História Wires Of Destiny - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Kim Seokjin (Jin), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Akai Ito, Bangtan Boys, Bruxas, Bts, Drama, Hentai, Hoseok, J-hope, Jin, K-pop, Romance, Seokjin, Sobrenatural, Suga, Vampiros, Yoongi
Visualizações 31
Palavras 1.765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oláá, como prometido, estou de volta com mais um capítulo!! Talvez amanhã tenha mais um capítulo, ainda não decidi. E sim, a capa desse capítulo é a mesma do anterior porque eu não sabia qual colocar. :v ENFIM...

Boa leitura! ^^

Capítulo 15 - Não quero partir


Fanfic / Fanfiction Wires Of Destiny - Capítulo 15 - Não quero partir

-Como assim...? - minha voz saiu falha e eu o olhei confusa. -Por que ir embora? Para onde eu iria? Eu pensei que fosse mais seguro perto de vocês.

-É mais seguro perto de nós, mas não neste lugar - Yoongi disse e segurou minha mão. -Eu tentei convencer Jin a mudar de ideia, mas ele está irredutível depois do que aconteceu com você.

-Então a ideia é de Jin? - perguntei e ele confirmou. -Pois então vou agora mesmo falar com ele! - disse e retirei bruscamente minha mão da dele.

Saí do quarto pisando forte e comecei procurar Jin por toda a casa, mesmo com Yoongi tentando me impedir. Eu não queria ir embora e eles não tinham o direito de resolver isso sem mim. Quando eu finalmente estava me acostumando a chamar aquele lugar de "minha casa", eles querem tirar isso de mim. Ouvi a voz do Jin vindo de seu escritório na biblioteca e adentrei o local sem nem ao menos bater na porta. O mais velho estava ao telefone e se assustou quando eu interrompi uma discussão calorosa que ele tinha com a pessoa com quem estava falando. Ele se despediu e desligou a ligação, logo em seguida tomando fôlego para falar, mas eu o interrompi.

-Quando ia me perguntar se eu quero ou não ir embora?? - perguntei um pouco exaltada.

-Calma, voc-

-E por que eu tenho que ir embora se é mais seguro com vocês?? - o interrompi novamente.

-Porqu-

-Eu não quero ir embora! Se é por causa do que aconteceu no jardim, é só eu não ir lá fora!! - exclamei e ele suspirou.

-Vai me deixar falar? Ou quer continuar gritando comigo? - ele falou calmo e sentou-se no sofá. Eu me calei e cruzei os braços, esperando. -Você não vai embora.

-M-mas o Yoongi disse-

-Eu sei o que ele disse. Você não vai por enquanto - Jin disse e eu olhei para Yoongi, que parecia tão confuso quanto eu. -Antes de você entrar aqui gritando, eu estava falando com meu pai sobre o que havia acontecido. Eu pedi para ele encontrar algum lugar longe daqui para você ficar por uns tempos, mas ele negou - Jin disse desapontado.

-Por que? Ele sabe que ela está em perigo aqui! - Yoongi exclamou.

-Ele quer que ela fique aqui até o aniversário dela e nós precisamos garantir que ela fique viva até lá - Jin respondeu e suspirou, reclinando as costas no sofá.

-O que tem no meu aniversário? - perguntei confusa.

-Eu não sei, ele não quer me falar nada. Mas isso tudo está muito estranho... - ele disse e fechou os olhos, se perdendo em seus próprios pensamentos. - Por que uma bruxa se arriscaria vindo aqui? - ele disse tão baixo que eu mal pude escutar.

-Bruxa? O que quer dizer com isso? - perguntei assustada e me sentei ao seu lado.

-Eu não queria te falar - Jin disse e abriu os olhos, me encarando. -O que aconteceu no jardim... Foi uma bruxa que fez aquilo. Ela manipulou sua mente e te fez ter aquelas visões. Ainda não sabemos muito sobre isso, estamos tentando descobrir quem era e por que está atrás de você.

