1. Spirit Fanfics >
  2. Why so serious? >
  3. Prologo

História Why so serious? - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Prologo


Natalie chegava extremamente tarde de mais uma de suas noitadas em boates. Como era uma garota de boa vida, roupas de marca, carro de luxo e o fato de ser incrivelmente linda e sexy auxiliavam que suas noites de festas não acabassem mais e a diversão so estaria a um ponto de começar.

Naquela noite, Natalie encontrou um loiro que estava dando em cima dela a maior parte da noite. Ela o chamou pra dançar e ela aprpveitou a ocasiãopara rebolar discretamente no membro dele, sentido sua ereçao aumentar a cada segundo que se passava.

-- Na minha casa ou na sua? -- perguntou o loiro.

E foi assim que às 00h45min Natalie chegava em casa arrastando o loiro pela mão para um dos quartos de hóspedes, ja que ela nao dormia com ninguém no seu proprio quarto, por questão de privacidade.

O homem masculo e forte a segurou pela cintura e fez com ela entrelaçasse suas pernas envolta do maior sentindo ainda a ereção cada vez mais aparente.

Deitando-a na cama ele tirou suas roupas rapidamente e logo, em seguida, tirou as dela, não tendo tempo nenhum para aprecia- la. Estava na cara que aquela seria apenas mais uma noite de sexo com um cara diferente. Natalie tinha certeza quando dizia que os homens era todos iguais.

E era realmente isso que deveria ser. Não era?

Ela beijou o pescoço do loiro e distribuiu selares em seus lábios.

Sem avisar ele a penetrou e um gemido baixo e arrastado saiu fora de sua boca. Ele começava com movimentos lentos e agonizantes, e não adiantava o quanto ela pedisse para ir mais rápido,  ele simplesmente gostava de jogar com ela.

Depois de alguns movimentos em lentidão,  ele nao aguentou. Logo, ele começara a ir mais rapido, os gemidos deles sendo ouvidos na penumbra da noite, seus corpos suados unindo-se. Pena que aquilo era apenas um prazer carnal, para os dois.

Ela gozou, mas ele ainda não e estava disposto a faze-la gozar quando vezes fossem necessários apenas para sentir o poder que tinha sobre ela.

Ele continuou com movimentos regulares, suas costas marcadas pelas unhas dela, o som dos corpos se chocando, os gemidos baixos, o prazer se acumulando em sua barriga. E então,  tudo explodiu em uma imensa bola de prazer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...