História Witches - Long imagine Jungkook - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 32
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


olá bruxinhas, tudo bem?

sim, eu sei, demorei para postar capítulo novo.

não me matem, por favor!

espero do fundo do meu kokoro que vocês gostem deste nono capítulo.

bora pra história e até as notas finais ^^

boa leitura <3

Capítulo 9 - The Fellowship of The Black Hat


Fanfic / Fanfiction Witches - Long imagine Jungkook - Capítulo 9 - The Fellowship of The Black Hat

 

 

O amanhecer foi tranquilo e bem ensolarado. O casal desceu logo cedo para a cozinha para tomar o desjejum. Depois de satisfeitos eles seguem Judie em um breve circuito pela casa. Os olhos brilhavam diante de cada porta aberta, cada cômodo revelado. Estavam maravilhados de fato com o que viam, finalmente estavam onde deveriam estar. Após o passeio eles vão para fora da casa, mais distante perto do vale, onde era o salão de confraternização. Como a distância era relativamente grande eles vão a cavalo, seguindo Judie como sempre. A moça já havia adquirido carinho pelo casal, principalmente pelo fato que já havia enxergado algo que apenas algumas ou alguns bruxos enxergariam.

Ao chegarem no salão os cavalos são amarrados junto aos outros. Eles seguem até a porta de madeira de carvalho, mas antes que pudessem chegar perto dela Judie os chama a atenção.

- Tirem os sapatos. – ela diz calmamente e eles realizam o pedido – Agora caminhem pela grama no sentido do vento e livrem-se das energias negativas, entraremos no ambiente sagrado e não podemos estar carregados pois a energia se manifesta no corpo purificado e preenche o ser completamente.

Eles concordam e começam a andar pela grama macia, sentindo o ar fresco passar por eles. Mentalizando a intenção de limpeza energética, todo o “lixo” carregado sai de seus corpos e é levado pela brisa e pela Mãe Terra, pelos pés. O sol logo acima de suas cabeças parecia aumentar a intensidade de seus raios e os três aproveitam o calor da luz para energizar-se espiritualmente e corporalmente através do astro rei e da grama abaixo de seus pés. Depois de terminarem o breve momento, vestem seus calçados de novo e seguem para a porta, finalmente. Judie se concentra e começa a proferir o ritual.

- Abracadabra! – ela inicia desenhando um pentagrama imaginário na porta com sua varinha, no sentindo de banimento de espíritos – Que os espíritos mal intencionados e magia negra não entrem conosco, que assim seja! – o pentagrama brilha e a porta se abre.

Os três entram porta adentro e esta se fecha após a passagem deles. O local está iluminado apenas por tochas enormes, deixando a aparência meio sombria por ainda sim estar escuro. Jungkook aperta a mão de S/n e se entreolham, não pelo medo do local, por euforia do que estava por vir.

- Não se preocupem, está tudo bem. Esta é a casa de vocês também, todos aqui esperavam ansiosamente pelo seu retorno.

Ela se vira para a frente e os dois pensam no “retorno”. Como poderiam retornar se nunca estiveram ali?

A dúvida pairava em suas mentes e Judie os olha de canto de olho, era maravilhoso plantar a semente da dúvida e deixá-los sem respostas, mas é claro que em algum dia ela teria que responder, e irá responder quando tudo se esclarecer.

Eles continuam seguindo pelo corredor extenso até uma segunda porta, que estava aberta. O som das conversas e risadas preenchia o corredor à medida que eles chegavam mais perto da porta. A tranquilidade começou a dominar seus corações, a apreensão parecia sumir gradativamente. Judie parou antes de chegar na porta e pediu que eles esperassem para entrar. Eles concordam e se olham, a confiança era transmitida pelo olhar e o suspiro os encorajou a seguir em frente, não importasse qual fosse o resultado. Judie retorna e acena com a mão para que eles entrem. Quando eles chegam na porta, o silêncio. O sorriso deles esmureceu na hora, todos no local os olhavam sérios e fixamente. Eles seguem atrás de Judie até um pequeno palanque. Ela deixa eles ali e sai. Os olhares de desespero de ambos são substituídos por lágrimas de alegria quando todos os presentes se ajoelham em uma reverência.

