1. Spirit Fanfics >
  2. When The Party's Over >
  3. Capítulo 5- Do not play with me

História When The Party's Over - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Hello my friends<3

Depois de um ano sumida eu brotei aq né ksksksksksks.

Capítulo 5 - Capítulo 5- Do not play with me


Fanfic / Fanfiction When The Party's Over - Capítulo 5 - Capítulo 5- Do not play with me

Anteriormente em When The Party's Over:

— Ótimo agora eu vou deixar você lavar isso enquanto eu tiro o resto das coisas na mesa.- Apenas afirmo me virando para a pia pegando a esponja e o detergente para começar a lavar a louça que se acomulava aos poucos.

Presente:

Enquanto lavava a louça Yoongi secava os pratos e Jungkook estava praticamente  está jogado no sofá com a cara enfiada em uma almofada, eu balanço minhas mãos afastando a água das mesmas, e Yoongi seca uma xícara e a guarda no balcão de cima ao meu lado.

—  Somos uma dupla muito rápida em questão de louça.- Yoongi fala me fazendo rir enquanto afirmava a cabeça, eu pego o pano de prato de seu ombro e seco minhas mãos no pano e deixo dobrado encima da pia, vejo Yoongi ir para a sala e eu sigo o mais velho que se senta no sofá cinzento claro e puxa seu celular do bolso, eu me sento no tapete vermelho de frente a Jungkook que deixa escapar um suspiro de si, eu levo minha mão até seus fios e me escoro no sofá brincando com o cabelo de Jungkook que vira seu rosto para mim me encarando enquanto eu mexia em seu cabelo ele sorri de lado já fechando seus olhos, eu afundo meus dedos em seus fios fazendo um cafuné no mesmo, quando percebo Jungkook já está dormindo e eu desço minha mão para suas bochechas fazendo um delicado carinho ali, eu olho para Yoongi por cima dos ombros tirando minha mão da bochecha de Jungkook. Yoongi desvia sua atenção de seu celular para mim como se soubesse que eu estou o observando, eu me levanto do tapete e limpo meu moletom para sentar ao seu lado, Yoongi deixa seu celular encima da mesinha e volta a me encarar.

— Quando quiser ir ver sua vó você me diz um pouquinho antes para que eu possa trocar de roupa.- Ele fala e olha para seu pijama.

— Você tem certeza Min?, Não vai fazer você dar muita volta?.- Eu falo e o mesmo nega, eu não queria fazer Yoongi gastar da sua gasolina para me levar para o hospital e depois para casa.

— Relaxa _____ eu posso te levar no hospital e enquanto você visita sua vó eu venho para casa e me arrumo para ir para a boate e depois te busco e te levo para casa e de lá já vou para o trabalho.- Ele afirma ainda me deixando com receio mais vou aceitar pois sei que o mesmo só quer me ajudar.

— Tá bom Min.- Eu falo e deito as costas para trás deitando a cabeça na guarda do sofá.

— Vamos olhar um filme enquanto a hora do almoço não dá?, Acho que vai demorar um pouco já que são exatamente 09:08.- ele fala e confere as horas no pulso direito aonde a um relógio preto bem bonito.

— Céus eu me acordei tão cedo assim?, Na verdade foi culpa do sol que incomodou meus olhos.- Resmungo tirando um sorriso de Yoongi que se deita no sofá deixando sua cabeça encostada na lateral da minha coxa, ele estica o braço pegando o controle e liga a TV abaixando o volume por Jungkook e ele coloca na Netflix, eu fico apenas olhando para sua pele branquinha e delicada com receio de toca-lo, mas acabo por pousar minha mão em seus fios mais não movimento minha mão em seus fios negros, eu olho para a TV e vejo que ele apenas lê os filmes e séries que estão aparecendo na TV.

— Me ajude a escolher um filme ____-ah.- ele fala e me faz pensar em algum filme, mais eu não me dou bem com filmes apenas desenhos e filmes românticos, seria muita idiota da minha parte pedir para que o mesmo colocasse um desenho ou um filme romântico?.

—  De filmes eu só entendo de romance  Yoongi e sei que você não é do tipo de romance então pode escolher o filme.- Eu falo e faço um bico olhando para os filmes na TV, Yoongi vira o rosto para mim me olhando com o semblante confuso.

— Eu sei que sou o garoto do tipo bad boy, mais também não significa que eu não curta um clichê de vez em quando.- Ele afirma me deixando curiosa sobre o mesmo. Yoongi curte filmes românticos de vez em quando?, Isso é novo.

— Eu achava que romance não era algo que você gostasse Min.- eu falo fazendo Yoongi balançar a cabeça no sofá sorrindo de lado.

