1. Spirit Fanfics >
  2. Wild Women >
  3. Fluttering feelings

História Wild Women - Capítulo 25


Escrita por:


Notas do Autor


Uns momentos muitos softs pq a autora é muito boiola🤩👌

Boa leitura🤍

Capítulo 25 - Fluttering feelings


Fanfic / Fanfiction Wild Women - Capítulo 25 - Fluttering feelings

Narrador Pov.


Dope – Fifth Harmony

A tarde já caía na ilha e os raios de sol já estavam bem mais amenos.

Camila emergiu da água e deslizou as mãos pelos cabelos para livra-los do rosto antes de sentar-se na areia macia. O céu estava especificamente mais colorido hoje,  uma tarde com tons de rosa e laranja que a fazia observar perdida.

Como será que estariam sua família e amigos? Estavam bem?

Tinha esperança de encontrá-los logo,  estava ansiosa por isso.

Deitou-se suavemente na areia e perdeu seus castanhos naquele céu magnifico.

- Estava aqui... – Lauren se aproximou tão sorrateiramente e fez Camila se sobressaltar um pouco com susto e sentar novamente.

- Desculpa, eu não queria te assustar. – Sentou-se ao lado dela na areia.

- Não foi nada, eu só não esperava que você viesse.

- O que faz aqui sozinha a essa hora? – Lauren questionou se aproximando e sentando ao lado dela.

- Apenas admirando a paisagem. O céu está tão indo hoje... Então vim observar o pôr do sol.

- Gosta muito disso não é?!

- Sim... São momentos como esses que me ajudam a amenizar desestressar um pouco.

- Posso ficar aqui com você?

- Claro que pode. Não te chamei porque você tinha dormido tão pesadamente que decidi não te acordar.

- Poderia se quisesse. – Lauren deixou suas esmeraldas focadas no rosto de Camila.

Não conseguia mais esconder que gostava de admirar aquela mulher,  ou notar o quanto sua personalidade era intrigante e a deixava ainda mais instigada a conhecê-la a fundo. Estavam há pouco tempo presas nessa ilha, mas o que pode notar de Camila,  que inicialmente parecia ser para irritá-la,  na verdade a estava conquistando cada vez mais.

Toda a raiva que sentia por ela inicialmente já não existia mais ali.

A persistência e teimosia daquela latina de olhos lindos haviam  abalado as convicções de Lauren Jauregui

- Camila.

- Sim...

- Há alguns dias atrás nós... Bem... – Lauren se perdeu em suas próprias palavras.

- Sei, está pensando sobre isso. Te incomodou não é? – Questionou a olhando agora. Sabia que não deveria se precipitado naquele momento.

- Não, não é isso. Lembra o que me falou depois daquele momento?

- Sobre não te pressionar e ser o que você decidir que é melhor e se sinta mais confortável? Sim e estou mantendo minha promessa, até demais.

- Eu não quero que mantenha. – Camila a olhou sobressaltada.

- Não quer mais continuar?

- Não! Sim. – Gesticulou tentando se manter coerente.

- Eu juro que estou tentando entender.

- Droga.  Eu não sei fazer essas coisas. – Lauren colocou uma das mãos no rosto tentando formular algo certo para não causar mal entendido.

- Espera... Está dizendo que quer tentar algo comigo Lauren? É isso?

A americana sentiu-se corar em surpresa. Era exatamente isso mas parecia não saber as melhores palavras para expressar.

Então apenas concordou com a cabeça.

- Sabe, eu gosto de você Lauren. Não faço ideia de quando isso aconteceu mas gosto,  e não estou falando em aspecto apenas físico, apesar dele também ter grande influência, mas me atraiu o seu jeito decidido de ver as situações e como tem fibra o suficiente para lutar pelo que quer,  eu descobri isso de uma forma não tão agradável inicialmente mas tudo bem. – Deu de ombros. – Acho que gosto até desse seu jeito um pouco estressado . Ele aumenta meus níveis de masoquismo consideravelmente.

- Eu não esperava menos de você. – Lauren arqueou uma sobrancelha.

- Eu gosto de tudo em você.  Mas confesso que estou curiosa para saber o que te fez gostar de mim.

- Camila... Eu não sou boa com sentimentos e está sendo difícil para mim...

Lauren sentiu Camila se aproximar repentinamente e tocar os lábios nos seus em um beijo suave. As mãos tocaram em seu pescoço e passaram a distribuir uma massagem suave enquanto Lauren deixava escapar um suspiro.

- Não quero discursos prontos ou palavras que ainda não fazem parte do meu vocabulário. Apenas quero que me diga o que sente, seja sincera comigo e com você mesma,  que esteja realmente bem e ciente que quer que aconteça algo entre nós porque dependendo do que decidir, irei investir, Lauren. A partir desse momento deixarei ainda mais clara minhas intenções com você. – Camila mordiscou certeira os lábios da mulher que fechou os olhos em apreciação.

Já não se importava mais com o que se passava fora dali,  estava ligando seu completo foda-se e cederia,  deixaria fluir seja lá o que ela e Camila teriam. Estava disposta a isso.

