História Who would think that love - Capítulo 54


Escrita por:

Postado
Categorias NOW UNITED
Personagens Any Gabrielly, Bailey May, Diarra Sylla, Heyoon Jeong, Hina Yoshihara, Joalin Loukamaa, Josh Beauchamp, Krystian Wang, Lamar Morris, Noah Urrea, Personagens Originais, Sabina Hidalgo, Shivani Paliwal, Sina Deinert, Sofya Plotnikova
Tags Beauany, Joaley, Noart, Nowunited
Visualizações 118
Palavras 1.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura 💕
Novamente eu estou meio assim de postar esse cap, mas ai esta 😢

Capítulo 54 - It's gonna be okay


Pov Any

Eu acordei e estava morrendo de sede, então pensei um pouco se descia ou ficava ali no quarto mesmo, eu desci olhando pra todos os lados pra não encontrar com o Thiago, não tinha ninguém então eu peguei a água na geladeira e coloquei em um copo e estava tomando olhando pela janela.

Quando eu virei o Thiago estava na porta eu fui tentar passar por ele mas ele entrou na frente, e começou a andar na minha direção e eu fui andando pra trás.

: Por favor deixa eu ir embora – eu bati as costas no armário e ele estava de frente pra mim –

Ele denovo começou a passar a mão dele em mim e eu tirei a mão dele e ele segurou minha mão contra o armário.

Thiago – Você sabe que se falar alguma coisa, nunca mais vai ver seu namorado ou sua irmãzinha ou sua mãe – ele fala e começa a beijar meu pescoço -

: Não, me solta, deixa eu ir embora – eu falo chorando -

Ele abre minha calça e começa a tirar eu tentei segurar a calça e empurrar ele, mas ele era mais forte, ele tirou o membro dele pra fora e eu começei a chorar muito, ele afastou minha calcinha pro lado e eu chorava e tentava empurrar ele, mas não conseguia ele penetrou em mim e colocou a mão na minha boca enquanto eu chorava desesperada tentando empurrar ele.

: Por favor, não – eu falei com a mão dele na minha boca -

Mas antes de qualquer coisa o Josh chegou e deu um soco no Thiago que foi pro lado e eu cai no chão -

Josh – Any? Você ta bem? – ele pergunta abaixado do meu lado, eu balanço a cabeça negativamente chorando –

O Thiago levantou e deu um soco no Josh e o Josh revidou eu sai correndo pra sala coloquei minha calça e corri pra minha casa chorando, eu entrei em casa e não tinha ninguém, fui pro meu quarto deitei na minha cama e começei a chorar muito.

Um tempo depois o Josh entra no meu quarto senta do meu lado, eu coloco minha cabeça na perna dele e ele começa a passar a mão no meu cabelo.

Josh – Any! Me desculpa, vai ficar tudo bem. – ele fala tentando me acalmar –

Um tempo depois eu já estou mais calma, mas ainda estou chorando na perna dele. Eu levanto e vou pro banheiro, fico me fitando no espelho e o Josh me abraça por trás eu me viro e retribuo o abraço.

Josh – Vamos na delegacia.

: Não, por favor. – eu falo em meio ao choro -

Josh – Mas porque Any, ele tem que ir preso

: Ele disse que ia te machucar, machucar a Belinha e a minha mãe.

Josh – Ele não vai machucar ninguém, mas precisamos denunciar, se você não for eu vou.

: Não Josh

Josh – Ta bom, vai tomar um banho pra acalmar eu já volto.

: Cuidado, não demora

Josh – Eu vou tomar cuidado – ele fala e sai –

Eu entro no banho e esfrego cada parte do meu corpo, como se estivesse tudo sujo eu estava sentindo o cheiro daquele homem, não conseguia parar de sentir o cheiro dele, depois de muito me esfregando eu saio do banho e deito na cama denovo.


Pov Josh

Eu quero matar aquele cara agora eu vou pra minha casa e abro a porta fazendo ela bater com força na parede. 

: Que porra era aquela? – eu falo pro Thiago e minha mãe aparece atras de mim –

Mãe – O que aconteceu? – eu ignoro -

: Você é um babaca, se acha que ela vai ficar como agora seu filho da puta – eu grito e dou um soco no Thiago que cai no chão -

Mãe – JOSH! – ela grita – Porque você fez isso? – ela vai pro lado dele –

: Porque esse filho da puta estuprou minha namorada – eu gritei apontando pra ele –

Thiago – Isso é mentira.

: É mentira? – eu falo indignado – Então aquela cena que eu vi na cozinha com seu pau dentro dela, enquanto ela chorava e tentava te empurrar era mentira?

Mãe – Que? Thiago?

Thiago – Ele tá mentindo eu nunca faria uma coisa dessas.

Mãe – E porque ele mentiria com uma coisa tão seria assim? 

Thiago – Por que ele nunca foi com a minha cara

: Mãe, você quer ver o estado da Any agora? ela ta la na casa dela acabada, chorando por causa dele – eu gritei – Por causa desse filho da puta – eu vou pra cima dele mas a minha mãe entra na frente –

Mãe – Calma Josh – ela diz olhando pra mim e depois se vira pra ele - e Thiago sai da minha casa agora.

Thiago – Mas...

Mãe – AGORA!! – ela grita e ele sai – Eu vou la ver a Any – ela vai pra casa da Any e eu vou junto –

Nós entramos e fomos pro quarto da Any ela estava na cama dela chorando, minha mãe foi até ela e a abraçou eu sentei do lado delas.

Mãe – Desculpa Any, eu não sabia – minha mãe deixa uma lagrima cair –

Eu desci pra pegar um copo de água e na hora que eu estava subindo as escadas a Priscila e a Belinha entram.

Priscila – Oii Josh

: Oii, você pode ir lá ver a Any, por favor.

Priscila – Ta bom, Belinha vai pro seu quarto

Belinha – Eu posso ficar aqui em baixo assistindo?

Priscila – Pode

Nós subimos e fomos pro quarto da Any e a minha mãe estava abraçando a Any ainda.

Priscila – O que aconteceu?

Any – Eu... Eu fui... – ela fala em meio ao choro –

: O Thiago – eu suspiro – a estuprou – eu sussurro -

Priscila – Que? – ela fica assustada e logo depois abraça a Any – Minha menina vai ficar tudo bem.

Úrsula – Vamos na delegacia.

Any - Não, ele vai machucar vocês – ela fala ainda chorando –

: Eu vou quebrar a cara dele – eu digo e saio de lá nervoso –


Pov Any

Eu to chorando muito, eles querem que eu va na delegacia mas se eu for é perigoso pra eles, e agora o Josh saiu nervoso falando que ia quebrar a cara daquele cara.

Eu levanto correndo e vou atrás dele, quase na porta da entrada eu abraço ele por trás e ele para.

Josh – Any, eu não posso te ver assim e não fazer nada.

: Então eu vou na delegacia ta bom? – eu falo derramando mais algumas lagrimas – mas não chega perto dele por favor.

Josh – Ta bom – eu solto ele e ele vira pra mim – Eu te amo

: Eu também te amo

A Úrsula e a minha mãe desceram e me levaram pra delegacia, fizemos a queixa a polícia vai atrás dele, fomos no médico ele me examinou, e pediu pra eu começar a ir no psicólogo, voltamos e eu fui pra minha casa o Josh ficou comigo e eu tomei banho denovo e dormi.


Notas Finais


Espero que tenham gostado 😢😁💕
Eu to com um ódio absurdo desse cara, meu deus 😡😡😡😡😡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...