— Tem muitas coisas que você ainda não sabe sobre mim my lady.- ele me lança uma piscadela me fazendo revirar os olhos nas órbitas.

— Claro você nunca fala sobre você, senhor misterioso.- minha voz soa com deboche arrancando uma risada de Yoongi.

— E o que você quer saber sobre mim ____?.- Sua voz grossa ecoa em minha cabeça diversas vezes me deixando um pouco tonta, eu rapidamente coloco o pé no piso gelado e meu raciocínio logo calcula meus movimentos, vovó me ensinou esse truque, sempre funciona.

— Min, você sabe praticamente tudo sobre mim e eu não sei nada sobre você, a única coisa que eu sei é que você trabalha de barmen na boate Music And Drinks.- eu tomo um fôlego, eu me ajeito no sofá e brinco com o cabelo de Yoongi, será que é um fetiche ficar mexendo nos cabelos dos outros?, ou mania mesmo?. Só sei que o cabelo de Yoongi é macio e gostoso de se mexer.

— Eu tenho 26 anos, nasci aqui em Daegu, eu trabalho naquela boate há 2 anos, eu não tenho muita convivência com meus pais, na verdade nunca tive então minha personalidade nasceu disso, eu já tive depressão e fobia mais superei isso com Jungkook e os meninos e minha ex namorada.- ele solta o ar pelas narinas e espera por uma resposta da minha parte. Eu nunca imaginei que a personalidade do Yoongi fosse por falta de afeto, provavelmente ele também deve ter sido rejeitado pelos pais.

— Você era rejeitado... pelos seus pais Min?.- Eu pergunto com receio da resposta do mais velho. Ele apoia as mãos em sua barriga e estala a língua no céu da boca.

— Se ser rejeitado significa não ter amor de pais e sempre ser o inútil da casa, sim, mas isso já não faz diferença alguma, meus pais são tão arrogantes e sem coração que eu não faço questão de estar por perto deles, eles me fizeram de bonequinho e hoje sou assim por causa deles, eu nunca imaginei passar por uma infância e parte da minha adolescência tão sofrida, por isso que eu me preocupo com você _____, você é uma garota maravilhosa e não merece ter uma depressão por causa dos altos e baixos que acontecem em sua vida. Eu não desejo pra ninguém o que eu passei _____.- ele enrola em seu dedo indicador uma mecha do meu cabelo. Yoongi realmente se preocupa comigo, posso ver em seus olhos o medo e a preocupação, posso ver também que realmente ele sofreu demais, e eu as vezes resmungando por ele ser tão mau humorado, mal sabia eu que Yoongi teve uma parte de sua vida sofrida.

—  Aish e eu resmungando por você ser tão mau humorado.- eu falo fazendo um bico em meu lábios, Yoongi apenas ri baixinho quase em um sussurro, ele faz uma careta de mau humor e eu bato fraco em seu ombro pelo deboche do mais velho.

— Eu achava que você tinha a mesma idade que eu, você não aparenta ter 26 anos.- eu levanto uma sombrancelha e Yoongi passa a língua entre seus lábios em um charme, ele também passa a mão pelos seus cabelos pretos.

— Não foi fácil manter esse rostinho lindo minha querida e agradeço pelo elogio.- Ele me faz rir novamente, mais eu cubro a boca ao lembrar de Jungkook que dorme como nunca atirado no sofá, Yoongi cruza as pernas e seu olhar novamente cai sobre mim.

— Acha que agora sabe mais sobre mim?.- Ele pergunta e eu afirmo rapidamente com a cabeça. Yoongi nunca foi um estranho para mim ele apenas me parecia ser misterioso demais, todo meu desconforto e insegurança se foi embora depois do que Yoongi havia me dito, mas me sinto um pouco mal por ter feito tocar em seu passado, acho que é algo que ele sempre evita falar.

— Desculpa te fazer falar sobre seu passado Yoon...- De todas as vezes que fei seu nome essa foi a primeira vez em que o chamei de Yoon, e eu achei um apelido fofo para o mais velho, ele abre um sorriso em seus lábios revelando seus dentes, eu adoro esse sorriso e olha que pouco se ver ele sorrir assim.

— Tudo bem _____ isso não é mais tão difícil de se falar para mim, eu consegui superar todos aqueles anos de inferno na minha vida, agora está tudo bem.- Ele bagunça meus cabelos como sempre e eu acaricio seus fios em um carinho, e ele fecha os olhos lentamente até se fecharem por completo.

 —Aí senhor não mais misterioso, não durma não, eu não quero ficar sozinha num belo tédio.- Eu falo deixando escapar um riso, ele abre os olhos e revira os olhos, ele pega novamente o controle da TV que estava ao lado do seu corpo deitado no sofá e sua atenção agora é na TV que mostra diversos filmes e séries.

