História Why Do I Still Love You? (Imagine Jikook) - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Drama, Jikook, Jimin, Jungkook, Romance
Visualizações 143
Palavras 650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cadê a playlist sad de vocês? Cliquem em play
Boa leitura meus bebês

Capítulo 20 - Seu-mul


Fanfic / Fanfiction Why Do I Still Love You? (Imagine Jikook) - Capítulo 20 - Seu-mul

Jimin On

— Jimin?

Eu me alegrei assim que eu ouvi o oficial dizendo que tinha alguém que veio que me visitar e logo me veio Jimin na mente. Eu estava incomodado com a demora do policial em abrir a cena. Eu estava ansioso pra ver o Jimin.

Eu segui o policial animado. Ele parou em frente a uma espécie de cela mais aberta com policiais nas entradas, eu respirei fundo e preparei o meu melhor sorriso pra dar ao meu amor.

Eu entrei e o meu sorriso fugiu do meu rosto.

— Taehyung? — eu disse entrando e procurando, em um modo meio estúpido já que dava pra ver bem que só havia ele ali.

— Pensou que fosse o Jimin, não foi? — ele disse quase que lendo os meus pensamentos.

— Foi. — eu disse me sentando em sua frente com uma mesa nos separando.

— Não perde o seu tempo esperando. — ele disse me fazendo fixar meu olhar no seu. — Ele não vai vir.

Claro que não…

Que idiotice minha.

— Eu sei, eu só... sei lá... pensei que… Esquece.

Eu achei melhor não dizer que sim, eu estava mesmo esperando que jimin viesse me ver. Até porque, até semana passada ele me disse que me amava. É impossível que um amor como o nosso vá se acabar de um dia pro outro!

— Como você tá? — Taehyung perguntou e dava pra ver a sua preocupação.

— Eu não sei. — olhei para o lado e vi um policial olhando para nós. — Aqui é muito estranho.

— Por que você fez aquilo com o Jimin?

Ele perguntou e voltei meus olhos nos dele. Eu não respondi a princípio. Eu tava tentando encontrar uma boa desculpa pra ter feito… tudo aquilo...

— Eu quero entender como o meu amigo Jungkook, aquele que eu estive grudado desde que estramos no ensino médio foi parar na cadeia por agressão e cárcere privado.

— Eu não sei. Eu perdi o controle de mim mesmo. — foi o melhor que eu pude dizer.

— Quando o Jimin caiu do prédio... Não foi um acidente, não é? — não, hyung. Não foi acidente não. — Você empurrou ele?

Que absurdo! Eu nunca iria tentar matar o Jimin! Eu o amo! Ele é o amor da minha vida!

— Não. — eu disse visivelmente incomodado com a pergunta dele. — Ele tentou se matar...

— Por sua causa?

Por minha causa? Eu amo o Jimin e o que eu fiz foi por amor! O que eu poderia fazer? Ele simplesmente se sentou na mureta e se inclinou para trás se jogando!

— Você não se arrepende de nada?

— Claro que sim. Se eu não tivesse saído com ele, aquilo não teria acontecido.

— Mas ele ia continuar com daquele jeito. — ele responde uma pergunta que eu considerei ser interna até que ele parou do nada e me olhou, não sei se foi com surpresa ou indignação. Eu acho que os dois. — Você não tem aí por Jimin! Você não se arrepende de nada! — ele gritou e eu o olhei do mesmo jeito que eu olhava para o Jimin quando ele me desobedecia. Empinei o nariz pra ver quem manda em quem mas eu acho que isso não funciona com o Taehyung porque ele ficou mais zangado ainda. — Quem é esse cara que tá aqui na minha frente? Porque o meu amigo Jungkook não é babaca desse jeito.

— Eu não ia perder o Jimin. Eu ia ficar com ele não importa o que acontecesse.

— Jungkook, você tem noção do que você fez? Que tipo de monstro egoísta é você? — ele gritou de novo e se levantou visivelmente puto e começou a andar para fora.

— Tae-ssi… — eu o chamei pra tentar me explicar ou sei lá, inventar alguma merda que fizesse ele me desculpar.

— Fala comigo quando você não for esse escroto que você se tornou. — ele disse apenas isso antes de sair me largando lá sozinho.


Notas Finais


Tchauzinho meus bebês
O que vocês acham essa personalidade do Kookinho?
E essa atitude do Taetae? Concordam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...