História Where Devil's Hide - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Adelaide Kane, Daniel Gillies, Lucifer, Supernatural, The Originals, The Vampire Diaries, Tyler Hoechlin
Personagens Adelaide Kane, Alaric Saltzman, Caroline Forbes, Castiel, Crowley, Damon Salvatore, Daniel Gillies, Davina Claire, Dean Winchester, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Jackson Kenner, Jeremy Gilbert, Joshua "Josh" Rosza, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Lucifer Morningstar, Marcellus "Marcel" Gerard, Matt Donovan, Mikael, Mikael Mikaelson, Personagens Originais, Sam Winchester, Stefan Salvatore, Tyler Lockwood, Vincent Griffith
Tags Adelaide Kane, Elijah, Elijah Mikaelson, Freya Mikaelson, Hayley, Hayley Marshall, Hope, Hope Mikaelson, Klaus, Klaus Mikaelson, Kol, Kol Mikaelson, Mikaelson, Niklaus, Rebekah, Rebekah Mikaelson, Sobrenatural, Supernatural, The Originals, Vampiros
Visualizações 38
Palavras 4.854
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - -The lull before the storm-


"Seus tios vão voltar quando mesmo?" Perguntou Landon desviando o olhar do filme, encarando a namorada que estava com os olhos lacrimejando "Oque houve? Por que tá chorando, está tudo bem?!"

"Eles dois são tão lindos juntos..." murmurou ela encarando a cara incrédula do namorado. Ela não poderia estar chorando pelo filme, poderia? "Oque você perguntou mesmo?"

"Deus... Quando seus tios vão voltar?" Perguntou ele puxando ela para se deitar nele a abraçando e voltando a atenção ao filme, simplesmente entediante, Diários de Paixão.

"Daqui a dois dias" disse ela se ajeitando nos braços dele "Por que?"

"Sua tia falou que iria voltar no domingo, não sabia que era o outro domingo" disse ele vendo a namorada sorrir enquanto revirava os olhos.

"Você está com saudades dela, né?" Disse ela vendo o namorado mesmo no escuro corar olhando para o filme atentamente.

"Não, é que... estava precisando conversar com ela" disse ele vendo a namorada arquear a sobrancelha "Não me olhe assim, é um assunto que só ela me entenderia"

"... tudo bem" disse ela voltando a atenção ao filme. Ela percebeu a aproximação do namorado com a tia na semana anterior do casamento, ela sabia oque o Landon passava em casa e Adelaide o acolheu de uma forma que... Hope via nos olhos dele que ele não só via ela como tia ou tia de sua namorada. E sim como uma mãe.

"Meu pai convenceu o meu tio de fazer uma viagem com minha tia, falando que se o tio lu aparece-se ligaria na mesma hora. Então minha tia fez outras pulseiras do Hollow para que possamos ficar juntos durante essa semana, e agora os dois estão aproveitando a lua de mel nas praias de Bahamas" disse ela vendo ele murmurar um "Espero que pelo menos que ela traga uma lembrancinha". Rindo ela se virou para ele e deu um selinho nele "Oque eu espero é que eles tragam primos já a caminho..."

"Você e esses primos..." Riu ele os virando no sofá a fazendo rir tambem, encarando aquelas orbes azuis não pode de conter o sorriso bobo "Estou com inveja deles mesmo que eles ainda sejam inexistentes"

"Por que?" Disse ela um pouco confusa vendo ele se aproximar dela quase colando os rostos deles.

"Porque... eles pelo menos vão conhecer desde do primeiro minuto de vidas deles" disse ele vendo ela corar, se aproximando um pouco mais para selar os lábios em um beijo apaixonado.

"Bem pombinhos fofos, desculpa interrompelos mas já são 21:34" disse Kol aparecendo ligando as luzes fazendo vendo os dois deitados no sofá "Hãmmm... Oque vocês estão fazendo?!"

"Pelo o amor de Deus" Sussurou Hope cobrindo o rosto enquanto Landon corava forte paralisado em cima dela "Nada tio Kol, nada aconteceu!"

