História Wild Heart - Em busca do meu lugar - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Is It Love?
Personagens Cassidy, Colin, Personagens Originais
Tags Banda, Colin, It Is Love, Rock, Sexo
Visualizações 13
Palavras 453
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal desculpem a demora, fiquei sem internet por alguns dias e estava muito enrolada aqui em outros assuntos. Mas eu não morri! Hehe

Boa leitura.

Capítulo 5 - Operação "Te Quero" iniciada!


Fanfic / Fanfiction Wild Heart - Em busca do meu lugar - Capítulo 5 - Operação "Te Quero" iniciada!

Acordei no dia seguinte energizado e com uma disposição que incendiava todo o meu corpo: eu estava literalmente disposto a trabalhar para reconquistar Natasha e mostra que eu havia mudado. Encontrei no fundo do guarda roupa uma camisa xadrez e a vesti, dobrando as mangas. Amarrei um lenço como se fosse uma bandana atrás da minha cabeça e amarrei os meus cabelos lisos e compridos. Fazia muito tempo que eu não cortava e ele estava quase na cintura.

Andando pelos corredores, eu parei para analisar como estava a minha situação individual. Eu estava no meio do nada, fodido, sem dinheiro e sem documentos. Cedo ou tarde, meu empresário iria ficar preocupado comigo e meu rosto já iria aparecer nos noticiários como "desaparecido". Eu precisava de dinheiro para poder ao menos chamar um Uber ou Táxi para voltar para o aeroporto do Texas. De lá eu poderia seguir minha vida. Mas meus pensamentos foram cortados quando eu ouvi Natasha no celular conversando com alguém. Escondi-me atrás da parede, enquanto assistia sua silhueta a conversar.

- Sim eu sei, a competição é daqui a alguns dias. Mas acontece que eu estou sozinha e não vou conseguir dar conta do sítio todo até os juízes chegarem. Sim... Eu sei.... Eu preciso de ajuda pra arrumar tudo. É lógico que eu quero ganhar essa bolada. Minha filha e eu precisamos disso! Aham... Claro... Vou pensar. Até.

Somei dois mais dois e uma lâmpada se acendeu na minha cabeça: pelo o que eu havia entendido, Naty estava participando de alguma competição que envolvia o terreno dela, e ele precisava estar bem aos olhos dos taís juízes para que a casa dela fosse a escolhida e ela levasse a tal bolada. Só que ela era apenas uma certo? A casa era enorme. Ela precisava da minha ajuda. "Isso, porra, agora posso matar dois coelhos com uma cajadada só!" - Dei um pulo de excitação no ar e, pigarreando, me aproximei dela como quem não quer nada.

- Problemas? - Cantarolei.

Ela arqueou uma das sobrancelhas e olhou para mim.

- Ainda aqui?

- Você não achou que eu sairia daqui sem um puto no bolso achou?

- Não vou te ajudar a sair daqui. Se vira. Eu tenho meus próprios problemas pra resolver. - Ela se levantou, mas eu fui mais rápido que um gato e a deitei rapidamente no sofá, ficando por cima dela e usando meu corpo para contê-la.

- Eu sei quem tem. Eu ouvi. E eu estou aqui pra resolver todos os seus problemas.

- Não se atreva, Summers. - Ela me ameaçou. Então eu me aproximei do seu ouvido e sussurre, fazendo com que os pêlos da sua nuca se arrepiassem e seu corpo inteiro estremecer.

- O que acha de eu trabalhar para você? 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...