- Eu quero ter algo com você Camila... Quero te conhecer mais e tenho certeza disso e não quero que se contenha, pode... – Abriu os olhos verdes clarinhos pela luminosidade do sol que já sumia no horizonte. – Tentar roubar meu coração... Eu não vou lutar contra.

Não era planejado mas aquela frase soou exatamente na medida romântica que queria. Apesar de já se sentir atraída o suficiente pela latina a sua frente. Ela conseguir roubar seu coração em definitivo era mais simples do que imaginava.

Camila iniciou um beijo suave  e guiou Lauren repentinamente para sentar-se em seu colo,  a deixando surpresa.

- Que foi?  Eu te disse que as coisas mudariam a partir de sua confirmação.

- Não critiquei,  apenas fiquei surpresa.

Camila sorriu antes de beijar a mulher novamente.

Apenas veio ver o pôr do sol,  mas não reclamaria nem um pouco pela repentina surpresa que acabou de ter.

Depositou seu rosto no vão do pescoço de Lauren e permaneceu ali enquanto circulou seus braços ao redor da cintura dela.

Lauren por sua vez suspirou com aquele gesto de afeto.

Jamais havia tido momentos assim com alguém,  nem mesmo Alessandro com que estava há quatro anos, então era novo para si receber demonstrações de carinho assim,  mas mentiria se dissesse que não gostava, poderia se acostumar com isso sem problemas.

As duas permaneceram ali,  na mesma posição por longos minutos apreciando a presença uma da outra enquanto viam o sol despedir-se para a chegada da noite.

Camila ousou depositar beijos suaves no pescoço de Lauren sentindo o gosto salgado de sua pele devido a água do mar.

Sentia o calor entre as coxas dela ao tocarem as suas e sentia-se cada vez mais tentada.

Seus dedos afundaram nos cabelos pretos e sua língua pediu passagem para a mulher que não demorou a ceder.

Camila sugava toda a sua atenção em um único beijo cheio de desejo. Era inegável que isso existia entre as duas e agora não haviam mais receios se as duas desejassem o mesmo.

Queimar era a palavra que definiria Lauren naquele momento. Sentia seu corpo aceso e agitado enquanto se entregava ao beijo molhado. Suas mãos tomavam cuidado para não romper o tecido fino do vestido da Cubana mas precisava amenizar sua excitação e mordeu a língua de Camila que escorregou as mãos por sua cintura e apertou ali em um implícito incentivo do corpo da mulher ao seu.

- Agora acho que precisamos ir,  já está escuro. – Lauren sussurrou ainda com o rosto próximo ao da latina que não estava diferente.

- Preciso me banhar antes, vem comigo...

- Vai ser rápido não é?! – A olhou suspeitando da proposta.

- Sim,  prometo. – Sorriu boba. Estava encantada pela imagem de Lauren ali, encima de si. Se pudesse,  ficaria a admirando a noite toda.

A de olhos verdes saiu de seu colo e estendeu a mão para ajudar Camila a levantar e as duas retiraram as roupas antes de caminharem pela areia até as águas que estavam um pouco agitadas.

A latina puxou Lauren pelas mãos e a trouxe para mais perto e depositou um beijo suave em seus lábios. A essa hora o céu já estava bem mais escuro e as estrelas já estavam bem visíveis,  não demoraria para que a lua surgisse e iluminasse ainda mais aquela noite.

Os verdes brilhavam em contentação enquanto encaravam os castanhos estreitos devido ao sorriso que estava no rosto.

Sentiu a rajada de água contra seu rosto que a fez se sobressaltar e olhar surpresa pra morena.

- Essa foi pra você acordar. – Falou divertida já recolhendo mais com as mãos.

- Você não fez isso Camila. – Lauren arqueou uma sobrancelha e se posicionou e arrastou uma grande quantidade de água com as mãos que voou na latina que cobriu o rosto com as mãos e sorriu animada.

- Agora é guerra meu bem!

As duas cansaram os braços de tanto jogarem água uma na outra e gargalharem naquele momento de diversão.

As duas passaram a pular ondas e competir entre si quem era a mais resistente das duas mas a medida que a noite caía,  as ondas ficavam ainda maiores e agitadas.

Camila tentou correr mas seu corpo foi derrubado e arrastado até a areia por uma onda média que se aproximou, o que arrancou risadas de Lauren que correu em sua direção e a ajudou a levantar, retirando os cabelos espalhados pelo rosto dela.

- Bem feito, achei pouco. – Sorriu.

- Você é terrível mas ok, assumo que mereci, já podemos ir. – Disse vencida apertando os cabelos úmidos

As duas se vestiram e caminharam com cuidado entre a mata e chegaram até a casa onde entraram e encontraram a velha senhora dormindo em uma das cadeiras enquanto roncava pesadamente e Zary estava dormindo logo a frente, servindo como uma espécie de apoio para os pés da vovó.

As duas sorriram com a cena.

- Acho que estou começando a gostar dela. Ela é fofa e está nos ajudando tanto...– Camila comentou.

- Sim... também gosto dela. Enquanto estivermos aqui,  podemos ajudá-la o quanto possível para retribuir.


Notas Finais


🥰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...