"Pelo o amor de Deus eu que digo!" Disse Kol vendo o garoto se levantar de cima da sobrinha, procurando os sapatos "Seu pai disse até as 21:00 em ponto e como eu, um excelente tio, deixo mais uma meia horinha para os dois e vocês me fazem isso, no meu turno!?" Disse ele com a mão na cabeça dramaticamente, vendo a sobrinha tentar falar algo mas a atrapalhou "Nik saiu daqui somente pai e sogro e vai voltar como pai, sogro e avô. Meu deus, ele vai me trancar num caixão por um milênio por deixar isso acontecer!"

"Tio Kol!" Disse Hope um pouco mais alto chamando a atenção de seu tio "Não aconteceu nada, mesmo que eu quisesse mas nada aconteceu..." disse ela olhando para Landon que já estava vermelho antes agora piorou.

"Hope!" Disse Landon vendo a namorada sorrir para ele piscando fazendo ele bufar, olha a garota que ele foi se apaixonar...

"Bem, vocês vão ficar me devendo essa" disse Kol puxando o celular e mexer nele "Mas sério seu pai tá vindo, então se despede dele"

"Está bem..." Suspirou Hope indo ao namorado dando um beijo rápido que respondeu ao beijo "Tchau, humano estranho" disse ela vendo ele revirar os olhos divertido.

"Tchau, tíbrida" disse ele vendo ela sorrir, mas logo ele arregalou os olhos fazendo ela desmanchar o sorriso.

"Que horas são?" Disse Landon olhando para Kol que levantou o olhar do celular curioso.

"São agora 21:47, por quê?" Perguntou Kol escutando a batida acelerada do coração do garoto. Oque deixaria o garoto tão nervoso rapidamente?

"Eu tenho que ir" disse ele dando um selinho em Hope e saindo dali rapidamente ao ponto de correr.

Passando pelo pátio rapidamente, ele dá de cara com Klaus que tinha uma cara irritada por ver o garoto ali mas ele não ligou. Acenando para o loiro e saindo dali rapidamente o mais rápido possível, rezando no meio do caminho de casa que ele já estivesse dormindo. Ainda no complexo, Klaus ficou confuso ao ver o garoto tão nervoso, o mesmo nem paralisou, engoliu seco ou tentar se justificar sobre estar ainda ali ao ver ele... Tinha algo de errado.

"Oque houve com o carrapato?" Perguntou Klaus vendo Kol aparecendo também curioso sobre a tensão de Landon.

"Eu não sei..." disse Kol vendo Hope aparecer no pátio sorrindo de leve para o pai, caminhando até ele dando um beijo na bochecha do mais velho "Pirralha, oque deu no seu namorado?"

"Ele..." ela se interrompeu ao encarar seu pai que também estava curioso, mas ela não podia contar... Não agora "Eu não posso falar"

"Por que não?" Perguntou Klaus cruzando os braços encarando a filha que engoliu seco.

"Porque... Nem eu sei direito, mas é algo sobre a família dele" disse ela vendo seu pai assentir mesmo não estando muito contente com a resposta "Bem boa noite, amanhã eu só tenho o primeiro horário de aula"

"Essa história tá mal contada..." Murmurou Kol vendo a sobrinha subir as escadas, encarando Klaus que parecia um pouco pensativo "Alguma coisa sobre o coisa ruim?"

"Nada ainda... mas as bruxas ficaram muito tensas ao eu entrar na área delas, falando que a nossa familia trouxe a terra oque era para ser mantido no inferno" disse Klaus vendo Kol ficar um pouco mais sério.

"Então funcionou? O coisa realmente tá na terra?" Disse Kol vendo o irmão assentir fazendo ele sentir o corpo todo arrepiado "Misericórdia, até me arrepiei..."

"Por que o garoto estava aqui até agora?" Perguntou Klaus vendo Kol sorrir amarelo para ele dando um passo para trás.

"Eu só... dormi?" Disse ele vendo Klaus revirar os olhos dando um passo na direção dele "Lembre-se que prometeu a Elijah que não iria punir a gente até que ele volta-se!"

