História White Emotion of the Dangerous Love -(Min Yoongi-Suga) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Bts, Min Yoongi, Suga, Suga Imagine
Visualizações 278
Palavras 903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Uma pequena mancha branca.


Fanfic / Fanfiction White Emotion of the Dangerous Love -(Min Yoongi-Suga) - Capítulo 1 - Uma pequena mancha branca.

((P.O.V S/N))

Não tenho nome ou pelo menos eu não lembro .

Nasci no Japão , albina com cabelos brancos , olhos violetas , meus pais ficaram muito felizes.

Eu mau falava ou expressava emoções , mantinha uma cara sem expressões eles nunca me viram rir ou sorrir.

Eu tinha 5 anos , homens invadiram nossa casa , atiraram bem no peito do meu pai e atingiram a cabeça da minha mãe , decapitaram meu pai jogando sua cabeça na minha frente.

Não expressei nada , nem um sentimento , emoção ou expressão , lágrimas não escorregram pelos meus olhos .

Eles me levaram com o intuito de me usar com o intuito de ser usada como um objeto para sexo , para pedófilos...nunca conseguiam tocar em mim.

Eles diziam e repetiam "que belos fios brancos , são macios como ceda"

Na primeira vez me colocaram em um quarto , eu estava de roupa de baixo com uma camisola branca , como eu.

Um homem branco , alto e de cabelos pretos entrou , me viu de joelhos na cama , com um sorriso no rosto foi tirando o terno...durou um 1 segundo.

Seu sorriso sumiu , e sangue pelas paredes escorreu , minha camisola estava vermelha , meus cabelos manchados por um vermelho tão perfeito.

Eles me tiraram do quarto e se perguntaram o por que aquele hhomem estava...morto...desmembrado...E qual o motivo de que eu não espressava nada.

tentativas de abuso frustadas , me manti por 5 anos virgem...com sangue nas mãos .

Eles se cansaram de mim quando eu tinha 10 anos , eu matava os seus clientes e eles temiam que eu os matasse ,me venderam a um clube de prostituição por um bom preço .

Eles me batiam a cada cliente morto ,e não me perguntavam como eles morriam .

Eu já sabia que algo me protegia ou eu me protegia de todos que queria tirar minha inocência , sem minha permissão.

A garota alpina , com olhos violetas e sangue nas mãos...isso era o que eu era.

Mal alimentada , cresci  pouco com 12 anos eu tinha 1,22 de altura...com 15 anos 1,40 de altura e não passaria daquilo , eu era apelidada de "White Loli" por não ter um nome.

Quando eu tinha 15 anos fui vendida para um homem da Yakuza , eu serviria para satisfazer os membros, " Beleza das neves" assim era chamada.

Eles me achavam inofensiva até que os homens que tentavam me estuprar  morriam.

Assustados achavam que alguém havia implantado mini bombas nos homens...mau imaginavam que era eu.

Com 19 anos acreditaram que eu estava amaldiçoada e a máfia da Coréia ofereceu uma grande oferta por mim.

Fomos ao porto , pegamos um barco da Yakuza e saimos para a Coréia , eu estava acorrentada para não fugir ou matar ninguém.

Chegamos a Coréia , os homens começavam a negociar e um me pegou no colo e me jogou no porta malas de um carro preto.

Alguém estava nos observando.

Chegamos a uma velha fábrica , um dos covis da Yakuza , eu entendia tudo o que eles falavam , mais ninguém me entendia , eu falava inglês e japonês...aprendi com o sangue dos homens que matei.

Todos estavam com suas armas...conversando comigo no meio , me olhando maliciosamente , uma pequena garota , com aparência de 10 anos que na verdade tinha 19.

Uma surpresa...a porta foi derrubada.

-Todos com as mãos para cima - um dos sete homens gritou , ele tinha cabelos azuis .

Eles começaram a se espalhar.

-Vai sonhando , vcs estão em desvantagem -Um mafioso falou.

-Iremos Atirar !- O homem de cabelo azul falou.

Eles começaram a atirar eu estava no meio , nenhuma bala me atingiu e todas que passaram por mim pararam no ar.

Por algum motivo protegi aqueles 7 homens...eu poderia ser libertada?…sentia uma bondade neles.

Tudo acabou , minhas mãos estavam sujas de sangue do chão , mais dessa vez eu não tinha matado ninguém.

Todos os mafiosos morreram , os sete homens me viam , palida , pequena , bonita no meio dos mortos , com correntes e apenas uma camisola como roupa.

O de cabelo azul me pegou no colo e disse - Está tudo bem - Pela primeira vez uma lágrima no meu olho direito escorreu .

Eles me levaram para a casa deles , o homem de cabelo azul me colocou em uma cadeira , se sentou a minha frente , seu líder pegou outra cadeira e se sento bem na minha frente ao lado do Azul , enquanto todos estavam em volta.

Ele me questionou -Quem é você? Você nos entende?-ele falou em coreano. 

-Do you understand us? (Você nos entende?)- Ele me falou em inglês para ver se eu entendia.

Não respondi e comecei a lamber os sangue de minhas mãos para falar coreano.

Eles se intrigaram com meu ato , mais não me pararam.

Parei e falei -vocês me entendem?- eles se surpreenderam.

-Sim , quantos anos você tem pequena?-O líder me perguntou curioso.

-Tenho 1...9...19 nove anos- falei contando com os dedos.

Eles olharam um para o outro confusos pela minha aparência.

-Certeza?-Um de cabelo marrom me pergunta.

-Sim…tenho certeza-Eu falei fazendo sim com a cabeça.

-Por que você estava lá? Quem é você- Denovo o líder me questiona.

Contei minha história para eles , sem falar a parte de eu matar...mais eu falei que os homens morriam do nada de ataque cardíaco.

-Você...ficara com a gente ... Somos um grupo que luta contra a máfia , não somos policiais apenas temos apóio do governo -O Líder me fala com um tom de impacto pela minha história e depois apresenta cada membro.



Notas Finais


Continua?????

Oq acharam??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...