História Witch Hunt (Caça às Bruxas) - Capítulo 2


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais
Tags Bruxas, Exo, Hetero, Kim Taehyung, Min Yoongi, Oh Sehun, Park Chanyeol, Reencarnação, Romance, Sobrenatural, Tell Me Your Dreams, Wicca
Visualizações 25
Palavras 4.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noitinha meus amores 💕
Loren aqui pra atualizar o capítulo maravilhoso dessa fanfic top 💕

Espero que gostem.

Capítulo 2 - A Lua de Sangue



Taehyung precisou sair da casa por algumas horas para poder avisar ao amigo que estava bem, escondido em sua casa antiga, encontrou Yoongi no meio da floresta lhe procurando.

— Meu Deus Taehyung! Onde você estava? O governador mandou executá-la e quem estiver lhe ajudando. Onde ela está?

— Acalme-se Yoon. Estamos a salvo.

Ambos caminharam cuidadosamente até um bar afastado da vila. Precisavam conversar sobre o que havia acontecido e o próprio Min, não fazia ideia do porquê Taehyung salvou a vida da bruxa.

— Cara... Se descobrirem que nós a libertamos, sabe que seremos enforcados por traição, não sabe?

— Claro que sei, mas não se preocupe. Você jamais será envolvido nisso. Eu encaro as consequências.

— Por que? O que ela fez para te deixar assim?

Taehyung olhou nos olhos do amigo, segurando suas mãos frias e confessou.

— Eu pude ver pelos olhos da irmã do meio, a minha mãe, Yoon.

— Como assim?

— A Harley disse que Veltrya está com o livro das sombras, daqui a...

O garoto caminhou até a janela olhando para o céu, a lua estava no seu auge, iluminando todo o firmamento, fazendo com que Taehyung sentisse o corpo tremer. Voltou ao lado do amigo continuando o que havia conversado com a bruxa branca.

— Amanhã, Yoongi, amanhã Veltrya tentará sequestrar a décima criança descendente de bruxa branca. Onde está o livro das almas?

— Em segurança.

— A criança está no ventre de uma mulher na aldeia de Eslavich e a bruxa negra tentará arrancar a criança para consumar a sua imortalidade.

— Mas ela precisaria do livro das almas para o ritual.

— Se ela tiver o sangue do décimo descendente, ela não irá precisar do livro e a sua imortalidade será alcançada.

Yoongi engoliu em seco, o dia estava próximo e precisavam correr contra o tempo para proteger a criança contra as bruxas em sua ascensão.

— Onde vocês estão escondidos?

— Na antiga casa dos meus pais.

— Mas como você conseguiu encontrar? Você foi deixado com meus pais ainda bebê.

Taehyung sorriu se lembrando do dia em que a mãe lhe ensinou o caminho quando ainda era pequenino, o caçador aprendeu e nunca mais esqueceu.

— Lembra dos meus sumiços quando a mamãe vivia desesperada atrás de mim e te mandava me procurar?

Yoongi deu uma risadinha sentindo saudades daquela época tão boa que viveu ao lado do irmão de criação.

— Claro que me lembro. Você era um pestinha. Eu vivia te procurando na floresta porque você vivia se escondendo lá.

— Minha mãe me chamava todas as vezes que eu sumia. Ia para a nossa casa e ficava lá, deitado na cama dela ouvindo minha canção de ninar favorita.

Yoongi sorriu sem mostrar os dentes, o melhor amigo ainda sentia tanta falta dos pais, era visível.

— Temos que agir rápido, Tae. A lua de sangue está próxima, precisamos proteger essa mulher e seu filho para que Veltrya não os encontre.

— Sim. Voltarei agora para casa e irei avisar Harley. Te encontro na vila ao anoitecer para podermos encontrar a tal mulher e colocá-la em segurança.

Yoongi abraçou fortemente o amigo, o coração estava pesado demais pelo medo de não conseguir, mas tinham algum tempo ainda, porém, precisavam ser rápidos.