"Eu não vou te punir, cabeça oca" disse Klaus vendo o outro franzir o cenho, as vezes o mais novo era muito irritante "Só iria te entregar isso..."

"Que seria?" Disse ele pegando a pequena caixa branca.

"Eu não sei e nem quero saber, foi davina que te mandou" disse Klaus subindo as escadas vendo o irmão o encarando confuso "E sinceramente não quero saber da vida sexual dos dois... Então boa noite"

"Boa noite..." disse o Moreno desfazendo o laço branco, a curiosidade do que Davina possa ter mandado para ele por meio de Klaus fez o sangue dele gelar por algum motivo.

Ao retirar a tampa da caixa ele franziu o cenho ao ver oque tinha ali dentro, retirando o palito ele analisou o objeto estranho vendo ali dois rabiscos. Como se o mundo tivesse parado, ele paralisou deixando a caixinha cair ainda olhando para o palito de queixo caído.

"Mentira..." disse ele alguns minutos antes de dar um sorriso brilhante... e cair no chão.

------------------------

Caminhando entre os corredores, Hope para em seu armário para colocar seu material ali já acabando o dia letivo. Mas ao terminar de colocar suas coisas ali dentro uma mão fecha seu armário bruscamente a assustando fazendo ela dar um pequeno pulo. Vendo o loiro sorrindo galanteador ela revirou os olhos desgostosa cruzando os braços. 

"Oque foi agora, Roman..." disse ela vendo o olhar ferido do garoto, as vezes ela se pergunta se ele fez aula de cinismo.

"Estou magoado com isso, princesa" disse ele tentando colocar a mão no rosto dela mas ela recuou fazendo ele recuar sorrindo um pouco "Eu só queria te pedir para ser minha acompanhante no baile de outono"

"Obrigada mas não, já tenho acompanhante" disse ela vendo ele rir debochado fazendo ela fechar a cara, como ela queria fazer ele parar de rir.

"E quem seria? Um idiota qualquer da escola?" Disse ele se aproximando dela fazendo ela recuar "Você possívelmente vai ser a rainha do baile e eu vou ser o rei... Não acha que devemos ficar juntos?"

"Não, não acho e pouco me importo com isso" disse ela vendo ele fechar a cara fazendo ela sorrir cínica "Aliás... Eu tenho namorado"

"Namorado? E quem seria o seu namorado?" Disse ele vendo ela revirar os olhos tentando sair dali mas ele seguro o braço dela a prendendo ali "Você não respondeu, princesa"

"É melhor soltar a princesa antes que eu faça você soltar..." disse Landon aparecendo fazendo Roman sorrir para ele soltando Hope soltou a respiração.

"E quem você pensa que é para isso?" Disse olhando o moreno de cima a baixo com cara de desgosto "Atendente

"Eu sou o namorado dela" disse vendo o loiro rir muito humorado, mas ele parou quando viu o olhar sério do Kirby.

"Então ficou com o atendente de lanchonete? Do que a mim?" Disse Roman indignado vendo Hope ignorar ele e caminhar até Landon "Olha quem ele é Hope, ele é um zé ninguém!"

"Vamos indo" disse Landon caminhando com Hope deixando o loiro falando sozinho.

Roman se sentiu ridicularizado ao ver aquele garoto o deixar assim, como se ele fosse nada. Então correu atrás dele e o empurrou fazendo ele ir ao encontro do chão. Landon respirou fundo enquanto se levantava para encarar o loiro que tinha um sorriso arrogante na boca.

"Eu não vou brigar cara" disse Landon vendo um grupo de alunos ao redor deles. Hope tinha um olhar preocupado mas ela não podia fazer nada.

"Então você vai apanhar" disse Roman caminhando até ele mas Landon foi mais rápido e empurrou o loiro no chão com força.

"Vou dizer mais uma única vez... Eu não vou brigar" disse calmo olhando para baixo vendo o olhar furioso do loiro, levantando o olhar viu o diretor caminhando até eles.

"Mas oque está havendo aqui?" Perguntou Alaric vendo o círculo e os dois garotos no meio "Os dois na minha sala agora!"

