1. Spirit Fanfics >
  2. When It's Over >
  3. Prólogo

História When It's Over - Capítulo 1


Escrita por: harllye

Notas do Autor


Oii

Aparência dos personagens principais deste história:

Éricka- Mila Kunis
Anna- Megan Fox
Nick- Joe Cole
Louis- Finn Cole

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction When It's Over - Capítulo 1 - Prólogo


Éricka 
  Já são duas horas da tarde e eu ainda não tive capacidade de levantar da minha cama. Antes eu não era assim, tinha uma vida boa e saudável, mas infelizmente alguns acontecimentos nos mudam.
  Atualmente, passo a maior parte do meu tempo me imaginando em algum livro ou até em alguma série de TV famosa, como... The Vampire Diaries, por exemplo. 
  Deus... eu sou uma mulher adulta, o que estou fazendo da minha vida? Tenho 21 anos e tranquei a faculdade no semestre passado. Cursava direito em uma faculdade ótima e tinha uma carreira promissora pela frente, sou uma mulher inteligente, mas, me deixei cair. 
  Quando não estou em casa imersa em livros e seriados, estou saindo e indo a festas com a minha melhor amiga, Anna. Ela esta comigo desde que éramos crianças, me ajuda em quase tudo e já passamos por muitas coisas juntas. Hoje, ela esta afundando no mesmo barco que eu e é a única pessoa que tenho. Há dois anos atrás sua mãe morreu em um acidente de moto, e a 6 meses, meu pai morreu em um acidente de trabalho na fábrica de metais da cidade. Lidamos com essas mortes de forma diferente. 
  Ela se viciou em cocaína e eu saio com homens que não conheço e deito em suas camas todo fim de noite. Trágico. Alguns diriam que sou uma puta, mas eu não acho que isso esteja certo, ou talvez até esteja e eu não queira aceitar. 
  Porém, se tem algo que eu não curto, é drogas. 
                                                
~~~~~~~~~~
  Já se passaram 36 minutos desde que acordei e fiquei olhando pro teto do meu quarto, mas, com um pouco de esforço consegui levantar. Abro meu guarda-roupas e analiso tudo que tem nele por um tempo, pego uma calça jeans escura e uma blusa branca com um decote em V. Calço uma bota e jogo uma jaqueta jeans por cima dos ombros, esta um pouco frio hoje. 
  Pego meu celular em cima do bidê que fica ao lado da cama para mandar uma mensagem para Anna. 
  Eu: Oi, onde vamos hoje? É sexta-feira. 
Anna: Oiii!!! Tem um bar que meu irmão frequenta, ele disse que libera a senha para podermos ir. 
Eu: Encontro você daqui a 30 minutos no café.
 Coloco o celular dentro da minha ecobag branca com detalhes pretos, junto com meu kindle e deixo pendurada na cadeira da minha escrivaninha. Faço minhas higienes matinais no banheiro do meu quarto e penteio meus cabelos, logo prendendo em um coque bem alto e justo. Pego a ecobag da cadeira e penduro no meu ombro. Não sou a pessoa mais fã de maquiagem, gosto do meu eu natural. Meus cabelos são castanhos escuros, meus olhos também, meus lábios medianos e meu nariz pequeno. Devo ter por volta de 1,67 de altura e 58kg.
  Saio do quarto e deixo a porta atras de mim se fechar com uma batida leve, me deparo com um apartamento vazio e silêncioso, a não ser pelo barulho das pessoas e dos carros na rua. Minha mãe foi embora logo depois que meu pai morreu, ela achou que me deixar em Los Angeles sozinha seria uma ótima escolha. Enquanto isso, ela se mudou para o interior da Califórnia para morar com meus avós em um sítio, porque faria bem pra ela... no entanto, ela não perguntou o que me faria bem.
  Sinto saudades do meu pai, ele era o único que realmente me amava, minha mãe engravidou só para agradar, fazia tudo por ele e era um amor avassalador. Ela nunca nem se propos a ir em uma reunião da escola, brincar, ou ate mesmo brigar comigo, ja meu pai era incrível. Desde que ele se foi não me sinto mais a mesma, ele dizia todas as manhãs o quanto eu era linda e parecida com ela... 
~~~~~~
  A cafeteria não é longe da minha casa, então opito por ir a pé. Ando pelas ruas e observo as pessoas em suas vidas lindas ou mediocres. Uma criança com um balão, uma mulher comendo um hot dog, um casal feliz, um casal discutindo. Tudo normal.
~~~~~~
   Entro na cafeteria e cumprimento Camila, a balconista. Sento em uma mesa próxima a grande janela vidro para poder continuar observando o movimeto do lado de fora. Vejo Anna entrar e caminhar ate mim. Puxa a cadeira e se senta logo em seguida.
  ­
- Oi - mexe na bolsa e puxa o celular - nossa você ta com uma cara péssima.
- Oi, você ta ótima também, e obrigada. - digo sorrindo e chamo Camila, peço 2 cafés simples e um pão com ovos mexidos e bacon para nós duas. Anna me olha com uma cara de desaprovação, mas a comida chega e ela não resiste. 
- Eu te odeio, sabia disso? - diz com a boca cheia.
- Eu sei, mas tem que admitir que isso aqui ta ótimo. - sorrio.
- Vamos na festa né? Preciso conhecer alguns meninos... - ela ri e me olha com um olhar malicioso. 
- Vamos - falo sem muito ânimo. Já esta ficando massante as nossas saídas, infelizmente. 
- Não me convenceu, por isso, eu passo pra te buscar as 19:30, vá que eu tenha que te arrastar. - pega a bolsa que pendurou na cadeira - essa é por sua conta gatinha, até a noite. To indo pro trabalho. - me da um beijo no rosto e sai. Vadia.
~~~~~~
 São 18:45 quando saio do banho, procuro no meu armário algo decente para vestir a noite, encontro um vestido petro com um decote em V lindo que valoriza meus seios nem tão fartos. Coloco uma calcinha de renda preta e o vestido, e me sento na pentedeira que fica no antigo quarto da minha mãe. Faço a maquiagem dos olhos bem leve, e fecho com um batom bordô bem forte nos lábios. Coloco brincos pequenos e com um brilho prata, uma pulseira prata sem detalhes e um colar de coração, igualmente prata. Dou uma olhada no espelho e gosto muito do que vejo.
   Escuto a buzina do carro de Anna quando estou espirrando perfume no meu pescoço e no meio dos seios. Calço meus saltos plataforma pretos, pego minha bolsa e desço para encontra-la. Abro a porta do carro e entro. 
- Caramba!!! Que gostosa. - ela ri me olhando de cima a baixo e da partida no carro, seguindo em direção a nossa festa. 
- Eu sei, to mesmo. - sorrio de canto e olho pela janela, ate chegarmos em nosso destino 25 minutos depois.
  Desço do carro e meus pelos do braço se arrepiam com o ar frio da noite. Não tem fila e o lugar fica no subsolo de um restarante chique da cidade. Quando o segurança nos libera para entrarmos, fico maravilhada, o lugar é realmente lindo, nem esperava que fosse tanto. Avisto o irmão de Anna chegando bem atras de nós. 
- Boa noite meninas, que tal um pouco de diversão esta noite? - ele balança um saquinho de cocaína. 
- Eu passo... 
- Eu aceito! - Anna pega o saquinho da mão do irmão e guarda entre os seios. É impossível não rolar os olhos.
  Dou uma boa olhada no lugar, até encontrar lindos olhos verdes em mim.
  
 


Notas Finais


Espero que gostem, esta é a primeira vez que escrevo neste formato.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...