— Vamos assistir It a coisa 2.- Ele fala me fazendo lembrar do palhaço que há no filme, infelizmente eu olhei o primeiro e quase desmaiei de tanto medo, eu tenho trauma de palhaços, desde a primeira e única vez em que fui a um circo com appa, eu lembro até hoje de eu berrando e agarrando o braço de appa era muito ruim o medo que percorria em meu corpo naquele dia, e por causa de um palhaço engraçado que para mim até hoje é a coisa mais assustadora que existe.

— Yoongi não, eu não curto palhaços assassinos e nem os que são "engraçados".- falo fazendo aspas com as mãos deixando Yoongi todo confuso, eu mordo o lábio inferior e o solto após sentir dor por estar apertado demais entre meus dentes.

— Tenho trauma de palhaço, desde a primeira vez em que fui a um circo com meu pai, foi horrível cara eu lembro até hoje de eu gritando que ia morrer  se ele chegasse mais perto de mim, aí quando fui olhar o It a coisa, o primeiro filme eu quase desmaiei, eu não sei sabe mais minha pressão cai e eu fico tensa demais e acabo gritando horrores de tanto medo que eu tenho. Nunca entendi isso sabe, mais eu tenho um medo muito estranho com esses caras.- balanço a cabeça em tentativa de afastar as memórias dos meus "surtos" com esses caras.

— De palhaço?, Eles são as coisas mais engraçadas para as crianças, e você tem medo deles?.- Eu afirmo engolindo em seco, Yoongi franzi a testa me deixando um pouco nervosa.

— Hoseok tem medo de barata acredita?, Ele fala que elas são o motivo de acabar com a pose de macho dele.- Yoongi fala me fazendo rir demais, tanto que minha barriga chega a doer, apesar de não conhecer o tal de Hoseok é a coisa mais ridícula, é uma barata, tá certo que é nojento mais que mal ela faria para alguém?.

— É ridículo ter medo de barata Yoongi.- Eu falo acalmando minha respiração que estava agitada devido a crise de riso.

— Da mesma forma que você tem medo de palhaço, é ridículo.- Ele fala dando risada do meu medo de palhaço.

— Você é um palhaço sabia?.- Ele cessa o riso me encarando seriamente.

— isso significa que você tem medo de mim ____-ah?.- Ele pergunta me deixando sem argumentos, aish que idiota.

— Óbvio que não seu bobão.- Eu falo dando um peteleco em sua testa, ele não se mexe ou sequer move um músculo, ele apenas fica me encarando seriamente e juro que seu olhar está mais sério que o normal e isso me deixa com um pouco de medo vê-lo me encarar desta forma.

— tá bom Yoongi agora você tá me deixando com um pouco de medo, pode parar de me encarar assim?.- Ele simplesmente ri da minha cara e eu cruzo meus braços acima do colo, eu hein que brincadeira mais sem graça.

— Sua reação foi a melhor ____.- Ele diz ainda rindo da minha pessoa.

— Eu devia te bater.- Eu falo o encarando seriamente, ele funga e volta a me encarar após parar de rir.

— Á ____.... Eu sei que você não teria coragem de me bater.- Ele fala esfregando seu dedo em seu olho esquerdo. A mais eu não acredito que ele tá duvidando de mim.

— Não duvide de mim Yoongi.- Eu falo me dando por vencida, já Yoongi me encara com um sorriso desafiador nos lábios.

— Pois eu duvido de você ____.- Ele afirma mais sei que ele só está testando minha paciência.

— Não quero ter que acordar Jungkook para carregar você desmaiado até seu quarto.- Eu afirmo jogando minha cabeça para trás a encostando na guarda do sofá.

— Sei que você não tem força suficiente para me fazer desmaiar.- Ele fala me provocando, céus Yoongi não perde uma de zoar com minha cara, mais isso não vai ficar barato.

— Min Yoongi, Min Yoongi.... Você tá brincando com quem não deve.- Eu falo voltando a encarar o mais velho ainda deitado no sofá que tem estampado em sua face um sorriso descarado no canto dos lábios.

— Eu sei muito bem com quem estou brincando.- Ele fala enquanto sua destra retira um fio de cabelo rebelde que atrapalhava sua visão. Eu reviro os olhos dando um soco fraco em seus ombros para o mesmo parar de me encomodar, mais ele apenas ri me devolvendo um peteleco em minha testa.

.

.

.

.



Notas Finais


Dingon bels dingon bels dingon Din nanraran- QQ
Até amanhã amores de Shay<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...