"Mas..." Hope foi interrompida por Landon que negou com a cabeça com um sorriso mínimo antes que seguisse o diretor junto com o loiro "Eu vou acabar matando aquele garoto, um dia..."

---------------------------

"Como foi a escola filha?" Perguntou Hayley vendo a filha levantar o olhar do prato de comida olhando para ela.

"Foi... Bem, nada além do normal" disse ela vendo a mãe levantar o a sobrancelha duvidosa. Hope estava silênciosa demais desde que chegou da escola "Quer dizer, Landon foi para a diretoria hoje"

"Eu sabia que ele não era bom o suficiente..." Murmurou Klaus parando de comer vendo a filha negar.

"Não! Landon não fez nada de errado" disse ela ouvindo Kol murmurar algo como "Logo agora que eu pensei que ele fosse maneiro". Revirando os olhos divertida para o tio "Ele até me "salvou" de um garoto idiota que está me perturbando a tempo"

"Mesmo?" Disse Freya vendo a sobrinha assentir meio triste.

"Ai esse garoto deu em cima de mim, eu falei não, aí ele me segurou e Landon veio e o parou. Mas o babaca veio logo atrás e o empurrou...  porém Landon o empurrou de volta falando que não iria brigar mas aí o Alaric veio e mando os dois para a diretoria" disse Hope suspirando dando mais uma garfada na comida.

"Alaric sempre acaba com tudo na melhor hora" disse Kol vendo o olhar de Davina o fazendo se calar.

"Por que não me falou isso antes? Eu poderia muito bem acabar com esse garoto..." Disse Klaus meio aborrecido por algum garoto mexer com sua filha mesmo ela dizendo não. 

"Ainda não é a hora, papai" disse ela sorrindo para o loiro que arqueou a sobrancelha "Mas se for para acabar com Roman... vai ser eu mesma"

"Essa é minha garota" sussurrou Klaus mas ao ver o olhar de Hayley ele olhou para Hope sério "Mas mesmo assim, vou conversar com Alaric..."

"Está bem" disse ela sorrindo de leve, ela sempre imaginou que um dia ela poderia ter um jantar normal com sua família. Bem... pelo menos meio normal para uma família não muito normal.

----------------------

Chegando o final de semana, Elijah e Adelaide retornaram de sua lua de mel mesmo eles não querendo mas já estava na hora deles voltarem. Chegando ao complexo, os dois estranharam que tudo estava silencioso e quieto. 

"Estou achando que nós dois que movimentamos esse lugar" disse Adelaide vendo Elijah assentir com um sorriso leve.

Mas ao acabar de terminar de falar um corpo pequeno, do tamanho dela na verdade, de cabelos ruivos e cheiro de framboesas fez Adelaide sorrir. Se afastando com um sorriso enorme, Hope beijou a bochecha da mais velha e logo a abraçou de novo.

"Já estava com saudade" disse Hope ainda a abraçando, era impressionante o como que em menos de um mês as duas estejam tão próximas. 

"Eu também estava, bruxinha" disse Adelaide se afastando um pouco de Hope com um sorriso.

"Vejo que eu não faço falta" disse Elijah num tom falso de chateação fazendo Hope e Adelaide rirem. Caminhando até o tio, Hope o abraça apertado.

"Também senti sua falta, tio Elijah" Disse ela beijando a bochecha dele que sorria de leve beijando a testa dela.

"Também senti falta, Hope" disse ele olhando ao redor ainda meio curioso, cadê o resto? "Mas cadê o seu pai e tios?"

"Bem..." Hope foi interrompida por Rebekah que entrava correndo até eles abraçando o irmão. 

"Eu sabia que era o seu carro!" Disse ela soltando o irmão que riu da maneira exagerada da irmã "Então como foi a lua de mel?"

