1. Spirit Fanfics >
  2. Where it all began >
  3. Capítulo 26

História Where it all began - Capítulo 26


Escrita por:


Capítulo 26 - Capítulo 26


Fanfic / Fanfiction Where it all began - Capítulo 26 - Capítulo 26

*POV Jungkook*


Depois de o pedido eu e o Tae ficamos andando pelo parque, conversamos, comemos  e ficamos andando com nossas mãos dadas por ai sem se importa se alguém estava encomodado. Agora estamos voltamos para a minha casa.


Tae: gostou da surpresa?


- se eu gostei? Nossa eu amei, nunca imaginaria que você faria isso - dou um sorriso - e você gostou?


Tae: claro que gostei, você é a melhor companhia que tenho - destranco a porta e entro logo vendo as meninas tendo uma guerra de travesseiro - nossa que bagunça! 


Fechou a porta atrás de si, cruzo meus braços e fico encarando as meninas que estão nos olhando com cara de paisagem segurando travesseiros.


- gente, a casa virou um chiqueiro! Já ouviram a frase "Quando os gatos saiem... - elas me enterrompe.


- os ratos fazem a festa" - falaram em uníssono.


Soyeon: nós vamos arrumar


Tae: acho bom, Taehee você sabe que não pode fazer bagunça na casa das outras pessoas! Tem que ter educação, se os pais deles chegassem agora iriam achar que nós não temos educação - falou firme, nunca o vi com cara de bravo. Isso chega a me dar medo mas ao mesmo tempo ele fica lindo - começem a arrumar.


Elas assentiram e começaram a pegar os travesseiros e cobertores que estavam espelhados pela sala, parecia até que elas ficaram com medo dele.


- nunca te vi bravo antes - olho em seus olhos.


Tae: eu não estou bravo, só estou botando ordem nelas. Se seus pais chegarem é capaz  expulsar eu e minha irmã daqui e seremos conhecidos como "Os Kim's não tem educação" - dou risada e ele me fuzila com os olhos.


- ai Taehyung só você mesmo, meus pais nunca fariam isso - falo entre risadas - olha a sala esta quase arrumada, gostei de te ver botando ordem! 


A sala estava quase arrumada, antes havia cobertores, travesseiros e restigios de comida. Agora elas já tinham tirado tudo e estavam varrendo o chão.


A porta da sala é aberta e minha omma adentra, em casa. E coloco a bolsa preta dela no sofá.


Omma: olá crianças - sorriu


- olá - falamos, Tae e Taehee se curvaram


Omma: porque a Soyeon e a Taehee estão varrendo o chão? Vocês sabem que não podem colocar as visitas para fazer serviços domésticos! 


Tae: Tia Somi não há nenhum problema em nós ajudarmos com a limpeza - ele tira a cara de bravo - as meninas bagunçaram a sala e nada mais justo que elas limparem! 


Omma: tá bom, não irei discutir - ela dá uma risadinha - vou subir para o meu quarto qualquer coisa é só chamar! 


Todos assentimos, assim que ela sobe as escada o Tae fecha a cara novamente e as meninas terminam de varrer. Dou risada pela cara que o mesmo esta fazendo.


- tira essa cara de bravo - descruzo seus braços - hoje é um dia feliz, estamos namorando! 


Tae: tá bom - sorriu para mim - meu namorado! - selou nossos, logo pedi passagem com a língua e o mesmo não hesitou. Nossas línguas se tocavam em completa sincronia, não estávamos tendo um beijo afobado e sim calmo e com amor, separamos o ósculo com selares.


Taehee: vocês só são ficantes? 


Tae: namorados você quis dizer - mostrou nossa aliança


Soyeon: nossa - chegou mais perto - quando foi o pedido?


- foi na terça que ele me pediu, mais hoje ele me deu uma aliança mesmo sem eu pedir


Taehee: então foi por isso que você saiu na quarta-feira com a Omma para algum lugar. Vocês foram comprar os anéis! 


Tae: isso mesmo, são muito bonitos


- São mesmo - entrelaçamos nossas mãos - vamos para o meu quarto!


Taehee: hummm... - fez cara maliciosa


Tae: para de fazer essa cara, não vai rolar nada de mais!


