1. Spirit Fanfics >
  2. Why me? >
  3. Os Atikins

História Why me? - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii galerinhaaa!! Desculpem pelo sumiço, foram muitos planejamentos!!
Espero que gostem!!<3

Capítulo 4 - Os Atikins


Fanfic / Fanfiction Why me? - Capítulo 4 - Os Atikins

Anteriormente...

[ _O que foi pai??

E ele diz chorando, antes de desligar o celular: 

_ Sua...sua mãe!!Está no Hospital Central...Ela teve um acidente de carro.]


Nesse momento, comecei a chorar e desliguei o celular.Tyler pergunta segurando minha mão:

_O que foi? Quer uma água?

E eu chorei abraçando ele, e depois ele me acompanhou até o Hospital,que era perto. Chegando lá, ele se despediu dando um abraço em mim e um beijo na minha bochecha:

_ Vai ficar tudo bem!!

Nessa hora me arrepiei toda e me despedi dele e entrei para o Hospital. Era enorme lá, não sei nem o que fazer e nem para onde ir.

_ Clareee!!!-meu pai grita de longe acenando.

Fui em direção a ele desesperada:

_ E ai? E minha mãe, como está? fala logooo!!!

_Filha, nesse momento eu não pude entrar para saber o que era.O médico apenas disse para esperar, que ele já chega com mais notícias.

_Aaaaanh!!! Eu quero ver minha mãe logo!!!

_ Precisamos esperar filha. - ele diz, tentando me acalmar.

Passou uns minutos, e um médico alto chega: _Senhor Nate?

_ Sou eu!!

_ Como minha mãe está?? -Já falo atrapalhando e fazendo meu pai me olhar com uma cara de bravo.

_Desculpe! - respondi baixo.

_ Bom, a Sr.Lisa sofreu apenas alguns ferimentos e vai precisar colocar pontos.Como são apenas na face e no pescoço leva de 5 a 8 dias para eles serem retirados. Precisamos fazer um acompanhamento para ver como ela esta nesse período, e dependendendo de como o corpo vai reagir, ela poderá receber alta e voltará aqui depois para retirar os pontos .

_ Certo. - Meu pai diz aliviado e sério.

_ Sobre o horario de visitas...- Neste momento, o médico da olha para mim:

_ Ela só poderá receber a partir de amanhã.

_ Muito obrigado Doutor- meu pai diz dando um aperto de mão nele.

_ Vamos filha, amanhã nós voltaremos.

No caminho de volta fiquei pensativa, lembrei do ensaio do Tyler e de como terminou tão ruim , ''Pelo menos minha mãe esta bem''.

Chegando em casa já tinha ficado de noite.Fui tomar banho, desta vez, queria um bem demorado para refletir este dia. Fiquei deitada, na minha cama, triste só querendo que amanhã chegasse.

_ Filha quer jantar?- meu pai aparece na porta do quarto.

_ Não.Obrigada pai.

Eu só queria ficar quieta e sozinha.

Amanheceu e meu celular despertou, era hora de ir para o colégio, fui ver meu pai ainda de pijamas perguntando:

_ Pai eu posso ficar em casa?Não estou me sentindo bem.

Permaneceu um silêncio, e meu pai quebrou ele dizendo:

_ OK!! Hoje também não vou trabalhar, acho que precisamos deixar esse dia para cuidar de sua mãe e descansar.

Fiquei aliviada demais "Ainda bem qua não vou pra aquele lugar chato hoje!!"

( Enquanto isso no colégio )

_ Oii Tyler!Por que está assim cara?

_ Oi Manu!Lembra da menina que eu te falei do ensaio?

_ A que você conheceu na aula de biologia né?O que tem ela?

_ Ontem aconteceu um acidente com a mãe dela, e ela ficou toda desesperada, inclusive levei ela ao hospital.Talvez hoje ela não venha e não tenho uma forma de contato para perguntar como ela está e essas coisas, sabe? Eu queria que ela, pelo menos visse as fotos que tirei dela que ficaram lindas, antes de apresentar na minha aula na sexta.

_ Olha, se serve de consolo, eu posso ver as fotos,para ter uma opinião de fora sei lá.

_ Claro cara valeu!!!

Nesse momento, Tyler abre o notbook e clica na pasta das fotos.

_Ela não é Linda?

_Esperai!!Essa é a menina!? E a mãe dela que sofreu acidente!? - diz Manuel com rosto assustado.

_ Sim ue!!!

_ Eu já volto Tyler!! - ele diz saindo correndo de lá.

''Ue o que deu nele!?'' Tyler pensa.

Já era de tarde, e quando olhei meu celular tinha várias mensagens do Manuel.

{ Clare??}

{ Como vc está??}

{ Por favor me responda quando der! }

{ Como sua mãe esta??}

''Como ele sabe disso?'' ..._Vamos filha? - Meu pai diz interrompendo meus pensamentos. Nós vamoss almoçar antes de irmos visitar minha mãe.

