História Whisky com gosto de sake - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju
Tags Sasuhina
Visualizações 87
Palavras 1.695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello meus amores, perdão pela demora. Minha agenda está toda atrasada meu Deus kkk
O capítulo novo que era para sair hoje era de Os destinos se encontram, mas depois de uma conversa com um amigo sentir uma tristeza e até percebi o quanto cresci como mulher.
Enfim, o capítulo é a entrada de Hinata na fic. Espero que gostem
bjss

Capítulo 3 - Preocupações


Fanfic / Fanfiction Whisky com gosto de sake - Capítulo 3 - Preocupações

Kakashi assim que ouviu a voz fraca do uchiha não pensou duas vezes antes de chamar a emergência e sair a toda velocidade de sua casa rezando para que o mesmo estivesse bem. Mas quando chegou no apartamento do moreno o que encontrou o deixou com coração na mão. O uchiha estava caído no chão com inúmeras garrafas, o anuncio do jornal declarava bem o motivo do exagero alcoólico. Com cuidado se aproximou virando o corpo desacordado do homem, a face do mesmo parecia mais tranquila, mas havia traços de tristeza e alguns resquícios de lagrimas.

Sabia como o mesmo havia ficado após a traição da modelo, mas acha que ele havia superado e conseguido seguir em frente, contudo estava completamente enganado. O uchiha ainda sofria muito e agora o seu mundo estava completamente vazio quando a matéria da gravidez precoce da Haruno estampado na capa do jornal. Kakashi viu que aquilo afetou completamente o rapaz que já sonhou em construir uma família ao lado da rosada, mas todos esses sonhos foram tomados dele.

- Rapaz, por que tenta se destruir por alguém que não merece nenhuma dessas garrafas vazias? – Kakashi perguntou olhando o garoto que considerava um filho se matando lentamente. – Você ainda vai encontrar a felicidade, mas precisa ter paciência.

Suspirou rezando para que a ambulância chegasse logo, enquanto isso ligava para o único parente vivo do moreno.

- Itachi?

- Oi Kakashi, algum problema? – A voz do uchiha mais velho soava preocupada, mas sonolenta. – Sasuke está bem?

- Ele passou mal, Itachi. Estou no apartamento dele onde o encontrei desmaiado no chão. – Kakashi falou com uma profunda tristeza. – Estou esperando a ambulância chegar.

Itachi suspirou do outro lado da linha. – Meu irmão sempre fazendo besteira. Chegarei pela manhã em Konoha, cuide dele por me. Por favor.

Itachi desligou o telefone sem esperar qualquer resposta do Hatake sabia que ele cuidaria de tudo mesmo que ele não pedisse “Sasuke... meu querido irmão... você esqueceu que tem a mim? ” O uchiha pensou sentindo algumas lagrimas caindo. Olhou para a esposa que dormia tranquilamente na cama, não queria preocupa-la então em silencio deitou-se novamente vagando em suas lembranças de como sasuke era feliz e depois do acidente parece que a luz que havia nele sumiu completamente. Itachi se perguntava se havia falhado com irmão? Se havia deixado algo passar? Será que não havia dado atenção suficiente, apoio suficiente? Tantas questões sem resposta e no meio dessas duvidas ele dormiu com o único desejo de que o irmão ficasse bem e saísse dessa amargura.

...

Quando a ambulância chegou os enfermeiros fizeram os procedimentos de primeiros-socorros. Kakashi apenas observava tudo enquanto falava com uma enfermeira.

- Ele me ligou com uma voz muito fraca pedindo ajuda e depois desmaiou. – Ele falou vendo os homens levarem sasuke para fora do apartamento. – Ele ficara bem? Posso ir com ele?

- O senhor é amigo ou familiar? – A enfermeira perguntou terminando de escreve o que Kakashi havia falado.

- Amigo, ele só tem um irmão, mas ele não mora em Konoha. – Ele falou cada vez mais ansioso para ir até sasuke, não iria deixa-lo sozinho novamente. – Posso ir?

