História Winter Love - Capítulo 4


Escrita por: e Illi-Kun

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Gay, Hentai, Lgbt, Romance, Yaoi
Visualizações 27
Palavras 1.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Avizinho rápido:
A partir de agora a história será contada apenas pelo ponto de vista de Alex, essa mudança é necessária para as ideias que eu e lipe tivemos, então... VAI LOGO!

1
2
3

GO!

Cap por: Illi-Kun & Lipeprozk

Capítulo 4 - A poucos metros de distância


Fanfic / Fanfiction Winter Love - Capítulo 4 - A poucos metros de distância

[ P.O.V. - Alex ]

- Finalmente terminei! - Coloco a última caixa ao chão

P-PERAA AÍ!!!!!!!!!!!!!!! Calm, calma, calma. Alex eu, eu Alex irei explicar o que aconteceu... Primeiramente: se passaram 5 anos. (estou com 20 anos) Segundo: Davi... Ah Davi...

Flashback ON


- Eu te amo! Q-quero dizer, eu gosto de você - abaixo minha cabeça
- Você é muito fofo Alex! - Ele dá um sorriso e acaricia meus cabelos
1 Ano Depois...
Esse 1 ano se passou tão rápido... Desde aquele dia minha vida mudou... Eu comecei a namorar com Davi, E HOJE FAZEMOS 1 ANO DE NAMORO!!!!!!
Como sempre estou andando ao esconderijo... nem acredito que já fazem 4 anos que venho a este mesmo lugar, e com a mesma motivação: Começa com D e termina com I...
Estou quase chegando ao esconderijo, estou com um buquê para dar de presente, aliás, isso é uma situação de extrema importância!! Andando até o local eu vejo Davi... Abraçando uma garota... Que eu sequer nem conheço... Eu não acredito...
Jogo as flores com todas as minhas forças ao chão, ele logo me vê... Começo a correr chorando e ele dizendo coisas como: "Não é o que parece!", "Eu vou explicar tudo!" ou "Não é isto que você está pensando!"
Chego em minha casa e logo vou ao meu quarto e me jogo na cama... Eu não sei se eu fico triste ou com raiva... Calma Alex! Foi só engano! Deve ser alguma amiga! Mas... Pelo jeito que ele a abraçava... Parecia algo mais que bons amigos...
Não quero mais pensar nisso... Já sei: vou mudar de escola! Isso mesmo... Não quero mais ver ele...
 

Flashback OFF


Logo vou indo pegar mais caixas para minha mudança... Aliás, eu estou me mudando para um apartamento... Eu sei que uma mansão gigante é relativamente melhor que isso... Mas... Eu realmente odeio aquele lugar! Todos pensam que eu me dou bem na vida porque meus pais são ricos e não pelo meu esforço... Eu nunca pedi para ter pais com dinheiro o suficiente para comprar uma mansão! Isso realmente me irrita...
Enquanto vou pegar mais caixas vejo um homem saindo do apartamento ao lado, ele parecia ter a minha idade... Logo ele me vê.
- Olá... Você está se mudando para cá?... - Ele diz
- S-sim...
- Se você quiser eu posso lhe ajudar.
- Se não te incomodar... - Eu acho que eu já vi um rosto parecido em algum lugar...
Ele me ajuda a pegar o que restava...
- Aliás, como se chama?
- Me chamo Alex Lewis - Eu acho que eu já vi alguém chamado Davi... Deve ser apenas uma coincidência...
Após eu falar meu nome ele se espanta...
- Não pode ser... É você mesmo Alex?
- O-o que? - Não estou entendendo nada

- Talvez você não me conheça por esse sobrenome, meus pais se divorciaram... Talvez você me conheça por Davi Woods!
Não pode ser ele... Davi... Eu não acredito... Me arrependo de ter me mudado...
- B-bem eu não te conheço... - tento fingir
- Alex... Eu sei que você se lembra...
- E-eu realmente não te conheço... - tento andar para trás e entrar ao apartamento - T-tenho que entrar e arrumar tudo... Até mais!... - Ele me coloca contra a parede
- Talvez assim você se lembre... - Ele se aproxima para um beijo e logo o empurro
- Eu não te conheço! Tenho que entrar! - vou andando até dentro do local
- Eu vou fazer você falar que me ama novamente... - Ele diz enquanto ando
Me sento ao chão apoiado na parede... Eu realemente não acredito que é ele... "Eu vou fazer você falar que me ama novamente...", eu nunca vou falar isso a ele! Depois do que ele fez... Dizem que o primeiro amor nunca da certo... Eu não amo ele! Eu não amo!!
Vou arrumar as coisas e logo após isto eu me deito e durmo de cansaço...
Acordo com o despertador tocando... Logo acordo e faço minha higiene matinal... Eu ainda não acredito nisso... A única coisa que nos separa é uma parede... O quê eu fiz para merecer isso?!?

Não tem nada para cozinhar... Acho que irei em um restaurante mesmo... Tomara que nada de anormal aconteça lá...

= Quebra de tempo =

Chegando lá, me esbarro com um homem que estava indo ao mesmo local fazendo-me cair ao chão...

- Me desculpe... - ele diz estendendo a mão para me ajudar

- Está tudo bem - aceito e vejo o rosto dele... NÃO PODE SER!!!!!

- Alex! - Era Davi...

- Bem... Olá... Preciso ir! - Logo vou andando para a direção do restaurante que estava a poucos passos de lá.

Entro no estabelecimento e logo me sento em uma mesa ao canto... Após um minuto vejo alguém vindo em minha direção...

- Posso me sentar aqui? - Por que? ... D A V I

- Eu já estou saindo, adeus! - tento dar uma desculpa

- Eu sei que não está - Ele segura em minha mão - Por que você está me evitando?

- Não estou te evitando!

- Está...

- Apenas me solte...

- Eu não vou deixa-lo ir... Não vou deixar você fazer isso outra vez...

- Pare com isso! - Ele me puxa e forma um beijo rápido, ainda bem que aquele lugar não tinha muitas pessoas... - Davi!

Logo separo nossas mãos e saio daquele local... Por que ele ainda insiste nisso? "Eu ainda vou fazer você falar que me ama de novo"... Eu nunca irei falar isso! Ele me traiu... Não vou!

= Quebra de tempo =

Logo abro a porta do apartamento, e quando eu vou fecha-la alguém a segura...

- Alex!

- Saia daqui Davi!

- Não irei desistir!

- Apenas pare... Eu nunca vou te amar!

- Apenas aceite que você realmente me ama.

- Não!

- Pelo menos deixe-me entrar, preciso conversar com você...

-  Não estou afim de conversar hoje... - Ele logo me empurra para a parede me dando um beijo...

Por que eu não consigo me mexer? Eu preciso empurra-lo e dizer para ir embora. Por que eu não consigo fazer isso?... Eu preciso para-lo...

Enquanto eu estava parado ele apenas aprofundava mais o beijo... Esse beijo me traz lembranças... Logo o empurro para fora e fecho a porta...

Ele não vai desistir tão fácil... Mas... Eu nunca mais vou falar que o amo, nunca!!

Eu nunca vou perdoa-lo! Nunca! Eu não posso... Não posso...

É tão desagradável estar a apenas uma parede de distância dele... Eu gostaria de estar em qualquer lugar do mundo, menos aqui... Eu posso fazer de tudo para nega-lo, tudo!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu não o amo...


Notas Finais


Obrigado por ler até aqui!
Desculpe algum erro.
Favorite se gostou!

Beijos de luz!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...