-Mas então aqueles caras que o Hobi foi atrás são bruxos?? - perguntei arregalando os olhos.

-Não, eles são vampiros Nível E - Yoongi disse pensativo e antes que eu perguntasse, ele explicou. -Existem cinco níveis de vampiros: Nível A são vampiros Originais, Nível B são vampiros Sangue Puro, Nível C são vampiros Comuns ou Ex-Humanos que tiveram sua transformação completa, Nível D são vampiros Ex-Humanos e Nível E são vampiros recém transformados. Os desse último são muito violentos e fáceis de controlar. Mas ainda assim não faz sentido uma bruxa controlá-los para irem atrás de você, quando ela mesma pode facilmente chegar até você.

-Por isso eu disse que está muito estranho - Jin respondeu e levantou-se, indo até uma estante com livros. -Eu sei que pra você deve estar sendo difícil assimilar tudo, no início também ficamos confusos. Mas estes livros nos ajudaram muito a entender estas criaturas que achávamos que eram fictícias - ele disse e me entregou alguns livros.

Eu agradeci e enquanto Jin e Yoongi continuavam conversando, abri um livro sobre bruxas e comecei a ler. "Bruxos são servos da natureza, humanos que nascem com poderes mágicos destinados a manter o equilíbrio na Terra. A magia de seus poderes pode ser magia branca, das trevas ou neutra. Um bruxo pode perder temporariamente seus poderes se estiver amedrontado com algo e pode morrer de exaustão se usar excessivamente seus poderes. Seu poder fica maior se estiver usando talismãs." O livro contava praticamente tudo sobre bruxas, sobre como lidar com uma - ou matar -, sobre quando surgiram, sobre seus feitiços e poções e muitas outras coisas. Era realmente fascinante.

-Você vai ficar aí? - Jin perguntou e eu ergui o olhar até ele. -Já está na hora do jantar.

-Eu fiquei tanto tempo assim lendo? - perguntei surpresa e me levantei, pegando os livros.

Jin riu e assentiu com a cabeça. Depois do jantar, tomei banho e levei os livros para a cama, fazia muito tempo que não lia antes de dormir. Porém em algum momento da leitura devo ter adormecido, pois quando despertei já estava claro. Esfreguei os olhos e bocejei, para só então perceber que Yoongi estava dormindo na poltrona perto da janela. Sorri e fui até o banheiro fazer minha higiene matinal. Ao voltar, ele ainda estava dormindo, então me sentei na poltrona próxima à sua. Não conseguindo resistir, estiquei o braço e tirei de seus olhos alguns fios de cabelo, em seguida acariciando de leve os contornos de seu rosto. Era a primeira vez que eu o tocava daquela maneira.

Um sorriso pequeno se formou em meus lábios e quando percebi que eu estava gostando demais daquilo, recolhi minha mão. Mas para minha surpresa, fui impedida. O garoto que antes dormia, agora segurava minha mão e me encarava. Me encolhi na poltrona e desviei o olhar, com o rosto completamente vermelho por ter sido pega. Seu aperto em minha mão amoleceu e então nossos dedos foram entrelaçados. Olhei para ele surpresa e pigarreei, depois olhando para um ponto ao lado da sua cabeça.

-Por que estava dormindo aí? - perguntei sem jeito.

-A cama estava cheia de livros - ele respondeu simples e me fez corar ainda mais.

-O que eu quero saber é: por que dormiu no meu quarto? - falei baixo, fitando nossas mãos e me sentindo envergonhada.

-Achei que você acordaria se eu te levasse pro meu quarto - ele riu baixo.

-Yaa!! - levantei o olhar até seu rosto, agora meio irritada e meio envergonhada. -Eu estou falando sério! - disse um pouco mais alto e ele riu.

Yoongi puxou minha mão que estava entrelaçada na dele, o me fez levantar da poltrona em que eu estava. Fiquei na frente dele e em seguida fui puxada novamente, dessa vez para me sentar em seu colo. Corei violentamente e me preparava para empurrá-lo e sair de seu colo quando ele soltou minha mão e seus braços envolveram minha cintura. Ele me abraçou, escondendo seu rosto em meu pescoço. Quando sua respiração quente bateu contra minha pele, me causou arrepios.

