História Winter Love - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Girls' Generation, Neo Culture Technology (NCT), Red Velvet, SHINee
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai
Tags 2min, Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Chen, Exo, Hunhan, Kai, Kaisoo, Kyungsoo, Luhan, Sehun, Sulay, Xiuchen, Xiumin
Visualizações 8
Palavras 1.602
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello Hello, então, demorei bastante para atualizar, infelizmente. Passei esse tempo todo ocupado com provas, minha mudança, problemas familiares, um enorme bloqueio criativo e etc, porém, cá está finalmente o segundo capítulo. Espero que gostem ^^

Capítulo 2 - Capítulo 2


Seul, Coréia do Sul.

      Faculdade Pública de Seul, 11h26 AM.

           Setembro de 2017.

 

 Chanyeol odiava assistir aulas tão cedo pela manhã. Assim como também odiava ouvir os gritos e as brigas de seus amigos nos intervalos. Odiava ter que ouvir todo o ‘blá blá blá dos professores naquele horário e preferia passar a maior parte do tempo dormindo.

   

 Sentia falta de quando era mais novo, quando não precisava se preocupar com tudo, quando podia dormir sem ter os problemas lhe pesando nas costas. Normalmente, estaria se divertindo mandando bilhetes para os seus amigos e nem se importando para a aula de matemática, interessado apenas na hora do intervalo, onde correria com toda a velocidade para o campo de futebol, onde iria correr feito um louco atrás de uma simples bola.

   

 Porém, estava agora finalmente batendo de frente com a vida adulta, aquela na qual sempre zoou quando tinha uma mente do tamanho de um amendoim.

   

 Quando o irritante sinal tocou, o atrapalhado rapaz enfiou todos os seus objetos dentro de sua mochila e saiu rapidamente de dentro da sala, tomando cuidado para não se esbarrar com outros alunos que também saiam de suas salas e que se acumulavam pelos cantos do corredor.

 

 Como sempre, naquelas pequenas pausas em que os professores trocavam de sala e os alunos saiam por um tempo, Chanyeol se encontrava com seu pequeno grupo de amigos na frente dos armários e tinham uma boa conversa. Normalmente, dois dos mesmos, Jongin e Sehun, passavam o tempo discutindo sobre animes até Kyungsoo ter que os parar, senão as coisas saiam do controle.

   

 Já a frente do armário, Kyungsoo se encontrava olhando com muito foco um livro cujo o Park não conseguia reconhecer.

 

— Ei, ei, ei!

 

 Kyungsoo nem mesmo prestou atenção. Parecia interessado demais nas páginas. Chanyeol precisou dar alguns fracos tapinhas no braço do mais novo para que pudesse ter a sua presença percebida.

 

— Hey, pensei que iria me deixar que nem um bobo aqui parado.

 

— Ah, desculpe. — o mais novo disse tirando um dos fones do ouvido e fechando o livro, guardando ele rapidamente dentro da mochila. — Estou tentando tirar algumas ideias daqui para colocar no meu projeto. Falta pouco tempo para a apresentação e eu estou nervoso demais.

 

 Com a chegada do fim do ano letivo os alunos estavam sendo soterrados por pilhas e pilhas de trabalhos e projetos, coisa que estava deixando todos completamente loucos, com estressa a flor da pele e com diferentes tipos de mal humor.

 

— Acho que você devia ir para um lugar menos barulhento procurar essas tais ideias. Sabe, no corredor é o pior lugar para se procurar alguma coisa, principalmente agora. — Chanyeol disse abrindo seu armário e pegando um dos livros da aula de literatura.

 

— Eu sei, eu sei, mas… estou ficando sem tempo, tenho que aproveitar qualquer segundo em qualquer lugar que tenho para estudar. Inclusive, terei que ir para a sala de informática agora terminar os slides com a Akemi, depois irei para a biblioteca fazer algumas anotações.

 

— Se eu fosse a Akemi já teria lhe posto para dormir. Ela é a única pessoa que você escuta normalmente…

 

— Deixa de ser bobo. — Kyungsoo disse com o rosto completamente vermelho, enquanto fechava o armário e encarava uma dupla se aproximando.

 

 Sehun como sempre estava abraçando a cintura de Jongin, enquanto ficava um pouco na ponta dos pés para que conseguisse apoiar seu queixo nos ombros do moreno, ouvindo o mesmo cochichar algo que tanto Chanyeol quanto Kyungsoo não conseguiam ouvir, devido a distância e o barulho. Jongin andava rapidamente em direção aos dois enquanto Sehun tentava acompanhar seu ritmo, sempre mantendo-se na ponta dos pés.

 

— Eu não suporto mais essa carência do Sehun, será que algum de vocês pode se voluntariar como bicho de pelúcia para ele? — Jongin questionou aos outros dois amigos quando já estava próximo o suficiente, fazendo uma careta irritada, recebendo um tapa fraco no topo da cabeça de Sehun.

 

— Eu não estou carente. Só estou demonstrando meu amor e respeito pelo meu hyung.

 

— Eu não consigo acreditar em você. — Jongin disse empurrando Sehun para longe de seu corpo, se encostando nos armários, ao lado de Kyungsoo.

 

— Você é um chato. — Sehun disse com uma feição emburrada.

 

— Talvez Sehun esteja apenas no cio, precisamos arranjar um namorado para ele. — Kyungsoo disse encarando o mais novo do grupo.

 

— Vai se fuder. — Sehun disse mostrando o dedo do meio.