- Pode, leve os documentos dele. Seja breve. – A enfermeira saiu do apartamento deixando Kakashi arrumar algumas roupas e os documentos necessários. Quando chegou na entrada do prédio a ambulância o esperava, rapidamente entrou e sentou ao lado do uchiha que dormia com uma máscara de oxigênio. Em questão de segundo a ambulância saiu indo em uma velocidade razoável até o hospital mais próximo.

Em questão de minutos chegaram ao hospital Amanhecer onde rapidamente os enfermeiros o levaram para um leito disponível sendo rapidamente tratado. Kakashi continuou na recepção esperando notícias do moreno após o cadastro do hospital o máximo que podia fazer era esperar enquanto os médicos cuidavam dele.

Após uma hora uma medica de aparência exótica se aproximou do grisalho, não negou que a mulher que caminhava tranquilamente tinha uma beleza que faria qualquer homem ficar aos seus pés, mas sabia que não era hora para paquerar e sim ter notícias.

- Sasuke uchiha. – Ela falou gentilmente o nome do paciente esperando o acompanhante se manifestar.

- Kakashi Hatake, amigo de sasuke. – Ele falou se aproximado da médica. – Como ele estar?

- Acompanhe-me sr. Hatake. – Ela falou voltando para o corredor de onde havia saído e atrás vinha Kakashi preocupado com o quadro clinico do uchiha. Ela parou na frente de uma porta e em silencio abriu deixando que Kakashi passasse na frente.

No leito sasuke dormia com uma máscara de oxigênio e recebendo o soro na veia para hidrata-lo.

- Bom, sr. Kakashi. – Ela começou olhando a ficha do paciente. – Sasuke está com problemas sérios de saúde. Começando pelo excesso de álcool, o fígado estava quase entrando em pane. O que significa que por muitíssimo pouco ele já estaria com cirrose. – Ela falou seriamente enquanto analisava as anotações na prancheta.  – Segundo, devido ao cigarro logo o corpo dele entrara em abstinência pelo uso excessivo do mesmo. Devo alerta-lo que para o bem-estar e completa recuperação, sasuke precisara ficar longe dessas drogas. Fora isso ele ficara em observação devido ao tempo que ficou desmaiado.

- Entendo, farei o possível para que ele fique longe do cigarro e álcool. – Kakashi falou olhando cada vez mais triste em vê-lo naquele estado. – Ele ainda corre perigo?

- Nesse momento, não. Fizemos alguns exames para ver qual era a gravidade de tudo, mas com um pouco de esforço e ficando longe dessas toxinas ele ficara bem logo. – Ela sorriu transmitindo para Kakashi apoio e tranquilidade, sabia como era difícil lidar com situações como aquela, mas sendo médica era seu dever cuidar de todos e dar o conforto que os acompanhantes precisam ter. – Os deixarei agora, ainda tenho alguns pacientes para ver. Boa noite.

- Obrigada dra...

- Hinata Hyuuga.

- Obrigado dra. Hinata, por cuidar de sasuke. Boa noite. – Ele sorriu por baixo da máscara que usava sentindo o seu coração mais tranquilo em saber que aquela medica simpática havia cuidado do uchiha.

- É meu dever cuidar dos enfermos, descanse um pouco. Sasuke só precisa descansar um pouco, logo estará bem. – Ela sorriu gentilmente para Kakashi e depois se retirou do quarto deixando apenas os dois homens.

O grisalho velou o sono do uchiha durante a noite toda. Não deixaria que nada passasse, mas o moreno continuava dormindo em alguns momentos começava a sussurrar o nome de Sakura e algumas lagrimas caiam evidenciando o tamanho de sua dor. Kakashi já não podia fazer nada a partir dali apenas segurava a mão do moreno tentando lhe passar apoio mesmo perdido em seus pesadelos.

- Sakura... Por que? POR QUE? – Sasuke gritou e pulou para fora da cama sentindo aquela dor tão viva em seu ser como se fosse uma capa, no fim desabou de novo inconsciente. Os enfermeiros correram para socorre-lo, Hinata havia escutado tudo e passou a entender superficialmente o que acontecia com o seu paciente.

