História Winter Flake - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Bts, Jikook, Namjin, Romance, Sope, Taeyoonseok, Vhope, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 160
Palavras 2.574
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


[Leiam as notas finais]
Boa leitura^^

Capítulo 15 - Anônimo.


Fanfic / Fanfiction Winter Flake - Capítulo 15 - Anônimo.

  - Fotos da sua mãe? - Perguntei ainda um pouco confuso.

  - Sim, Jung Shinmin. Por que está vendo fotos dela? 

  - Por que nunca me disse que sua mãe era uma cientista? - Rebati e me afastei do computador.

  - Você nunca me perguntou isso! - Sua face já se encontrava um pouco vermelha.

  - Você nunca quis falar sobre seus pais! - Subi meu tom de modo que ele não se assustasse - Óbvio que eu não perguntei! 

  - Você não precisava saber! É só a minha mãe... Não é nada da sua conta Jeon. - Disse bufando.

  - Não é da minha conta? - Eu já estava exaltado - Não é da minha conta?! Como você tem coragem de falar isso?

  - Eu...

  - Cala a boca! - Ele me olhou tenso - Eu te conheço a anos! Anos! Você sabe muito bem por tudo o que a gente passou junto, você é meu melhor amigo! - O clima de discórdia e negativo era notável - Você... Você era o meu...

  - Jeon... quantas vezes eu vou ter que te pedir que não toque nesse assunto?

  - Você tem vergonha disso? Ah, claro... - Abaixei a guarda.

  - Não pense assim... Foi algo...

  - Que não deveria ter acontecido. - Intertompi - Eu sei bem disso, muito bem.

  - Aish... Por que toda vez que um de nós relembra isso, o clima fica tão pesado?

  - Não sei. Mas enfim, tenho uma pergunta para fazer.

Era assim que a nossa relação funcionava.

Primeiro a gente brigava, depois usava o passado como artifício para mais briga. E por fim, a gente amenizava a situação tentando mudar de assunto ou se desculpando.

  - Pode perguntar, mas seja rápido. Eu estou com fome. - Acariciou sua barriga.

  - Você parece um esformeado! - Rimos - Okay, vou ser direito e rápido. - Ele assentiu - Sua mãe era médica do Jimin?

  - Lá vem você com esse Jimin... - Revirou os olhos - Não sei.

  - Pois ela era. 

  - E como tem tanta certeza? Espera, por que você acha que minha mãe, algum dia, já foi médica dele?

Como eu vou explicar isso?

Espera... Ele é filho dela!

  - Er... Nada, acho que fiquei louco. - Desviei do assunto.

  - Você tem que parar de se preocupar tanto com aquele garoto... - Reclamou saindo do quarto junto comigo.

  - Pare de falar besteira. Vamos comer logo.

Descemos as escadas e fomos até a sala. Todos os outros já estavam lá, comendo suas pizzas e bebendo seus refrigerantes.

Eu e Taehyung pegamos nossas fatias e nos juntamos aos Hyungs.

  - Por que demoraram? - Jin perguntou de boca cheia.

  - Ya! Feche a boca Hyung... - Ele riu e atendeu ao meu pedido - E respondendo sua pergunta, na verdade eu só estava acabando minha partida.

  - De novo com esses videogames? - Foi a vez de Junghyun comentar - Mamãe não vai gostar de saber que você ainda joga essas coisas de criança.

  - Ele nem é adulto Junghyun. Agora parem de falar e comam.

Todos nos calamos e permanecemos assim até que as duas caixas de pizza estivessem vazias e que as latinhas de refrigerante estivessem pelo chão.

Durante o nosso período de refeição, pude notar que Tae olhava sugestivamente para Namjoon. E isso não foi em apenas um momento, foi o tempo inteiro. 

Agora estávamos esperando nossos intestinos terminarem a parte da digestão. Eu jogado no sofá, com a cabeça de Jin sobre meu colo e os outros três sentados no chão olhando para o teto.

  - Namjoon, pode me ajudar a arrumar minha cama? - Tae pediu, interrompendo o silêncio do ambiente.

  - Okay, vou com você. - Namjoon aceitou tão rápido que eu até estranhei.

  - Não acha melhor pedir minha ajuda? - Levantei meu corpo, ficando sentado no sofá. Jin ainda estava com a cabeça apoiada em minhas pernas.

  - Não. Você está cansado, e Jin está aconchegado... Vamos logo Namjoon. - Agarrou a mão do Kim e, juntos, subiram as escadas.

  - Aish... - Murmurei.

  - O que foi Kookie? Ciúmes do Tae? - Jin sorriu enquanto me irritava.

