1. Spirit Fanfics >
  2. Wild >
  3. Capítulo 51

História Wild - Capítulo 51


Escrita por:


Capítulo 51 - Capítulo 51


Território Canídeo

Zachary acorda assustado e senta na cama de supetão se arrependendo logo em seguida por causa de toda a dor que estava sentindo em seu corpo, principalmente no quadril.

Voltou a deitar respirando fundo, lembrou-se dos acontecimentos das horas anteriores e corou sozinho.

— Eu nunca imaginei que abrir as pernas fosse tão embaraçoso, garotas são incríveis - disse Zach bem baixo.

Olhou para o lado e viu Hendrik deitado de barriga para cima enquanto dormia serenamente. Zachary sentiu que sua cauda ainda estava à mostra, porém estava enroscada em algo, tirou um pouco o lençol e viu que ela estava entrelaçada junto com a de Hendrik, era uma cena muito fofo de ver.

Tentou sentar-se novamente, mas a dor em suas costas e no quadril eram insuportáveis. Por causa de um movimento brusco, acabou acordando Hendrik.

— Que horas são? - perguntou o moreno enquanto sentava e esfregava os olhos.

— Não sei, é noite ainda, acho que não dormimos muitos - respondeu Zach voltando a deitar.

— Você está bem? - Hendrik encarava o mais novo.

— Pra ser sincero, não estou bem, estou com uma dor imensa no meu corpo e acho que não consigo levantar.

— Acho que isso era de se esperar, já que foi a primeira vez.

Zachary virou para o lado oposto de Hendrik e choramingou:

— Eu só queria tomar banho em um chuveiro bem quente, pra eu poder relaxar meu corpo.

— Isso até eu quero - comentou o lobo enquanto abraçava o leão e dava-lhe beijos na nuca.

— Por que estamos fazendo isso? Não tem lugares nem para aonde possamos fugir.

— Eu não sei para que estamos fazendo isso, só sei que está valendo a pena — disse Hendrik enquanto virava o menor para pode beija-lo na boca.

— Hendrik, estou todo dolorido.

— Eu sei, são só beijos.

O moreno escorregou as mãos nas costas do menor até chegar a sua cauda, puxou-a de leve sentindo o leão cravar as unhas sem a garra em seu braço.

— Hendrik, para!

— Vamos aproveitar - insistiu o canídeo descendo mais as mãos.

— Você disse que eram só beijos!

— O que te impede de ir mais longe?

— O que me impede é que eu estou com uma puta dor nas costas e no meu quadril, principalmente na minha bunda, então tira essa sua mão daí se não eu vou esfolar a sua cara! - disse Zachary bravo fazendo Hendrik arregalar os olhos e tirar as mãos de onde estava.

Zachary levantou devagar enquanto resmungava palavrões, Hendrik apenas observava-o.

— O que foi? - perguntou o canídeo ao notar que o leão estava parado que nem uma estátua enquanto olhava para um lugar fixamente.

— O que foi? O QUE FOI? - gritou Zachary virando para o lobo e olhando-o com uma feição de ódio - O QUE FOI QUE VOCÊ GOZOU DENTRO E EU TO SENTINDO SUA PORRA ESCORRER PELAS MINHAS PERNAS!

Hendrik começou a rir descontroladamente e Zach o olhava com mais ódio ainda.

— Foi você que não quis usar camisinha - o canídeo se defendeu.

— Mas você poderia ter tido a consideração de tirar antes!

— Você não aprendeu na escola que coito interrompido faz mal? - debochou Hendrik.

— SEU FILHO DE UMA...

— Ei, não ofende minha mãezinha!

Zachary pulou em cima de Hendrik, e tentou soca-lo, mas o lobo era mais rápido e forte, então segurou os pulsos do menor e o jogou na cama, ficando em cima dele.

— Ei, calminha ai, tá muito estressado, depois do sexo é momento de relaxar - disse Hendrik se aproximando do pescoço de Zach e inalando seu cheiro.

— Me solta!

— Só se você prometer que não vai arranhar a minha cara.

— Não posso prometer isso.

— Então vai ficar aí até se acalmar.

— Hendrik, me solta, eu quero me lavar!

— A gente tem todo tempo do mundo - falou o moreno, e então deu um beijo na ponta do nariz do mais novo.

— Por favor, você está me machucando!

Pelos batidos do coração do felino, Hendrik percebeu que ele estava falando a verdade.

— Me deixa fazer uma massagem em você, juro que não vou tentar nada - pediu Hendrik.

Zach olhou para o mais velho com um olhar desconfiado.

— Você vai ter que confiar em mim, você não pode saber se estou dizendo a verdade, mas você sabe que eu nunca seria capaz de te machucar, nunca seria capaz de fazer algo que você não queira, ainda mais sabendo que você está com dor, então, por favor, confia em mim!

Zachary conseguiu se soltar das mãos do lobo e virou-se de bruços. Hendrik ficara feliz pelo leão ter confiado nele.

— Onde dói? - perguntou Hendrik enquanto se sentava em cima das coxas de Zachary. O mais novo apontou na lombar e então Hendrik começou a massagear. A cada apertada Zachary dava um leve gemido de dor. Não conseguindo evitar, Hendrik abaixou o olhar para a bunda de Zach, reparou que ela era grande e bem bonita para uma bunda de homem. Abaixou um pouco mais as mãos e começou a massagear o quadril do mais novo, estava tentando ao máximo não ter uma ereção, pois a visão que estava tendo era maravilhosa.

— Zachary, aonde mais dói? - perguntou o moreno, mas não obteve resposta, olhou para o leão e viu que o mesmo acabara dormindo.

Levantou-se e molhou um pano com água, e então limpou Zachary. Enquanto fazia isso ficava pensando em várias coisas broxantes, pois ver Zachary daquela perspectiva era muito excitante. Quando terminou, vestiu uma cueca nele e em si mesmo. Apagou a luz e deitou-se no colchonete e trouxe Zach para seus braços, dormiu enquanto sentia o cheiro do felino.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...