- Perdão, eu não esperava uma reação como essa. – Kakashi falou para a médica parada na frente da porta, mas a mesma não respondeu apenas continuava olhando a face amargurada do uchiha.

- Sr. Hatake, vá comer alguma coisa no refeitório do hospital. Ficarei aqui até que volte. – Sua voz soou como uma ordem e ela não aceitaria outra resposta do grisalho que mesmo sem entender saiu do quarto acompanhado por uma enfermeira.

- Não se preocupe, sr. – A voz doce da mulher que o acompanhava cortou o silencio que havia naqueles corredores. – A doutora hinata é ótima no que faz e tenha certeza que ela cuidara muito bem do sr. Uchiha.

Kakashi via que a mulher confiava totalmente na médica e isso o deixou um pouco mais confiante na recuperação do uchiha e curioso para saber quem era realmente aquela mulher.

...

Hinata olhava o homem dormindo no leito e mesmo não o conhecendo sentia a dor que o acompanhava. Ela entendia perfeitamente como era ser traído ou usado até não sobrar mais nada de bom tanto que há um tempo atrás possuía um vício em cigarros, mas aos poucos conseguiu se livrar daquela dor profunda. E sem perceber estava fazendo um leve carinho nos cabelos negros do uchiha, mas ela não ousou se afastar pois percebeu que aquele pequeno carinho estava fazendo o corpo do homem se acalma e as batidas do coração normalizarem.

- Não tema sasuke. – Ela sussurrou em seu ouvido. – Essa dor só irá sumir quando você deixa de se martirizar. A culpa não foi sua. Chore, grite, quebre, mas depois se levante e siga em frente.

Ela falava suavemente no ouvido do uchiha que dormia e isso fez ela sorria como se cuidasse de uma criança. Em silencio se dirigiu até a porta do quarto e antes de fecha-la olhou mais uma vez para aquele homem tão atraente, mas que tinha uma enorme dor em seu peito e sem querer ela desejou ser a luz que o tiraria daquela amargura mesmo sem conhece-lo. Apenas desejava que ele ficasse bem, decidiu esperar Kakashi do lado de fora do quarto e lá ficou até o grisalho voltar com um copo de suco e um pacote de bolachas.

- Obrigada doutora por me esperar.

- Qualquer alteração me chame, ok. – Ela tocou no ombro de Kakashi como um modo de gentileza antes de ir embora.

Ele apenas olhou a estranha mulher caminhar tranquilamente pelo hospital logo sendo levada pelos enfermeiros até outro paciente, mas deixaria aquilo de lado e voltou para dentro do quarto onde encontrou sasuke sentado na cama com uma enorme interrogação em sua face.

- Kakashi. – Sua voz ainda era fraca, mas séria.

- Sasuke. – O homem olhou surpreso em vê-lo. – Quando acordou? A doutora te viu acordado?

Sasuke olhou o ambiente ao seu redor e percebeu que estava no hospital. Sua mente estava um verdadeiro caos, mas lembrou-se da doce voz em sua mente lhe dizendo palavras motivacionais e isso o despertou desejando encontra a dona daquela voz.

- Sasuke, me responda.

Mas ele permaneceu em silencio procurando algum vestígio da mulher que estava ali com ele a poucos minutos “Quem será ela? Ou foi apenas fruto da minha mente?”


Notas Finais


Oii de novo
E ai oq acharam do capítulo? Bom? Ruim? Preciso melhorar? Faltou mais emoção?
Espero que tenham gostado, escrever as partes triste me faz pensar um pouco no meu antigo relacionamento e isso de certa forma me inspira a escrever.
Bom, amanhã tentarei posta o capítulo novo de O canto da sereia. Sábado ainda não tenho certeza se irei posta algum capítulo novo, tenho um compromisso muito importante.
Sugestões e críticas positivas são sempre bem-vindas 😊
Bjss e até mais 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...