  - Ya! Pare com isso. Eu apenas estou irritado esses dias... 

  - Por causa do Jimin? - Junghyun finalmente se pronunciou.

  - Exatamente. - Afirmei.

  - Você é muito novo para se preocupar tanto assim! - Jin disse, tentando me dar uma bronca. Porém, ao mesmo tempo que falava, ele levantava de meu colo. 

Resultado: Jin bateu a cabeça em meu queixo.

  - Aigoo! Tenha mais cuidado Kookie! - Jin reclamou acariciando a cabeça.

  - Aish! Você quem levantou sem avisar! - Balbuciei acariciando meu queixo.

  - Chega, vocês vão começar aquelas brigas. Vai lá pra cima passar uma água no rosto e ir dormir, Jungkook. - Junghyun interveu.

  - Mas Hyung... eu não estou com sono. - Tentei fazer voz fofa.

  - Para com essa mania de voz fofa! Não tem essa de "não estou com sono". Vai dormir!

  - Aigoo... - Levantei do sofá e fui em direção ao meu quarto.

Subi as escadas e fui caminhando pelo corredor.

Eu ia apenas ir para meu quarto, mas quando passei na frente do quarto de hóspedes minha curiosidade foi aguçada.

  - Eu estou te falando Namjoon-Ah... Ele sabe de muita coisa... - Era a voz de Tae.

Encostei minha orelha na madeira da porta para poder ouvir melhor.

  - Ele só leu um artigo sobre sua mãe! O que mais ele pode querer saber? - Agora havia sido Namjoon.

  - Se ele ler sobre a trilogia? Se ele descobrir... Aish! - Tae continuava reclamando.

  - A chance dele ligar os pontos são mínimas Tae!

  - Tenho que ligar para ela! - O beta disse.

  - Faça.

Os minutos que se seguiram foram de silêncio e apreensão. No caso, quem estava apreensivo era eu.

  - Alô? Sim, sou eu. - Tae disse, provavelmente estava fazendo uma ligação.

  - Coloca no viva-voz! - Namjoon pediu.

  - Agora sim, pode me escutar? - O Kim mais novo perguntara.

  - Sim, você está na casa dos Jeon? - Uma nova voz, aparentemente feminina, ecoou no quarto.

  - Estou. E tenho uma notícia urgente. - Taehyung continuou.

  - Seja rápido e direto, tenho que acompanhar a doutora. Daqui a pouco vou desligar. - A mesma voz do celular disse.

  - Okay. Vamos lá. - Silêncio - Peguei Jungkook no flagra. Ele estava em uma página da internet, e estava pesquisando sobre a sua mãe!

  - Taehyung, ela é sua mãe também. - Namjoon falou.

  - Ya, me deixe. Enfim, ele não sabia que ela era nossa - deu ênfase no nossa - mãe.

  - E você acha que ele pesquisou sobre a trilogia? - A voz anônima continuou.

  - Não tenho certeza... Ele iria desconfiar.

  - Pois então... Ótimo! Ah, prestem atenção nos passos dele. Quanto mais ele pesquisar, mais próximo da verdade ele vai estar. - Disse o anónimo.

  - Ah! Prima, mais uma coisa! - O mais velho dos Kim vociferou.

  - Diga.

  - Você também recebeu a mensagem em anônimo?

  - Recebi... Presumo saber quem nos mandou. Mas não ligue para isso e nem envie uma mensagem de volta. Se for mesmo quem eu estou pensando isso pode gerar um grande problema...

  - Acha que pode ser o... - Namjoon ia falar mas...

  - Acho. - Foi cortado pela voz, até então, desconhecida por mim.

  - Ela desligou! Aish! - Taehyung reclamou.

  - Shiu! Você... - O quarto ficou em silêncio. Minha boa audição pode identificar passos chegando até mim.

Por instinto, entrei no quarto sem abrir a porta e Namjoon me olhou surpreso.

Sua mão esquerda estava prestes a alcançar a maçaneta. Porém, quando eu abri a mesma, ele recuou.

Taehyung estava sentado na cama, com as pernas para fora do colchão.

  - Namjoon? Tae? Desculpem-me por ter atrapalhado. Eu não sabia que vocês... - Comecei o teatro.

  - Sem problemas. Eu estava de saída. A propósito, eu iria descer para me despedir de vocês. - Namjoom se explicou.

Mas eu sabia que ele estava mentindo.

  - Ah, já vai? - Fingi.

  - Já, obrigado pela comida. - Fez reverência - Tchau Tae, não esquece de tomar o remédio... - Acenou para o cinzento.

