História Wiccano. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Jovens Vingadores (Young Avengers)
Personagens Billy Kaplan "Wicanno"
Tags Wiccano
Visualizações 26
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), LGBT, Magia
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - O Grande Destino. Capitulo 1


Fanfic / Fanfiction Wiccano. - Capítulo 1 - O Grande Destino. Capitulo 1

20:00: Um grande feixe de luz seria formado aos céus de Nova York onde estaria a descer algo um tanto rápido em direção a cidade. Esse algo seria formada por uma energia com uma grande potência de destruição onde suas cores seriam um tanto chamativa como um azul metálico bem forte que estava preste a chegar ao chão para criar um tremendo estrago, porem, algo se abre por baixo daquele feixe enorme de luz, séria uma grande estrela com a forma do universo. Logo aquilo teria entrado na enorme estrela que simplesmente daria para uma outra dimensão, essa dimensão seria a do demiurgo onde aquele feixe sendo totalmente energizado cai sobre a terra acizentada fazendo com tudo a volta seja destruido não restando nenhum ser como prova de vida. Lá teria apenas um garoto desacordado parado naquele local parecendo não ter vida ate que o jovem abre seus olhos demostrando este cansado. Sobre sua cabeca haveria a grande estrela onde imediatamente ele passa pela mesma saindo da dimensão do demiurgo e assim voltando para a cidade de Nova York onde estaria a flutuar ao meio dos prédios porém, o jovem estaria sentindo uma tristeza sabendo que seus amigos e familiares estavam aos longes sem saber de nenhuma noticia de ninguem. Seus olhos brilhavam perante toda aquela iluminação causada pelos prédios que Teriam janelas com luzes ligadas por dentro e os carros que viviam fazendo seus barulhos irritantes, logo ele olha para cima observando o céu que de manhã se encontraria azul, um azul claro e um tanto bonito onde muitos não perceberiam e a noite, uma cor negra, como se o céu tivesse adormecido e deixado a felicidade desaparecer para todos onde sem o que iluminar iria viver em uma completa escuridão. William mesmo cansado saberia o que teria que fazer então o mesmo olha para a grande estrela que teria criado e assim ergue seus braços lentamente em direção a ela onde abre suas mãos por completo fazendo com que o mesmo mude sua trajetória, essa trajetória seria uma outra dimensão que teria algo demoníaco e forte o bastante para acabar com o mundo, porem, não tão forte para acabar com o jovem demiurgo.

William então abre seus braços fazendo com que flutue lentamente em direção da grande estrela onde a atravessa indo para um lugar totalmente acabado que a sua volta teria cabeças apodrecidas e o céu se encontrava escuro. Uma grande ventania começaria a começar naquele local sabendo que aquilo seria algo forte e que possuia um grande poder. William estaria no submundo da dimensão k'vore a onze anos de luz e quinze paradimensões da terra. Os céus agora virariam acizentados assim como o chão mostrando que aquilo estaria indo em direção do garoto, logo o mesmo ganha 14 par de olhos azuis e brilhantes que vai se aproximando de William onde umas grandes e enormes mãos se formaria naquilo ganhando a forma de uma grande poeira que estaria juntas umas com as outras formando um grande e enorme demônio com 14 cabeças. William se manteria assustado com aquilo vendo que não seria algo que ele pensasse que era, suas mãos ficariam trêmulas assim como suas pernas parecendo que ele iria cair no chão e cada vez que aquele ser se aproximasse, mais o garoto ficaria apavorado até que algo surpreendia, aquilo começaria a falar cada um uma palavra diferente como: "as-filhas-da poeira-reinarão-para-sempre!".

William começaria a lembrar o seu passado onde sua mãe teria o dado mais confiança ao dizer que era para o mesmo confiar em seu poder onde então começaria a ganhar mais confiança em seu potencial que seria incrivelmente grande onde dos seus olhos sairiam faiscas de energia com uma cor metálica mostrando estar empenhado e desenvolvendo cada vez mais ate que encara aquele grande e enorme monstro. Das suas mãos sairiam uma grande quantidade de energia que ficariam com uma cor violeta clara que vai sendo criado enormes letras em frente a William como: "и с ч е з а ю т!"

Que significaria "Desapareça!", da boca do garoto só sairia um grito onde aquelas letras são jogadas em direção do monstro que vai fazendo os mesmos explodirem ate que algo acontece, ao fundo do mesmo monstro teria a rainha que continuaria a chegar mais perto onde ganha sua forma de pedra - Antigos olhos azuis. Você deve ser a rainha. - Diria william com um sorriso em seu rosto ate que todas aquelas cabeças voltariam a falar: "Nós somos todas..."

O garoto revira seus olhos ate que diz:- Ta, ta, ta, hora das respostas suas...-

ele seria interrompido pela rainha que logo diria: " Não ha respostas para vc, wiccano. "

Ele ficaria espantado querendo saber como que ela saberia o nome do jovem William, suas mãos continuaria com aquela cor violeta mostrando que o mesmo estaria com um poder um tanto diferente, porem, William começa a jogar seus braços para frente um de cada vez fazendo varias rajadas de energia sair das suas mãos de acordo com os seus movimentos fazendo um barulho no tipo: "Kaaazaa, Kaaazaa" onde vai voltando a acertar cada cabeça os fazendo desaparecer ate que o inesperado acontece, a grande rainha chegaria perto de wiccano onde seus lábios se encontravam perto ao dele ate que ela diz: "ᵃᵖʳᵒᵛᵉⁱᵗᵉ ˢᵘᵃ ᵐᵃˡᵈⁱᶜᵃᵒ".

A grande rainha se despedaça por completo deixando uma grande poeira ate que o céu daquela dimensão ficaria totalmente vermelha e entre seu peitoral e abdômen apareceria a marca de uma mão avermelhada onde o garoto não saberia o que seria o deixando assustado com aquilo. Seus pés sairiam do chão onde o mesmo joga seus braços cada um para um lado fazendo com que uma grande energia violeta o cubra até que desaparece levando o jovem junto.

A mesma energia violeta seria formada em uma das ruas da cidade de NY onde começaria a ganhar a estrutura de um corpo de um garoto, logo depois disso, a estrutura seria formada por completa onde dela sairia William com seu poder divino mostrando ter a mesma decência de um mago supremo, porem, não teria a capacidade de pegar o lugar do Doutor estranho que poderia o ensinar mais sobre cada coisa e que algum dia iria pegar o lugar do mesmo. Toda aquele energia violeta voltaria a ganhar sua forma azul onde aquele outro poder seria da marca que estaria em seu corpo onde ele sentiria uma certa fraqueza, a marca estava a caminho da sua alma que quanto mais usava mais estaria preste a sua morte. William saberia que a marca teria um poder um tanto grande porem seria mesmo uma maldição que nem o mesmo saberia como tira-la, Seu nome então logo seria chamado como um sussuro de alguem aos seus ouvido.

— William?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...