Taehyung se desfez do abraço, saiu para fora do local subindo em seu cavalo, foi o mais rápido que conseguia para a casa onde estava escondido e encontrou Harley completamente nua olhando para o lado de fora da janela.

— Harley? Por que está sem suas vestes?

A garota aproximou-se do cavaleiro, entrelaçando seus braços em seu pescoço, tomou sua boca com desejo, o fazendo se assustar com tal atitude.

— Faça-me sua, Taehyung... Possua meu corpo e me terás por toda a eternidade.

O cavaleiro se afastou rapidamente, pegando a manta de seu corpo, colocando-a sobre o corpo nu da loira que não parecia em seu estado normal. — Cubra-se por favor. Você é só uma criança.

Harley sorriu tirando a manta de si, caminhou em passos lentos até chegar perto do Kim, dedilhou os dígitos sobre o ombro do mais velho, selando o seu pescoço desnudo, o fazendo sentir arrepios no corpo imaculado.

— Eu não sou criança, Taehyung. Já tenho 18 anos. Podemos fazer o que você quiser.

Taehyung parou por um momento para pensar no porquê daquela reação adversa à que havia presenciado mais cedo, a moça era tímida, chorosa, ainda se lamentando pela perda das irmãs e de repente, estava ali, nua sem pudor algum, mostrando uma sensibilidade que não condizia com a sua postura de algumas horas atrás.

— Harley... Olhe nos meus olhos e me diga quem você está vendo?

Taehyung sabia que tinha algo errado com ela, sabia que tinha a ver com a lua de sangue que estava próxima e pelo seu conhecimento sobre a aproximação do tempo, sabia que tinha a ver com Veltrya.

— Eu vejo o homem que irá me possuir, levando consigo minha pureza.

Puxou o cavaleiro pelas roupas, atacando seus lábios com voracidade, sugando sua respiração todas as vezes que Taehyung tentava se afastar. — Pare... por favor? Não podemos. Harley, me diga quem você vê em sua frente?

Falou alto tentando se afastar de todas as formas da garota que parecia ter o triplo da força de cem cavalos e novamente, Harley conseguiu imobilizar Taehyung de uma forma que ele olhasse dentro de seus olhos, buscando algo maligno por trás daquela moça que antes era frágil.

— Não podemos. Eu preciso proteger você.

— Podemos tudo o que quisermos. Fique comigo Taehyung? Apaixone-se por mim?

Disse tais palavras, olhando em seus olhos e era como se o Kim estivesse enfeitiçado pelo olhar da bruxa branca, o garoto pousou as mãos na cintura nua, dedilhando a pele quente, encarava o olhar azul como o céu a sua frente, a respiração saia entrecortada por conta das mãos da garota que entravam por dentro de suas vestes, tocando a pele úmida.

— Q-quem é você?

Perguntou trêmulo, talvez por medo da resposta mas já parecia saber quem estava à sua frente e o instigava tanto a ponto de sentir uma ereção pela primeira vez. Taehyung nunca teve esse tipo de experiência com uma garota antes, não sabia como lidar, nunca teve sentimentos por alguém antes dos seus olhos se encontrarem com os da moça que teve o mesmo que si.

Era como se fosse amor à primeira vista, algo que estivera longe do alcance do Kim por seus longos 20 anos. Mas sentia que não era Harley ali, sentia que era algo a mais, porém, não conseguia controlar os comandos do seu cérebro, era como se ela controlasse sua mente de alguma forma que não conseguia evitar.

— Eu sou... Harley. Minha alma finalmente encontrou a sua, caçador. Precisamos entregar nossos corpos antes que a lua de sangue dos cem anos se conclua.

Dessa parte, Taehyung não sabia, mas estava tão envolvido pelas carícias que recebia em seu corpo que não se ligou à um fato de extrema importância, quando lhe fora ensinado sobre os cinco mandamentos do ritual sagrado da irmandade branca. Ou seja, toda bruxa branca, e seus descendentes, deveriam fazer o ritual antes de contra-atacar a irmandade negra, que era astuta e criativa quando queriam fazer a irmandade oposta cair.


