1. Spirit Fanfics >
  2. Wings Of Love!- Camariana! >
  3. Não Encoste Nela!

História Wings Of Love!- Camariana! - Capítulo 85


Escrita por:


Notas do Autor


Mais uma leve tensão, mas só pra mostrar quem manda. Leiam as notas finais. Boa leitura meus bolinhos!

Capítulo 85 - Não Encoste Nela!


Fanfic / Fanfiction Wings Of Love!- Camariana! - Capítulo 85 - Não Encoste Nela!

WAVERLY POV!


Já fazem alguns dias, desde que a Ellen se mudou pra uma casa na cidade. Ela ainda está se acostumando ao frio que faz aqui, principalmente na fazenda. Ela é minhas irmãs, estão se dando bem e conversam como se já se conhecesse há anos. Devido às suas habilidades, Ellen conseguiu um trabalho na delegacia, para trabalhar como subxerife. Algo que desagradou algumas pessoas, pois, além de quererem o trabalho na delegacia, eles esperavam ter uma chance comigo, quando voltei sozinha para a cidade. Algo que frustrou e enraiveceu muita gente, quando ela chegou na cidade é disse que era para ficar. Não vendemos a empresa, pois, eu consigo cuidar das coisas daqui.


Ellen dormiu aqui em casa hoje, ela está dormindo igual um bebê. Ela praticamente em cima de mim, os cabelos estão no rosto e ela tem um sorriso no rosto. Me estiquei para pegar meu celular no criado mudo, com muito cuidado pra não acordar ela. Olhei as horas no visor do celular e me assustei, já eram 06:30 então, Ellen estava praticamente atrasada pro trabalho.


Waverly: Ei amor.- cutuquei seu ombro e ela apenas resmungou.- Ellen, você está quase atrasada pro trabalho.- Falei e ela deu um pulo da cama.


Elleonora: Por que não me acordou Waves?- Ela indagou correndo pro banheiro.


Waverly: Eu também acabei de acordar amor. É tão bom dormir com você, que até perco a hora.- Falei sorrindo.


Elleonora: Eu durmo muito bem, quando estou com você, mas não posso me atrasar.- Ela falou já ligando o chuveiro.


Eu realmente queria entrar naquele banheiro com ela mas, só faria ela se atrasar ainda mais para o trabalho e ela não pode se atrasar. Após alguns minutos ela sai do banheiro, enrolada na toalha. Ela foi se trocando e eu precisei de um autocontrole gigantesco, para não atacá-lá e beijá-lá ali mesmo.


Waverly: Você fica tão sexy de uniforme.- Falei mordendo o lábio inferior.


Elleonora: E você sempre fica sexy, com qualquer roupa.- Ela falou e piscou, ouvimos batidas na porta.


Willa: Vocês estão peladas?- Ela falou, entrando no quarto de olhos fechados.


Elleonora: Se eu estivesse pelada você iria se apaixonar.- Ellen falou e eu joguei um travesseiro nela.


Willa: A Waves já está apaixonada por você então, eu deixo isso pra ela.- Minha irmã abriu os olhos sorrindo.


Waverly: Café na cama? Se não fosse minha irmã, eu namorava com você.- Falei e recebi uma travesseirada.


Willa: Vocês não desciam então, eu trouxe pra vocês.- Ela falou e mostrou a bandeja.


Elleonora: Eu já tenho que ir, estou atrasada mas, obrigada pelo café.- Ellen falou e pegou uma torrada.


Waverly: Mais tarde eu passo lá na delegacia, pra te ver.- Falei e ela piscou.


Willa: Dirija devagar, nevou bastante essa noite e a estrada está bem escorregadia.


Elleonora: Pode deixar, eu vou tomar cuidado. Até mais amores.- Ela falou, já saindo do meu campo de visão.


Waverly: E cadê a minha pequena?- Indaguei e Willa me olhou sorrindo.


Willa: Ela saiu cedo com a Wynonna.


Waverly: Vocês estão passando muito tempo com a minha filha.- Falei, fingindo estar brava.


Willa: Somos tias dela né, temos direito de passar um tempo com nossa sobrinha. A propósito, ficou sabendo quem voltou pra cidade?- Ela indagou me encarando.


Waverly: Robert Svane, o Bobo Del Rey?- Devolvi a pergunta.


Willa: Exatamente, ele e sua gangue voltaram para o parque dos trailers. Sabe o que isso significa né. Ela falou e me encarou seria.


Waverly: Eu sei, Ellen não vai querer deixar passar, quando ele vier pra cidade.


Willa: Ele tem uma obsessão por você Waves, isso vai gerar uma confusão. Seria melhor você evitar, ir na cidade por alguns dias.- Ela falou e me encarou.


