História Winter in hell - Jikook - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook, Namjin, Yaoi
Visualizações 72
Palavras 1.179
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HEY, Enton esse é o ultimo capitulo dessa fanfic, estou feliz e triste ao mesmo tempo por ter acabado, agradeço a cada um que comentou coisas lindas e favoritou, amo muito cada um de vocês. BJUUUU!
BOA LEITURA!

Capítulo 26 - Final


3 meses depois...

Depois de tantas descobertas, lutas travadas e ideológicas, enigmas e encontros, a cidade agora não era tão fria, possuía um clima agradável, mas já não era torturante, assim como o lugar as pessoas também mudaram, apesar do curto tempo para uma revolução tão grande, descobriu-se que no fundo era o medo que as impedia de prosseguir, de ser quem são e fazer o que queriam. Casais apaixonados logo começaram a surgir, crianças sorriam e brincavam na neve rasa, o rei fazia visitas semanais nas residências para ouvi-los e sempre buscava melhorar, e quanto mais ele dava mais seu poder aumentava e seus redutos ficavam mais fortes. Ele finalmente entendeu que nem todas as lendas são verdadeiras, que por mais que você desconheça sobre si, nunca é tarde para recomeçar e fazer aquilo que acredita. Nesses últimos dias não recebeu notícias do seu irmão ou amigos, mas visitava a montanha constantemente, e os ventos o davam uma certeza. Ele ainda estava vivo.

Passou a ir lá todos os dias e olhar para aquilo que antes era o seu maior desafio, hoje ele enxerga o quanto seu medo era pequeno, e o quanto sua insegurança o enfraquecia. Quanto ao moreno de alma quente, eles já haviam anunciado para o publico seu noivado, todos o deram felicitações e ficaram felizes pelo pequeno rei, mas ele ainda esperava um sinal de que tudo corria bem em Spring para dar continuidade aos preparativos, afinal ele queria toda a sua família reunida para seu casamento, nesses meses descobriu por acaso que Jungkook estava escrevendo um livro ao seu respeito, ele ficou com a biblioteca de Namjoon e surpreendeu a todos quando se mostrou um grande amante de livros, quando perguntado o porquê, ele apenas respondeu que queria ajudar seu futuro esposo em qualquer situação difícil, pois a guerra não se espera mas sempre chega um dia, e já que ele não possuía poderes buscou a arma mais perigosa que encontro, o conhecimento.

Foi através dele que Jeon finalmente entendeu uma pergunta que sempre se fizera desde os dias de luta, o porquê do Yoongi ser resistente ao frio mesmo estando longe de Jimin, que por vez não sabia que corria perigo, então chegou a conclusão que o convívio é a resposta, os anos juntos com o pequeno inconscientemente não querendo ver o sofrimento do amigo perante aquela realidade, criou um escudo forte em seu corpo, do mesmo modo que existe telepatia, e isso aconteceu a Jungkook também, eles ficaram tão ligados a cada dia, que ele agora usava a montanha como local de inspiração para suas escritas e até mesmo pesquisas, seu corpo era sua própria proteção contra o frio de lá, passava horas do dia escrevendo, ele queria dar as gerações futuras a verdade, nua e crua, de tudo que aconteceu ali, nada deveria ser esquecido, e sim usado como exemplo para evitar possíveis erros.

Suga como agora era oficialmente chamado, se tornou uma pessoa muito mais amável, apesar de ocultar isso ás veze, por parte essa mudança foi influenciada pela energia contagiante do seu sol, Hobi, que mais tarde descobriu na verdade se chamar Jung Hoseok ao qual ele apelidou carinhosamente de Jhope, ele o via como sua esperança diária, como um anjo que veio iluminar seus dias. Eles passaram a ajudar nas plantações, e levar água limpa para os moradores, não era trabalho algum para eles, pelo contrario eles se sentiam bem em ajudar tantas famílias, e claro poder ficar juntos um pouco, mas ainda era cedo para confessarem isso.