1 – Permanecerá imaculado até o fim da conclusão da lua de sangue.

2 – A décima oitava lua de uma bruxa branca é o período mais intenso. Se tranque de todas as formas para não ter contato com o exterior.

3 — Jamais deverá dar frutos à sua irmandade na fase da lua de sangue.

4 — Caso aconteça, deverás matar sua descendência antes que a irmandade negra tome conhecimento.

5 — A cada cem luas de sangue, um novo ser renasce das profundezas. O sangue de dez crianças descendentes o trará à tona, com isso, a irmandade branca será dizimada. Vingue cada sangue de uma irmã derramado.


Taehyung sentia as unhas da garota raspando suas costas, marcando sua pele enquanto Harley mordia seu pescoço, arrancando suas roupas, se livrando de uma a uma, até vê-lo completamente nu. O cavaleiro havia se esquecido completamente do ritual, se entregando de corpo e alma à bruxa branca que o seduzira e não tinha como escapar de seus encantos.

Harley dedilhava as unhas compridas no corpo do cavaleiro, Taehyung não conseguia evitar sentir desejo por aquela mulher tão bonita, fora a primeira vez que se sentia daquela forma e era uma forma única.

Repousou seu corpo sobre o corpo nu da garota que entrelaçou os braços em seu pescoço, invadindo sua intimidade, tomando para si, a pureza que lhe fora ofertada, porém, Taehyung pagaria um preço muito alto com aquilo.

Hesitante em pensar nas consequência, Taehyung se movimentava no interior de Harley, arrancando gemidos manhosos da garota que arranhava suas costas, tinham apenas a lua com os primeiros sinais da vermelhidão, como se verdadeiramente, o sangue escorresse por toda a sua extremidade, se uniam em uma só carne, em um só corpo, entrelaçaram suas almas em uma só.

Taehyung olhava nos olhos da bruxa branca, na intenção de encontrar Harley ali, mas não via mais a alma da garota, não via alma alguma, mas não fora impedido de tomar para si a pureza da garota, lhe entregando a sua.

Se entregaram àquela paixão que sentiram, desde o momento em que trocaram olhares no momento em que Harley seria executada, ali, Taehyung havia descoberto qual seria sua missão.

Os movimentos passaram a ser mais rápidos, os corpos suavam e ambos juravam amor eterno, até depois da morte, esta que seria eminente para os dois.

Taehyung apertou os dígitos na cintura de Harley, seu interior comprimia o membro do garoto que estava mergulhado no prazer do som que ela fazia gemendo, logo expelia o orgasmo sem imaginar o que poderia acontecer.



[...]



“Taehyung lutava com a sua espada contra Veltrya e Arabella, tentava de todas as formas desvencilhar-se dos golpes das bruxas enquanto Yoongi lutava junto aos outros cavaleiros com as demais bruxas negras.

— Eu irei destruir vocês!

A voz de Veltrya ecoava pela floresta, fazendo com que os pelos do corpo dos cavaleiros arrepiassem.

Arabella aproximou-se lentamente de Taehyung, com um sorriso perverso nos lábios, olhou maléfico para Yoongi, voltando para o mais novo.

— Então, Yoongi é teu melhor amigo, não é, filho de Jasmine?

— Não ouse, maldita!

Taehyung empunhou a espada, seria certeiro no coração da bruxa quando ela recuou, fazendo o poder emanar de seus poros, ondas elétricas estavam em volta de si e uma risada horrenda pairou por alguns segundos.

— Acha mesmo, que eu faria algo contra alguém como ele?

Taehyung não entendeu certamente o que a bruxa queria dizer com aquilo, contudo, antes do próximo ato da figura grotesca, o cavaleiro passou a dar golpes no ar, a fim de acertá-la quando fora pego de surpresa pelas costas, recebendo um solavanco no corpo e logo o sangue passou a escorrer abundantemente.

