ser tocados no telão interativo da biblioteca.

- Para uma família de classe média vocês tem tudo na vida. – falei chocado.

- Bem, você acha isso por que ainda não entrou na casa de um rico lá do distrito que moramos. No dia que entrar você vai ficar chocado, somos realmente pobres perto deles. – ela falou me deixando curioso acerca da casa dos ricos.

 

Algumas horas após a nossa conversa o drone pousou e descemos, fomos recebidos pelo senhor Garcia e logo fomos a fábrica que ficava em meio a uma enorme plantação de café, o lugar era lindo e muito organizado. Entramos e o cheiro de café tomou as nossas narinas, todo o local tinha cheiro forte de café, mas não apenas de um tipo de café.

Minha namorada foi com ele para o escritório e entrou em negociação para preços e entregas futuras enquanto eu apenas ficava ao seu lado observando.

- Bom dia senhor Garcia, o senhor recebeu o comunicado da Tess correto?

- Sim recebi. Vocês vieram buscar os grãos de café moídos que faltam para completar o estoque e as embalagens especiais de café e suco.

- Isso mesmo senhor. Queremos avisar que estamos com novas receitas e mantemos as antigas que levam o seu café, em algum momento não teremos condições de vir buscar a matéria e queremos combinar também a entrega da matéria no nosso distrito com o seus drones, o que acha?

- É possível, mas você sabe que quando fazemos a entrega o pedido fica 15% mais caro correto?

- Entendemos senhor Garcia e por isso estamos dispostos a aceitar, é cansativo vir a cada duas semanas e o meu drone não aguenta tanta carga. Por mais que o acréscimo seja esse, comprando uma carga grande uma vez por mês acaba valendo muito apena para nós. – minha namorada falou.

- Então negócio fechado, é sempre um prazer fazer negócios com você e a sua família. – o senhor Garcia falou. – Quem é ele? – perguntou se referindo a mim.

- Eu me chamo Haechan, sou namorado dela. – falei estendendo a minha mão para o senhor que sorria de maneira simpática para mim.

- Muita felicidade a vocês dois, espero que possam namorar muito e ter um casamento feliz no futuro. – ele falou e começamos a sorrir muito envergonhados, fazia apenas um mês que estávamos namorando e ele já estava desejando um bom casamento a nós dois.

- Muito obrigada senhor Garcia, agora precisamos ir. Obrigada por tudo, foi um prazer fazer negócios com o senhor. – minha namorada falou e voltamos para o drone levando a nossa carga recém comprada para o nosso distrito.

 

Traçamos uma rota e seguimos viagem de volta para o nosso distrito. Conversamos o caminho inteiro sobre as estratégias de vendas e planos de melhorias para a padaria, minha namorada é brilhante, ela tinha absolutamente tudo sobre controle, isso fazia me sentir seguro perto dela. Ela sempre tem essa áurea de pessoa responsável ao redor dela.

Passamos horas conversando sobre a padaria e antes que percebêssemos tínhamos chegado ao distrito. Descarregamos o drone e fomos para dentro de casa, ainda neva aqui, mesmo que no outro distrito onde estávamos fizesse um calor absurdo.

- Amor?

- Sim princessa?

- Vou tomar banho, ok?

- Pode ir, vou fazer o mesmo.

- Ok, vou na frente. – ela falou e foi para o próprio quarto.

Corri para o meu quarto e entrei no banheiro indo tomar banho e ao mesmo tempo conversando com Tess.

- Tess?

- Pois não Haechan?

- Como funcionou o plano de contenção dos pais da S/n para impedir que o Yuno se aproximasse dela nesses últimos anos?

- Basicamente eles me deixaram vigiando o Yuno por câmeras e todas as vezes que ele mandava mensagens eu interceptava e a S/n nunca conseguia ler, quando ele se aproximava da padaria eu avisava aos pais dela e eles é que atendiam o Yuno, a qualquer movimento dele eu bloqueava as tentativas e o afastava juntamente com os pais dela.

- Pode voltar a fazer? Me parece que ele vai tentar algo amanhã. O lançamento de novos produtos sempre causa muitas visitas a loja, quero que tudo seja perfeito amanhã. Pode vigia-lo para mim?

- Claro que sim, mais alguma coisa?

- Sim, prepare o nosso almoço, para hoje vamos comer hambúrguer de frango com batatas fritas e algum refrigerante, logo após terminarmos pode fazer um balde de pipoca? Vamos assistir a um filme.

- Posso sim. Assim que estiver pronto eu aviso. – Tess falou e me deixou sozinho.

Tomei meu banho, passei perfume e vesti uma roupa confortável. Saímos do banho alguns minutos depois e a Tess nos serviu o nosso almoço. Comemos em meio a carinho e compartilhamento de comida. Terminamos e fomos para a sala de cinema da casa. S/n pegou as minhas mãos e as travou em sua cintura.

- Você vai adorar... – ela falou.

Entramos na sala e não era tão grande, mais era muito confortável, tinha 3 fileiras de cadeira de cinema e na parte superior da sala ao fundo tinha um enorme sofá acolchoado e muito macio.

