1. Spirit Fanfics >
  2. Who's Your Daddy (CounntryHumans - Brasil x Rússia) >
  3. Capítulo 7

História Who's Your Daddy (CounntryHumans - Brasil x Rússia) - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Capítulo 7


A aula tava um saco, entediante demais! Eu já tinha copiado a lição e não tinha nada para fazer, comecei a mexer no meu celular, coloquei umas músicas e fiquei vendo alguns memes, vídeos etc.
Até que o Rússia.. quero dizer, Daddy me manda mensagem.

📲Rússia: Como esta indo , Baby?

📲 (eu): Uma bosta!

📲Rússia: Está tão ruim assim?

📲 (eu): Está uma merda! Eu acabei de fazer minha lição e não tem nada para fazer!

📲Rússia: Depois dessa aula é o que?

📲 (eu): Artes.

📲Rússia: Não se preocupe, daqui a pouco é intervalo e nós nos vemos.

📲 (eu): Okay...

📲Rússia: Tchauzinho Baby!😘❤

Ele fica off.
Droga! Eu não acredito que estou gostando disso!
Primeiro aquele carinho na cabeça, agora isso!?
Eu só posso estar ficando louca. Balanço minha cabeça tentando esquecer meus pensamentos e volto a fazer outra coisa no meu celular.

O professor Inglaterra logo sai da sala e em seguida todos os alunos pega seus materiais de artes para irmos na sala de artes da professora França.

Saímos da sala e fomos a caminho da sala de artes, passando por um corredor e na parte de baixo pude ver Rússia conversando com Alemanha lá de baixo, o mesmo me avista e da um pequeno sorriso enquanto me acena, eu faço o mesmo.



Chego na sala de artes e a professora já estava lá, me sentei no meu lugar e peguei meu material.


Colombia: Brasil?


Brasil: O que?


Colombia: Você está bem?


Brasil: Claro! Porque a pergunta?


Colombia: Você está diferente.


Brasil: diferente como?


Colombia: Quer saber... esquece! Acho que só foi delírio meu mesmo.


Ela se vira e volta a fazer o que fazia antes.


França: Boujour meus alunos! Hoje trago boas novas para vocês!


Ela estava segurando bastante papéis, pois é, parece que realmente vai ser uma coisa boa. (Sarcasmo).


Ela entrega aqueles papéis que segurava para cada aluno que estava presente na sala.


França: Bom alunos, como hoje a aula é planejada, tive a idéia de que vocês podem desenhar um tipo de sentimento, algo que vocês estejam sentindo agora...


Ela explica a matéria, mas eu quase não prestei atenção, estava distraída, e quando eu percebi todos desenhando, decidi começar a desenhar também.


O que era para fazer mesmo? Droga, fiquei tão distraída que nem prestei atenção no que era pra fazer. Eu podia perguntar para alguém, mas não ia rolar, não tava afim de pedi ajuda, eu podia estar com vergonha? De jeito nenhum! Orgulho talvez? Pode ser.


Decidi esquecer tudo aquilo e fazer qualquer coisa, a única coisa que entendi foi "sentimentos", talvez se eu desenhar algum tipo de sentimento a professora aceite e nem ligaria.


Comecei a desenhar, eu não sei o porque mais comecei com a cor vermelha, desenhei uma figura grande e depois decorei o redor com algumas cores rosas e lilás.


Um tempo depois, a professora já estava chamando os alunos para vistar o desenho.


Colombia: Eu disse que você está diferente!


Brasil: O que? Como assim?


Colombia aponta para o meu desenho e vejo um lindo e bem desenhado coração.
Droga! Droga, droga, droga! Não pode ser! Eu não posso ter desenhado isso! Porque diabos eu desenhei um coração!?


Eu não posso mostrar isso para a professora e não dá tempo de fazer outro, a única coisa que posso fazer é torcer para que ela ache que foi apenas um desenho bobo.


França: Brasil.


Merda! Chegou minha vez, me levanto devagar e ando lentamente em direção a ela com o desenho sendo segurado firme entre meus braços não deixando ninguém ver.




Chego perto da professora e coloco o desenho bem devagarinho na mesa dela, a mesma pega o desenho e olha analisando o desenho.
Oh céus! Por favor, faça com que ela não fale nada! Faça com que ela não fale nada.


França: Hum querida! Entendo essa sua fase.


Drogaa!


França: O amor jovem! É tão lindo!


Brasil: Não professora, não é nada disso que você está pensando.


França: É tão bom saber que existe um aluno que sabe se expressar de forma tão linda!


Pronto! É impossível fazer ela parar agora, agora ela vai ficar com isso grudado na cabeça, esse desenho foi um engano, eu não estou apaixonada por ninguém!
Então porque diabos eu desenhei?


França: Esse desenho merece uma estrela!


Ela me dá a nota e então entrega o desenho, bom, pelo menos tirei uma nota boa, volto para o meu lugar observando o desenho, será que eu estou mesmo gostando de alguém?


Colombia: E então?


Brasil: Tirei uma nota boa.


Colombia: Ai menina, você está apaixonada!


Brasil: Cala essa boca! Eu não estou! Isso foi um engano.


Colombia: O sentimento de amor não dá para esconder garota! Você está gostando de alguém, admita!


Ela tem razão, eu estou mesmo gostando de alguém, mas de quem? Não poderia ser dele, não pode ser dele! Oh meu Deus! Eu estou gostando do meu Daddy!




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...