— Yoon? Por que?”



[...]



Taehyung deu um pulo da cama, estava ofegante e o coração estava acelerado como nunca esteve antes, virou-se para o seu lado e viu Harley nua, imersa no sono e só então se deu conta do que havia acabado de acontecer. Olhou para a janela, percebendo que já havia anoitecido e se lembrou do compromisso marcado com Yoongi.

Observou Harley se mexer na cama para acordar, a sonolência e cansaço da moça, o fizeram sorrir largo como se algo dentro de si fosse preenchido com algo que lhe fora tirado a tanto tempo.

— Harley?

A garota coçou os olhos, espreguiçando o corpo e só então percebeu que estava nua com um homem a olhando. Rapidamente, puxou a manta, se cobrindo, morrendo de vergonha e estava bastante assustada.

— O... O que aconteceu entre nós?

Taehyung sorriu sentando-se na cama, estendeu a mão para acariciar seus cabelos, mas a moça se afastou assustada, encarando Taehyung, as lágrimas escorriam em seu rosto e ela pôs-se a chorar cobrindo o rosto.

— Não podíamos... Taehyung... Não podíamos ter feito... Isso...

— Ei, acalme-se Harley. Está tudo bem.

Harley se levantou rápido da cama, correu até um espelho quebrado que ficava preso à parede, deixou a manta escorregar de seu corpo, se colocando de lado, tocando o próprio abdômen. — Não podíamos...

Taehyung engoliu em seco, tentava processar aquilo rápido e só então se lembrou dos mandamentos de uma bruxa branca, este que deveria ter seguido a risca, porém, já não adiantava mais. O ato já estava consumado e teriam que arcar com todas as consequências posteriores. Aproximou-se de Harley que chorava desolada, lhe cobrindo com a manta e a abraçou forte.

— Eu juro que irei protegê-los com a minha vida, Harley. Eu juro!

Sussurrou em seus ouvidos, apertando seu corpo, lhe dizendo que nunca ia abandoná-la, sabia das consequências dos seus atos, estava disposto a assumir todos e assim o faria.



[...]



A lua de sangue estava em seu auge no céu, o clima era diferente entre a população da região, estavam apreensivos em suas casas, escondidos debaixo de camas. Temiam pelo que as bruxas fariam naquela noite. Taehyung e Yoongi junto aos outros cavaleiros, eram guiados pelo poder de Harley que também estava escondida por causa do governo.

Caminharam com seus cavalos sem fazer alarde pela floresta. — Elas estão escondidas, eu posso sentir. — Taehyung sussurrou descendo de seu cavalo, tirando sua espada da cintura junto a Yoongi que procurava algum vestígio da bruxa, mas se estivessem ali, estavam muito bem escondidas.

Caminharam mais alguns metros, a mente lhe pregava peças, os fazendo ver vultos e ouvir risadas debochadas de várias bruxas. Tentavam se concentrar em destruí-las, mas estavam em maior quantidade.

Taehyung olhava para Yoongi, se lembrando do sonho que tivera momentos antes de se encontrar com o amigo para destruírem as bruxas e o seu ritual.

— Yoon...

Sussurrou fazendo o garoto o olhar confuso. — Sim?

— Você teria coragem de me machucar?

Yoongi não entendeu aquela pergunta sem nexo, e não sabia como lhe responder. — Por que está perguntando isso?

— Por nada, era só uma curiosidade.

— Estamos sem tempo para curiosidades. Rapazes, vamos!

Um dos cavaleiros falou passando pelos amigos e ambos o acompanharam. O barulho aumentava à medida em que aproximavam-se do centro da floresta, até que foram surpreendidos por várias bruxas ao mesmo tempo e ali, se dava início a batalha pela extinção do mal.

