História Who you Are ? - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Pine18, Shawnmendes, Whoyouare
Visualizações 9
Palavras 1.257
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura !!

Capítulo 5 - Past mistakes


Fanfic / Fanfiction Who you Are ? - Capítulo 5 - Past mistakes

- Toc , toc - Alguém batia na porta

- Entra - Falei Assim que baixei o volume da TV

- Shawn disse que você não está com fome ? - Meu tio perguntou ao entrar no quarto

- uhum , não estou - Respondi o encarando

- Você não pode ficar assim ! Pelo menos não aqui - Meu tio falou ao sentar na ponta da Cama

- Então o que você quer que eu faça? - Perguntei ainda o encarando

- A gente quer que você coma ! e que não fique se lamentando - Lucas interrompeu meu tio e surgindo de repente

- Desde quando , está ai? - Tio John perguntou o encarando

- Dês que o senhor subiu - Ele falou dando um meio sorriso - Henrique se foi infelizmente e você se acabando , não trás ele de volta -Lucas falou ao se sentar ao lado de seu pai

Flash Back on

(7 meses antes ainda no brasil )

- QUE INFERNO ! Minha filha está enlouquecendo - Minha mãe gritava comigo

- Só porquê peguei alguns dos seus remédios ?- Disse debochada

- remédios ? Você quer se matar ? isso daqui é alguns dos experimentos do laboratório - Minha mãe falou mostrando um dos comprimidos que tinha sobrado ,  já que o restante eu tinha engolido

- QUERO ! PORQUE TUDO AQUI ESTA UMA MERDA - agora quem gritava era eu

- O que está uma Merda ? me diga  , Você tem tudo ! sua ingrata - Meu pai falou ao entrar no escritório da minha mãe aonde a gente estava discutindo

- eu não tenho tudo? Eu não tenho o necessário - Falei já que as lágrimas já estava rolando

- Então ! o que seria o seu necessário ? - Meu pai perguntou se aproximando

- ATENÇÃO DE VOCÊS , O AMOR DE VOCÊS , DESDE QUE O BRYAN NASCEU ! Vocês simplesmente me esqueceu - Falei

- o que está acontecendo? - Meu irmãzinho perguntou ao aparecer assustado na porta do escritório

- Nada meu amor - Meu pai falou se virando para o mesmo - Volte para cama - Assim que o meu pai falou o mesmo fez o que ele mandou

- viu ? Vocês não gritam com ele , Vocês me deixam de lado - Falei ainda deixando as lágrimas rolarem

- para de drama - Meu pai falou se sentando no pequeno sofá que tinha no escritório

- Drama ? Ok , vão se ferar então - falei saíndo do escritório mais logo fui interrompida por alguém

- Escuta aqui ! - meu pai falou segurando meu braço - Você não fala mais assim com a gente - Ele falou dando um tapa no meu rosto

- Não acredito nisso - Falei colocando a mão no rosto já que estava ardendo

Simplesmente sai dali e fui para garagem , peguei justamente o carro do meu pai , no meio do caminho liguei para o meu melhor amigo , Falando que íamos sair , que eu na verdade precisava saír , Então ao chegar parei na esquina para que os pais dele não me visse com o carro do meu pai

- Você está maluca? - Henrique falou assim que entrou no carro - o que aconteceu? - Ele perguntou vendo meu rosto inchado

Contei tudo para Ele e fomos para um barzinho que sempre íamos

- Certeza que quer beber ? - Ele perguntou Assim que entramos no Barzinho

- Uhum - Respondi sorrindo - Preciso esquecer a Merda toda - Falei rindo

Já que sempre frequentamos ali , fomos direto para nosso lugar de costume

- o que vocês vão querer ? - O moço perguntou Assim que aproximou da nossa mesa

- ô de sempre - Henrique como sempre respondendo com um sorriso no rosto

- ok - o moço falou saindo

Eu e o Henrique ficamos conversando rindo e bebendo , até o pai dele ligar e perguntar aonde ele estava e tivemos que ir

- ponha o sinto - Falei para o mesmo assim que entramos no Carro

- Não precisa ! - Ele falou se ajeitando no carro , Henrique odiava usar sinto

- se você morrer? Não me culpe - Falei rindo e ligando o carro

Fomos tranquilos no caminho , não estava muito alterada , então foi tranquilo até uma parte

- Não estou bem , não - Falei abaixando a cabeça já que de repete fiquei tonta e enjoada

- Liv , Para esse carro - Ele falou já que estávamos em um cruzamento

Mais foi tarde demais ! um outro carro veio em nossa direção e o carro começou a rodar e rodar até eu bater a cabeça e Simplesmente apagar

- Henri - Falei Assim que consegui abrir o olho

- Não se esforce - Consegui ouvir a voz de alguma voz que não era do Henrique

- Cadê o Henrique ?- perguntava com um pouco de Dificuldade já que estava com muita dor na parte do abdômen

E minhas perguntas não foram respondidas e uns minutos depois podia ouvir o barulho da ambulância cada vez mais próximo , Os bombeiros primeiro me tiraram das ferragens , assim que conseguiram me tirar podia ver o Corpo do Henri um pouco a frente ao carro

- HENRI - disse assim que vi o corpo dele todo ensanguentado no asfalto - ajudem ! Ajudem - falei e simplesmente voltei apagar

3 dias depois ...

Acordei em um quarto branco aonde eu estava ligada em um monte de aparelho e podia sentir o soro escorrer em minhas veias

- Henrique - Foi a primeira coisa que eu consegui falar

- Não é o Henrique ! Querida aqui é o papai - meu pai falou se levantando do pequeno sofá que tinha ali e indo até a cama que eu estava

- Cadê o Henrique ? - perguntei ainda com dificuldade falar

- descanse e Volte á dormir - Meu pai falou enquanto acariciava meu rosto

12 horas depois , soube que o Henrique naquele maldito acidente , que aconteceu por distração minha , acabou morrendo na hora , já que estava sem sinto e acabou sendo lançado do carro na hora da batida..

Desde então vivo me sentindo mais do que um peso morto , na vida de todos , tranquei o primeiro ano na faculdade de Artes, que eu estava fazendo , Larguei a minha vida social , já que até quem dizia ser meus amigos me culpavam da morte do Henri , então meus pais decidiram que era melhor, eu deixar minha vida no Brasil e começar uma nova no Canadá , junto ao meus tio e o meu primo

Flash back off

- Então ! levanta dessa cama e desça - Meu tio falou se levantando da onde estava sentado - Vamos Lucas - John falou ao seu filho que ainda estava sentado ao meu lado

- eu? não , vou esperar para ter certeza que ela vai descer - Meu primo falou cruzando os braços

- TÁ bom ! 15 minutos quero vocês lá embaixo - ele falou saindo do Quarto

- sim senhor - eu e Lucas respondemos juntos

.. shawn Mendes ..

Fazia alguns minutos que John tinha ido falar com Liv e logo atrás foi Lucas , e eu estava aqui impaciente , esperando que ele conseguisse trazer Olivia junto

- Cadê eles ? - Senhora Martinez perguntou Assim que Viu John voltar

- Já estão descendo - Ele falou sorrindo e voltando a se sentar a mesa 


Notas Finais


Espero que tenham gostado e até o próximo capítulo !!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...