1. Spirit Fanfics >
  2. Who do you like? >
  3. Familiar

História Who do you like? - Capítulo 30


Escrita por: luanaalais

Notas do Autor


Boa leitura babys ❤️

Capítulo 30 - Familiar


Fanfic / Fanfiction Who do you like? - Capítulo 30 - Familiar

— Eles fazem muitas coisas naquele anime, nunca imaginei que você gostaria de um conteúdo tão...adulto? — Ele deu risada no meu pescoço me fazendo arrepiar e passou o nariz pela extensão, sua respiração quente batia no meu pescoço de forma que a cada segundo eu sentia sensações em meu corpo que jamais sonhei sentir.

— Você...uau. — É gente, foi só isso que consegui falar mesmo. Fui puxada diretamente para o colo do Lysandre, seu olhar estava diferente, era focado e passeava pelo meu rosto.

Eu o abracei para cortar o contato visual, estava sentada em seu colo de frente pra ele e isso me deixava tão embaraçada.

— Você poderia olhar para mim? — Lysandre dizia com sua voz doce.

— Não...— Falei baixinho e ele deu risada, me afastei de seu pescoço e fiquei olhando em seus olhos. Ele parecia tão admirado me olhando, como se ele estivesse me vendo pela a primeira vez, como se eu fosse algo extremamente raro. Era tão estranho, parecia o olhar do Leigh quando encarava a Rosa, mas a diferença dos dois era que o Lysandre não estava sendo nada discreto.

— Você é tão fofa. — Suas mãos repousavam em minha cintura, ele me apertou com mais força. Eu não sabia o que fazer, nem como agir, fiquei imóvel olhando para a parede atrás do Lysandre. — Luna, você está desconfortável? — O olhei rapidamente e disconcordei com a cabeça de uma forma desajeitada que o fez rir novamente.

— Estou confortável aqui. — Ele deu um sorriso e eu percebi o duplo sentido da frase logo depois. — DIGO, sabe né? Aqui, com você, eu...pois é. — O quê eu estava fazendo? Dei uma pausa para encontrar palavras.

— Se não te conhecesse, diria que está me cantando minha dama. — Ele beijou minha bochecha.

— Você é impossível, e aí? O quê quer assistir? — Foi nesse momento que vimos um dorama que eu simplesmente amava, se chamava " marriage, not dating ". Não sabia se o Lysandre estava rindo comigo ou de mim, ficamos agarrados na cama e tomamos chocolate quente, ele ficava mexendo no meu cabelo o que me fez dormir rapidamente depois de alguns episódios. Tudo lindo né? Tudo perfeito? E aí? Não estão esquecendo de nada? A DROGA DO UNIVERSO CONSPIRA A MEU FAVOR. Se está tudo bonito, desconfie.

Lá estava eu, deitada em cima da minha linda geladeira Eletrolux, que também atendia pelo nome de Lysandre.

E aí você me pergunta? O quê aconteceu? Lysandre acordou, me deu bom dia, me deu café da manhã, me fez carinho na cabeça, beijou minha testa, me acompanhou até em casa, foi super discreto e educado como sempre. Tá, mas o que tem de errado? Eu não sei. Não tem aquele ditado de que "quando a esmola é boa até santo desconfia?" Okay, eu não sou boa com ditados, porém aquela situação era estranha, no mínimo incomum.

— Luna? Já chegou? Achei que iria aproveitar mais o tempo com o Lysandre. — Alex e Castiel estavam na sala, Alex parecia está lendo algo no celular e Castiel trocava as cordas da guitarra. Eles pareciam tão a vontade, estavam na casa deles praticamente.

— Como você sabe que eu...? — O encarei.

— Rosalya ficou um pouco doente e foi pra casa do Leigh, eu vim aqui pra ver como você estava e trouxe o Castiel também, quando chegamos eu liguei pra Rosa e ela falou que você estava com o Lysandre. — Ele sorriu animado.

— Ah, não foi nada demais...— Falei tentando fazer pouco caso, no entanto, Castiel deu risada.

— Se não foi nada demais o que vocês estavam fazendo até essa hora da manhã fora de casa? — Aquele era mesmo o Castiel? Que estranho, parecia meu pai, quase não contive a risada. No final das contas contei tudo a eles ocultando as partes dos beijos e outras coisinhas.

— Está estampado na sua cara que você beijou ele Luna. — Alex disse cruzando os braços com um sorriso brincalhão.

— Ou melhor, estampado no seu pescoço. — Castiel apontou para o meu pescoço e Alex começou a rir.

O que Lysandre fez no meu pescoço não era um chupão, era um hematoma ou algo assim, acho que aquilo ocupava metade do meu pescoço.

— Mas que raios...— Corei absurdamente, nada fora do comum.

A semana passou rápido, eu quase nem via o Lysandre, não recebi mensagens nem ligações. Rosalya ficou boa do estômago, tentei matar o Castiel, Nathaniel quis me ajudar, briguei com o Armin, abracei o Armin, dei um socão no Armin, quase levamos ele pro hospital, como falei, nada fora do comum.

