História Wild Cards - O Inquebrável - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - A promessa - Por Chris


Daniel me ajudou a sair da cama assim que Callard me examinou pela manhã.

- Acho que você tem mais pendências a resolver lá fora do que nesse quarto. - Meu irmão falou enquanto me ajeitava na cadeira.

- Você viu a Melissa?

- Vi. E acho que você bancou o idiota ontem. Foi preciso muita insistência para que ela não fosse embora.

A afirmação de Daniel me acertou como um soco no estômago.

- Eu preciso falar com ela! - Passei a mão nos cabelos e soltei o ar com força.

- Acho bom você ter bons argumentos. Fugir da cidade com uma garota e depois abandonar ela com estranhos não é algo justo. Você falhou feio e é melhor consertar.  

Daniel estava decepcionado e não fazia a menor esforço para esconder de mim seu sentimento.

- Melhor eu ir!  

- Ela está na piscina. Está sozinha.

Girei as rodas da cadeira com muita dificuldade. Meu punho agora protegido por uma luva ortopédica doía a cada impulso para a cadeira avançar. Avistei Melissa ao longe sentada em uma das poltronas do lounge. Me apressei em alcança-la sem me importar com a mão que doía cada vez mais.

- Melissa! - Falei ao me aproximar.

Ela se limitou apenas a olhar para mim e voltar a mexer no celular.

- Olha, eu fui um idiota ontem! Eu falei coisas que não devia e magoei você. Me desculpa! - Comecei. - Eu às vezes me sinto tão mal em não poder fazer as coisas que fazia antes e é difícil para mim ver tantas oportunidades e não poder aproveitar por estar numa droga de uma cadeira de rodas e...

- E quando tem oportunidades  pelas quais pode lutar você joga elas fora, porque você é igual a todos os caras com quem me relacionei: Um porco egoísta, Christopher!

- Melissa, eu...

- Você quer se desfazer do seu cavalo só porque acha que não pode monta-lo. Em nenhum momento pensou que ele ama você também! Que tira-lo daqui seria uma puta de uma falta de compaixão pelo bichinho. Então, aquele cara que me defendeu das garras do Colin era só um personagem! Na verdade você abandona as pessoas que você ama pelo simples fato de você ser infeliz. Não é culpa de ninguém você estar assim!

Eu baixei a cabeça. Não tinha o que falar, pois ela estava certa.

- Enquanto você estava desacordado eu conversei com Callard sobre a possibilidade de você voltar a montar. - Lágrimas brilharam nos olhos de Melissa. - Você não perguntou, mas eu sou fisioterapeuta. Miss Virgínia é apenas um título idiota que recebi por muita insistência da minha mãe.

Olhei para Melissa surpreso e um tanto envergonhado por não ter conversado o suficiente com ela para conhece-la melhor.

- Angus é um cavalo dócil e inteligente. Se treinado adequadamente ele vai poder te levar para onde você quiser. - Ela continuou prendendo o choro. - Eu não deveria me intrometer, já que não sou importante o suficiente para te dizer o que fazer, mas te aconselho a não vende-lo. Não ignore quem é fiel a você.

Me aproximei da linda garota loira que ameaçava chorar em minha frente e segurei suas mãos junto ao meu peito.

- Me perdoa, Mel! Eu estraguei nosso primeiro encontro sendo um babaca imbecil. Quero consertar a besteira que fiz! Sei que cheguei um pouco tarde, mas preciso te mostrar que eu não sou aquele cara que estava com você ontem. - Olhei para seu rosto agora molhado por grossas lágrimas. - Ou melhor, eu sou aquele cara, mas com você ao meu lado eu posso ser diferente! E eu vou provar para você que posso te fazer feliz! Me dá mais uma chance?

Melissa ergueu o rosto e olhou profundamente em meus olhos, então eu vi que estava completamente apaixonado por ela. 

- Eu quero você, garota! E vou até o fim do mundo para não te perder! - Sussurrei.

- Eu fiquei com muito medo de você ter se machucado quando caiu! - Ela soluçou ao falar.

- Vem cá! - A convidei para um abraço.

Melissa relutou, mas enfim cedeu me abraçando apertado. Meu corpo doeu mais ainda quando ela me apertou, porém era exatamente daquela forma que eu deveria ceder para faze-la feliz. Minhas dores não deveriam atrapalhar jamais os sentimentos que cresciam dentro de nós.

- Desculpem a interrupção da programação normal, mas essa piscina está nos convidando para um mergulho! - Nate se aproximou junto a meus irmãos, Callard e Izabella. - Vocês não vêm?

- Não! - Melissa respondeu. - Chris precisa descansar e eu vou acompanha-lo.

-  Vocês já conheceram minha futura namorada? - Ignorei a pergunta de Nate e a resposta de Melissa.

- Namorada? - Callard perguntou com um sorriso no rosto.

- Sim! - Sorri. - Pessoal, essa é Melissa Benoist. Ela é fisioterapeuta, Miss Virgínia e minha futura namorada. - Olhei para ela orgulhoso.

- Oi! - Todos responderam em uníssono.

- Melissa, esses são Daniel Wood, advogado e meu irmão mais velho. Joseph Wood, também advogado, meu segundo irmão. Aquele é Nathaniel, chef de cozinha, administrador, chato e meu terceiro irmão. - Revirei os olhos. - E aqueles são Callard e Izabella. Ele é médico e ela médica veterinária. Ambos são os irmãos que a vida me deu.

- Oi, gente! - Melissa acenou um pouco tímida.

- Agora você tem que me responder se aceita! - A surpreendi.

- Aceitar o que? - Ela perguntou confusa.

- Você aceita ser minha namorada? - Perguntei. 

- Eu vou ter que ser paciente? - Foi a vez dela me surpreender com a pergunta.

- Vai. Eu sou lento e confuso.

- Eu aceito! - Melissa me envolveu em um abraço e todos que estavam ali assobiaram e bateram palmas.

- Nos desculpem os pombinhos, mas a piscina está mais interessante que ficar aqui vendo vocês se beijarem. - Nate fez graça e todos riram.

Aos poucos cada um deles se afastou e nós ficamos sozinhos no lounge. Melissa sentou no meu colo e colou a testa na minha.

- Faltou uma música de James Arthur aqui para dançarmos.

- Sim! - Respondi.

- Me promete que não vai me fazer desistir de você outra vez.

- Sim! Nunca mais eu vou tentar te afastar de mim. 

Eu prometi, mas mal sabia eu que outras pessoas tentariam.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...