História Who are Yukhei? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Bts, Nct, Taekook, Vkook
Visualizações 124
Palavras 794
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Fluffy, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


não sei socorro

Capítulo 1 - Único


— Puta merda… – Jeongguk assistia a performance de Black on Black de boca aberta, extremamente surpreendido pelo talento do ot18.


 Em sua mão esquerda estava o lightsick oficial do grupo, que Jeongguk não achava o mais bonito, mas gostava muito de seu bebezinho. A televisão estava no último volume, era um domingo a tarde, não tinha porque os vizinhos se incomodarem. Os gritinhos agudos que o Jeon soltava toda vez que Lucas aparecia eram totalmente não-másculos.


Amava demais seu bias.


Rapidamente pegou seu celular que estava em seu criado mudo e tirou uma foto de Yukhei, na tv mesmo, e em seguida postou no stories do Instagram.


— Meu Deus do céu, eu te amo muito, que caralho! – Se jogou na cama. Ao lado desta havia uma parede repleta de posters e polaroids do NCT, amava demais os dezoito meninos.


Ignorou completamente quando Kim Taehyung, seu colega de quarto, adentrou pela porta, com uma garrafa de Coca-Cola e salgadinhos em mãos. O mais velho apenas revirou os olhos e estalou a língua.


Não conseguia compreender todo o fanatismo de Jeongguk, o garoto não era um adolescente de treze anos, era um jovem adulto de dezenove. Deveria estar totalmente focado na sua faculdade, e não num chinês que sequer sabia de sua existência.


E pra ajudar, Taehyung tinha uma quedinha – lê-se penhasco – por Jeongguk.


Era totalmente apaixonado pelo garoto de dente e nariz salientes, porém o mesmo não lhe dava a mínima. Era só NCT pra lá, Wong Yukhei pra cá… E isso cansava Taehyung.


— De novo? – Analisou a televisão. – Sério, qual a graça nesses caras?


— Ai, Taehyung… – Bufou. – Não começa não!


— Sério, eu quero saber. – Fez um bico e se sentou em sua cama, colocando os itens em cima desta. – Tem um pitel aqui te dando bola, pô. – Passou a mão pelo peitoral, a descendo até a barra de sua calça. – Olha que delícia…


— Taehyung, menos.


Jeongguk bufou e pegou o controle, trocando de música. Agora a que tocava era Boss. Jeon ficou louquinho.


Se levantou apressado e passou a dançar no ritmo da música, de forma desajeitada e totalmente não sincronizada.

Taehyung sequer piscava.


O sorriso estampado no rosto de Jeongguk enquanto dançava era maravilhoso, o mais novo era radiante, totalmente encantadora. Jeon era lindo, simplesmente lindo.


— Jeongguk… – Chamou o garoto mas foi ignorado. – Pô, o que eu tenho que fazer pra você me dar uma bitoquinha?


O mais novo sorriu sapeca e deu uma piscada na direção de Taehyung antes de dizer:


— Decorar todos os 18 integrantes.


[...]

Aquilo era bem mais difícil e complexo do que Taehyung imaginou, o lápis em sua mão batucava a folha do caderno com o nome de cinco integrantes: Ten, Winwin, Taeyong, Mark e Kun.


Apenas estes Taehyung havia decorado e parecia que sua cabeça iria explodir. Pegou seu celular e decidiu entrar em seu Instagram pra aliviar mais sua cabeça. O primeiro stories que viu foi o de Jeongguk idolatrando Lucas. Merda, queria tanto ser aquele garoto.


Apenas queria conquistar o coração de seu xodózinho e para isso precisava decorar os nomes daqueles garotos.


Passou a noite em claro, vendo performances e escutando músicas. Também procurou pesquisar mais sobre os integrantes e mais especificamente tal Yukhei. Ele era lindo, maravilhoso. Taehyung até entendeu o porquê de todo aquele surto de Jeongguk.


[...]


— Olá. – Parou ao lado da cama de Jeongguk, analisando o garoto que mexia em seu notebook. – Eu decorei os nomes lá…


Jeon quis rir, era impossível o Kim ter decorado tudo em menos de três dias. Olhou para o mais velho de forma debochada, se sentando na cama em seguida.


— Pois fale. – Gesticulou com a mão.


— Ahrm… – Preparou a garganta. – Taeyong, Mark, Ten, Winwin, Yuta, Jeno, Jaemin, Jisung, Taeil, Chenle, Lucas, Kun, Jaehyun, Haechan, Doyoung, Johnny, Renjun e Jungwoo. – Piscou. – Vem me dar um beijo.


Jeongguk lhe olhou incrédulo e negou com a cabeça, sacando seu celular e abrindo na galeria. Selecionou uma foto com todos os membros, esticando na direção de Taehyung em seguida.


— Quem é quem? – O desafiou.


E assim Taehyung falou, acertando tudo.


— Mas… – Bufou. – Ok, eu vou cumprir com o que falei.


— Vem aqui. – Se sentou na cama e segurou a cintura de Jeongguk, fazendo o mais novo se sentar em seu colo. Beijou carinhosamente a bochecha rubra e fez um carinho em sua nuca. – Eu gosto muito de você… – Fechou os olhos. – Muito mesmo.


— Me beija logo. – E surpreendente, foi Jeon que tomou iniciativa do beijo.


Não era algo rápido, era bem calmo e sereno, ambos aproveitavam ao máximo. E o beijo se findou com selinhos rápidos.


— Talvez, só talvez… – Jeongguk começou a falar. – Eu goste de você mais do que gosto do Yukhei.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...