A luta fora árdua, muitos homens morreram nas mãos das bruxas, Taehyung e Yoongi tentavam se proteger e se manterem vivos até que Veltrya, na companhia de Arabella, bruxa essa que Yoongi conhecia bem, aproximaram dos cavaleiros com um sorriso maléfico e cabeça erguida, demonstrando não ter medo.

— Ora ora, até que enfim o nosso reencontro.

Taehyung se posicionou na frente do Min, tentando lhe defender e Arabella gargalhou alto.

— Estás a defender alguém como ele?

— O defenderei com a minha própria vida se preciso for!

Taehyung gritou empunhando sua espada, Yoongi se colocou de costas para o amigo, após, serem rodeados de bruxas, elas riam, caçoavam dos dois, ameaçavam, mas não iam se separar.

— Não tivemos a sorte de pegar a décima criança dessa vez, caçador, mas sabemos que você tem algo que nos pertence.

Taehyung frisou os olhos, Yoongi não sabia do que se tratava e Taehyung sussurrou.

— Harley... Ela está grávida.

— O que?

Não deu tempo do Kim responder e logo as bruxas que restaram, desapareceram dali, juntamente com Veltrya que prometeu voltar, após o nascimento do filho de Taehyung.

— Como deixou isso acontecer, Taehyung?

O garoto estava irado, sabia que aquilo era um mal sinal e que estavam mais ainda encrencados?

— Cara... Eu... Eu me deixei envolver...

— Tae! Você se deixou envolver à essa altura do campeonato? — Entraram na casa do Min, desesperados com a situação que não se resolveria tão cedo e as bruxas voltariam. — Você sabe que, um filho concebido na lua de sangue, faz com que ela retorne!

Taehyung tirava o casaco, olhou assustado para o amigo e sentiu um frio terrível na espinha. — Então... Quer dizer que... O ritual não foi concluído hoje...

— E elas voltarão daqui a 9 meses para concluir! Tae, estamos perdidos, elas voltarão mais fortes do que nunca. São luas de sangue recorrentes!

— Meu Deus!



[...] 



O filho de Taehyung e Harley nascia naquela noite macabra, onde corvos rodeavam a casa no meio da floresta, apenas esperando um passo em falso de qualquer um que fosse para atacar. Yoongi estava apreensivo, não tinham ajuda de ninguém, as pessoas não sabiam da existência daquela criança, não podiam saber.

Harley seria morta por bruxaria, Taehyung por ser cúmplice junto à Yoongi e a criança seria dada aos cães.

— Temos que sair da cidade enquanto temos tempo.

Taehyung embalava o bebê em seus braços enquanto Harley descansava após o parto difícil que teve. Tentava encontrar uma maneira de sair da cidade com ela e o filho.

— Seremos descobertos, sabe disso. É melhor ficarmos escondidos por um tempo, até passar a lua de sangue novamente.

O bebê ameaçou chorar e Yoongi sorriu, colocando o dedo mindinho em sua boquinha para que ele acalmasse. — Ele é tão lindo. Qual será o nome?

— Gosto de Jimin, mas ainda não sei.

Ambos precisavam ter cuidado com os próximos acontecimentos, sabiam que as bruxas já rondavam e tinham que agir rápido.

Saíram naquela madrugada à cavalo, tentaram ser o mais discreto possível para não chamarem a atenção. Harley aceitou o plano de Taehyung de fugirem para outra cidade para tentarem se manter à salvo das bruxas, porém, foram descobertos pelo delegado que mandou seus cavaleiros à procura dos traidores.

Chegaram à floresta, essa que conheciam bem, acabaram sendo surpreendidos pelas bruxas e cavaleiros que descobriram onde estariam naquele momento. — Esconda o bebê!

Harley gritou quando sentiu um golpe na cabeça e foi arrastada pelo meio da floresta pelos cavaleiros, Yoongi escondeu o bebê que dormia atrás de um arbusto e correu para segurar Taehyung quando o garoto tentou salvar a amada.

