1. Spirit Fanfics >
  2. Will You Still Love Me Tomorrow >
  3. Capítulo 24

História Will You Still Love Me Tomorrow - Capítulo 24


Escrita por:


Capítulo 24 - Capítulo 24


- É uma sequência simples, Anne. Você só precisa se concentrar.

E ela não fazia ideia do quanto eu estava tentando. Eu estava aprendendo Esmeralda e tinha uma serie de giros, isso nunca foi um problema pra mim, mas hoje isso está sendo um desafio. Eu não consigo dar um giro por completo sem minha cabeça girar também e começar a ficar tonta. Talvez eu não esteja marcando a cabeça direito.

- Anne, marca essa cabeça! - disse e eu então olhei para um ponto fixo e voltei a fazer os giros.

Eu olhava, girava, e voltava pro ponto, porém por poucos segundos, tudo começava a girar e eu sentia que eu podia cair a qualquer momento. Eu estava ficando nervosa com a situação, sempre fui boa em giros e não achei que teria dificuldade nessa parte, algo está errado aqui, talvez eu deveria ter tomado um café melhor.

- Eu realmente estou fazendo isso certo, mas acabo ficando tonta. – fui sincera

- Porque não está se concentrando! – atirou – Pegue a porcaria do ponto e marque a cabeça. Como você quer ser uma grande bailarina e não pode dar uma pirueta?

Ela não iria me entender, é melhor eu continuar tentando. Eu já estou nervosa comigo e com tudo por não conseguir fazer isso.

Tentei mais uma vez e eu tinha que parar porque tudo começava a girar além do normal e eu perdia a força.

- Tá bom, deixa por hoje. Eu realmente espero, Anne, que no mínimo você treine isso em casa. Não esperava que você tivesse dificuldade em algo simples assim. – resmungou – Vá experimentar o figurino e esteja aqui amanhã cedo e traga sua cabeça junto.

Disse nervosa e saiu sala a fora me deixando sozinha. Eu estava assustada e nervosa. Como que eu não consigo fazer isso? Vou sair daqui e ir comer algo, quero ver se essa fraqueza vai continuar me atrapalhando.

Sem me trocar eu sai dali e fui a uma salinha perto. Sue, a costeira estava ali, sua expressão calma e carinhosa conseguiu me confortar nessa confusão. Talvez o estresse esteja me atrapalhando.

- Olá, querida.

- Oi, Sue. Desculpe a demora.

- Não tem problema, vou ficar até tarde hoje. Vou ali pegar sua roupa.

Ela se virou e fui aos fundos, eu fiquei observando aquele lugar, calmo pelas cores das roupas que dominavam o espaço, sua maioria branco e rosa. Alguns espelhos e quadros. Um ambiente calmo, aconchegante e relaxante por muitas vezes.

Logo ela veio com um vestido verde, obviamente não terminado pois estava sem detalhes, mas sua estrutura era visível e assim eu percebia que era minha roupa da Esmeralda, bem.. não podia ser outra.

- Vai ficar lindo em você.

Eu apenas sorri e fui coloca-lo. Logo voltei pedindo ajuda com o zíper. Inicialmente subiu com facilidade, mas depois percebi que ela teve certa dificuldade e isso me preocupou. O vestido fechou, mas acho que ela não gostou do resultado.

- Acho que vou ter que soltar um pouco. – comentou fazendo uma anotação.

- Como assim?

- Eu fiz com suas medidas de sempre, as vezes da diferença pelo tecido... Normal.

Normal? Eu gelei, sei que esse negócio de diferença de tecido era pra não falar que engordei, faço de tudo pra ficar dentro desse peso, mal me alimento pra chegar aqui e ficar sabendo que eu engordei, onde? Não consigo perceber. Tenho que voltar a minha dieta rígida, Anthony vai me matar, mas não tem outro jeito. Adeus comida.

Sai daquele lugar magoada, nervosa, pensativa. Eu não conseguia a coreografia e estava engordando. Isso não pode estar acontecendo.

Cheguei em casa e me joguei no sofá, era o que eu mais precisava. Então Anthony surgiu do quarto pra minha surpresa, eu não esperava que ele estivesse em casa então isso foi algo muito bom.

- Oi. Que bom que já está aqui. – passou por mim deixando um beijo rápido. – Como foi o ensaio?

- Uma merda. – ele arregalou os olhos – Eu não estava me concentrando direito na coreografia e ainda descobri que engordei.

- Onde?

- Pois é, engordei por igual sei lá, mas isso não podia ter acontecido.

- Você é muito magra, meu bem – ele se sentou ao meu lado – Isso não faz diferença. E se fizesse, seria pra melhor.

- Você acha?

- Você é linda do jeito que é, mas gostaria que se alimentasse melhor e fosse do peso que você deveria ser.

Bem, pelo menos ele vê isso de um lado bom, lado que eu não conseguia ver. Eu preciso emagrecer para estar igual as outras.

Ter fome e não poder comer era horrível, eu estava mal acostumada, mas isso tinha que acabar. Dessa vez não deu pra eu ficar apenas com o Anthony, eu tinha que conseguir essa sequência. Não é possível que toda essa confusão vá me prejudicar na hora de danças também.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...