História Why You Don't Fuck Me? -VMin - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Álcool, Bangtan Boys (BTS), Flex, Jeon Jungkook, Jikook, Jimin Tops, Jung Hoseok, Jungkook Tops, Kim Jennie, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Lemon, Min Yoongi, Namjin, Park Jimin, Taehyung Bottom, Traição, Vmin, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 96
Palavras 1.460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E aí como é que cês tão? Como foi semana de vcs? <3

Capítulo 6 - Jimin 3


Os dias foram passando até que bem rápido, na percepção de Jimin, que, estranhamente, não se sentira tão mal quanto esperava.

Uma coisa seria se Jungkook lhe desse um fora do nada, mas não é o caso, ele nem queria estar com Jimin e o mesmo se sente até um pouco aliviado agora. 

Claro, amava muito Jungkook, estava devastado, mas parecia que a cada dia a dor ia embora aos poucos. 

Mas ainda sentia um aperto no peito ao ver o maior em sua rotina. Apesar do mesmo parecer estar o evitando.

Tinha o apoio dos amigos, no entanto, ainda tinha alguns pensamentos angustiantes. Se foi uma aposta, Jungkook nunca o quis, sem ser carnalmente. Para muitos, não seria preciso aposta nenhuma para que quisessem o moreno.

- Parece quieto, o que foi? - Indagou Taehyung, bebendo uma xícara de café e olhando algo no notebook a sua frente.

O Kim estava se mostrando bem atencioso esses dias, mais que o normal, Jimin gostava dessa atenção, sabia que o maior tinha noção que se Jimin ficasse muito sozinho, seria doloroso.

- Apenas pensando. - Roubou um pedaço do bolo de Taehyung, que nem se importou. 

Estavam na cafeteria de sempre.

- E então. Como está o seu coraçãozinho machucado? - O olhou, interessado.

- Um pouco dodói, mas logo, logo passa… - Fez uma pausa. - E você, como está o seu coração?

- Dentro de mim que não tá, ele fica sempre nas mãos de uma pessoa específica.

Jimin se sentiu um pouco incomodado, não soube o porquê, talvez por Taehyung ficar tanto com ele que Jimin não gostou de talvez existir alguém que pudesse receber o dobro de cuidado. Mal sabia que esse alguém era ele.

- Quem? - Perguntou curioso.

- Um dia você vai saber, eu prometo!

- De dedinho? - Estendeu a mão com o mindinho curvado.

- De dedinho! - Enganchou os dedos.

Os dois riram e Jimin sentiu sua barriga encolher junto com um friozinho, que o fez sorrir mais ainda.

O dia passou normal e agora Jimin estava com Jin andando até o prédio onde seria a próxima aula, alcance de notas.

Não sabia porquê mas o que Taehyung lhe disse realmente tinha ficado em sua cabeça. Não pensava nisso o tempo todo, mas ainda era um incômodo, talvez fosse ansiedade de pôr fim na curiosidade.

Jin estava falando algo que Jimin mal prestava atenção, quando resolveu interromper.

- Jin. - O mesmo deu um sobressalto, logo mudando a expressão para ternura.

- Diga. - Jimin mordeu o lábio, não queria passar uma impressão errada.

- Você sabe de quem o Taehyung gosta?

Parou de andar abruptamente ao que o outro parou também.

- N-Não. Por que?

- Só curiosidade. - Viu o outro assentir e se virou pra frente andando devagar. - Por que você se assustou tanto?

- E-Eu? - Apontou para si mesmo e Jimin assentiu. - Impressão sua.

- Sei... - Virou pra frente e deu continuidade a sua caminhada.


><><><


Sentia o corpo inteiro tremer. 

Era uma dor diferente. Não era como quando descobriu a farsa que seu relacionamento era. Era algo mais... Simples.

Foi assim, durante a aula, o grupinho de fofoqueiros da sala, talvez até da universidade, não parava quieto. 

A notícia com certeza não era mais seu término com Jungkook. Mas era algo relacionado.

"- Eu ouvi dizer que Jungkook já tá em outra.

- Esse menino é rápido, né?! My name is Barry Allen!

- Quem é? Conta, conta!

- Min Yoongi.

- Meu cu, mentira!

- Seu cu, verdade!

- Por que você acha isso?

- Alguém ouviu ele se declarando pro Yoongi na cafeteria. Será que foi por isso que ele e o Jimin terminaram? Será que o Jungkook e o Yoongi tiveram um caso?

- Ih, gente... Jimin é corno? Isso mesmo?

- Eu soube disso também. Parece que o Jeon levou um fora daqueles...

- Também né, falta só o Hobi e o Yoongi se assumirem..."

O resto Jimin não ouviu, estava ocupado demais se segurando pra não chorar na frente de todos e saiu dando a desculpa que iria ao banheiro.

Ainda doía, e muito. 