"Rebekah..." Elijah tentou argumentar mas outros dois corpos o abraçou apertado fazendo ele franzir o cenho mas ao ver quem era ele soltou uma risada "É bom vê-los também, irmãos"

"Elijah, pela primeira vez na vida eu vou te dizer isso então guarde... que saudade de seus discursos éticos!" Disse Kol dramático fazendo o irmão revirar os olhos divertido "É sério! A casa estava um silêncio e não tinha ninguém para eu pertubar"

"É bom tê-lo de volta irmão, não estava mas aguentando Kol" disse Klaus suspirando aliviado vendo o mais velho sorrindo para ele "Então, a lua de mel?"

"Foi... boa" disse olhando para Adelaide que estava conversando animada com Hope e Rebekah.

"Somente boa?" Disse Kol sorrindo malicioso vendo Elijah bufar com o qual entrometido o seu irmão mais novo é.

"Kol, não vou e nem quero compartilhar sobre a minha lua de mel com a minha esposa" disse Elijah sério vendo o mais novo assentir dando de ombros. 

"Tudo bem, converso com Rebekah que vai falar com Adelaide e melhor ainda que eu posso ganhar detalhes talvez constrangedores como... você de sunguinha" disse Kol sorrindo presunçoso caminhado até as garotas. Elijah revirou os olhos mas não pode conter o sorriso, ele sentiu falta dos loucos e imperativos de seus irmãos.

"Cadê a nossa irmã, Freya?" Disse Elijah não vendo a loira mais velha ali.

"Ela foi em busca do nosso irmão a um dia atrás, por isso estávamos fora" disse vendo Elijah assentir olhando para as garotas com um sorriso "Está com um rosto radiante e sereno irmão, tem certeza que não quer compartilhar?"

"Não, Niklaus, tenho certeza disso" disse Elijah sorrindo malicioso vendo o irmão rir enquanto pegava a mala do irmão "Niklaus, ele apareceu?"

"Ainda não..." disse Klaus sério vendo o outro assentir cruzando os braços. Ele analisou um pouco o irmão que tinha um olhar bastante atento em Adelaide, Elijah tinha uma aura mais escura desde a partida dele e isso era meio claro se prestar atenção mas Klaus ignorou isso falando para si mesmo que isso era mais uma paranóia dele "Vem, temos muito oque conversar"

"Sim, temos" disse Elijah acompanhando o irmão, até o seu quarto onde tudo ainda estava intacto.

------------------------

"Kol já te falei, não vou falar nada sobre oque aconteceu" disse Adelaide vendo o Mikaelson mais novo bufar revirando os olhos.

"Desde que se casou com o meu irmão tem ficado mais parecida com ele" disse Kol vendo Adelaide pegar o copo da mão dele e dar um gole.

"Oque aconteceu em Bahamas ficou em Bahamas" disse ela com um sorriso cínico vendo ele assentir curioso. Oque será que aconteceu nessa viagem?

"Agora fiquei mais curioso, tenho certeza que no seu celular tem uma foto do Elijah de sunguinha... depois vou ver" disse Kol emburrado vendo a outra rir da maneira infantil dele, ela achava que ele estava brincando... "Ei, saindo desse assunto... eu queria falar algo com alguém e você é perfeita parece algo, que é muito importante para mim e que-e... não, sim? É eu tenho que compartilhar então... Deus!" disse se embaralhando nas palavras logo rindo de nervoso.

"Oque seria?" Disse ela vendo como o Mikaelson ficou um pouco nervoso rapidamente. Segurando as mãos trêmulas do Original que mordia o lábio ansioso o olhando nos olhos "Kol... mantenha a calma, e me fala oque aconteceu"

"Eu..." Suspirou fechando os olhos encarando as mãos e logo levantando o olhar para a cunhada "Davina na verdade... descobriu algo" disse Kol rindo de nervoso vendo a outra arquear a sobrancelha, oque será que Davina descobriu "Eu queria saber se realmente é possível que..."

Kol foi interrompido por alguém entrando no cômodo, se virando eles viram Landon parado na porta com a boca aberta. Recuando um passo, o mais novo sorriu amarelo enquanto corava de leve.

"Foi mal eu não queria atrapalhar a conversa..." disse Landon consertando o óculos escuro. Ele não estava conseguindo enxergar com aquilo mas era necessário. 