  - Tchau Nam! - Taehyung acenou de volta e então Namjoon se retirou - Veio aqui para falar comigo?

  - Sim. Sobre sua mãe. - Respondi indo direito ao ponto.

  - De novo? - Bufou e jogou suas costas sobre o acolchoado.

  - Mas é algo sério! Eu vou ser bem franco com você... - Ele me olhou atento - Acho que sua mãe pode saber sobre o passado do Jimin.

  - Quer mesmo saber sobre esse menino? 

  - Nunca me interessei tanto pela história de alguém.

  - Será que temos um ser apaixonado entre nós? - Taehyung riu.

  - Só se for você! Ah, diga logo Taehyung... Você gosta do Yoongi! - Ele ficou vermelho, como um tomate.

  - Ei! Ele namora um dos meus amigos!

  - Já ouviu falar em ménage? - Provoquei rindo e, em troca, recebi chutes do mais velho. Que se levantou da cama apenas para me agredir.

  - Ya! Que história é essa de ménage? Hein Hein Jungkook? - Jin apareceu na porta, de braços cruzados e feição raivosa - Você só tem dezesseis anos! Quem te ensina essas coisas? Aposto que tem dedo do Namjoon nisso...

  - Desculpa Hyung, era só uma brincadeira... - Formei um bico nos lábios.

  - Tira esse bico da cara e vai dormir. - Mandou autoritário e eu apenas decidi não questionar.

Saí do quarto e fui para meus aposentos.

Okay, eu não sirvo para ser formal.

Entrei no banheiro do quarto e lavei meu rosto, logo depois escovei meus dentes e vesti meu pijama.

Dei uma última olhada no celular para saber se tinha alguma mensagem ou coisa assim.

257 mensagens

9 chamadas perdidas

Abrí o Kakao e olhei as conversas.

Tinham sete mensagens em um grupo da sala, cinquenta e duas no grupo da turma, cento e vinte e quatro no grupo da família...

Sinceramente... as únicas notificações que chamaram minha atenção foram as do Jimin e as do Hoseok.

Cliquei primeiro no chat com Jimin.

JIMIN-AH

HOJE

  - Oi Kookie, eu sei que deve estar ocupado mas hoje Yoongi não veio aqui. Me senti um pouco sozinho... É estranho não ter você no mesmo quarto que eu.[22:56]

  - De qualquer forma, eu estava tentando dormir quando lembrei de você.[22:57]

  - Geralmente mando esse tipo de mensagem somente para Yoongi, mas estou aborrecido por ele não ter vindo hoje(¬ ¬)[22:57]

  - Então...[22:57]

  - Boa noite Kookie, durma bem. Obrigado. Não ligue o ar condicionado, para não ficar doente. Até amanhã!!!>·<[22:58]

Park Jimin definitivamente quer que eu tenha uma overdose de fofura.

Eu não posso simplesmente deixar uma coisa dessas no vácuo.

JIMIN-AH

HOJE

  - Obrigado por me desejar uma boa noite de sono. Também espero que durma bem. Desculpe ter respondido tão tarde...[23:43]

  - Me lembre de dar um soco merecido no Yoongi. Ninguém pode deixar você sozinho, não mais.[23:44]

  - Boa noite(^-^)[23:44]

Saí da conversa e abrí o chat com Hoseok.

HOPE

HOJE

📞2 chamadas perdidas

  - Jungkook! Ei!!! Você não me atende![16:07]

  - Jin acabou de me ligar dizendo que Taehyung desmaiou.[16:08]

  - Por favor... Me diz que ele está bem![16:09]

  - Yoongi disse que eu não deveria ir para sua casa. Pelo menos não por hoje. Eu prometo que vou amanhã, mas por favor, me diga como Taehyung está![16:09]

  - Eu sei que não vai responder agora. Você e essa sua mania de não olhar as mensagens... Sinceramente![16:09]

  - Eu só peço que: Assim que ler estas mensagens, me mande alguma informação sobre o estado do Taehyung. Sabe o quanto ele é importante para mim. Obrigado, tenho que ir.[16:10]

Eu sei que ele se preocupa demais com ele...

É um casal lindo mesmo.

Enfim!

HOPE

HOJE

  - Hyung, desculpa não ter respondido! Aconteram algumas coisas... Enfim. Taehyung está bem sim. Eu tive uma pequena briga com Junghyun, consequentemente Taehyung se afetou. Porém, nada muito grave. Jin Hyung vai dormir aqui hoje, espero por você amanhã. Ah, traga seu namorado azedo, tenho que ter uma conversa com ele.[23:47]

Depois de dar uma rápida olhada, nas mensagens das outras pessoas, bloqueei a tela do celular e me aconcheguei na cama para finalmente dormir.