Chegando no hospital, o mesmo médico, chegou perto da gente:

_ Boa Tarde ,sua esposa está se recuperando bem, mas antes de liberar a visita preciso esclarecer uma coisa. Ela vai precisar de algum acompanhante nesses dias que ficará aqui.

_Bom eu vou resolver isso. - diz meu pai.

_ Certo vamos!?- diz o médico nos levando na sala em que minha mãe estava

Chegando na sala, minha mãe diz animada em nos ver:

_ Oii gente!!!!

_ Mãeeeeee!! Fui correndo dar um abraço nela e meu pai fez o mesmo­.

­_ Como você esta!!?Deu um grande susto em nós. - digo toda empolgada em vê-la.

_ Estou me recuperando meu bem, e vocês?

_ Melhor agora em te ver bem - responde meu pai.

Passou um tempo e meu pai fala para minha mãe:

_ Preciso resolver, como irá ser esses dias em que você ficará aqui. Eu já estou liberado do trabalho, mas e a Clare?

Olhei para eles sem entender nada, dizendo:

_ O que que tem eu pai?

_ Voce não pode dormir sozinha lá em casa filha.- diz minha mãe.

_ Sim pode ser perigoso, nem conhecemos muito a cidade.- meu pai concorda.

Nesse momento, ele diz :

_ Já sei...Um ombro amigo na cidade!!!- ele fala, já ligando para tal pessoa:

_ Alô? Senhora Atikins?Olha minha esposa sofreu um acidente e...

Entrei em choque nessa hora.

_ Prontinho filha, durante este tempo que eu ficar aqui, você vai ficar na casa dos Atikins, depois vou te levar em casa para você pegar suas coisas e roupas.

_ Nããããooo!! Olha pai, esta tudo bem, eu durmo em casa sozinha sem problemas.

_ Nada disso filha. - ele diz extremamente sério.

_ Por favor pai, eu não estou querendo ir!!!!- digo desesperada fazendo um leve escândalo.

_ É o melhor a fazer Clare!!- diz minha mãe.

* Toc toc*

Entra uma enfermeira baixinha e ruiva, dizendo:

_ O horário de visitas acabou.

_ Eu vou só levar minha filha em casa e voltarei mais tarde.-Diz meu pai.

_ Ok, contando que volte antes das 19 horas.- responde a enfermeira.

_ Vamos Clare!!

Despedi da minha mãe, ainda resmungando.

Chegando em casa, meu pai foi me apressando, pois ele precisava me deixar na casa dos Atikins e voltar para o hospital no horário. Não tive tempo de pensar no que vestir, e sai jogando algumas roupas na mochila com muita raiva, peguei minhas coisas para higiene, alguns acessórios e uma pantufa.

_Vamos!?

_ Paii por favooor deixa eu ficaaaar!!!!- digo tentando mais uma vez, que ele mude de ideia.

Ele negou e seguimos em direção a casa dos Atikins.

Chegamos e a Sra. Atikins me recebeu bem , e eu despedi do meu pai.

_Fica a vontade querida. - disse ela sendo super educada comigo.

_Por enquanto, só estamos nós duas aqui, daqui a pouco os meninos chegarão.Vem vou te mostrar onde você pode colocar suas coisas.''Devem ser ricos'', imaginei. Fomos direto para o quarto de hóspedes e deixei as coisas lá e a Sr. Atkins me deixou sozinha.Depois de um tempo, fiquei com tédio de ficar naquele quarto e então fui conhecer mais a casa deles.

Passei do lado de dois quartos e quando abri era o quarto do Jeff, "huum bem organizado" e do Manuel, estava cheio de livros por todo os lados. Depois andando mais um pouco, tinha um outro quarto, era da Jolie, "Parece um quarto de princesa, enorme e nossa tem um closet, realmente é um sonho ter esse quarto".

Eu fiquei com vergonha de alguém aparecer e fui descer para encontrar a salas dos livros.

Eu sabia que tinha um sofá e uns pufes lá, então fui pegar um dos livros que eu não tinha e que não li, da minha coleção predileta.

Depois distraída com imaginações da história dormi, com o livro em mãos.

"Harryyy Potteeer!!Harryyyy é você??", estava em um sonho.

Em meio ao um sonho maravilhoso:

_Clare!!! Sou eu!! Manu!!

_Harry!?

Manuel tenta me acordar. Eu acordei ainda meio sonolenta, digo:

_Oii!?Pai!? Mãe!?

_C-clare! Você está bem?

Tomei um susto quando vi o Manuel.

_AIII!!

Levantei e fiquei tampando o rosto de vergonha,depois eu fiquei calma e nós  conversamos sobre a coleção do livro que li.

O tempo passou e foi ficando cada vez mais interessante a conversa, não imaginava que o Manuel era tão legal assim, percebi que ele fazia uns carinhos bem sutis em minhas mãos e não vi problema naquilo, até que foi ficando diferente a situação.Ele aos poucos, se aproximava de mim, deixando o clima mais quente e nervoso possível, quando percebi encontrei os lábios dele bem perto aos meus...


Notas Finais


Não esqueçam galerinha, de deixar o like e comentar o que acharam deste capítulo!!
Até o capítulo 5!! Beijooos😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...