Era uma tarde agradável, um professor havia faltado e tivemos duas aulas seguidas de pura liberdade. E foi naquela agradável tarde de sexta feira que eu e minha melhor amiga fomos ao jardim e ficamos comentando sobre o evento da escola. Posso não ter falado muito sobre isso, resolvemos fazer um show para recolher fundos, pensamos nisso ontem e a diretora aceitou sem pensar muito. Afinal, já éramos de maior e era comum os estudantes fazerem eventos quase todo mês.

— Eu não toquei no assunto pois já me meti bastante, mas como sua melhor amiga eu preciso saber. Como vão as coisas com o Lysandre? — Rosa soltou do nada e eu fiquei encarando meus pés.

— Não vão Rosa, ele não me manda mensagem, não me liga, é como se estivesse me ignorando. Será que ele não gostou de me beijar ? — Para a minha surpresa, ela me abraçou e deu tapinhas nas minhas costas.

— Percebi que você estava tristonha esses dias, não só eu como todos, mas não queríamos nos meter. Eu sou a única que sabe com detalhes o que aconteceu naquela noite, e te digo que provavelmente ele está te dando um tempo ou está tirando um tempo para si mesmo. — Naquele instante, eu parecia uma criança sem nenhum conhecimento ou experiência da vida.

— Você realmente pensa isso? Será que ele realmente pensa em mim? Será que eu valho a pena? — Rosa socou meu ombro.

— Como assim "valho a pena" ? Se enxerga Lu, você é bonita, inteligente, simpática e fofa. Por qual motivo não valeria a pena? Pare de se auto-depreciar, isso não faz bem para você. — Ela parecia brava.

— Me desculpa, eu acho que sou muito insegura com algumas coisas. — Cocei o braço de maneira tímida.

— Nathaniel vai dar comida aos gatinhos de rua de novo, você não disse que iria com ele? — Eu estava exausta, com os trabalhos e o Lysandre na cabeça, meu sono estava desregulado.

— Mas tem que sair lá pra fora? — Falei fazendo beiçinho.

— Eu poderia dizer, não, vamos sair para dentro, mas vou te poupar dessa. — Fomos andando em direção a saída do jardim, ou melhor, Rosa andava e eu me arrastava mesmo.

— Obrigado por me poupar. — Tudo estava tão monótono, espero ter uma curta viagem nesse fim de semana pra compensar esses dias chatos.

Dei um tchauzinho para a Rosalya e acompanhei Nathaniel até o centro da cidade onde tinha um abrigo para os bichinhos. Era um local tão bonitinho, eu via vários gatinhos fofos e saltitava por o jardim brincando com alguns deles. Nathaniel fez a maior parte do trabalho, eu só alimentei e brinquei bastante com todos aquelas coisinhas fofas.

— Luna, vamos até a gráfica? Vou imprimir os avisos e pôsteres do show da escola. — Nathaniel falou quando já estávamos na rua voltando para casa.

— O ônibus passa daqui a meia hora, então temos tempo suficiente, mas você não pode imprimir na escola? — Nathaniel segurou minha mão e me puxou pra longe da rua, ele sempre fazia isso.

— Eu até poderia se as três máquinas do grêmio não estivessem quebradas, e você sabe como é o acesso a sala dos professores não é? Preferiram me dar o dinheiro, mandar eu comprar alguns materiais e aproveitar para imprimir tudo. — Eles realmente deveriam ter muita confiança no Nathaniel.

Chegamos até o local, comecei a olhar o que mais me importava na papelaria e gráfica, os materiais de pintura. Em algum momento, eu deixei Nath fazer as compras sozinho, e comecei a andar distraída olhando tantas prateleiras coloridas cheias de cores vibrantes.

— Luna? O quê você está fazendo aqui? — Aquela voz familiar, a voz que eu não ouvia parecia fazer anos...


Notas Finais


VOCÊ QUER VER CONTEÚDO DE ELDARYA E AMOR DOCE? 💗💗💗💗
Sorte sua, estou com muito tempo de sobra, então aqui está meu Instagram babys :

https://instagram.com/luluna.lua?igshid=1po3r5p7qqj26



Deixa aquele comentário pra ajudar a tia e recomenda a história pro amiguinho/a que gosta de comédia romântica ❤️🥺

Aqui está meu twitter:

https://twitter.com/luanaalais?s=09


Aí você pode me perguntar, pq eu te seguiria Lu?
Não sei, mó perda de tempo mas eu faço uns edits e threads legais as vezes.
(Podem me pedir edits lá no twitter, estou fazendo)

Estou postando no wattpad também, dêem uma ajudinha pra tia
-> https://www.wattpad.com/story/256317107?utm_source=android&utm_medium=com.whatsapp&utm_content=story_info&wp_page=story_details_button&wp_uname=luanaalais&wp_originator=sWl6Ayo82J4XLQm93v3bClNuBoAMFKTPIP9wFs3irl2GOyO1y6JN5%2BNxJA850CtAMxJHqg6NIK6mxpbpbvs74c3KiuJcs0gzO2QzSzhFY1SIXuc8D0TL%2FxO2k02xSYKq


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...