História Why so rude uncle ~ (Imagine Jungkook) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 820
Palavras 1.117
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura ❤

Capítulo 6 - Cap 6


Fanfic / Fanfiction Why so rude uncle ~ (Imagine Jungkook) - Capítulo 6 - Cap 6


- Você está ficando louco? - perguntei tentando empurrar ele 


- Louco por você - sorriu cínico 


- (S/N) TEM UM GAROTO AQUI EM BAIXO LHE PROCURANDO - escutamos lisa gritar e kook saiu rapidamente de cima de mim 


- Mas tarde terminamos isso - piscou e saiu do quarto 


- G-dragon, o que foi isso ? - coloquei a mão no peito pra respirar direito 


Depois de me recuperar direito, resolvi então descer e ver quem é o ser vivo que atrapalhou o que eu quase até que queria, digamos assim. Cheguei na sala encontrei Jimin sentado em um sofá e no outro sofá tio kookie com uma cara na boa enquanto encarava Jimin. 


- Chimchim - abracei meu amigo 


- Eu fiquei preocupado, já que você não foi na aula hoje - nos sentamos 


- Eu acordei tarde - cocei minha nuca 


- Chimchim? - olhei kook que perguntou 


- Algum problema? É um apelido fofo e combina com a fofura dele - bufei 


- Só não gostei dessa intimidade toda - fechou a cara 


- Ele é meu amigo, que coisa - mostrei a língua 


- Me respeita, mocinha - me repreendeu 


- Então tá né - Jimin olhou ele é depois me olhou - Que tal parque de diversões hoje? - sorriu 


- Negativo - meu tio respondeu antes de mim - Ela está de castigo - disse por final 


- Mas o que foi que eu fiz ? - olhei o moreno 


- Esse é o problema, não fez nada, ainda - sorriu malicioso 


- Eu perdi alguma coisa - Jimin nos olhou confuso 


- Vai embora da minha casa, garoto - se levantou puxando Jimin e o jogando pra fora de casa 


- Qual é o seu problema? - me levantei ficando na frente do mais alto 


- Você é o meu problema - disse e me puxou selando nossos lábios 


Ele pediu passagem com a língua mas eu não cedi, então ele deu um tapa na minha bunda me fazendo abrir meus lábios e tomando invasão com sua língua quente dentro da minha boca. Suas mãos apertavam com uma certa força minha cintura me puxando cada vez mais contra seu corpo.


- Que pouca vergonha é essa aqui ? - nos separamos rapidamente ao escutar lisa 


- Eu posso explicar - Kook olhou sua mulher 


- Você está me traindo com sua própria sobrinha debaixo do meu próprio nariz - bufou de raiva - E você sua Cadela, não tem vergonha de beijar seu próprio tio - me deu um tapa forte no rosto 


- Não ouse tocar nela - empurrou lisa e me escondeu em seus braços 


- Então aquilo tudo era ciúmes dessa vagabunda, dessa vadia - apontava pra mim 


- Já te falei pra não se aproximar dela - lhe empurrou de novo - Sobe pro seu quarto, anjo - me deu um selar na testa e eu saí correndo pro quarto.


Entrei no meu quarto e apenas fiquei ouvindo os dois gritarem bastante um com o outro. E o motivo da briga deles sou eu, que confusão.


(...)



Depois de algumas horas dormidas acordei e avistei Kook sentado na beira da cama me olhando. 


- Cadê lisa? - perguntei assim que me sentei 


- Esta no quarto dormindo - sorriu 


- Vocês vão se separar? - minha curiosidade atacou 


- Não, ela sempre soube que era traída, apenas faz barraco na hora, mas depois que eu lhe acalmo ela volta ao normal - me puxou fazendo sentar em seu colo 


- Acalma ela como ? - perguntei e ele sorriu malicioso - Você vai pra cama com ela, é isso? - me levantei do sei colo lhe encarando 


- Qual é pequena, somos casados - se levantou se aproximando de mim


- Então como ousa me beijar, você sim só que se aproveitar de mim, diferente de Taehyung e de Jimin - deixei uma lágrima cair 


- Não chora, por favor - tentou tocar em meu rosto mas virei - Lisa é minha mulher, e o que eu sinto por você é apenas desejo carnal - Não aguentei e lhe dei um tapa na cara 


- SAÍ DAQUI - gritei 


- Tudo bem, desculpa - disse e saiu 


Não aguentei e me joguei no chão me permitindo chorando, certo que eu não amo ele, mas eu já sentia sentimentos por ele. E ele apenas deseja meu corpo, isso é humilhante demais.



(...)



Kook On 


Eu não podia simplesmente dizer o que sinto por ela, somos apenas tipo e sobrinha e eu tenho que matar esse sentimento que sinto por ela. Se isso chegar no ouvido da minha irmã irá dar muito merda, apenas por isso que não terminei com Lisa, apenas para proteger minha sobrinha.


- Você está fazendo a coisa certa - Lisa dizia enquanto beijava meu pescoço 


Seus beijos me dão nojos, e nem excitados eles me deixam. Na real eu não sinto nada por Lisa, eu nunca senti, era apenas sexo, sempre foi sexo. Mas agora nem sexo com ela eu quero mais, quero apenas minha sobrinha.


- Anda Kookie-ah, me beija - pedia enquanto desabotoava minha calça - Que foi? Não está afim? - perguntou ao ver que eu não estava duro 


- Me larga - saí da cama 


- Ou você transa comigo, ou eu ligo agora pra sua irmã - me ameaçou e eu voltei pra cama - Esse é meu marido - voltou afim me beijar 



(...)



S/n On 


Os gemidos dessa garota é torturante, caramba será que ela não sabe gemer baixo, ou faz isso por implicância, pra mostrar que Jungkook é dela e ama ela. O estranho é não ouvir ele gemer, vai ver não faz o perfil dele.


- Aish - reclamei enquanto tampada meus ouvidos - CALA A BOCA SUA ESCÂNDALOSA - gritei já cansada daquilo 


E depois de vários minutos a estúpida calou a boca, já era hora. Mas pra piorar ela tinha que entrar no meu quarto pra jogar na minha cara.


- Isso é pra você ouvir que ele é apenas meu, só eu terei ele na cama - sorria cínica 


- Eu não quero ele - consegui apenas dizer isso 


- Aquele Beijo na sala na sala não mostrava isso, mas enfim, ele me disse que só queria te comer e que não sente nada por você, nem pena mesmo e que agora nem te comer ele não quer mais - Não aguentei e comecei a chorar - Isso chora mesmo, ele ama a mim, que sou muito mais mulher que você - jogou isso na minha cara e saiu do quarto 


- Seu idiota - disse baixinho - SEU IDIOTA - gritei e afundei minha cara no travesseiro me deixando chorar mais.



Continua...


Notas Finais


Tadinha da (s/n), ninguém merece passar por isso. 💔

Até mais ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...