 

 Chanyeol apenas soltou uma fraca risada e encostou-se em seu armário, encarando o movimento do corredor. Os alunos andavam apressados, carregando seus pertences, conversando com colegas ou aproveitando seus tempos solitários para pensar o que quisessem.

   

 Infelizmente, o sinal tocou, alto como sempre, fazendo com que a dor de cabeça de Chanyeol ficasse cada vez maior.

 

— Vocês vão para o mesmo lugar de sempre, não é? — Jongin perguntou se aproximando discretamente de Kyungsoo, que vasculhava sua mochila com uma leve irritação.

 

— Claro que sim, seu bobão. — Sehun disse enquanto começava a andar para longe do grupo. — Até depois seus virgens!


 

 Os três que ficaram ali reviraram os olhos e riram levemente.

 O tal “lugar de sempre” era localizado em um local bem isolado da faculdade. Ficava perto do antigo laboratório, que fora desativado antes mesmo de Chanyeol entrar na faculdade. Segundo alguns boatos que ouviu dos alunos mais antigos, o laboratório havia sido fechado devido a um acidente com componentes químicos que ferrou todo o ambiente, tornando ele não habitável. Já outros diziam que ali tinha uma dose alta de radiação, e outras poucas pessoas falavam que ali, a anos, alguns alunos foram mortos por alguns animais usados para experiências e que o local foi abandonado por ser assombrado. Bem, teorias demais e Chanyeol não se importava com nenhuma, se bem que se de fato houvesse radiação ali estaria bem ferrado.

 

 Os quatros normalmente se reuniam abaixo de uma enorme árvore, onde ficavam conversando, xingando, estudando e até mesmo dormindo.

 

— Bem, eu já vou indo, tenho que terminar logo tudo isso antes que a minha cabeça exploda. — Kyungsoo disse olhando para os outros dois. — Até depois.

 

 Logo, Kyungsoo começou a andar rapidamente em direção a um corredor logo a frente, deixando Jongin e Chanyeol para trás.

 

— Você está babando. — Chanyeol disse apontando para o canto da boca do Jongin enquanto ria brincalhão.

 

— O que? — Jongin disse rapidamente enquanto tocava os dedos no canto de sua boca, rapidamente limpando o local, o rosto ficou completamente avermelhado devido a vergonha.

 

— Você está apaixonado ‘pra caramba por ele, não é? — Chanyeol perguntou enquanto olhava com atenção para a porta da sua sala, ficando mais tranquilo ao ver que o professor ainda não havia chegado.

 

— Você deve estar louco. — Jongin disse rindo envergonhado. — Ele é meu melhor amigo.

 

— Friendzone o nome.

 

— Você é um saco. Já vou indo também, até mais.

 

 Logo, Jongin rapidamente se fora também, deixando Chanyeol sozinho, que sem ter o que fazer naquele corredor praticamente vazio, caminhou até a sua sala, sentando em sua cadeira bem ao meio da sala, deixando a mochila jogada de qualquer forma perto de seus pés e deitando a sua cabeça acima de seus braços, apoiados em cima de sua mesa.

 

 A professora não demorou muito para chegar. A mulher tinha aparência muito jovem, tanto que vários alunos desconfiavam que a mesma era mais nova do que toda a equipe de professores da faculdade. A mulher como sempre carregava uma feição cansada, olheiras grandes e em tons de roxo estavam bem abaixo de seus olhos castanhos. Deixando alguns livros que carregava nos braços acima da mesa, bateu levemente no quadro branco, tentando chamar atenção de alguns alunos que estavam conversando ao fundo da sala.

 

— Antes de começarmos a aula, eu tenho um anúncio. — a mulher falou enquanto puxava uma cadeira e colocava a mesma ao lado da mesa, sentando-se logo em seguida. — Daqui a dois dias iremos receber alguns escritores reconhecidos que estudaram em nossa faculdade em sua época escolar. Eles irão fazer uma palestra para todos os alunos contando suas experiências como alunos de letras e irão ajudar vocês com dicas.

 

— A senhora sabe pelo menos o nome de algum escritor que estará presente nesta palestra/  um aluno gritou ao fundo da sala.


 

 A professora fez uma cara irritada ao ouvir a palavra senhora, mas logo o respondeu.

 

— A diretora me disse apenas um nome, ela irá divulgar todos no final das aulas. — a professora disse pegando sua caneca de café e apoiando em cima de sua perna. — O primeiro escritor é Byun Baekhyun.


 

 Nesse exato momento Chanyeol sentiu seu mundo desabar, encarou a professora com os olhos arregalados e acabou por derrubar seu estojo no chão, deixando seu material cair livremente pelo chão, chamando a atenção dos outros alunos.

 

 Na época do Ensino Médio, quando Chanyeol ainda não tinha certeza do que iria fazer assim que terminasse os estudos, ele encontrou sua fonte de conforto nos livros de Baekhyun, tanto que descobriu sua paixão pela leitura e escrita através daqueles livros. Baekhyun é sua maior inspiração e ouvir aquela notícia fez seu coração dar um mortal dentro de seu peito.

 

 Percebendo segundos depois que todos da sala estavam lhe encarando, rapidamente desculpou-se e tratou logo de arrumar os seus pertences caídos ao chão, sentindo toda a vergonha tomar conta de si.

 

 A professora logo ignorou o acontecido e levantou-se de sua cadeira, começando a falar sobre sua prova final, que seria baseada num livro paradidático que os alunos estavam trabalhando na sala havia algum tempo.

 

 Mas, em meio a essa aula toda, em todas essas explicações, assuntos e anotações escritas no quadro, Chanyeol só conseguia pensar em uma coisa.

 

 Iria conhecer seu escritor favorito.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...