— Calma cara! Nós vamos buscá-la antes da execução.

— Eles vão matá-la, Yoon! Preciso tirá-la de lá!

De repente, tudo ficou escuro mais do que já estava, as bruxas deram espaço para que Veltrya e Arabella passassem, estavam prontas para a luta contra os dois homens que não tinham a ajuda sequer dos outros cavaleiros.

— Então, nos encontramos novamente, rapazes. Sentiram minha falta?

Veltrya sorriu maléfico, Taehyung e Yoongi se posicionaram de costas um para o outro para assim, terem uma visão melhor e proteger ambos.

— Eu vou acabar com você, Veltrya! — Taehyung gritou empunhando a espada, as bruxas gargalharam alto os fazendo ter medo do que fariam ali e Arabella deu passos lentos em direção a Yoongi.

— Sentiu minha falta, bebê?

Yoongi arqueou a sobrancelha empunhando sua espada, mirando no peito da bruxa.

— Não se aproxime! Você sabe do que sou capaz!

— Tens coragem de matar sua própria mãe?

Ao ouvir aquilo, afastou-se do amigo, o encarando confuso enquanto as bruxas debochavam do seu desentendimento.

— Tae... Não acredite nela!

— Do que ela está falando, Yoon? Por favor, me diga a verdade?

Veltrya tomou a palavra, afastando todas as bruxas, se posicionando no centro perto de Taehyung e contou a verdadeira história da origem de Yoongi. O Min tentou usar sua espada, mas a bruxa lhe jogou um feitiço que o prendera ao chão, sem lhe permitir se mover.

— Eu adoro essa história. Vou contar para você, cavaleiro.

Taehyung a olhou com os olhos cheios de lágrimas, Yoongi não tinha reação para aquilo, seu maior segredo seria exposto e ele não conseguia sair do lugar, seus olhos lacrimejavam e o garoto sentiu medo pelo que o amigo ouviria ali.

— Yoongi é filho de Arabella. Ele foi tirado de seus braços quando era bebê pela Jasmine, pois, seria sacrificado em prol do nosso clã, mas sua mãe o raptou antes, o colocando na porta da casa daquela família nojenta. Então, Jasmine desapareceu depois disso, porém, três anos depois, descobrimos que ela fazia parte do clã das bruxas brancas e teve um filho.

Veltrya apontou o dedo para Taehyung que tinha lágrimas escorrendo no rosto, não acreditava no que ouvia da bruxa, olhou para Yoongi que ainda estava em posição de ataque, negando com a cabeça. — Me perdoe, Tae...

Sussurrou levando o amigo às lágrimas.

— Então... É verdade? Você é descendente... De uma bruxa negra? Essa maldita tirou a vida da minha mãe!

Gritou à quase ficar rouco e Yoongi conseguiu desfazer o encanto sobre si e tentou se aproximar, mas Taehyung se afastou, ainda podia-se ouvir o deboche das bruxas ao redor, estavam sedentas pelo sangue do descendente de bruxa branca, mas a dúvida formada na cabeça de Taehyung, era um atrativo melhor.

— Eu não matei a Jasmine... — Veltrya se defendeu. — Dei a vingança nas mãos daquela que teve seu filho tirado de seus braços. Olho por olho, dente por dente!

— Eu juro que fiz de tudo para te proteger, Tae, desde o dia em que você foi deixado na casa dos meus pais... — Yoongi frisou as últimas palavras encarando Arabella que sorria sarcástica. — Quando eu soube da minha descendência, precisei me esconder para não ser encontrado. Meus pais nos protegeram, Tae. Eu jurei que não deixaria nada te acontecer e estou cumprindo meu juramento.

Veltrya bateu palmas para finalizar aquela cena dramática de uma amizade quase se desfazendo e se pronunciou.

— Chega dessa ceninha dramática. Isso me dá enjoo, vamos ao que interessa. Onde está a criança, cavaleiro? Nos entregue o sangue dela e pouparemos suas vidas.

