1. Spirit Fanfics >
  2. Why didn't I notice him before? (Starco) >
  3. Capítulo 33

História Why didn't I notice him before? (Starco) - Capítulo 34


Escrita por:


Notas do Autor


Não achei que o capítulo de hoje saiu como eu esperava :( Mas enfim...

"Hmm cheirinho de capítulo novo. Vamos partir pra leitura!"

Capítulo 34 - Capítulo 33


- Passou 1 hora depois do incidente na ponte, e todos estavam no hospital com um silêncio incômodo. Moon segurava seu choro, por mais tensa que estivesse. Já Marco ficava apenas parado observando a porta da sala de cirurgias, sem nem sequer dizer nada ou se movimentar. Mas enquanto ele pensava sobre Star e Oskar, ele ouviu a voz de sua namorada. Ela finalmente tinha chegado do hospital e iria falar com ele. Jackie logo ficou confusa, ela não entendia por que todos estavam tão quietos e com expressões tristes.

Jackie: Marco, o que aconteceu?

Marco: Eu vou te contar, mas não aqui - Ele disse pegando na mão de Jackie, indo na cafeteria para falarem sozinhos.

- No local não tinha muita gente, então os dois conseguiram se sentar em uma mesa com tranquilidade. Marco começou a contar tudo que aconteceu para Jackie. Ela não se irritou, ao invés disso sua expressão se tornou triste e compreensiva. Ela não sentia raiva de Star, ela se sentia mal por ela.

Jackie: Oh Marco.. Eu não sei o que dizer.. Eu queria muito poder ajudar de algum jeito - Ela disse segurando a mão de Marco, que para sua surpresa se afastou dela- O que aconteceu? -Perguntou confusa.

Marco: Antes disso acontecer, a Star saiu correndo do escritório da mãe dela.. E eu perguntei para a senhora Moon se eu podia ver os documentos de alunos da Universidade.. e você não tava nele.

Jackie: Me.. Me desculpa Marco, mas eu não vou estar na Universidade.

Marco: Por que? Você vai estudar em outra Universidade?

Jackie: Não Marco. Eu não vou estudar em nenhuma outra Universidade, não mais nesse país.

Marco: Nesse país?.. Jackie eu não tô entendendo.

Jackie: E-Eu vou me mudar para outro país!

Marco: Se m-mudar? Mas p-por que?

- Perguntou nervoso.

Jackie: Os meus pais foram promovidos no trabalho, e eles vão ser enviados na França pra trabalhar. E... obviamente vou ter que ir junto deles. Então você sabe o que isso significa... - Disse começando a chorar- precisamos terminar.

- Marco suspirou e a encarou triste, os dois provavelmente nunca mais iriam se ver.

Jackie: Nesses dias eu estava me preparando junto de meus pais, por isso não tive tempo pra sair com você. Daqui alguns dias eu vou me mudar.

Marco: Mas... Eu não entendo, você quis ser minha namorada, mesmo sabendo que teria que ir embora..

- Jackie segurou as mãos de Marco, porém se afastando.

Jackie: Eu sei que você deve estar chateado comigo, mas eu também tô chateada comigo mesma. Tudo que eu queria era ficar com você, e crescer junto de você. Eu sabia que isso teria que acontecer, mas eu aproveitei enquanto pude, eu queria ser sua-

Marco: Namorada -Completou triste.

Jackie: Sim... Eu queria me sentir amada, e aproveitar meu tempo junto de você e meus amigos. Você foi uma das pessoas mais incríveis que conheci, e é por isso que vou ser eternamente agradecida por você, Marco Diaz. - Disse dando um sorriso triste, enquanto mais lágrimas saíam de seus olhos verdes.

- Marco não disse mais nada, ficou encarando o chão com uma expressão triste.

Jackie: Você ainda gosta dela, não é?

Marco: O que?

Jackie: Você ainda gosta da Star, não é verdade? Eu sei que você tá preocupado com ela, eu percebi isso quando você tava parado em frente da sala de cirurgias.

- Marco se levantou de sua cadeira e caminhou até as janelas da cafeteria, e ele colocou sua mão em seu rosto enquanto apoiava a outra na parede. Ele estava confuso, e precisava pensar. E só o que vinha em sua mente era a imagem de Star caindo no chão baleada, e isso fez ele discretamente soltar algumas lágrimas.

Jackie: Marco, eu te entendo.. Antes você tentava chamar a atenção da Star, e agora é ela que quer sua atenção, ela agora sofre por você.

Marco: Eu sei disso, ela me contou. E eu não esperava por isso.. Me desculpa Jackie, eu nunca quis te usar pra esquecer a Star, mas foi isso que aconteceu, eu não mereço você.

Jackie: Não precisa se desculpar Marco, eu também tive meus erros.. fui possessiva e ciumenta, eu sempre fiz de tudo pra afastar a Star de você, por que eu sempre soube que no fundo você ainda sentia alguma coisa por ela.. -Dando risadas leves- nós dois erramos, essa relação nunca foi feita pra dar certo.

Marco: -Abraçando Jackie- Realmente erramos. Mas foi bom enquanto durou, não vou mentir que os momentos que passamos juntos também foram incríveis.

Jackie: -Correspondendo abraço- Eu só quero que você me prometa uma coisa -Disse triste- No dia que eu for embora, eu quero que você vá se despedir de mim no aeroporto.

Marco: Eu prometo -Disse sorrindo.

- Jackie segurou o rosto de Marco, que pensou que ela daria um beijo, mas ela apenas beijou sua bochecha.

Jackie: Eu vou sentir saudades -Disse com um sorriso triste, retribuído por ele.

- Enquanto os dois conversavam, são interrompidos por Tom que chega chamando atenção de ambos.

Tom: Marco, Jackie! O médico saiu da sala de cirurgias!

- Ao ouvirem o que Tom Disse, os dois deram passos apressados na frente da sala de cirurgias. Quando chegaram viram o médico e o ajudante dele na operação.

Moon: Como está a minha filha? -Perguntou preocupada.

Médico: Por sorte a garota conseguiu se salvar, a bala quase chegou no coração, mas hoje tinha um cirurgião profissional para me ajudar.

- Todos suspiraram aliviados, especialmente Marco que ficou feliz por saber que Star estava viva.

Moon: Eu posso ver minha filha?

Médico: Agora é melhor deixar ela descansar, mas quando ela acordar vamos chamar vocês.

- Moon asentiu com a cabeça. Ela estava feliz por sua filha ter se salvado, e igual a todos no local estava sorrindo.

Marco: Jackie?

- (Marco) Notei que Jackie não estava mais aqui, fui até a saída do hospital e vi ela indo embora. Eu gritei chamando a atenção dela, e me aproximei.

Jackie: Você precisa ficar aqui Marco, não vai demorar muito pra Star acordar. E eu preciso terminar de arrumar minhas malas.

Marco: Eu sei, mas eu só queria te dizer pra me chamar quando você for embora.

Jackie: Eu vou chamar sim - Disse abrindo o guarda chuva- Tchau Marco -Disse em sussurros.

- Enquanto isso na sala de cirurgias, as enfermeiras terminavam de limpar tudo que foi utilizado na cirurgia da loira.

Star: Mãe... -Sussurrou

Enfermeira: A paciente falou alguma coisa?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...