Se pelo menos Jungkook apenas não gostasse de si, mas não, ainda por cima estava com ele amando outro.

Se sentia impotente.

Claro, tem a possibilidade de Yoongi ser a nova aposta, mas quem lhe garante?

Soluços baixos escapavam de si enquanto fungava. Estava escondido no quarto do zelador, encolhido em meio a sua tristeza.

Seu celular vibrava repetidas vezes mas ele não tinha coragem o suficiente pra pegar.

Quando conseguiu se acalmar minimamente já dera a próxima aula. 

Finalmente olhou o aparelho.


Taehyungie

|Jimin|

|Onde vc tá?|

|Eu tô preocupado|

|Aparece logo|

|Ei|

|Ei|

|Vc tá bem?|

|Vc tá triste pelo q aquele povo tava dizendo?|

|Pelo menos o Yoongi n quis ele, né?!|

|Vc foi vingado haha|

|Te fiz rir? Espero q ss|

|Qnd ver isso me manda mensagem|


Sentiu um sorriso involuntário ser formado em seus lábios rosados. Tae lhe fazia bem, por que não fo fala aonde está escondido? Assim ele pode o fazer se sentir melhor...

Assim que mandou a mensagem o outro visualizou e ficou offline. Já soube que ele estava a caminho.

Dois minutos depois a porta foi aberta revelando um Taehyung preocupado com uma mochila nas costas e outra na mão, de Jimin.

O mais novo apenas apenas entrou em silêncio e escorregou pela parede parando sentado ao lado do choroso.

Ficaram algum tempo em silêncio até Jimin se pronunciar.

- O que tem de errado comigo? - O Kim o olhou no mesmo segundo.

- Não tem nada de errado em você, Jimin, muito pelo contrário.

- 10 meses de namoro e eu não consegui nem que ele gostasse de mim. Sem contar o tempo antes disso. Enquanto o Yoongi nunca demonstrou nada além de amizade. - Dizia com os olhos marejados novamente.

- Se o Jeon não soube ler a sua constelação com certeza tem alguém por aí que vai conseguir apreciar a sua galáxia. - Se referia a si mesmo. - O Jungkook é meu amigo mas eu não vou defendê-lo. Ele é uma babaca e errou pra caralho! Você não deveria querer estar com alguém como ele. Primeiro se ame e se dê o seu devido valor antes de desejar alguém desse jeito.

Jimin já ia retrucar quando foi interrompido por um Taehyung quase gritando consigo.

- Caralho, Jimin! Como eu consigo te ver e você não? Jimin, por favor, nunca saia da minha vida! Eu preciso ver o quão lindo você é todos os dias! Me faz querer acreditar em um Deus porque você não é normal. Chega a ser tortura, você é tão lindo que dói! Eu poderia passar dias olhando pra você que me sentiria a pessoa mais feliz do mundo só por ter você na minha vida. Na verdade eu sinto isso. - O Park estava estático. Tinha até perdido a vontade de chorar. - E até agora eu só falei do seu exterior, mas parece que você mesmo não se dá ao trabalho de se aprofundar em si mesmo. O seu universo supera qualquer sistema solar por aí! E se você não se ama, eu estou aqui pra fazer isso por você.

Pego de surpresa, foi como se uma luz se acendesse dentro de si. 

O Kim olhou pra baixo, envergonhado.

- M-Me desculpe, e-eu não quis dizer... Não quis dizer tudo isso, q-quero dizer, quis sim, mas... Você já está com a cabeça cheia e eu devo ter piorado tudo. - Fez um pausa, tentando não gaguejar mais. - Acho que... Vou te deixar sozinho.

Se levantou e quando estava prestes a sair pela porta foi interrompido pelo chamado do menor.

- Tae... E-Eu... Quero tentar! - Por fim, decidido.

Taehyung ficou parado por alguns segundos.

- O que...? - Disse baixo.

- Eu quero tentar... Com você. - Se levantou.

O Kim se virou.

- Eu não vou ser seu tapa buraco, Jimin...

- Eu não quero que seja. - Pausou. - Esses dias você tem me tratado como nenhum outro cara me tratou antes. Foi bom. Eu me senti especial. Eu não sabia como chamar antes, mas agora eu sei. Eu gosto de você, Tae...

- Jimin...

- Eu gosto muito de você, e quero tentar.

- E-E o Jungkook?

Jimin olhou pra baixo, melancólico.

- Eu não posso amar alguém que errou tanto.

- Eu também erro,  Jimin. - Retrucou

- Mas você é diferente... - Segurou o rosto do mais alto. - Me ajude a ver a minha constelação, Tae... Eu quero que você faça isso. - Deu ênfase no "você". - Quero que você me faça ver o meu potencial... Porque você tem a melhor galáxia que eu já vi. Você brilha como o sol, Tae. - Um sorriso surgiu nos lábios de ambos, junto dos olhinhos brilhando.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...