História Who are you? {2WON} .texting; - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, Personagens Originais, Won Ho
Tags 2won, Chae Hyungwon, Hoseok, Hyungwon, Hyungwonho, Kpop, Monsta X, Shin Hoseok, Texting, Wonho, Yaoi
Visualizações 258
Palavras 778
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, oi sz

Quanto tempo, né?

Então, finalmente consegui tempo pra escrever um cap, hihih (passei mal na escola e vim pra casa /ooooo)

Boa leitura e ate as notas finais. ♡

Capítulo 20 - Im Changkyun.


Fanfic / Fanfiction Who are you? {2WON} .texting; - Capítulo 20 - Im Changkyun.

Após uma noite de amor que possa ter sido planejada, ou não, por Shin Hoseok, os dois já estavam de volta no hotel.

Hyungwon já dormia. A noite havia lhe proporcionado o dobro do cansaço que sentia.

Do outro lado da cama, estava Wonho. Intrigado por não conseguir dormir e ficar apenas rolando pela mesma, com um turbilhão de pensamentos. Todos sobre Chae Hyungwon, óbvio. Ele poderia até ficar louco se continuasse pensando tanto nele daquele jeito.

Já impaciente, o mesmo decide leventar para esfriar a cabeça.

Hoseok pega seu casaco, abre a porta no silêncio extremo para que Chae não acordasse e sai. Talvez se ele desse uma volta pelo hotel ou até mesmo pelas ruas, isso lhe despertasse o sono.

Vagava feito uma alma penada pelos corredores do hotel, tentando encontrar o seu sono, que poderia estar perdido por qualquer lugar ali.

Wonho ia saindo pela porta do hotel para a rua, quando sua mão foi puxada para trás por alguém.

— Indo à algum lugar? — O loiro revirou os olhos quando viu quem era. — Pra que fazer careta? Eu sou alguma espécie de monstro?

— É. — Puxou sua mão. — E pra onde eu vou ou deixo de ir, claramente não é da sua conta.

— Desde quando meu baby ficou tão rebelde?

— Desde quando eu sou seu "baby?" — Fez aspas no ar. — O que você quer agora, Changkyun?

— Nossa história de amor ainda não acabou. Não seja malvado. Desde que você chegou, está me fazendo passar por momentos difíceis... você poderia me ajudar, não é? — Olhou com um semblante malicioso.

— Primeiro que; "nosso" vem de nós, e nós não existe. E segundo; como pode acabar algo que não começou?

— Nha! Tão chato… — Changkyun fez um biquinho.

A dois ano e meio atrás, quando Hoseok havia começado sua carreira como modelo, ele entrou em uma agência, da qual Changkyun, como novato, também estava lá. Por estarem no mesmo barco, os dois se juntaram e ali, nasceu uma amizade. Porém, para Wonho, era mais que isso. Com o passar do tempo, ele estava se apaixonado por Im, que não correspondia nem um porcento de seus sentimentos amorosos.

Changkyun sempre fora aquele cara que pegava qualquer um a qualquer hora sem pensar duas vezes. Mas não foi isso que fez com que os sentimentos de Shin por ele acabasse.

Numa festa da qual os dois estavam, Im, como sempre, extrapolou nas bebidas e amanheceu na cama ao lado de Hoseok. Mesmo sóbrio, o loiro não havia pensado que o moreno ia para a cama consigo apenas por ele estar bêbado, mas, por ter talvez, descobrido seus sentimentos por si. Então, em momento algum, Hoseok hesitou. E, foi naquela mesma manhã, que Changkyun proferiu as seguintes palavras, das quais Shin não se esqueceria nunca: "O que? Você me usou só porque eu estava bêbado! Como pôde? Eu nunca ficaria com você! Some da minha vida, eu não quero te ver nunca mais." O que fez com que Wonho não pensasse duas vezes e deixasse a agência.

Ele havia eliminado Changkyun de sua cabeça de tal forma, a ponto de quase não lembrar do mesmo quando o encontrou na festa.

Mundo pequeno, não é mesmo?

E agora, ele estava lá, assombrando sua vida novamente, com o papo de "nossa história de amor não acabou" "você é meu baby", lá estava ele tentando dar o bote e se esfregando em Wonho em festas.

O que ele queria, exatamente?

Arruinar sua vida, mais do que já arruinou?

Não ia conseguir.

A essa altura do campeonato, Hoseok estava fascinado demais por Hyungwon para perder tempo com coisas inúteis como essa.

— Vai ficar parado aí ou você sai comigo agora e eu te pago uma bebida? — Changkyun indagou com um sorriso cínico.

— Olha minha cara que quem quer beber algo com você. — Hoseok encarou-lhe. — Dispenso. Não sei se você é cego ou se faz, mas eu já estou com outra pessoa, então, não fique no meu caminho.

— Ok, baby. Vamos ver quanto tempo você fica com essa pessoa. — Passou a mão pelos cabelos do loiro, lhe provocando. — Até breve.

— Faça isso de novo, que dessa vez, não vai ser só a sua cara que eu vou desconfigurar. — Passou pelo moreno e lhe deu uma ombrada. — Ah, tá meio sujo aqui. — Colocou o dedo em seu rosto, onde tinha lhe machucado na festa. — Ops.

— Você é uma comédia. — Debochou mais uma vez e saiu calmamente como se nada tivesse acontecido.

Depois de ter ficado parado por um bom tempo no mesmo lugar se segurando e contendo sua raiva, Wonho voltou para o quarto. Seu sono finalmente chegara. 


Notas Finais


Obrigado por lerem até aqui. ♡

O que acharam?

Vejamos que temos uma nova pedra no caminho, não é mesmo? q

Espero que tenham gostado. sz

Até o próximo capítulo, Bjoos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...