- Precisamos nos deitar no sofá, deve ser tão bom assistir filme deitado nele. – falei e subimos até o mesmo que ficava no alto da sala.

Nos deitamos e logo Tess nos trouxe as pipocas, colocou o filme para tocar e nos encaixamos um nos braços do outro e assistimos ao filme inteirinho. Enquanto os créditos subiam senti uma mão quente subir pela minha perna. Como eu estou de bermuda e ela não é apertada, se torna muito fácil colocar as mãos dentro da peça e brincar com o meu membro.

Ela não poupava esforços para me provocar. Passou alguns minutos me masturbando com a mão dentro da minha bermuda enquanto me beijava com voracidade.

- Tem certeza de que quer fazer isso aqui? – perguntei preocupado.

- Moramos a sós lembra? – ela falou me olhando de uma maneira safada que só ela sabia me olhar.

- Verdade, podemos aproveitar mesmo os ambientes dessa casa... – falei levando um das minhas mãos ao seio da mais velha o apertando com vontade.

- Tess, desligue o telão por favor, diminua a temperatura da sala em dois graus.

- Ok, Alguma das luzes de emergência precisa ficar ligada?

- Não... nenhuma delas... – minha namorada falou enquanto tirava as próprias roupas.

- Entendido. – Tess falou e a sala toda ficou em completo escuro.

- Agora vamos começar a brincar com cuidado... – ela falou. – Por que uma única vez hoje não vai me deixar satisfeita... – falou retirando a última peça do meu corpo e me empurrou para que eu deitasse. – Hoje você precisa se esforçar meu amor, quero passar as próximas horas fazendo apenas isso e claro que não esqueci do seu castigo... você foi muito rápido ontem, hoje você vai passar pelo menos uma hora e meia transando, não espero menos do que isso, entendeu? – ela falava de uma forma dominadora enquanto me se deitava por cima do meu corpo no sofá.

- Nossa como eu te amo... – falei cheio de tesão enquanto ela mordia o meu tronco e por vezes os meus lábios me deixando louco com tantas provocações.

 

Ela desceu até o meu pênis e começou uma oral incrível, estava tão molhado e os movimentos das mãos junto com a boca dela chupando apenas a cabecinha me deixava louco. Senti que estava perto de gozar e comecei a gemer, ela desacelerou e começou a me masturbar com cuidado para que eu não gozasse. Novamente ela começou a intensificar e senti o meu orgasmo chegar bem perto e novamente ela desacelerou me fazendo não gozar. Voltou a intensificar a masturbação como das outras vezes e quando eu estava bem perto, ela deu uma chupada forte na cabeça e quase gozei. Ela sentou muito rapidamente no meu falo e senti apenas o corpo dela fazendo movimentos rápidos como antes ela fazia com as mãos, o ritmo era intenso e senti o orgasmo praticamente saindo enquanto ela mordia o meu pescoço e mantinha o ritmo. Saiu de cima do meu pênis e o colocou na boca me fazendo gozar na boca dela, cada gota do meu prazer.

- Por que faz isso comigo? Está me castigando muito hoje... – falei ofegante após me derramar no boca dela.

- Hoje eu quero tudo de você, cada gota... – ela falou lambendo os dedos pouco sujos da gozada que dei dentro da boca dela que vazou um pouco para os dedos da mais velha. O olhar de luxuria dela sobre o meu corpo me acendia cada vez mais. – Quero você de joelhos e quero agora... – ela falou.

- Como a senhora quiser... – falei soando mais submisso que o normal.

- Me faça gozar, sem pena, seja bruto, me bata na bunda e segure o meu pescoço quando estiver perto de gozar. – ela falou enquanto ficava de quatro na minha frente encaixando a intimidade dela no meu pênis outra vez. – Eu quero com força... não esqueça. – ela falou e dei início a fortes estocadas.

Mantive o ritmo e a bati como ela gostava, o ritmo frenético estava me fazendo chegar perto da segunda gozada, isso está bom demais, sentir com tamanha riqueza de detalhe o interior dela me chamando, contraindo e me apertando dessa maneira me fazia ser mais intenso. Nossos corpos faziam tanto barulho se chocando que parecia que estávamos batendo palmas. Minha segunda gozada da tarde se aproximava com certa fúria, segurei o pescoço dela e o empurrei no sofá deixando o rosto dela colado ao mesmo.

- Fode com força amor... – ela falou pedindo por mais, ela não cansa mesmo.

Levantei uma das pernas dela e ouvi a mais velha gemer forte indicando que agora eu conseguia atingir com perfeição seu ponto G, mais algumas estocadas e nos desmanchamos caindo no sofá completamente suados. Ela se virou para mim e pegou o meu rosto.

- Adoro quando você me pega dessa maneira, tão dominador. Quero mais disso na minha cama ainda hoje. – ela falou e me deu um beijo apaixonado enquanto tentávamos recuperar nosso fôlego.

- É tão perfeito, a cada vez me apaixono mais por você. – falei vendo um sorriso lindo desabrochar no rosto da minha namorada.

 


Notas Finais


hot de leve, pra você irem dormir sem pensamentos sujos
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
BOA NOITE!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...