- DEUSA SALVE O REI! DEUSA SALVE A RAINHA! – todos repetem a salva em alto e bom som.

Eles sorriam abertamente, a alegria não cabia em seus peitos.

 

 

{...}

 

- Majestades. Vocês devem ter escutado por outras pessoas um pouco da história desta academia, eu imagino. Gostaríamos, no entanto, de reforçar alguns detalhes que talvez ainda não foram revelados, afinal, apenas os membros sabem de toda a verdade.

Eles concordam e se ajeitam na cadeira.

- Bom, a academia foi fundada por um grupo de bruxas há mais de 100 anos. Os rituais eram bem rudimentares e não havia os aparatos de magia que possuímos hoje em dia, mas era espetacular. Hoje em dia a academia está em direção de Chaska, mas ainda pertence às bruxas da primeira ordem que estão vivas. As setes anciãs não ficam junto da academia, a idade não lhes permite mais a mobilidade e agilidade de antes, mas continuam a escrever feitiços, poções e encantamentos. Cada receita e mandada para cá através de aves de rapina ou corujas, a experiência delas em treinamento é fantástica.

Ambos olham maravilhados para o homem à sua frente. Coonell é um homem de meia idade, um bruxo especializado na arte de poções, ministra aulas sobre o assunto para os aprendizes.

- A primeira bruxa se chama Lilith, foi ela quem iniciou a arte da astrologia na academia. Depois temos Otasana, a pioneira na arte da necromancia. Em seguida Gaia, a mestre da meditação e cromoterapia da alma. A irmã dela, Dhara, a nossa líder em conhecimento de cristais e leitura de bola de cristal. Após, a Astrid, nossa primeira professora de poções e conhecimentos de ervas para a cura. Depois vem Elin, nossa mestra de adivinhação e dominadora da arte da leitura do Tarot e tabuleiro Ouija. E por último, mas não menos importante temos Darya, a nossa professora de numerologia, bibliomancia e osteomancia, a divinação por leitura de ossos. Todas elas estão em um esconderijo fora de Forest Kingdom, não sabemos onde fica, apenas sabemos que fica em River Lands. Há tempos que não fazem contato, estamos um pouco preocupados com sua segurança pois o rei Park Jimin se afastou de Forest Kingdom, tememos que elas possam ser executadas em praça pública, já que o rei nunca mais se manifestou apoio ou revolta contra as bruxas.

Eles concordam novamente.

- Nossa esperança está em vocês majestades, o destino do nosso reino está em suas mãos, nossa liberdade está em suas mãos.

- Sabemos disso Connell. – S/n fala – Faremos tudo a nosso alcance para recuperar o trono e libertá-los deste castigo eterno. – ela conclui sorrindo, melancólica.

- Somos o mesmo povo. – diz Jungkook – Temos de nos unir e perserverar. Sei que não se revoltaram contra o reino pois a magia nem sempre resolve todas as coisas e antes mesmo de conjurar um feitiço, uma adaga poderia perfurar seus corações. Estou aqui para prová-los que o reinado dos Jeon ainda não terminou e do que depender de mim, ele não será derrotado tão cedo. Viva a liberdade da bruxaria!

- Viva! – todos comemoram.

O Jeon olha para sua companheira e esta assente confiante. A teia do futuro da magia está se construindo a partir deste momento, e as aranhas responsáveis, são eles mesmos, cada bruxo e bruxa dos sete reinos.

 

Abracadabra...

 

 


Notas Finais


bom pessoas espero que tenham gostado.

mesmo esquema povo, comenta e favorita se for da sua vontade e é nóis.

beijinhos de luz e até o próximo capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...