História Where It all began - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Hailey Rhode Baldwin
Personagens Hailey Baldwin, Luke Hemmings
Tags Haileybaldwin, Lukailey, Lukehemmings
Visualizações 43
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores, aqui esta o capitulo 11, boa leitura ❤

Capítulo 11 - What's going on?


Fanfic / Fanfiction Where It all began - Capítulo 11 - What's going on?

Com movimentos lentos, ele tira a mão da minha calcinha e põe na minha barriga. Tento controlar de novo minha respiração. Jamais senti meu corpo tão energizado antes, mas também pareço estar mais relaxada do que nunca.

- Vou dar um minutinho pra você se recuperar, e se quiser podemos voltar - ele diz, rindo consigo mesmo.

Sinto minha testa franzir. Quero que ele fique perto de mim, mas pareço estranhamente incapaz de dizer qualquer coisa. Me sento e pego ele olhando para minhas costas.

- Oque foi?.. Quero dizer que eu gostei do que acabou de acontecer, nunca tinha sentido essa sensação antes - enfim consigo dizer.

- Eu também gostei de te ver, toda molhadinha para mim, e só de pensar que eu fui o primeiro a fazer você gozar... Porra, meu pau ja fica duro, de novo - ele diz, preciso me acostumar rápido com essa palavras vindo dele.

- Acho que podemos ir, eu to ficando com fome - sorrio para ele, e me levanto pegando minhas roupas, minhas pernas ainda estão bambas.

- Claro, podemos ir sim - ele retribui o sorriso, e se levanta.

- Posso ir com a sua camisa? Nao quero colocar minha roupa - pergunto.

- Claro que pode, to adorando ver você com a minhas roupas - ele pega a blusa e me dar, ajeito minha calcinha e coloco sua blusa e meu tenis - Pode deixa eu levo suas roupas - Luke completa.

- Obrigado - agradeço, e começamos a caminhas pela trilha.

Ele me abraça de lado, e enquanto caminhamos, ele diz o quanto virei importante para ele em tão pouco tempo, e retribuo as palavras impedindo a gente de andar, e encostando nossos lábios, em um beijo perfeito. Quando chegamos na casa dele, subo direto e tomo um banho demorado, passando todos os momentos bons desde quando conheci ele, tirando a parte do carro, que eu ainda tenho que pagar. Luke deixou minha vida mais colorida, e tomou meu coração de um jeito que ninguém nunca tinha tomado antes, eu to realmente gostando dele, mais o meu medo de alguém descobri oque temos e maior que tudo, acho que todos percebeu nosso olhar confuso de quando se vimos na sala de aula. Foi bem estranho saber que o cara que eu beijei de manhã, era meu professor de música a tarde. No fundo achei que era apenas um beijo, e que não passaria daquilo, mais tudo mudou. Eu mudei, acho que ele mudou, as pessoas a nossa volta mudou, não sei se e por causo que estou com medo, mais todo mundo que olha para mim parece saber que estou ficando com meu professor.

- Hay, vamos almoçar, ou você prefere que eu te faça gozar mais uma vez? - a voz dele me tira de transe, e quando eu olho ele esta rindo.

- Para de ser idiota vai - digo, e jogo um travesseiro nele - Eu ja estou indo, me espera lá por favor - Completo, ele balança a cabeça e sai do quarto. Pego meu iPhone, e primeiro número que eu aperto e do seu Joe. Lembro do ciúmes do Luke, ontem a noite dizendo que ele não era uma boa pessoa, eu gosto do Joe, ele é legal comigo e isso que importa, me respeitando vai continuar sendo legal. Quando vejo já está chamando, mais infelizmente cai na caixa postal, por um minuto agradeço por ele não ter atendido, eu nem sei oque iria falar, eu nem sei o por liguei. Bloqueio o celular e desço pra almoçar.

- Pensei que ia demorar mais um pouco, iria ter que te buscar - ele sorri e se senta.

- Você ta engraçado hoje - me sento de frente para ele - Quem fez a comida? - pergunto.

- A Joyce - franzo o cenho, Joyce é nome de piranha, balanço a cabeça para esse pensamento ridículo sair de dentro de mim - Algum problema? - ele completa, vendo que fiquei apreensiva

- Não, não nenhum, vamos comer estou morrendo de fome - respondo colocando o celular sobre a mesa, não sei pra que eu trouxe ele para mesa, acho que eu ainda tenho esperança do Joe retornar a ligação, ou mandar alguma mensagem.

Quando terminamos de comer, me apreso dizendo que irei lavar a louça, e ele responde dizendo que vai me ajudar, no final acabamos totalmentes molhados, porque ele começou a pegar espuma e atacar em mim molhando meu rosto por inteiro. Quando estamos mais secos me sento a mesa, e começo a mecher no celular, escuto barulho da porta da cozinha se abrindo então quando olho, uma menina do meu tamanho, com seus olhos verdes, morena, com o cabelo abaixo dos ombros, aparenta ter uns 20 ou 21 anos, entra.

- O Luke está? - ela pergunta, oque ela quer com o Luke?

- Não.. - ele entra pela cozinha, droga eu ia mentir mesmo pra ela? Oque o ciúmes não faz.

- Oi Joyce, aconteceu algo? - Ele pergunta ficando do lado dela, na verdade de frente pra ela, acho que se ele der mais um passo ela vai ser minha inimiga pra sempre.

- Não eu só queria te ver - ela diz sorrindo - Quem é ela? - completa dizendo baixo, ela acha que eu não escutei? Qual é, bem que eu disse ela e uma piranha.

- Desculpa não ter apresentado vocês antes, Hailey essa aqui é a Joyce, Joyce essa aqui e a Hailey - ele diz sorrindo para ela e colocando o braço nas costas dela. Eu não estou vendo isso. Levanto a sobrancelha.

- É eu sei quem ela é - respondo seca e volto a mecher no celular, mais dando atenção pra conversa deles.

- Oque vocês são? - Ela pergunta, ela faz muita pergunta e isso ta me irritando. Quando abro a boca pra responder ele me interrompe.

- Amigos amor, somos amigos - ele diz.


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capitulo, como estou postando cedo irei postar mais um hoje a noite, pra compensar segunda que fiquei sem postar, ate mais tarde amores ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...