"Landon?" Disse Adelaide sorrindo um pouco se levantando até ele, que mesmo com os óculos ele se surpreendeu e deu um sorriso maior para a mais velha. O abraçando apertado, ela o soltou vendo o mesmo "Vejo que Klaus não te matou..."

"Ainda não" disse Landon vendo ela negar enquanto olhava para aqueles óculos curiosa "Conjuntivite, não quero passar para ninguém"

"Mas vampiro não pega conjuntivite" Disse Kol irônico vendo o outro engolir seco gaguejando uma resposta. 

"S-sabe, acabei de sair do trabalho e Hope não é vampira ainda" disse ele vendo a mais velha agora o olhar para ele mas assentiu "E eu senti saudades... muitas mesmo!"

"Eu também" disse Adelaide sorrindo para o mais novo passando a mão na bochecha dele. Ela sentiu falta dele, ele era como um filho para ela e... ela como mãe ficou preocupada com ele "Vem, eu trouxe algo para você"

"Mesmo?!" Disse Landon animado vendo ela o guiar para fora deixando Kol ali indignado. Ele chegou primeiro para ter a atenção de Adelaide...

"Não trouxe nada para mim, não?!" Disse os seguindo pelos corredores, esquecendo completamente do foco do que ele iria falar com ela.

--------------------------

"Eu pensei que iríamos jantar fora" Sussurrou Landon para a namorada que o guiava para a sala se jantar do complexo.

"Os planos mudaram quando meus tios chegaram mais cedo" disse ela vendo ele suspirar tenso, era claro que ele está tenso "Não precisa ficar assim..."

"Claro que não, só estou jantando junto com a família da minha namorada com o qual o pai dela não gosta muito da minha cara" disse ele sarcástico vendo o olhar sério de Hope cruzar os braços.

"E você com essa "Conjuntivite" instantânea..." Retrucou ela vendo ele bufar em derrota, vendo ela beijar a bochecha dele sorridente entrelaçando os braços com os dele entrando no cômodo 

"Vejo que ficou para o jantar" disse Klaus já  sentando na mesa vendo o carrap... genro, ao lado de sua filha se aproximando "Mas não sei se você gostaria do cardápio..."

"Cardápio?" Disse Landon vendo Hope revirar os olhos olhando para o pai que sorriu para ela piscando para ela.

"Sim, Coração ao molho de vinho tinto" disse Klaus sorrindo vendo Lando arregalar os olhos por um momento engolindo seco.

"Niklaus" disse Elijah entrando junto com a Adelaide que olhava para Klaus repreensiva mas sorrindo "Por favor, não aterroriza o rapaz..."

"Mais do que já aterrorizou?" Disse Kol roubando a taça de vinho da esposa, que o olhou afiado mas ele beijou o lado de sua cabeça  "Sem álcool para você, querida"

"Comecemos esse jantar" disse Klaus vendo todos assentados na mesa, encarando o rapaz que suspirava algo para Hope a fazendo rir. Mas ele não estava escutando fazendo ele franzir o cenho.

"Klaus, é feio tentar escutar a conversa dos outros" disse Rebekah vendo o irmão a olhar mortalmente.

"Vejo que meu presente vai ser bastante apreciado" disse Adelaide piscando para Landon que sorriu para ela. Olhando para o colar que ela deu para ele, era simples, somente tinha um dente de tubarão enfeitiçado... não perguntem como eles conseguiram aquele dente.

"Lembre-se que fui eu que dei a ideia" disse Elijah pegando na mão de sua esposa, vendo ela olhar para ele sorrindo enquanto ele piscava fazendo ela rir.

"Presente para mim ninguém lembra..." disse Kol vendo Elijah olhar para ele divertido, era claro que seu irmãozinho iria falar isso.

"Claro que eu me lembrei de vocês" disse Elijah atraindo a atenção de todos, até mesmo dos adolescentes na frente dele "Na verdade, eu e Adelaide ficamos à última semana fazendo essa pequena lembrança..."