Soyeon: porque a minha omma esta em casa por que se não estivesse - as meninas dão risada.


- vocês são muito novas para estarem pensando nessas coisa, vão fazer alguma coisa que preste! - subimos as escadas e logo entramos no meu quarto, fecho a porta atrás de mim e o Tae se deita na cama.


Tae: elas se deram bem - falou me chamando para se deitar ao seu lado.


- sim - elas sempre se deram bem Tae. Pensei - elas se divertem juntas e tem quase a mesma idade.


Tae: verdade - me deito ao seu lado, ele envolve seus braços em minha cintura e me puxa para mais perto até nossos corpos ficarem colados - já parou para pensar que é escadinha?


- oque?


Tae: olha eu sou o mais velho com 17, depois vem você com 16, a Taehee com 15 e a Soyeon com 14


- verdade nunca havia pensado nisso! - olho em seus olhos e roubo um selar seu.


Tae: todas vez que eu entro no seu quarto eu sinto como se já estivesse vindo aqui, desde a primeira vez que vim! E aquele coração que há na sua mesa me trás um sentimento bom, e paz ao mesmo tempo


- acho que é porque você se sente confortável em estar aqui - pensei na primeira desculpa que veio em minha mente, e ele assentiu - você já parou para perguntar para os seus pais porque você não se lembra das coisas antes dos seus 8 anos?


Tae: eu sempre tive vontade de perguntar, mas sempre que eu começa a pergunta alguém me interrompia ou fingia que não me ouviu - então eles simplesmente ignoravam ele, pois não sabem o que responder.


Ficamos em um silêncio no quarto, apoio a minha cabeça em seu peito, ele começa a fazer cafuné em mim. Fecho meus olhos e me deixo levar pelo sono.


[...]


Sou acordado com alguém chamando o nome do meu namorado, abro os olhos lentamente e vejo a figura de Taehee no quarto tentando acordar o Taehyung.


Taehee: desculpa Jungkook não queria te acordar - falou invergonhada 


- sem problema - minha voz saiu um pouco rouca, me levanto da cama com cuidado - pode deixar que eu acordo ele! 


Ela assentiu e saiu do quarto, me sento ao lado dele e acaricio seu rosto em quanto o chamo, o mesmo resmunga algumas palavras e se vira para o outro lado.


- Taetae vamos acordar, a Taehee esta te chamando! - resmungou mais alguma coisa e depois se sentou na cama em quanto passava os dedos nos olhos.


Tae: porque ela tá me chamando?


- nem eu sei, acabei de acordar também


Tae: será que nós dormimos muito?


- não duvido nada


Tae: vamos ver o que ela quer - me deu a mão, saimos do quarto e descemos as escadas logo encontrando Allison, as meninas e meus pais na sala.


Soyeon: os bonitos acordaram


Allison: vim buscar vocês, não haviam voltado para casa e ficamos preocupadas! 


Tae: desculpa peguei no sono, e ainda estou


Allison: vamos para casa já se passou das oito - nos despedimos deles e os levamos até a porta.


Me sento no sofá e fecho os olhos, estou com sono. Mas sou interrompido de dormir pelos meus pais.


Appa: você e o Tae passaram a tarde dormindo juntos?


- não


Omma: fizeram o que?


- nós encontramos no parque, ele me pediu em namoro, voltamos para casa e dormimos


Omma: vocês estão namorando?


Soyeon: sim eles estão, o Tae deu até uma aliança - falou apontando para o meu dedo.


Omma: parabéns filho, que vocês sejam muito felizes juntos


Appa: vou ficar de olho em vocês dois, e se ele partir o seu coração eu... - o interrompo.


- você não vai fazer nada, e nem ele - me levanto do sofá - to com sono.


Subo para o meu quarto e vou direto para o banheiro e logo vou tomar um banho para poder dormir. Não estou com fome, ligo o chuveiro e deixo a água cair sobre meu corpo e fico pensando na vida.


Notas Finais


🐇 Os pais do Tae sempre o ignorava quando ele perguntava sobre a infância... coitado

🐇 Obviamente eles não sabiam o que responder e o ignorava (se fosse eu uma hora iria surtar)

🐇 Desculpem qualquer erro...
🐇 Até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...