Taehyung empunhou a espada, se posicionando e gritou.

— Nunca!

Saltou sobre Arabella, que desvencilhou-se do golpe, invertendo as posições, segurando o Kim pelo pescoço. Yoongi correu até o amigo para lhe ajudar, mas fora impedido por Veltrya que o jogou longe, despertando assim a criança que acordou chorando, as bruxas ouviram o chorinho fino do bebê, buscando o cheiro do recém nascido, passando a procurá-la por todo lado.

Arabella jogou Taehyung contra uma árvore, indo atrás da criança também, porém, Yoongi em um único golpe, arrancou sua cabeça, desestruturando todas as outras que passaram a gritar loucamente ao ver a explosão do corpo da bruxa.

— Eu te avisei que te mataria, desgraçada!

Todos os outros seres das trevas passaram à gritar desesperadamente ao ver o pescoço de Arabella jorrando sangue e Taehyung acabou caindo de joelhos no chão, ao ouvir Harley gritar em seus pensamentos. A bruxa branca era executada em praça pública, com chamas do fogo lhe queimando todo o corpo e Taehyung podia ver através da maldade de Veltrya.

— Veja cavaleiro, sua amada bruxa está sendo morta pelos homens com quem você trabalha. O seu destino será pior e o sangue do seu filho, será meu para que me torne imortal.

A bruxa negra ergueu os braços para o alto, fazendo um redemoinho de nuvens ao redor de si, espalhando tudo à sua volta e com o seu poder, puxou o Kim para dentro do redemoinho, deixando Yoongi desesperado.

“O sangue da criança descendente me fará eterna, jamais sentirei dor, jamais serei destruída!”

Falou em voz alta, as palavras do encanto, logo Taehyung encarou Yoongi com maldade, seus olhos eram negros e o cavaleiro atacou o melhor amigo o fazendo desviar da espada, esta que o Kim manuseava impecavelmente.

— Tae! Pare! Por favor, sou eu, Yoongi!

O garoto gritava, tentando fugir do amigo que estava enfeitiçado, mas o outro não podia lhe ouvir, Yoongi não teve outra saída a não ser lutar pela sobrevivência.

O choque das espadas, faziam sair faíscas de fogo e as bruxas gargalhavam, escolhendo o vencedor do combate. Até que, Taehyung ouviu seu filho chorar e abaixou a espada, porém, fora no mesmo instante que Yoongi empunhava a sua para se defender.

Taehyung caiu sobre as folhas secas no chão, com o amigo tentando segurar seu corpo desfalecendo lentamente, Yoongi chorava pressionando o peito do amigo que sangrava.

— Tae... Me perdoe, por favor?! Me perdoe!?

Taehyung ergueu a mão com dificuldade para segurar a mão do melhor amigo sobre seu peito, seu corpo dava arrancos mostrando que a alma era puxada para outra dimensão e o Kim sussurrou.

— C-cuide... C-cuide do meu... Filho...

Yoongi abaixou a cabeça sobre o corpo do amigo, estava desolado e percebeu que a lua de sangue saía do seu estado majestoso, dando lugar a lua cheia. Assim, juntamente com a lua de sangue, Veltrya e as bruxas negras, desapareceram no ar, sem deixar pistas.

Juntamente com elas, Taehyung deu seu último suspiro e partiu para sempre, deixando um bebê recém nascido para que Yoongi desse sua vida para protegê-lo.


Notas Finais


Alguns acontecimentos descritos aqui, eu pesquisei e tive a ajuda de uma amiga que é adepta a wicca. Ela realmente entende do negócio kkkkkkkkkkkkkkk e ainda me perguntou se eu era bruxa kkkkkkkkkk

Aaah se eu fosse, minha vida seria bem diferente mas enfim, espero que tenham gostado do capítulo e quero dizer que os próximos, dão início a segunda fase, que é quando entra Sehun e Chanyeol ❤️

Bjo Bjo e até 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...