História Winter - THIAM - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Liam Dunbar, Theo Raeken
Tags Gay, Liam, Teen Wolf, Theo, Thiam
Visualizações 113
Palavras 897
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei mas voltei em. Como prometido essa é maior, não muito mas é maior. Tive a ideia no meio da madrugada e tá aí né.
Espero que gostem e comentem o que acharam.

Capítulo 1 - Liam


Liam

Quando Scott me ligou dizendo que precisava urgente da minha ajuda não tinha imaginado que era na verdade uma emboscada pra me fazer ir até a pessoa que eu vinha fugindo a semanas. Ok, eu posso estar exagerando um pouco. Scott realmente está muito ocupado pra levar essa porcaria de remédio ate o apartamento do Theo, mas por que logo eu tenho que levar? Tipo, deve ter umas dez pessoas do pack que poderiam fazer isso, mas não, Scott tinha que pedir logo pra mim. Será que ele percebeu alguma coisa? Na ultima vez que juntamos todo mundo pra sair, eu praticamente fingi que Theo não existia, mas o que eu poderia fazer? As coisas ficaram meio estranhas depois do nosso beijo, não é pra menos né, Theo é totalmente hétero.
Mas já que vou ter mesmo que levar essa porcaria pro Theo, vou parar de enrolar. Peguei meu casaco, minhas luvas e um gorro de tricô que ganhei da minha avó no natal passado. Nevava moderadamente lá fora e o frio era de doer, todos deveriam ser proibidos de sair de casa com um frio desses, é tortura. Passei pela porta e fui literalmente correndo ate meu carro, logo indo ate a clinica veterinária/consultório de coisas sobrenaturais pegar o tal remédio com o Deaton.
“Que negocio é esse?” perguntei apontando pra meleca verde dentro do pote nas mãos do homem.
“São só algumas ervas misturadas Liam, para de fazer essa cara de nojo” ele respondeu rindo, mas realmente aquilo é nojento “Passe em cima do ferimento e não deixe que ele arranque antes que faça efeito, vai doer”
“Não vou encostar nessa coisa, Theo que se vire com isso” peguei o pote de suas mãos e agradeci já saindo da clinica e voltando pro meu carro.
No caminho pro apartamento do garoto, eu fui pensando sobre a minha vida, é bem raro isso acontecer então é um momento importante.
Desde que eu e Theo viramos amigos, muitas coisas mudaram. Ele se redimiu com todos, até com a Malia, o que não foi nada fácil já que a garota tentou matá-lo umas três vezes no mesmo dia, mas hoje ele são bem amigos. Theo se tornou uma pessoa completamente diferente do que era, na verdade eu acho que ele só precisava de pessoas que se importassem, e isso ele tem de sobra agora. Criamos um laço muito forte, no começo eu era o único que acreditava que ele tinha mudado, então estávamos sempre juntos e isso só foi aumentando com o tempo. Já se passaram uns seis meses depois daquela treta toda com os caçadores e hoje eu mal me lembro do antigo Theo Reaken, o que me deixa realmente feliz, porque sei que fiz parte dessa mudança dele. 
Eu não deveria, mas acabei me apaixonando por essa pessoa incrível que ele se tornou. É difícil de explicar, mas eu já vi Theo vulnerável, quando ele acha que vão abandoná-lo de novo, ele é tão frágil. Sempre se faz de forte e finge que não liga pra nada, mas eu conheço todos os seus lados, desde o inteligente e manipulador até o frágil.
Mesmo quando namorava a Hayden, não sentia essa coisa estranha que sinto quando estou perto dele, como se meu coração fosse sair pela boca a qualquer momento. Não vou dizer que foi fácil aceitar que eu estou apaixonado por um dos meus melhores amigos. Foi quase um mês tendo brigas comigo mesmo tentando entender isso tudo, mas agora eu sei o que eu sinto, pena que não torna a situação mais fácil.
Mas também o que eu esperava? Que depois do nosso beijo, Theo finalmente se tocasse de que é apaixonado por mim? E então ficaríamos juntos e viveríamos felizes pra sempre. Isso não é um conto de fadas Liam, é a vida real.
Depois de toda essa discussão mental, acabei percebendo que nevava mais forte agora, as ruas já estão mais cheias de gelo o que dificulta passar com o carro. Estacione em frente ao prédio e desci rápido indo ate a portaria. Não posso demorar aqui ou não vou conseguir voltar pra casa ate que limpem as ruas.
Apertei o botão do quinto andar no elevador e logo já estava em frente a porta do apartamento, é agora ou nunca. Meio relutante bati na porta e esperei que ele viesse abrir, mas só pude ouvi um “tá aberta” bem fraco vindo de dentro do lugar, não sabia que ele esta tão machucado assim, mas que merda, agora sim fiquei preocupado.
Tratei de ignorar o aperto no coração e abri logo a porta, Theo estava sentado no sofá da sala, virado de costas pra mim e ainda estando parado na porta eu conseguia sentir o cheiro do sangue.
Andei devagar ate onde ele estava e fiz um barulho com a garganta só avisar que tinha entrado. Theo se virou com dificuldade e assim que me viu pareceu surpreso.
“Liam? Pensei que era o Scott, ele ia me trazer um remédio” falou com um pouco de dificuldade.
Theo estava em um estado deplorável, sua camiseta branca esta manchada de sangue quase preto, sua testa esta toda suada e seu rosto todo contorcido como se não estivesse aguentando toda a dor.
“Ele me pediu pra trazer” mostrei o pote com a meleca verde pra ele que concordou com a cabeça.
“É bom ver você”


Notas Finais


Ficou mais ou menos né, falem aí o que acharam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...