História When the party over - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 8
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


A história vai se passar num colégio e ser narrada por Taehyung e como foi a vida dele.
Alguns capítulos seram escritos como em um caderno, vocês saberão quando pois vai estar em itálico (eu sei que é ruim ler em itálico, mas façam esforços rs).

Com o tempo, vocês irão saber do que se trata, mas por enquanto, se lembrem disso.

.
Nome do capítulo: Eu suportei muito isso.
Boa leitura! <3

Capítulo 1 - One: I support it a lot


Eu estava na escola com meus únicos dois amigos: Min Yoongi e Jung Hoseok. Eles eram muito legais comigo e eu os adoro muito, foram como minha família, haviamos nos conhecido no ano passado. Primeiro dia de aula.

Bem, antes de começar minha narrativa, deixe-me eu me apresentar. Sou Kim Taehyung e tinha dezesseis anos. Estudava na escola Amazing High School que ficava (fica? Bom, não sei mais) perto de casa. Eu era bastante quieto e na minha, quando Jimin e Yoongi apareceram para mim, no primeiro dia de aula e começaram a falar comigo; eu tinha me enchido de emoção e me soltei mais. Coisa que não devia ter feito.

Com o tempo, nós ficamos bastante amigos e saiamos juntos quase sempre. Já que, nos finais de semana, Yoongi e Jimin saiam para namorar, sei que não é assim agora, mas era muito raro não os ver juntos. Pareciam dois gêmeos siamêses, era hilário.

Meu relacionamento com os dois era ótimo. Nos falávamos abertamente e contavamos segredos um para o outro, foi em um desses segredos que o casal descobriu que eu tinha depressão. Eles me acolheram e disseram que iriam cuidar de mim. Mentirosos. Fiquei bem feliz no momento e eles não desgrudaram de mim naquela época.

Eles eram como minha luz no fim do túnel; com quem eu sempre podia contar. Dois amigos na qual jamais esquecerei!

— Taehyung? Você tá bem? Está dormindo... — Jimin balançava os dedos freneticamente em meu rosto, enquanto eu olhava diretamente para frente. Yoongi também me olhava, com seus olhos debochados. — Estou te falando à um tempo pra você que o sinal já deu, vamos logo se não iremos nos atrasar mais do que já estamos atrasados! 

— Ãn? Já deu o sinal? Nem percebi. — Coçei a nuca e dei um sorriso sem graça.

— Tudo bem, só vamos logo! — Havia puxado minha mão e saímos correndo. Jimin na frente, eu sendo puxado e Yoongi atrás. Todos com sorrisos no rosto e uma expressão feliz. 

Quando chegamos em nossas salas, o professor já tinha entrado e tivemos que bater para poder entrar. Mesmo assim, levamos uma bronca dele. A aula era de matemática, com o professor Ernélio, o ser em que mais odiava em toda minha história da vida. Ele era irritante e sempre insistia nos meus erros, sendo que, sempre tirava notas acima de oito. Aquele velho era um pé-no-saco.

Ele havia passado algumas contas de equações, o que não tinha sido nada difícil, e depois sai da sala. Éramos liberados quando tivéssemos terminado a atividade. Pelo menos na aula de Ernélio.

Eu tinha ficado no pátio que era aberto mexendo no celular enquanto esperava pelos meninos. Percebi que ia chover, pois o céu tinha ficado nublado. Lembro-me que entrei dentro da escola novamente e fiquei aguardando no refeitório fechado.

Quando eles chegaram, ficamos conversando. Conversas aleatórias, mas que eu gostava, eram assuntos interessantes e engraçados; que gostávamos. Pois apenas o que bastava era a presença do outro. Era tudo o que eu precisava naquele momento.

Logo deu o sinal, indicando outra aula. Naquela hora, era a aula da professora Evannelim de biologia. Nossa matéria favorita! Ficamos animados e fomos correndo de novo. Tudo o que eu queria era que aquele tempo jamais acabasse.

(...)

As aulas haviam acabado e era a hora do intervalo. As cantinas ficavam abertas sempre que algum aluno quisesse comprar algo, e bem, não éramos diferentes. Havia pedido para Jimin comprar um refrigerante e batatas para mim, e o mesmo apenas assentiu dizendo que iria comprar pra ele também, com meu dinheiro! E antes que eu pudesse dizer algo, saiu correndo e se encaixou na fila.

Ri comigo mesmo e tinha ficado apenas eu e Yoongi na mesa, que mexia em alguma coisa no celular. Perguntei à ele o que era, mas o mesmo apenas me ignorou ou não escutou, então decidi não insistir e coloquei meus fones, escutando "Eyes Locked, Hands Locked" do Red Velvet. Aquela música me acalmava muito, era como se eu esquecesse de meus problemas quando a ouvia. Era com certeza uma música de amor e não se identificava nadinha. Afinal, nunca namorou ou se apaixonou por ninguém. Bem, até aquele momento.

Desbloqueei a tela de meu celular, vendo que eram quase uma hora da tarde. Na minha escola, tínhamos duas horas de almoço, pra que pudéssemos estudar para as provas que estavam por vir. Estava tão imerso em meus pensamentos, que nem tinha visto quando Jimin chegou por trás e praticamente havia jogado minha bandeja em frente à mim, falando:

— Não tinha batatas, então como sei que gosta de torta. Voilà! Torta de morango com cereja. — Se sentou ao lado de Yoongi, que rapidamente tinha bloqueado a tela de seu celular. Coisa que não havia passado despercebido por mim. Estranho... 

— Ah, tudo bem.

Comecei a comer minha torta, que estava muito gostosa! Infelizmente não conseguirei comer mais. Era a melhor torta que já havia comido na minha vida, visto que, eu achava a torta da minha mãe a melhor do mundo. Mas naquele momento... Ah, estava confuso!

Jimin me perguntou o que eu estava achando da comida, e com toda sinceridade respondi que era a melhor coisa que já tinha comido. Mesmo que tenha sido uma meia mentira, afinal, havia outras beem melhores. Como o churrasco que sua família fazia nos domingos. Será que ainda fazem? 

Enquanto comiamos, Yoongi não abriu sua boca em nenhum minuto. O que fez com que nós (Jimin e Eu) estranhassemos sua atitude,mas não falamos nada. Ele poderia estar triste, chateado. Então apenas comemos em silêncio e sem fazer contato visual com os outros.

Após algum tempo sem nos falar, uma pessoa que eu não conhecia foi até nossa mesa e começou a falar:

— Vocês estão convidados para uma festa que vai ter na minha casa. Venham, a presença de vocês vai ser legal! — Havia falado sorrindo. Mal sabia eu que qualquer mentira contada com um sorriso poderia ser escondida. — Aliás, eu me chamo Kim Namjoon. Prazer! 

— Ah, sim! Claro que iremos, Namjoon. — Jimin falou por nós dois, e ele saiu sorrindo. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado e que não me abandonem no meio da fanfic. Pois, assim como falei vai ser um pouco longa. Vai ter um plot no final, que se torna muito importante depois quando você para pra pensar.
Mas relaxem que quando tudo acabar, vou explicar tudo o que aconteceu. Cada detalhe.

Mas enfim, se gostaram deixem um gostei aqui que ajuda muito! Dêem apoio à historia também... Amo vocês, mochis <3
Vejo vocês no próximo capitulo.

A legenda da música que Taehyung estava ouvindo: https://youtu.be/CD4f2lMOMHE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...