  - Jungkook! - Junghyun me chamou, abrindo a porta do meu quarto.

  - Fala Hyung... 

  - Tenho que conversar seriamente com você. - Disse se aproximando.

  - Sobre...

  - Eu ouvi partes da sua conversa com Taehyung. Quer dizer, antes do Jin chegar. E bom...

  - Só vá direto ao ponto. - Cortei sua fala.

  - Eu tenho que te falar algo que descobri sobre uma pessoa. - Sua feição mudou.

  - Quem?

  - Park Jimin.

JUNGKOOK

[Uma semana depois]

  - Está tudo pronto? - Junghyun me perguntou.

  - Não sei... - Respondi olhando para o computador. 

  - Se eu soubesse que você iria ficar tão fissurado... Eu não teria contado. - Murmurou saindo do quarto e batendo a porta.

A sete dias atrás, Junghyun me contou sobre a reportagem.

E bom... faz uma semana que eu só consigo pensar nisso.

Já acessei diversas páginas da internet e procurei em revistas sobre isso.

Todos dizem a mesma coisa...

"Park Jimin foi a óbito devido complicações durante a cirurgia."

Eu realmente quero que Junghyun esteja certo.

Isso deve ser somente uma coincidência. 

Pois, se não for... Quem é o Park Jimin que conheço?

Por falar nele, queria dizer que nossa relação melhora a cada dia.

Hoseok nem veio em minha casa como tinha combinado. Eu mandei diversas mensagens para perguntar o motivo, mas ele nem ao menos leu.

Eu deveria estar preocupado com esse sumiço repentino do meu amigo?

Sim.

Mas eu sou um tremendo cara de pau preguiçoso que está preocupado com um ômega que conheci a menos de um mês.

Por isso nem questionei os outros, na verdade, acho que eles nem repararam que Hoseok sumiu.

Fui retirado de meus pensamentos quando Jin chegou abrindo a porta do meu quarto com muita força.

  - Anda! Se arruma! Sua mãe já está chegando e com ela vão vir aqueles hóspedes. - Mandou enquanto desligava meu computador e levantava meu corpo da cadeira giratória.

  - Jin! Eu estava quase descobrindo se... 

  - Não estava! Ponha uma coisa na sua cabeça; O JIMIN QUE VOCÊ CONHECE NÃO É O MESMO JIMIN DA NOTÍCIA! - Gritou comigo segurando meus ombros e sacudindo-os.

  - Não me faça cometer uma besteira! - Adverti. Meu lobo urrava com a audácia do ômega.

  - Já tive que te segurar em situações piores. - Piscou um dos olhos para mim.

  - Aish... - Revirei os olhos.

  - Pega essa roupa. - Me entregou um punhado de roupas - Vá para o banheiro e se vista.

  - Mas... - Tentei falar.

  - Sem mas. Se vista! - Me empurrou até o banheiro e me jogou lá dentro.

Fechou a porta e eu fiquei ali.

Encarei meu rosto no espelho.

As leves olheiras abaixo de meus olhos eram visíveis.

Procurei uma base corretiva nas gavetas da pia e após achar, dei um trato em meu rosto.

Me olhei no espelho novamente.

Agora sim. Eu estava com uma aparência aceitável.

  - Aish... Por que me preocupei tanto com você Jimin? O que você fez comigo?

  - Jungkook! Namjoon acabou de me ligar dizendo que sua mãe chegou no aeroporto! - Jin gritou do outro lado da porta.

  - Okay! Já estou acabando de me arrumar! - Gritei de volta.

Peguei as roupas que tinha deixado em cima da bancada da pia e comecei a me vestir.

Espero que essas visitas não sejam o motivo do mal pressentimento que estou sentindo.


Notas Finais


Primeiramente, mil desculpas por ter demorado tanto!
Eu sei que fiquei quase uma semana sem postar... Mas acreditem, eu tive que resolver muitos problemas.
Enfim...
Como eu disse:
- Vocês tem que prestar atenção no diálogo.
Fizeram isso?

Bom, como já devem saber, no próximo capítulo os nossos queridos personagens brasileiros irão dar as caras e finalmente aparecer.
Se vocês tiverem alguma sugestão de nome podem dizer nos comentários.
1 feminino e 1 masculino.

Agradeço desde já.

Ah, as coisas finalmente vão começar a andar. Todo cuidado é pouco.

Espero que estejam gostando da fanfic.

Obrigada por lerem.
Espero que tenham gostado.
Até o próximo capítulo^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...