"Hope..." Tentou Landon acalmar a namorada que estava com os olhos vidrados nos recém casados com um sorriso de orelha a orelha "Muita calma não é..."

"Não acredito!" Disse Hope contendo um gritinho quando apertou as mãos de Landon que fez uma careta pela dor na mão "Eu te falei Landon! Eu te falei que..."

"Fizemos mais colares" disse Adelaide interrompendo Hope com um sorriso um tanto consolador. A mudança drástica de humor da Hope que voltou a sentar na cadeira de queixo caído incrédula olhando para o casal. Como eles puderam fazer isso com ela?

"Obrigado" disse Hope ainda em choque corando quando viu seu tio segurando a risada que logo saiu. Não achando graça, estalou os dedos fazendo o mesmo se engasgar "Não estou achando graça..."

"Hope, mesmo que seja um desejo enorme para você e muito mais para mim, ainda não é a hora... não são tempos bons para uma criança" disse Elijah vendo a sobrinha suspirar assentindo sorrindo de lado.

"Não tudo bem, só que vocês me iludiram de uma forma que até agora eu tô chocada..." disse Hope fazendo todos rirem, menos Hayley que forçou um sorriso.

"Landon poderia..." disse Klaus insinuando o óculos escuros que o garoto usava que engoliu seco sorrindo nervoso "Gostaria que tirasse enquanto estivessemos na mesa"

"E-eu não posso tirar, conjuntivite" disse vendo o Híbrido o olhar cético, se olhar matasse... estaria a oito palmos abaixo da terra.

"Conjuntivite instantânea..." disse Hope cruzando os braços encarando o namorado que suspirou implorando para ela não fazer aquilo. 

Suspirando vendo os olhares de todos ele xingou baixo vendo Adelaide o olhar repreendendo, tirando os óculos lentamente ele ouviu alguns suspiros. Os olhares perplexos anunciando que o roxo no olho esquerdo ainda se fazia presente, ele sabia que essa seria a reação de todos e não queria explicar o porquê tem o olho roxo para a família da namorada. Mas ao ver o olhar de Adelaide, Hope e Klaus com sentimentos diferentes querendo explicações. 

"Olha eu..." Landon foi interrompido por Adelaide que com a velocidade o levou para um outro cômodo. Com o estômago revirando junto com a tontura ele viu Adelaide o olhar com os braços cruzados "Posso explicar..."

"Rápido" disse Adelaide vendo o menor engolir seco, ele sabia que o resto da família já estava ali também mas ele não tinha medo deles naquele momento.

"Foi o Roman, não foi?!" Disse Hope vendo o namorado a olhar com os arregalados balançando a cabeça "Eu sabia, eu juro que mato aquele filho de uma..."

"Hope!" Repreendeu Klaus e Elijah ao mesmo tempo vendo a Mikaelson mais nova bufar, olhando para o namorado que até agora não desviou o olhar de Adelaide.


"Não foi o Roman, nem os amigos dele" disse vendo o olhar de Hope ficar confuso, suspirando ele olhou para os mãos "Foi o Clark..."

"Tá bom, mas quem é Clark?" Disse Kol cruzando os braços arqueando a sobrancelha. Vendo o olhar de Rebekah e Davina ele sorriu amarelo ficando quieto.

"Espera, seu pai? Ele que fez isso?" Perguntou Hope se aproximando vendo o namorado a olhar sério.

"Ele não é meu pai!" disse Landon suspirando irritado, Hope sentou ao lado dele o abraçando de lado vendo ele tenso o fazendo sorrir de leve  "Só é um babaca que minha mãe não enxerga"

"Mas deve ter uma razão para que esse Clark tenha te batido" disse Klaus irônico vendo o rapaz o encarar. Olhando nos olhos dele, por um momento ele viu uma dor que ele sentiu a mil anos atrás...