Waverly: Se ele não ir na cidade me procurar, ele virá até aqui você sabe e aqui, é bem pior. Na cidade nem ele é nem Ellen, podem brigar, mas aqui, nada impede eles.- Falei e ela assentiu.


Algumas horas se passaram e eu fiz o almoço da Ellen, então, era hora de ir levar pra ela. Entrei no meu carro e fui em direção a cidade, quanto a minha filha, Willa se juntou a Wynonna e elas saíram novamente com a minha pequena. Estou até começando a ficar com ciúmes. Dirigi por alguns minutos, até chegar na cidade. Tive que ir devagar pois, a estrada está bem escorregadia e perigosa. Por estar bem frio, estou usando um casaco bem grosso e protetores de orelha. Antes de entrar na delegacia, vejo Ellen vindo em minha direção, escuto um carro frear atrás de mim e sinto uma pancada na minha nuca, depois disso tudo ficou escuro.


Não sei por quanto tempo fiquei desacordada mas, assim que acordei me deparei com o homem que esperava, nunca mais ver na vida. Ele sorria ao me encarar ali, parecia feliz mas, seu sorriso se desfez, assim que a viatura parou em frente à entrada, do parque dos trailers.

Robert: Você não vai me atrapalhar oficial, ninguém vai. Eu já perdi o meu anjo uma vez, não vou perde-lá de novo.- Ele falou e com um acenar de mãos, seus subordinados se colocaram na entrada, com machados, tacos de baseball, facas e afins.

Elleonora: Robert Svane, ou devo chamá-ló de Bobo Del Rey. Ela nunca foi sua e nunca será, Waverly só pertence a ela mesma. Agora podemos resolver isso do jeito fácil, onde você solta ela e eu ignoro as suas atividades aqui, todos seguem a vida em paz, ou do jeito difícil, onde eu quebro a cara de todos vocês e te levo preso por contrabando.- Ela falou e o homem começou a gargalhar, junto com todos os outros que o seguem.

Robert: Você é só uma, contra mais de 50 homens que vão te espancar sem dó mas, eu vou facilitar pra você, já que é nova na cidade. Você vai embora, me deixando aqui com o meu anjo e eu esqueço que você falou com respeito como e me ameaçou.- Ele falou e Ellen simplesmente tirou seu coldre da cintura, abriu seu casaco e empunhou suas espadas.

Elleonora: Bom eu vou te dar uma última chance, quando eu acabar com os seus bichinhos de estimação, você me responde se vai querer o jeito fácil, ou se vai se juntar a eles no chão e depois, na cadeia.- Ela falou e virou suas espadas, para o lado sem lâmina.

Obviamente ela não quer matar e nem ferir nenhum deles, somente tirá-los do caminho de preferência desacordados. Foi dito e feito, ela corria entre os subordinados do Bobo e defendia os ataques, batendo nos mesmos com o cabo da espera ou com as costas da mesma, evitando de atingi-los com a lâmina. Um a um, ela ia os desacordado e avançava rápido em minha direção, muito desistiram de ficar no seu caminho pois, não queriam ser nocauteados pela ruiva em fúria, apelido dado por um dos que estava próximo a mim. Logo Ellen chegou e apontou sua espada, para a garganta do meu raptor.

Elleonora: Então, é hora de você responder. Vai ser do jeito fácil, ou do difícil?- Ela indagou e Bobo veio me soltar.- Decisão sabia.

Ela me guiou até a viatura, abrindo a porta para que eu entre. Saímos daquele local as pressas, Ellen dirigia prestando atenção na estrada e eu percebia seus dedos apertando o volante, indicando que ela estava com raiva. Segurei em suas mãos então, ela relaxou e estacionou a viatura no meio do nada, saindo da mesma em seguida, eu apenas fiz o mesmo e fiquei encarando ela se aproximar. Nossos olhares se encontraram e ela me puxou, para um abraço apertado. Eu estava feliz com seu ato, Ellen demonstrava todo o carinho e preocupação que tinha comigo. Ela me olhou e exibiu um lindo sorriso, seus olhos brilhavam e eu via neles, o quanto ela me amava e creio que os meus olhos, também demonstram o quanto eu amo essa mulher. Como estava muito frio, apenas selamos nossos lábios em um selinho rápido e voltamos para a viatura. Ellen me faz tão bem e hoje eu tive mais uma prova, de que ela faria qualquer coisa para me proteger. O caminho de volta,  ela não soltou minha mão em nenhum momento e eu amo esse ato, amo essa ruiva perfeita.


Notas Finais


Será que Robert vai ser um problema? Essas duas são muito apaixonadas uma pela outra.

Amores fiquem atentas ao meu perfil, em breve irei lançar uma fic Wayhaught DomKat. Fiquem ligadas nas notificações, em breve ela será lançada.

Até o próximo capítulo.

Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...