1. Spirit Fanfics >
  2. Where are you? >
  3. O sumiço

História Where are you? - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Mais uma fic que estou repostando.
Leiam as notas finais.
Boa leitura.

Capítulo 1 - O sumiço


Fanfic / Fanfiction Where are you? - Capítulo 1 - O sumiço

Tom estava em seu escritório, segurando uma caixinha em suas mãos. Faziam 2 anos que ele havia vencido a guerra e se tornado o Ministro da Magia, e precisava admitir que o mundo mágico estava melhor do que nunca. Ele havia mudado leis para bruxos mestiços e nascidos trouxas pudessem entender e se adaptar a cultura mágica. 


Mas o feito que mais o trazia orgulho foi a liberação de "magia negra", que ainda era vista por poucos como algo das Trevas. Entretanto após Riddle mostrar a verdadeira essencia da Magia, muito se interessaram em aprender mais e sua primeira lei implementada foi ensinar todo tipo de magia em Hogwarts, para que as crianças no futuro possam pratica-la sem medos ou preconceitos. 


Ele se sentia satisfeito com as mudanças por meio de sua gestão e realmente queria mostrar que as mais diversas mentiras contadas sobre ele eram apenas isso, mentiras


Mas nada disso seria possível sem o amor de sua vida, que havia ficado do seu lado quando sua sanidade já era bem questionavel. Ele havia se tornado um refúgio e sua âncora, quando ele estava ponto de perder o controle, o menino o acalmava e demonstrava todo o seu amor para com ele. 


Depois de muita insistência do mesmo, o Lorde das Trevas se rendeu à um psicólogo magico, com o qual ele estava tratando seus traumas e dores. Sua saúde também havia melhorado, ele passava menos estresse e raiva, já que seu pequeno sempre o chamava no final da tarde para fazer algo, desde uma caminhada, até ir em um show de música no mundo trouxa - ele havia adorado, mas nunca admitiria. 


E desde então, seu maior desejo era construir uma família com seu pequeno, e esse era o primeiro passo. Ele já estava a semanas planejando o pedido de casamento perfeito, e estava quase na hora de começar seu plano. Havia pedido a ajuda de Narcisa e Draco Malfoy, já que o mesmo era muito amigo de seu menino. 


Haviam estipulado esse final de semana para tudo acontecer e Voldemort não poderia estar mais feliz e nervoso. Finalmente Harry deixaria de ser Potter, para se tornar um Riddle. Mas a história desses dois era muito mais antiga do que se imaginava. 


Uma profecia dizia: 


"O menino cujos pais morreram cedo. 

Será a esperança de um povo contra as trevas. 

Mas o raio do amor, transformará tudo em bom novamente. 

O bom se tornará mal, enquanto o mal voltará a ser bom. 

E o coração do pequeno menino, tirará todo o sangue da guerra." 


E assim foi feito, Dumbledore havia lido a profecia assim que o menino Potter havia nascido, mas sabendo que o Lorde não matava crianças, foi ele mesmo até Lilian e James, naquela noite ele havia tentado matar o bebê, mas não percebeu que a profecia também falava dele -"o bom se tornará mal". 


O menino cresceu vivendo uma mentira, mas quando o Lorde mandou uma carta explicativa e um vidrinho com suas lembranças, ele viu que na verdade o Lorde estava em sua casa quando descobriu que os Potter haviam morrido. 


Não havia sido ele. 


E com o tempo, ele percebeu que quem havia estado lá e contado "a história" havia sido seu amado diretor, que na verdade era um traidor. Havia ido conversar diretamente com o Lorde, mas ao chegar lá se deparou com Tom Riddle em toda a sua glória. 


Conversaram e Harry pode finalmente ver suas lembranças de bebê daquela noite. Dumbledore gritando pm seus pais, Lílian se jogando em seu berço para o salvar e o Abada Kedabra que devia ter o matado. 


Depois daquele dia, Harry e Tom se encontravam sempre para conversar, tomar café ou até mesmo passear. E com o tempo o sentimento floresceu, eles começaram a namorar e logo o Lorde venceu a guerra, mostrando a todos as mentiras do velho. 


E lá estavam eles, com quase 3 anos de namoro. Mas Tom queria mais, ele queria Harry ora toda a eternidade, principalmente depois do menino perder a amizade do Wesley e da Granger, que haviam gritado e xingado o menino, o chamando de traídor e vadia das Trevas. 


Mas eles não esperavam descobrir toda a verdade sobre as mentiras do velhote, e tentarem se redimir com Harry, que não havia os perdoado. Era sempre assim, eles se voltavam contra o menino sem nem o deixar explicar, e desde que havia perdido a amizade dos outros, Neville Longbottom havia se aproximando de Harry. 


Ele sempre aparecia na mansão para conversar com o menino, e havia sido crucial para o pedido de casamento perfeito do Lorde. Ele havia pedido para o menino Malfoy chamar Harry enquanto ele conversava com seus comensais. 


-- Lucios, preciso que supervisione a construção do novo hospital -- Ele dizia enquanto analisava os papéis, era uma reunião importante, e seus antigos comensais, que agora trabalhavam no ministério, estavam todos ali -- E Snape, como andam as poções para tratamento? 


-- Estão indo muito bem, meu Lorde -- Ele disse entregando o relatório para o mesmo -- Só irei precisar de alguns ingredientes para as du- 


Ele não conseguiu terminar, a porta foi aberta com tudo, revelando Draco com os olhos em lágrimas enquanto segurava um papel na mão. 


-- Isso são modos Draco -- Lucios repreendeu o menino, que o ignorando, andou rápido até Tom. 


-- Quando eu cheguei lá, as roupas dele haviam sumido e só havia essa carta em cima da cama. -- Ele disse entregando o papel para Riddle, que estava começando a entrar em pânico. 


" Tom,

Me desculpe pelo que estou fazendo, mas eu preciso de tempo. Eu tenho vivido um dilema interno muito grande, e preciso me afastar de tudo e de todos para pensar. 

Os últimos anos ao seu lado foram os melhores que eu já vivi, e me sinto muito grato por tudo o que você fez por mim, mas é a hora de dizer adeus. 

Eu não sei quando voltarei, e peço que nao me procure, eu irei para um lugar onde nao quero ser encontrado. 

Seja o homem incrível que você é, e ajude o Mundo Bruxo a se tornar um lugar cada vez melhor, porque você é incrível e as pessoas precisam ver isso. 

Eu sempre te amarei, 

Harry." 


Tom derramava lágrimas sem ao menos perceber, o grande amor de sua vida havia o deixado sozinho. 


-- Você sentiu alguma presença mágica no quarto? -- Ele disse já consumido pelo pânico. 


Naquele momento o rosto de Draco se tornou expressivo, ele havia sentido, apesar de muito fraco, a presença de mais de uma pessoa. -- Chame Neville Longbottom, ele deve saber o que aconteceu -- Draco disse e correu para o quarto, sendo seguido por Tom e os comensais. 


-- Faça o feitiço para assinaturas magicas -- Tom obedeceu o herdeiro Malfoy e no mesmo momento percebeu que além da Magia de seu amor, uma magia estranha se encontrava no quarto -- Isso não está certo. 


Notas Finais


2 das minhas fanfics foram excluídas por ferirem as diretrizes do Spirit.
Eu estou chorando agora é estou completamente desanimada para escrever.
Me desculpem por qualquer coisa. Bjs

Merlindinha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...