"Ele me repreendeu simplesmente porquê não ter dado para ele o meu dinheiro, que eu trabalhei para ganhar. Ou seja porquê eu tenha voltado após o horário dois dias atrás, por ter entrado na frente da minha mãe para que ele não batesse nela. A vários "motivos" que ele possa ter feito isso, talvez ele até me bateu por que quis" disse Landon com rancor ao lembrar do padrasto abusivo, a anos que ele tenta abrir os olhos da mãe mas parece que ela quer ver. Mas ele tinha que manter a calma, não poderia levar seus problemas para os Mikaelson assim "Não sei nem o porquê de eu estar falando isso para vocês, com todo o respeito, isso é problema meu e não quero envolver vocês nisso" disse encarando a todos que o olhavam com olhares um poucos chocados "Muito menos você, princesa"

"Você é meu namorado, claro que é problema meu" disse ela dando um selinho rápido nele, ignorando o rosnado do pai.

"Sério, Nik? Ainda" Provocou Rebekah vendo Klaus a olhar mortalmente a fazendo rir baixo.

"Landon..." disse Adelaide atraindo o olhar do adolescente para ela "Sei que isso é assunto seu mas qualquer coisa, pode me chamar que eu terei um conversa com esse Clark" disse séria vendo ele sorrir de leve.

"Ele está precisando dessa conversa mas não quero trazer problemas para vocês, já estão cheios deles" disse se levantando junto com Hope, entrelaçando os dedos com sorrisos bobos no rosto "Eu já vou indo, o jantar estava maravilhoso e desculpa por estragar ele..."

"Que isso, é sempre bom um pouco de drama num jantar" disse Kol sorrindo, logo levando uma cotovelada de Davina o fazendo rir.

"É bom vê-los novamente senhor e senhora Mikaelson" disse piscando para Adelaide que riu boba junto com Elijah que sorriu "E novamente desculpa"

"Vou levar você até a porta" disse Hope caminhando junto a Landon que sorriu. Sabia mais do que nunca que tinha que estar ao lado dele, Always and Forever.

"Niklaus" disse Elijah vendo o irmão pensativo no canto com os braços cruzados, sabia o motivo do irmão está assim "Você se lembrou de Mikael..."

"Não tive como evitar de pensar nele, irmão" disse Klaus saindo dos pensamentos olhando para o irmão que suspirou.

"Percebo que ainda existe homens que sejam tão depravados, como nosso pai"  disse ele colocando a mão no bolso também agora pensativo. Mas ao sentir uma raiva e tensão emergir no corpo olhou para sua esposa que tinha um olhar duro para a lareira "Adelaide..."

"Como que esse... homem, pode encostar no Landon por algo tão banal? Por que estamos deixando que ele volte para casa correndo risco com aquele monstro?!" Disse ele levantando os braços irritada sentindo Elijah se aproximarm. Ela estava com raiva, Landon era seu menino e não permitiria que ele passe por isso.

"Nós iremos resolver isso, está bem" disse dando um beijo na testa dela vendo ela relaxar ao menos um pouco "Landon é um rapaz inteligente e forte, irá resolver isso rapidamente"

"Se ele aparecer com mais um ferimento, eu mesma resolvo isso" disse ela saindo dali bufando irritada, tinha que tomar um calmante ou chá rápido para ela dormir em paz.

"Acalmando a fera, ele" Zombou Klaus colocando bebida para si, vendo o irmão o olhar divertido com a sobrancelha arqueada.

"Tive anos e anos de prática sobre controlar feras, irmão..." disse Elijah vendo o sorriso irônico de Klaus abaixar fazendo Rebekah e Kol rirem.

"Poderia me ensinar o como conseguiu essa habilidade de aguentar Niklaus, irmão" disse uma outra voz fazendo todos se virarem para a porta, vendo Freya e Finn que sorria de leve para eles.

"Finn..." disse Klaus se endireitando vendo o mais velho o olhar.

"Olá, irmãos" disse ele vendo alguns deles zombarem oque ele ignorou "Temos muito oque conversar..."

"A felicidade e paz, o amor infelizmente são momentâneos para todos,

ninguém pode evitar esse ciclo sem fim, principalmente aqueles que não têm fim e

todos os dias de suas vidas amaldiçoadas eles inevitavelmente repetem esse mantra na mente...

Depois da calmaria vem a tempestade..."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...