                                                                                 ***

- Jimin...Preciso perguntar algo – Jeon falou enquanto estavam deitados esperando o sono chegar.

- Pode dizer – Incentivou vendo o moreno receoso.

- Percebi que não divulgou tudo ao público – Soltou. O rosado sentou entre as pernas do maior de frente para o mesmo.

- Sei do que está falando, e presumo que saiba o porque de eu ter feito isso – Falou Jimin.

- Quer manter em anônimo para dias difíceis – Arriscou vendo o pequeno concordar.

- Foi graças ao túnel que estamos vivos, ele é o único refugio que temos, se soubessem seria muito arriscado – Disse.

- Eu entendo, toquei nesse assunto porque quero melhora-lo, digo deixa-lo um lugar melhor para caso precisarmos um dia, não podemos arriscar a segurança dos nossos futuros filhos – Falou pegando Jimin de surpresa.

- Filhos...- Repetiu corado – É a primeira vez que você diz isso – Proferiu sem conseguir disfarçar o sorriso.

- Oh , se não queria ter só precisava me falar não quero forçar a barra – Brincou Jk vendo o menor ficar aflito para se explicar, rindo internamente da situação.

- N-Não você entendeu errado eu...

- Estou brincando bobo – Riu beijando a pontinha do nariz do seu noivo.

- Você seria um pai muito bestinha sabia, do tipo que dá a lua se a criança pedir – Alfinetou fazendo o moreno sorrir ainda mais.

- E você tem cara daqueles pais que não deixam a criança brincar com medo que se machuque – Devolveu.

- Aish você sabe que não, só serei cauteloso, se você fazer acrobacias com o bebê que nem você faz comigo eu irei te dar uns gritos – Ameaçou.

- Tipo assim? – Exclamou pegando Jimin no braço girando-o pelo quarto como se ele fosse um pequeno avião.

- Jeon Jungkook me coloque no chão agora! – Gritou o Park só conseguindo arrancar risadas fofas do noivo.

E assim ficaram à noite...

                                                                        ***

 

Na manhã seguinte após se divertirem com brincadeiras bobas e se amarem até tarde da madrugada, Jungkook acordou primeiro vendo seu amado ainda dormindo sobre seu peito, observou aquela paisagem que era suas madeixas um pouco bagunçadas e seus lábios carnudos inchados pela quantidade excessiva de beijos que trocaram na noite anterior, entretanto sua visão matinal foi cortada por um pequeno feixe de luz que se formou no rosto pálido do pequeno, olhou pela janela surpreso e se apressou para fechar as cortinas.

- Jimin acorda! – Exclamou praticamente chacoalhando ele, que acordou um pouco assustado.

- O-O que aconteceu? – Indagou preocupado.

- Quero que levante e venha comigo, mas antes – Falou pegando um pedaço de pano que estava sobre a mesa - Preciso que coloque isso – Pediu.

- Sabe que odeio vendas, o que está acontecendo? – Perguntou desconfiado.

- Vai ter que confiar em mim, apenas me siga.

 

Sem escolha ele se vestiu e colocou a venda sobre os olhos, andaram um pouco e ele permaneceu as cegas por um tempo, se perguntando o que o moreno estava aprontando dessa vez, sentiu um clima mais frio reconhecendo o lugar, ele o tinha levado para a montanha.

- Desculpe te assustar, mas eu queria que visse isso de um lugar melhor – Disse retirando a venda, o menor relutou um pouco para abrir, mas assim que o fez não pode evitar uma lagrima escorrendo dos olhos, ele estava completamente sem ação naquele momento, após um tempo em silencio apenas admirando aquela luz tão bela ele conseguiu dizer algo.

- Eles venceram – Proferiu por fim admirando junto ao seu amado aquela estrela tão reluzente.

 

O sol finalmente havia chegado em Omelas.

 


Notas Finais


Vai ter um bônus sope em breve!
Espero que tenham gostado e obrigada por me acompanharem até aqui.
AMO VCSSS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...