-O que está fazendo? - perguntei baixinho.

-Eu estava preocupado com a aproximação daquela bruxa, então resolvi passar a noite aqui - ele disse, mudando de assunto. -Queria ter certeza de que estaria segura.

-Você sabe que eu não estava falando disso - retruquei.

-Apenas me deixe ficar um pouco assim... Por favor... - ele disse baixo e suspirou.

Também suspirei e então correspondi o abraço. Nunca consegui entender Yoongi e suas ações. E mesmo que eu quisesse entender como ele se sentia e o que pensava, ele não gostava de falar sobre si. Sempre ficava na defensiva. Então eu apenas ficava esperando que ele se abrisse e me deixasse saber como se sentia. Levei minha mão até seu cabelo e acariciei seus fios. Senti ele sorrir contra meu pescoço e eu sorri também.

-Será que eu fiz a escolha certa? - ele perguntou baixo e seu sorriso sumiu.

-Como assim? - perguntei sem entender.

-Quando decidi abrir mão de você - o mais velho respondeu e ergueu o rosto para me encarar. - Será que eu fiz a escolha certa? - ele repetiu e acariciou meu rosto.

-Me diga você, - dei de ombros - acha que fez?

-Eu não sei - ele suspirou e tirou a mão do meu rosto, em seguida abaixando a cabeça. -Talvez não...

-Por que está pensando nisso agora? - segurei seu rosto com as duas mãos, o fazendo olhar para mim.

-Porque eu estou com muito medo de não ser capaz de te proteger e... - sua voz falhou e ele ficou com os olhos marejados. -E acabar... Te perdendo...

-Você não vai me perder, - disse e o abracei forte - eu prometo!

O escutei fungar e então ele retribuiu o abraço, acariciando minhas costas. Vê-lo tão preocupado comigo me deixou angustiada. Eu não suportaria ver nenhum dos três sofrendo por minha causa. Eu precisava encontrar um jeito de ficar viva, precisava me proteger de alguma maneira. Mas eu não tinha ideia de como fazer isso. O que eu poderia fazer contra bruxas e vampiros? Absolutamente nada! E depender apenas da proteção deles me fazia sentir impotente. Yoongi separou o abraço primeiro e deu um pequeno sorriso.

-Precisamos descer, daqui a pouco uma pessoa virá aqui.

-Quem?? ChungHo?? - perguntei animada e saí de seu colo.

-Não, - ele disse enquanto se levantava e espreguiçava - uma bruxa que é amiga da família há anos. Ela irá refazer o feitiço de proteção ao redor da casa e te dar um amuleto.

-Amuleto? Por que? - perguntei confusa.

-Para te proteger obviamente - ele revirou os olhos. -Vamos, ainda precisamos tomar café da manhã.

Concordei e então descemos para comer. Jin já havia saído e Yoongi disse que ele foi levar atestados para justificar nossas faltas na faculdade até o final do semestre. Eu não fazia ideia de qual desculpa ele daria, só esperava que não acabasse afetando meu histórico acadêmico. Logo após o desjejum, a tal bruxa chegou. Fomos até o salão principal recebê-la. Era uma mulher japonesa de meia-idade e muito bonita, com longos cabelos negros e estatura média. Dizia se chamar Mitsuko. Logo atrás dela entrou uma jovem com cabelos negros na altura do ombro, um sorriso cheio e um rosto familiar. Ela se chamava Nanami.


Notas Finais


É isso!! Espero que tenham gostado e não esqueçam de comentar o que estão achando da fanfic! Críticas construtivas são bem-vindas e nos vemos no próximo capítulo. 💖

P.S: não esqueçam também de dar uma conferida na minha outra fanfic 💖: https://spiritfanfiction.com/historia/just-a-consolation-7440761


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...